Detonando as teorias da conspiração do homem na lua

Publicado em 19.07.2009

homem na lua

O recente aniversário de 40 anos do homem na lua lembra que ainda há céticos sobre este assunto que não acreditam que termos visitado nosso satélite natural, e alegam que tem provas disso.

As seguintes razões foram oferecidas como provas de que os pousos na Lua, que começaram com a aterrissagem da Apollo 11 em 20 de Julho de 1969, foram falsos. Veja como elas foram detonadas.

1. Quando os astronautas estão colocando a bandeira dos EUA, ela ondula. Mas não há vento na Lua.

A bandeira está sendo segurada por uma barra horizontal para permanecer estendida e simplesmente se move quando é desdobrada e enquanto o mastro está sendo fixado na posição correta pelos astronautas. O mastro da bandeira é leve, de alumínio flexível e continua a vibrar depois que os astronautas o soltam, dando a impressão de estar sendo soprado pelo vento.

2. Nenhuma estrela é visível nas fotos tiradas pelos astronautas da Apollo da superfície da Lua.

O pouso da Apollo aconteceu durante a manhã lunar, com o Sol brilhando intensamente. O tempo de exposição das câmeras é configurado para ser muito rápido não deixando que muita luz entre e ofusque detalhes. As estrelas, embora sejam visíveis a olho nu na Lua, não são brilhantes o bastante para serem capturadas nas fotografias na manhã lunar.

3. Nenhuma cratera causada por impacto é vista nas fotos tiradas do módulo de aterrissagem lunar.

O módulo de aterrissagem toca rocha sólida, coberta por uma fina camada de poeira lunar, então não há razão para criar uma cratera com impactos. Mesmo que o chão fosse menos sólido, a quantidade de pressão produzida pelo motor nesse momento da aterrissagem e decolagem é muito pequena comparada a uma aterrissagem na Terra por causa da relativa falta de puxão gravitacional.

4. O módulo de aterrissagem pesa 17 toneladas e mesmo assim pousa sobre areia sem deixar marcas. Perto dele, as pegadas dos astronautas podem ser vistas na areia.

A camada de areia poeira é bem fina, então o módulo de aterrissagem pousa em rocha sólida. A poeira, enquanto soprada para longe pelo impacto da descida, rapidamente retorna ao chão e é pisada pelos astronautas quando eles começam a caminhar na Lua.

5. As pegadas na fina camada de poeira lunar, sem umidade ou atmosfera ou forte gravidade, são inesperadamente bem preservadas, como se feitas em areia molhada.

A falta de vento na Lua significa que as pegada em fina e seca poeira lunar não são sopradas para longe como aconteceria se fossem feitas em substâncias semelhantes na Terra. Além do mais já foi provado que a areia lunar no vácuo se agrega de maneira diferente que a areia da praia.

6. Quando o módulo de aterrissagem decola da superfície da Lua, não há uma chama visível saindo do foguete.

Os foguetes no módulo de aterrissagem são movidos por combustível que contém uma combinação de hidrazina com tetróxido de dinitrogênio, que queima sem chama visível.

7. Se acelerado o filme dos astronautas andando na superfície da Lua, eles parecem ter sido filmados na Terra e então colocados em câmera lenta.

O melhor jeito de responder é: um pouco, mas na verdade não.

8. Os astronautas não poderiam ter sobrevivido à viagem por causa da exposição à radiação do Cinto de Radiação de Van Allen.

Essa afirmação é baseada em grande parte na alegação de um cosmonauta russo. O pequeno tempo que é necessário para cruzar o cinto, combinado com a proteção da espaçonave, significa que a exposição à radiação seria muito baixa.

9. As rochas trazidas da Lua são idênticas às rochas coletadas por cientistas em expedições para a Antártida.

Algumas pedras lunares já foram encontradas na Terra, mas elas estão todas chamuscadas e oxidadas pela sua entrada na atmosfera da Terra e asteróides. Geólogos confirmaram com completa certeza que as rochas da Apollo foram trazidas da Lua pelo homem.

10. Todas as seis aterrissagens na Lua aconteceram durante a administração Nixon. Nenhum outro líder nacional afirmou ter levado astronautas à Lua, apesar dos 40 anos de rápido desenvolvimento tecnológico.

Essa é uma favorita entre os teóricos da conspiração porque não precisa de provas mas acusa a presidência de Richard Nixon, um presidente sabidamente corrupto. O fato é que após as aterrissagens da Apollo, a corrida foi ganha e o dinheiro se acabou. A União Soviética não tinha interesse em chegar em segundo e políticos de ambos os lados perceberam que missões de órbita tinham potencial comercial e militar muito maior.

Bônus: A nova sonda espacial fotografou o equipamento humano deixado na lua

missoes lunares lro

Isso mesmo! Há pouco tempo a sonda LRO fotografou equipamento deixado na lua por várias missões humanas, como você pode ver acima.

[Telegraph]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

353 Comentários

  1. Tem tanta gente que questiona…..Se isso fosse falso, os russos iriam fazer uma campanha enorme para desmentir….e tirar o credito americano….mas como aconteceu de fato e sabiam que era possivel…aceitaram….por menos que quisessem…

    Thumb up 0
  2. Senhor Cesar Grossmann,
    Gostei muito das suas explicações.
    Desculpe se eu fui um chato, mas acho que duvidar é algo saudável na busca da verdade.
    Só uma observação:
    “…O LHC acelera prótons a energias de 7 TeV. Bem menos que os 10 MeV que o CVA acelera seus prótons,…”
    Se eu não estou enganado, a ordem de grandeza “TERA” é 1.000.000 de vezes maior que a grandeza “MEGA”…
    Acho que o senhor se equivocou na notação científica mencionada.
    É só isso.
    A sua equipe conquistou mais um fã.
    Cordiais abraços a todos.

    Thumb up 2
    • Falcão Marcial já muito foi explicado pelo CesarGrossmann, Guilerme Oliveira e outros, mas há mais alguns pontos importantes a considerar.

      Há dois tipos de descrentes nas Apollo, os que o fazem por motivos ideológicos (os americanos são infinitamente maus) ou por falta de conhecimentos e cultura cientifica. Tendo dificuldade em aceitar e compreender um feito desta magnitude.

      Vamos então a alguns factos históricos; aquando da Apollo 11 os Russos tinham uma sonda na orbita lunar – a Lunik 15. (Note-se que os Soviéticos estavam mais avançados que os americanos no que respeitava a sondas autónomas, as bisavós da actual Curiosity.) Esta sonda foi lançada 3 dias antes da descolagem do Saturno V e tinha como missão recolher amostras do solo lunar, para serem examinadas na terra, posteriormente. Infelizmente despenhou-se na Lua, antes mesmo dos Americanos dela saírem!!! Ora, isto levantou um grande problema na época e foi a primeira vez que as duas potências colaboraram (a contra gosto, claro), na conquista do espaço.

      As duas partes tiveram de partilhar os planos de vôo e de utilizar triangulação rádio para determinar posições evitar colisões na orbita lunar. Claro isto serviu de prova inequívoca de parte a parte, que o adversário estava, de facto, na lua.

      Por outro lado, é preciso entender que a ida do homem à lua, não foi uma ideia de meia dúzia de artolas com a mania das grandezas. Foi o esforço de uma nação inteira, que envolveu, quase meio milhão de pessoas – quatrocentas e muitos mil, não sei ao certo – que estiverem directa ou indirectamente envolvidos no projecto.

      Pessoas de várias universidades e empresas de quase toda a industria (aeronáutica, materiais, electrónica, informática, têxteis, engenharia, etc, etc.)

      Acha que punham esta gente toda a trabalhar para uma farsa? Absurdo. E como se mantém tanta gente calada?

      Por que é que não voltámos lá? Pela mesma razão pela qual só fomos uma vez ao ponto mais fundo do oceano. Porque na época o objectivo tinha sido alcançado. Chegar primeiro que os Soviéticos. Porque é extremamente perigoso e caro.

      Mais! Nenhum pais, ou governo; nenhuma universidade ou personalidade da ciência, alguma vez negou o feito. Apenas alguns iluminados que pouco sabem de ciência e/ou se deixam levar por posições politicas. Quando, em bem da verdade, foi um feito mais da humanidade do que dos próprios americanos.

      Cumprimentos

      Thumb up 3
  3. Sr. Cesar Grossmann,
    Se não foi possível falsificar os vídeos da missão Apollo-11, como você afirma, então VOU TER QUE CONSIDERAR QUE AS IMAGENS DO LINK ABAIXO,SÃO NO MÍNIMO, AUTÊNTICAS.
    Que imagens são essas?
    http://www.youtube.com/watch?v=_ecBbSIdBKI
    Simulação para treinamento dos astronautas?
    O CENÁRIO É O MESMO DAS FILMAGENS ORIGINAIS da NASA, da missão Apollo-11.
    E pra quem não sabe, a NASA simplesmente PERDEU TODOS OS ARQUIVOS ORIGINAIS DA MAIOR CONQUISTA DA HUMANIDADE!!!
    Muito conveniente, não?

    Thumb up 1
    • [quote]a NASA simplesmente PERDEU TODOS OS ARQUIVOS ORIGINAIS DA MAIOR CONQUISTA DA HUMANIDADE!!![/quote]

      Mas que conversa fiada. Os caras têm toneladas de videos/fotos/amostras. O projeto Apollo é, de fato, um dos eventos mais bem documentados da história da humanidade.

      http://www.youtube.com/watch?v=2WgkkYIoaE0

      Thumb up 3
    • É muito fácil encontrar uma pessoa burra. Veja só, você se acha o espertão ao dizer que o pouso na Lua é falso.

      Porém, você é tão burro que usa como prova, um vídeo de comédia sobre o pouso da Apollo. Essa cena de um refletor caindo no set de filmagem saiu recentemente na internet. O autor do seu vídeo ainda fez questão de editar o vídeo e fazer um efeito de envelhecimento para parecer datado de 1969.

      Ou seja, no final das contas você está sendo enganado! Assim como todos os conspiracionistas que caem nessa historinha de farsa.

      Thumb up 5
    • Por que você “tem que considerar” as imagens autênticas? Em 1:27 começa um trecho de um vídeo que foi feito por uma empresa de marketing que estava experimentando o conceito de “marketing viral”. Só por este simples motivo dá para saber que todo o vídeo é fajuto. Como o “moontruth” foi feito em 2002, o vídeo acima foi montado depois.

      Alguns instantes antes aparece um cenário com a bandeira flutuando no vento. Aí aparece outra dica claríssima que se trata de um vídeo fajuto, basta você pegar as fotos em que aparece a bandeira no site ApolloArchive.com e comparar com o trecho de vídeo em questão. A bandeira que aparece nas fotos TEM A MESMA RUGA NO MESMO LUGAR O TEMPO TODO. A bandeira do vídeo está lisinha, balançando de um jeito que só uma bandeira no vento balança (na Lua, sem atmosfera, a bandeira executa um movimento pendular quando é balançada pelo astronauta).

      Depois aparecem um monte de imagens, algumas que eu identifiquei como sendo da missão Apollo, e a última é alguma coisa sobre “não ter exaustão de foguete”. O que é uma prova de tremenda ignorância. Por que deveria haver “exaustão” visível, se a queima era completa e a chama azul-claro?

      Quanto a haver simulações dos pousos e atividades que foram feitas na Lua, nada mais normal, a NASA não manda astronautas para o espaço sem que eles tenham treinado exaustivamente todos os procedimentos possíveis e imagináveis em Terra, usando simuladores e cenários o mais realistas possíveis. São horas e horas treinando acoplamentos, desacoplamentos, partidas, pousos, procedimentos de emergência, rotação, manutenção de equipamento no espaço, verificações de controles, e por aí vai. O treinamento dos astronautas que vão trabalhar em microgravidade é feito em tanques de água para simular a imponderabilidade. E eles também treinaram a coleta de amostras usando os trajes espaciais e o equipamento que foi utilizado na Lua.

      Eles pensaram em quase tudo, haviam toneladas de manuais com roteiros para fazer as coisas dentro da nave que eles tinham que estudar e praticar. E mesmo assim, quando aconteceu o acidente com a Apolo 13 eles verificaram que algumas situações não haviam sido cobertas.

      Thumb up 1
    • Uma observação, você está comparando dois vídeos feitos em condições diferentes. O vídeo da missão para a Lua foi feito em 1969, e, com a tecnologia de 1969, não se poderia forjar os vídeos e fotos da missão. Hoje seria simples forjar um vídeo usando tecnologias disponíveis HOJE, mas como você faria para um filme feito HOJE ser apresentado em 1969? Só se a viagem no tempo já existisse…

      Thumb up 2
  4. Engraçado que a sonda lunar LRO enviou recentemente fotos em alta resolução da Lua, mas quando é foto da bandeira e das pegadas dos astronautas a resolução é ultra-baixa.
    Por que será?
    A resposta é simples:
    Como tirar uma fotografia de alta resolução de algo que nunca esteve na Lua mas somente em estúdio?

    Thumb up 0
    • Falcão, quem disse que a fotografia em que aparecem as pegadas, e os trilhos de pegadas dos astronautas, é de resolução ultra-baixa? Você conhece o equipamento utilizado para fazer as fotos?

      Da Wikipedia em inglês: A LROC (Lunar Reconnaissance Orbiter Camera) é capaz de fazer medidas para a certificação de locais de pouso e iluminação polar. São duas câmeras de ângulo pequeno (NAC) e uma câmera de ângulo grande (WAC). A LROC voou várias vezes sobre os locais históricos de pouso das Apolo a 50 km de altitude. Com a alta resolução da câmera, os rovers e módulos de decida, bem como respectivas sombras, são claramente visíveis, junto com outros equipamentos deixados na Lua. A missão está retornando entre 70 e 100 terabytes de imagens.

      Ou seja, as fotos são feitas com câmeras de alta resolução a 50 km de altitude.

      Thumb up 1
  5. A sonda espacial LRO foi lançada em 2009.
    Há apenas 04 anos atrás.
    Já a qualidade da foto é da década de 1950, he he he.
    Não entendo essas diferenças.
    A tecnologia envolvida pra construir um satélite artificial é atual, mas a tecnologia das máquinas fotográficas utilizadas nas missões espaciais (tripuladas ou não) parece que é da década de 40.
    Como é que pode?

    Thumb up 0
    • De qual máquina fotográfica você está falando?

      Thumb up 0
  6. Alguém por acaso conseguiu distinguir alguma coisa na foto da Apollo 14?
    Distingui algumas setas apontando para algumas manchas.
    E só.
    Não é possivel ver nada nessa foto.
    E quer que tomemos esta foto como comprovação irrefutável da ida do homem à Lua.

    Thumb up 0
    • Bom, Falcão, acho que você precisa fazer um curso de identificação de artefatos em fotos. De qualquer forma, é claramente visível a trilha de pegadas dos astronautas e a sombra do módulo lunar.

      Mas para quem tem má vontade, uma foto assim é uma foto impossível de entender, e uma foto com a resolução pedida vai ser descartada como “obviamente foi photoshop”.

      Uma coisa é ser cético, outra coisa bem diferente é não aceitar os fatos de jeito nenhum.

      Thumb up 2
  7. sr. Cesar Grossman,
    Quando o senhor não consegue refutar um argumento ou você não responde ou coloca em dúvida quem questionou.
    Será que pelo fato do senhor ser um Iniciado, não acaba influenciando em suas argumentações?

    Thumb up 0
  8. “Cara, a temperatura no solo lunar tem quase nada a ver com a temperatura do filme dentro da câmera. Sem atmosfera para fazer a transferência térmica por convecção, sem a câmara se colocada no solo para faze a transferência por transmissão, a câmera só pode receber ou perder calor por irradiação, e neste caso é mais fácil ela aquecer no sol do que esfriar na sombra, e para tanto, bastou pintar de uma cor clara a câmera.
    Puxa, isto é termodinâmica que se aprende no ensino básico (transferência de calor, e fatores que influem esta transferência), por que é tão difícil compreender que o filme nunca foi submetido às temperaturas extremas do solo lunar?”

    O Sr. Cesar Grossman falou sobre termodinâmica, mas esqueceu de citar a diferença de coeficiente térmico dos materiais utilizados. A diferença na velocidade de transmissão do calor nos materiais varia de acordo com o coeficiente térmico do material.

    Thumb up 0
    • Falcão, para haver CONDUÇÃO de calor, tem que haver CONTATO. Em outras palavras, tem que esfregar a câmera no chão quente (ou gelado) e deixar ela lá por um tempo para que ocorra transferência de calor por CONDUÇÃO. É assim que o calor se transmite diretamente. Se não tem contato, não se fala em transmissão de calor, pelo menos não por condução. E se não há atmosfera, também não se fala em convecção.

      O que sobra?

      Transmissão de calor por radiação. E, neste caso, o coeficiente térmico se submete a outro coeficiente, o de absorção da radiação. E este depende do acabamento e da cor do objeto. Objetos claros refletem mais do que absorvem, objetos escuros absorvem mais do que refletem. Para proteger a câmera no ambiente lunar, o primeiro passo é pintar de branco ou pratear a mesma. E foi o que fizeram. Não fizeram mais do que isso por que não seria necessário. Não precisariam ter mais cuidado com a câmera do que teriam aqui na Terra: não deixar exposta ao Sol por longos períodos de tempo.

      Lembrando que a troca de calor por radiação é a mais lenta que tem.

      Mas se você acha que eu estou errado, por favor, corrija-me. Mostre onde entra o coeficiente térmico neste esquema.

      Thumb up 0
  9. Sr. Cesar Grossman,
    o senhor disse, em um comentário, que a variação térmica no solo lunar vai de -153 °C a +170°C, correto?
    Mas se não há atmosfera para reter ou dissipar a temperatura ambiente, como o senhor garante que os equipamentos levados pra Lua não atingiram essas temperaturas?
    E quando eu digo equipamentos, inclua a máquina fotográfica e os filmes fotográficos.

    Thumb up 0
    • Você convenientemente amputou a minha explicação.

      O calor se transmite por condução, convecção e por radiação. Eu não falei nada sobre reter ou dissipar temperatura ambiente, e a expressão “temperatura ambiente” é invenção sua. Estamos falando de temperatura do solo.

      Sem atmosfera, o calor não se transmite por convecção. Ou seja, não tem atmosfera para absorver calor do solo mais quente e levar para a câmera mais fria, ou o contrário, para roubar calor da câmera e perder ele no solo.

      Sem contato direto do equipamento com o solo lunar, o calor não se transmite por condução. Ou seja, se não colocar a câmera no chão, ela não vai entrar em contato com o solo e não vai atingir o equilíbrio térmico por transmissão.

      Sobra radiação. E para diminuir a absorção de calor por radiação é necessário apenas pintar a câmera de branco ou deixar ela prateada.

      Eventualmente a câmera atinge o equilíbrio térmico com o solo, mesmo que seja apenas por radiação, mas isto leva bem mais tempo do que por condução ou convecção, que já vimos que não acontece. Tanto tempo que dá para fazer as fotos e levar a câmera para dentro da nave, que está protegida por mylar e por isto tem a temperatura mais estável.

      Thumb up 0
  10. Em 12 de abril de 1961, o cosmonauta Yuri Gagarin dava uma volta completa ao redor do planeta Terra, em órbita terrestre.
    A antiga União Soviética gravou o feito com câmeras de boa resolução.
    Pra que ninguém no mundo duvidasse dessa conquista.
    Em 1961 a qualidade das filmagens já era considerável.
    Bem nítidas por sinal. (Pra quem duvida, é só ver os vídeos que a antiga URSS fez em 1961, do primeiro vôo em órbita terrestre.)
    Então apenas 08 anos depois, os Estados Unidos da América conseguiram realizar uma missão, no mínimo, 100 vezes mais difícil e perigosa que essa.
    O Projeto da Maior Conquista da Humanidade.
    Enviar o homem para a Lua.
    Se esta conquista americana (a mais importante da humanidade) foi 100 ou 1000 vezes mais importante, porque as filmagens da missão Apollo-11 tem uma qualidade de imagem tão baixa?
    A tecnologia americana não era superior a dos soviéticos?
    O cuidado e esmero que os soviéticos/russos tiveram com as filmagens do vôo pioneiro do cosmonauta Yuri Gagarin é perceptível.
    Já a NASA, pra quem não sabe, CONVENIENTEMENTE PERDEU TODAS AS FILMAGENS ORIGINAIS DA MAIOR CONQUISTA DA HUMANIDADE!!!

    Thumb up 0
    • E onde estão as imagens da missão Vostok-1 de ‘alta resolução’?

      Outra coisa, transmitir um sinal de TV da superfície da Lua é uma coisa bem diferente de transmitir da órbita baixa da Terra. Usaram radiotelescópios da Austrália e da Espanha para ajudar a manter a Apollo sempre em contato.

      Finalmente, tirando o fato que a gente perdeu as imagens de melhor resolução, as imagens que foram transmitidas para o resto do mundo não foram perdidas. Você pode acessar elas em vários sites, como o YouTube, ou então o ApolloArchive.

      A propósito, você sabe quais os modelos de câmeras fotográficas e de vídeo usadas nas missões Apollo? Sabe como foi transmitido o sinal da Lua para a Terra? Faz alguma ideia do pesadelo de engenharia que foi garantir estas transmissões ao vivo?

      Thumb up 0
  11. O Cinturão de Van Allen é uma região onde ocorrem vários fenômenos atmosféricos devido a concentrações de partículas no campo magnético terrestre, descobertas em 1958 por James Van Allen.
    As radiações de Van Allen não ocorrem, salvo em raras exceções, nos pólos, e sim na região equatorial. Estas formam dois cinturões em forma de anéis, com centro no equador.
    O mais interno se estende entre as altitudes de mil e cinco mil quilômetros, sua intensidade máxima ocorrendo em média aos três mil quilômetros. CONSISTE DE PRÓTONS ALTAMENTE ENERGÉTICOS, que se originam pelo decaimento de nêutrons produzidos quando raios cósmicos vindos do espaço exterior colidem com átomos e moléculas da atmosfera terrestre. Parte dos nêutrons é ejetada para fora da atmosfera e se desintegra em prótons e elétrons ao atravessar esta região do cinturão. Essas partículas se movem em trajetórias espirais ao longo de linhas de força do campo magnético terrestre.
    O segundo cinturão, que fica situado entre 15.000 e 25.000 km, contém partículas eletricamente carregadas de origem tanto atmosférica quanto solar. São principalmente ÍONS HÉLIO trazidos pelo vento solar. AS PARTÍCULAS MAIS ENERGÉTICAS DESTE SEGUNDO CINTURÃO SÃO ELÉTRONS CUJA ENERGIA ATINGE VÁRIAS CENTENAS DE MILHARES DE ELÉTRONS-VOLT. Os prótons são muito menos energéticos do que os do primeiro cinturão, porém seu fluxo é mais intenso.
    Via de regra, não existe entre os dois cinturões uma delimitação; eles fundem-se em altitudes variáveis. Durante os períodos de intensa atividade solar, grande parte das partículas eletricamente carregadas vindas do Sol consegue romper a barreira formada pelos cinturões de radiação de Van Allen. Ao atingir a alta atmosfera produzem os fenômenos de auroras polares e as tempestades magnéticas.

    E recentemente descobriu-se que esses Cinturões de Radiação aceleram partículas (prótons, elétrons, nêutrons e íons) a mais de 99% da velocidade da luz.

    Minha dúvida é a seguinte (tem outras também):
    Se o LHC (Grande Colisor de Hádrons) do CERN (Comitê Europeu de Pesquisas Nucleares) acelerou APENAS DOIS átomos de ouro à 99% da velocidade da luz e foi necessário uma blindagem de alguns metros de espessura para conter a radiação produzida, qual a espessura da blindagem necessária para proteger um astronauta num local onde zilhões de partículas são aceleradas ao mesmo tempo e mais rápido que no LHC?

    Thumb up 0
    • Se o LHC (Grande Colisor de Hádrons) do CERN (Comitê Europeu de Pesquisas Nucleares) acelerou APENAS DOIS átomos de ouro à 99% da velocidade da luz e foi necessário uma blindagem de alguns metros de espessura para conter a radiação produzida, qual a espessura da blindagem necessária para proteger um astronauta num local onde zilhões de partículas são aceleradas ao mesmo tempo e mais rápido que no LHC?

      Dois átomos de ouro? Pensei que o LHC tinha dois feixes de prótons. E que ele tinha a blindagem para manter o vácuo e a baixa temperatura, além dos fortíssimos campos magnéticos para guiar os feixes de prótons. Será que eu estou tão errado assim sobre o LHC? Ou será que você não sabe do que está falando?

      Comparando o LHC com o CVA (Cinturão de Van Allen). O LHC acelera prótons a energias de 7 TeV. Bem menos que os 10 MeV que o CVA acelera seus prótons, ou os 10 a 100 MeV dos elétrons do cinturão externo.

      Sobre a radiação do CVA, um raio-X normal representa uma dose de 20 mili Rem ou 20 mRem (tem uma explicação sobre isso no link acima). Viver perto da costa implica em uma dose de 300 mRem. Os astronautas das Apolo cruzaram os CVA em meia hora, sendo submetidos à dose semelhante à dos astronautas da Estação Espacial Internacional, em uma semana passando periodicamente pela Anomalia do Atlântico Sul, ou 230 mRem, menos do que a dose a que é submetido quem mora na praia. Uma dose letal é de 300 Rads/hora.

      Eu descobri isto tudo em 10 minutos de Google. Quer que eu te ensine a usar o Google?

      Thumb up 0
  12. Uma outra questão que ainda não vi sendo abordada…
    É que: Na época de 1969 nós tínhamos recursos tecnológicos necessários para simular um feito histórico desses? Era possível cinematograficamente falando?

    Thumb up 2
  13. O gente, rapaziada… professores e etc…
    Pelo amor de Deus… algum de vocês foram à lua?
    então amigos… não falem de coisas que vocês não sabem… tem vendo ou não… cinturão ou não… não são livros que vao nos dizer… se alguem já foi lá… tem o direito de falar alguma coisa… se não foi… não fica falando pelo c*! arruma dinheiro, faz um foguete e vai la… volta aqui e comenta… sá parada, eh noix!

    Thumb up 0
    • O-Certo

      Não precisamos ir para a Lua para saber se os americanos foram ou não. Não precisamos ir até o Sol para saber sua composição. Não precisamos sequer ir para outros planetas para calcular sua massa e analisar a composição atmosférica. Não precisamos voltar no passado para saber que plantas e que animais viviam em determinado local e determinada época. Não precisamos ver um animal comendo para saber o que ele come.

      Tudo isto se consegue com a ciência, métodos dedutivos e indutivos, premissas comprovadas, coleta remota de dados, e outras coisas.

      Por exemplo, temos as amostras de solo e rochas lunares, e temos os geólogos, que apontam que não se trata de meteorito, e que é da Lua. Também temos fotos dos locais de pouso. E mais vários milhares de evidências diretas.

      Thumb up 8
  14. Prezados. Segue no link o documentário completo – Moon Machines [2008] – mostrando passo a passo, o esforço conjunto e monumental, de algumas das centenas de milhares de pessoas comprometidas (em alguns casos ao custo das próprias vidas) em tornar o feito possível:

    http://goo.gl/0VUV5X
    (Legendas em inglês)

    Thumb up 1
    • Só para quem sabe ver. Olhar é botar os olhos, ver é interpretar a imagem e compreender a mesma.

      Thumb up 9
    • vdd, além do mais nunca afirmamos que o homem nao deixou algo na lua, mas se ele foi é dificil acreditar, como um cinturao de radiação extremamente forte nao atravessaria uma nave, fora o fato de que eles podem ficar sem a roupa protetora dentro da nave, o homem pode enviar tranquilamente objets pra lua mas ir, acho meio dificil, e pq hoje em dia se perdeu o interesse de ir la com tanta tecnologia avançada?

      Thumb up 3
    • Tem gente que gosta de ser ignorante. Todos os cientistas sérios do mundo nunca duvidaram da ida do homem à Lua. Mas um monte de espertinhos que nem terminaram o ensino médio direito, tem todas as suas teorias pra duvidar dos programas Apollo. Os caras ainda dizem: Eu acho isso, eu acho aquilo.

      Cara, o que você acha pouco importa! O que importa de verdade são as evidências e todos os cientistas do mundo comprovando!

      Thumb up 7
    • Herbert, não há um “cinturão de radiação extremamente forte” em torno da Terra. Existem vários cinturões, eles não são “extremamente fortes”, não tem a mesma intensidade na extensão total mas são mais densos no Equador, e dá para passar por eles rapidamente, e não se acumula uma dose letal de radiação no corpo humano.

      É fácil ficar repetindo as coisas que leu ou ouviu, difícil é ir atrás das informações. Esta história de “cinturão de radiação letal” é furada.

      Mas não precisa acreditar em mim. Procura um livro de cosmologia.

      Thumb up 4
  15. “Acima de 50 ºC a temperatura provoca modificações químicas nas emulsões fotográficas. As partes mecânicas se expandem, e afrouxam as lentes. Em frio extremo, inutilizaria as baterias e o fotômetro. Em duas horas a temperatura passou de 130 ºC para menos de 150 ºC na Lua.”

    http://youtu.be/3fTJ59jA5Mc

    Aos 32 minutos mais ou menos.

    Thumb up 6
    • 34:30 Uma foto de Stanley Kubrick, no chão da Lua… Montagem?

      Thumb up 5
    • Donaldo Rumsfeld – Gabinete Nixon
      Henry Kissinger Conselheiro de Segurança de Nixon, ministro das Relações Exteriores, Ministro dos Negócios Estrangeiros, conselheiro político e confidente de Richard Nixon.
      Lawrence Eagleburger – Conselheiro de Nixon
      Richard Helms – Diretor da Cia 1966-73
      Alexander Haig – Chefe de Gabinete de Nixon

      Todos falando da montagem que Nixon “pretendeu” fazer da viagem do homem à Lua, e que, ao final, ele mesmo desistiu, mas já era tarde. No vídeo.

      Thumb up 2
    • Tem que ser afirmações tiradas fora do contexto, por que Nixon não poderia ter tomado esta decisão, a decisão já havia sido tomada em 1961, com o famoso discurso de Kennedy. Ele pode ter pensado em cancelar, mas não poderia decidir mandar alguém para a Lua.

      Não só isto, em 1961 já haviam dois projetos para desenvolver uma nave espacial e testar equipamentos e procedimentos, e treinar homens, o projeto Gemini e o projeto Mercury.

      Como é que o Nixon poderia fazer este projetos antes de entrar na Casa Branca?

      Thumb up 3
    • Cara, a temperatura no solo lunar tem quase nada a ver com a temperatura do filme dentro da câmera. Sem atmosfera para fazer a transferência térmica por convecção, sem a câmara se colocada no solo para faze a transferência por transmissão, a câmera só pode receber ou perder calor por irradiação, e neste caso é mais fácil ela aquecer no sol do que esfriar na sombra, e para tanto, bastou pintar de uma cor clara a câmera.

      Puxa, isto é termodinâmica que se aprende no ensino básico (transferência de calor, e fatores que influem esta transferência), por que é tão difícil compreender que o filme nunca foi submetido às temperaturas extremas do solo lunar?

      Thumb up 9
    • Cesar esqueça. Tive uma vez uma “pega” com um ceptico do programa espacial americano, claro est, porque o homem insistia que a Lua tinha atmosfera. Obviamente que a sua referencia era a fiavel wikipedia…. pois.
      Lá lhe expliquei que a “atmosfera” lunar são gases despreziveis e que se encontram também noutros corpos celeste, tais como cometas e asteroides. Infelizmente há pessoas que, ou por razões politicas ou por porque andaram a passear os livros na escola, não entendem ou não querem entender um dos maiores feitos do engenho humano. Quem sendo dificil não foi impossivel. As pessoas não imaginam que muita da tecnologia de hoje, como os touchscreens e os hologramas remontam aos finais de 60 e década de 70. ;-)

      Thumb up 7
    • Amigo, o maior feito foi a primeira ida de um homem (Gagarin)ao espaço, como bem o lançamento dos primeiro satélite. Até porque estas coisas continuam se repetindo já a ida alua, não tem hoje interesse comercial. Acho uma falta de erspeito chamar todos os que duvidam da ida dfo homem a lua de conspiracionistas. A ciência de semppre ser contestada pois, quando a acharmos dogmática ou imaculada seremos fantoches para qualquer interesse. Independente de se o homem foi ou não a lua, a contestação abre espaço para a afirmação e, se esta é verdadeira, a descrença em nada a desvaloriza.

      Thumb up 8
    • Romão, uma coisa é o ceticismo saudável, que examina as evidências e verifica as conclusões. Outra coisa bem diferente é a simples descrenças, sem qualquer evidência de fraude.

      As supostas evidências de fraude foram contestadas e demonstradas falsas. Não há espaço mais para dúvidas. Não há mais ceticismo em negar a viagem à Lua, é só mais uma religião inventada depois da década de 1970. É irracional, e nega os fatos, como toda religião.

      CRITIC, um guia simples para o pensamento crítico.

      Quando um assunto for analisado de forma crítica, estes itens devem ser verificados:

      C- Claim (alegação) – qual alegação está sendo feita?
      R- Role of the claimant (papel de quem faz a alegação) – quem está fazendo a alegação e por que?
      I- Information backing the claim (informação apoiando a alegação) – qual é a informação?
      T- Test (teste) – como a alegação pode ser testada?
      I- Independent testing (testes independentes) – a alegação foi testada por outras pessoas?
      C- Cause (causa) – qual a explicação proposta, se há alguma explicação sendo proposta?

      A alegação de fraude falha na informação, que está errada ou incompleta, falha nos testes, por que quem faz a alegação nunca testou elas, falha no teste feito por terceiros, por que quando foram testadas, foram achadas falsas, e não apresenta uma causa concreta, apenas alegações vagas.

      Thumb up 7
    • O senhor Cesar disse que desconhecia os filmes especiais fornecidos pela Kodak.
      Reparei que ele não respondeu o seu comentário…

      Thumb up 0
  16. Eu acredito nas duas teorias. Primeiro: O homen foi sim à lua! É fato e também o fato dos Russos estarem na mesma vibe dos americanos. A outra teoria é que as imagens que os astronautas teriam feito com os recursos de reprodução e filmes de alta exposição não tenham sido aproveitados e eles tiveram que encenar em estudio toda a saga para documentar a viagem. Acredito demais nessa hipótese.

    Thumb up 6
  17. Depois que apareceu a pagina “fraude do seculo”, em velocidade muito maior apareceram as paginas tentando desmistificar a fraude. existe os Mytebusters que tentam de todo jeito desqualificar a fraude ,inclusive com ataques pessoais ao autor da pagina Fraude do SEculo. Tentei acessar uma pagina do google, com filme dos Mytebusters, porem recebi uma mensagem que a conta no google foi encerrada por motivo de fraude de direitos autorais, loga a credibilidade deste grupo é questionada.
    eu acho que ninguem é obrigado a acreditar no que diz a pagina Fraude do SEculo, acho até muito incompleta, porem num sentido todo deve tomar cuidado: A mesma precaucao que se deve ter ao ler a pagina FRaude do Seculo tambem deve se ter ao ler as paginas e sites que tentam desmistifica-la, pois corre-se o risco de cair em uma situacao muito parecida daquela quando vai-se discutir temas biblicos: se o milagre é absurdo, a explicacao para o milagre é mais absurda ainda.
    Vejamos o caso em que a pagina fraude do seculo lanca a questao de o pouso da nave nao haver provocado nenhuma irregularidade no solo. A pagina que tenta desmistificar a fraude alega que os foguetes de propulsao dos freios do modulo jogou toda poeira para bem longe e por isso o pouso nao provocou nenhuma cratera.
    Porem se observamos todas fotos veremos facilmente grande quantidade de poeira embaixo do modulo, ha pegadas acentuadas e profundas ao lado deste pe do modulo que nao provocou nenhuma cratera, na base do pe do modulo ha um objeto circular parecido com um prato e dentro deste prato ha poeira, ha pegadas profundas debaixo do modulo, inclusive debaixo do modulo ha uma pequena mochila branca impregnada de poeira, mesmo assim os detonadores de fraude insistem em dizer que a poeira foi jogada para bem longe e por isto é que o pouso nao provocou nenhuma cratera.Isto nao quer dizer que o autor da pagina fraude do seculo esteja certo, porem os detonadores de fraude deveriam ser mais convincentes em suas explicacoes. Os mesmos absurdos ocorrem nas explicacoes para o caso de sombras , luzes , ventos bandeiras, etc….

    Thumb up 10
    • Acho que você ainda está preso à ideia de que foi tudo uma fraude. E não leu ou não entendeu direito coisas como o porque de não haver uma cratera…

      Thumb up 3
  18. Estou ficando cego ou vejo apenas borrões na imagem acima?
    Coloque uma foto com 1GB e me convença que não foi manipulada…
    Como parece algumas imagens sem perspectiva de luz no solo lunar.
    Fora isso, fico na descrença… e provavelmente morrerei com ela; se depender da NASA!

    Thumb up 17
  19. Aos que não acreditam, apenas lamento.

    Isso não muda em nada minha vida, mas acredito que quem faz essas teorias só quer aparecer.

    Thumb up 7
    • Quem nao acredita tem seus motivos, da mesma maneira que os que acreditam, logo nimguem deve ser objeto de lamentacoes, alias, o muro das lamentacoes fica em Jerusalem

      Thumb up 8
    • José o problema é que os que não acreditam, revelam uma falta de conhecimentos cientificos básicos que me fazem, isso sim, lamentar. Ao longo da História os grandes feitos da humanidade sempre foram acompanhados de cepticismo e desconfianç. E neste caso o problema chama-se USA, porque se fosse outro ualquer pais ninguem duvidava, mas isso é outra conversa…
      Neste caso, como costumo afirmar, não se trata de uma questão de crença, mas de ter a capacidade de perceber e aceitar como e em que contexto eles lá foram. E entender que só foi possível, porque durante uma década, um país inteiro – Universidades, empresas e dinheiro, MUITO DINHEIRO – trabalhou para um unico objectivo. Levar uma tripulação à LUA.

      Thumb up 4
    • Quanta arrogância e ignorância, meu caro DD.

      Respeite as opiniões alheias.

      Thumb up 0
  20. Segundo a NASA, as câmeras utilizadas para tirar as fotografias foram de modelo HASSELBLAD 500EL munidas de filme Kodak especial e de um revestimento de prata que foi colocado nas câmeras para deixá-las mais resistentes às variações térmicas, mas creio eu que não o suficiente para suportar as extremas variações de temperatura da Lua. A temperatura na Lua varia tanto, que seria impossível trazer de lá uma única fotografia para ser exibida na Terra. Só para se ter idéia, a temperatura na Lua varia de -153ºC à noite a +107ºC durante o dia, conforme dados obtidos na NASA.

    Thumb up 5
    • Osvaldo, esta história de filmes especiais para mim é novidade. Tem alguma referência?

      De qualquer forma, a temperatura na lua varia de -153°C para +170°C, só que É A TEMPERATURA DO SOLO.

      TEMPERATURA DO SOLO.

      Não tem atmosfera na Lua, então como é que a câmera pode ficar na mesma temperatura DO SOLO? Só tem um jeito, se os astronautas deixarem a câmera no solo.

      Thumb up 5
    • Já li sobre isso, o filme usado foi um chamado Kodachrome, da Kodak. Um fato interessante é que este tipo de filme foi usado em centenas de películas Hollywoodianas (com dezenas de Oscars, outra curiosidade).

      Thumb up 1
  21. Deem uma olhada com mais atenção e vejam que existem 3 pessoas nesta foto acima. Porém somente 2 desceram na Lua. Nunca antes da Apolo 11 e nem depois um veículo tripulado ou não, desceu num outro planeta ou satélite natural e depois voltou para a Terra. Como mandariam 3 astronautas para a Lua sem nunca terem testado se conseguiriam decolar da mesma Lua com segurança?
    Contem outra!

    Thumb up 7
    • FacebookUser1, alguns fatos para você:

      1. a primeira tripulação que foi até a Lua foi em 1968, foi a Apolo 8, e eles orbitaram a Lua, mandando um “Feliz Natal” de lá.

      2. antes da Apolo 11, a Apolo 10 chegou a testar todos os procedimentos, inclusive de desacoplamento do módulo lunar, descida do módulo lunar, e subida novamente. Eles só não pousaram, mas o resto, fizeram tudo.

      3. o pouso na Lua já havia sido testado no projeto Surveyor, que pousou sondas na Lua. A Apolo 12 visitou uma das sondas Surveyor e recuperou um braço com câmera.

      4. depois da Apolo 11, mais cinco outras missões pousaram na Lua. Doze pessoas caminharam sobre a Lua.

      5. cada missão Apollo levava três astronautas, dois deles desciam para a Lua e o terceiro ficava no Módulo de Comando, em órbita da Lua.

      Thumb up 11
    • Prezado Cesar

      Tivemos sondas pousando(caindo) na Lua, em Venus e Marte, porém sem vida a bordo. Nunca os cientistas colocariam vidas humanas em jogo sem um único teste não tripulado de retorno a partir da Lua ou outro planeta. Voce não explicou como aparecem tres astronautas no solo Lunar (foto da reportagem) quando somente 2 desceram com o módulo de aterragem.
      Aguardo seu comentário
      Abs

      Thumb up 5
    • Cara presta atenção na foto que você alega ser fraude. Não existem 3 pessoas na foto, só duas. No reflexto do visor você vê o fotógrafo ao fundo e a sombra projetada do astronauta sendo fotografado. É incrível como esses conspiracionistas encontram fraudes em fotos tão claras. O cara não sabe nem descrever o que contém em uma foto, quanto mais desmentir um feito tecnológico tão magnífico quanto a ida à Lua.

      Thumb up 3
    • Putz, o cara realmente acredita quem tem três pessoas na foto…

      Thumb up 0
    • Excelente!!! Todas as teorias conspiracionistas, debulhadas uma a uma. Obrigado pelo link.

      Thumb up 1
  22. Eu, vejo as teorias da conspiração do homem na lua como totalmente possivel de serem verdadeiras, afinal, seria um equivoco aceitarmos qualquer informação sem resistência alguma, isto é, sem analisarmos as afirmações por todos os angulos possiveis. As teorias dessa conspiração fazem sentido, porem, não é impossivel o homem ter chegado à Lua, pois, a tecnologia vem a confirmar toda evidencia de dúvida, enfim, eu acho totalmente possivel o homem ter chegado à Lua, pois temos conhecimento em tecnologias para tal façanha, porem, nada impede de ser uma farsa… Concluindo, não afirmarei que é verdade, tampouco que é mentira, mas, caso indagado a respeito desse assunto, aponterei as evidencias contra e a favor. Falou!

    Thumb up 5
    • A minha única tese para provar de uma vez por todas que os americanos foram a Lua: Os soviéticos!!!!!!!!!!!!!

      Em pleno auge da guerra fria, vocês realmente acham que os sovieticos não teria grande interesse em desmascarar os americanos? Imagina os jornais do outro dia: Fraude!!!! Um queria ferrar o outro. Um queria subjulgar o outro. Demonstrar que o seu modelo e ciencia era mais eficiente. Era uma gerra em todos os sentidos. Inclusive Guerra de Informação.

      Eles tinham toda a tecnologia pra acompanhar a viagem a lua e com seus equipamentos (telescopios, satelites, radares e demais tecnologias), acompanharam calados o sucesso os seus arqui-inimigos. Eles tinham grande apreensão de ser atacados durante o projeto Apolo. Achavam que o projeto se tratava em iniciar a guerra.

      Toda essa história de levar um homem a lua era somente propaganda politica: Capitalismo X Comunismo. Por tanto, a maior prova do sucesso americano é o silencio soviêtico.

      Essa história de Teoria da Conspiração é usada por ocidentais para criar alarde. Parem de besteira.

      Thumb up 11
  23. uma unica pergunta , como o filme da kodac na epoca conseguiu a aguentar temperaturas tao extremas ?

    Ate hj ainda nao aguenta , e maquinas digitais nao existiam na epoca.

    Thumb up 9
    • Sandro, o curioso MESMO é que esta pergunta já foi respondida. Foi respondida aqui, foi respondida em fóruns da Internet, foi respondida em páginas que explicam todas estas coisas que os leigos acham estranho.

      Só que das duas uma, ou ninguém procura as respostas, ou todo mundo prefere acreditar que as respostas dadas, por verdadeiras que sejam, não são satisfatórias.

      E aí não tem jeito, não há o que fazer… Quando a ignorância e a arrogância fazem ninho em uma cabeça, só o dono pode tirar de lá, se ele quiser e fizer um esforço.

      Não parece ser o teu caso…

      Thumb up 19
  24. Caros partcipantes,
    como sei tratar-se de um site voltada à ciência, gostaria de ter a sua ajuda.

    Tenho, somente por hobbie, procurado analisar os fatos que envolvem a ida ou não do homem à lua. Dentre essas análises, como leigo, não consegui esclarecer dúvidas, pois não encontrei respostas claras e detalhadas na Internet. São elas:

    1) A partir de que momento da viagem espacial, a bandeira dos Estados Unidos, colada por fita adesiva (ou durex) ao modulo lunar ficou exposta no espaço cósmico?

    2) Qual a velocidade máxima atingida pelo foguete Apollo ou pelo modulo lunar após o momento que a bandeira do modulo lunar ficou exposta?

    3) A velocidade atingida não faria com que a bandeira (foto AS17-134-20469) se soltasse (desgrudasse) do modulo lunar?

    AS17-134-20469
    http://www.hq.nasa.gov/alsj/a17/AS17-134-20469HR.jpg

    4)Que materiais são aqueles que recobrem e fazem parte do modulo lunar e aparecem na foto AS11-40-5922, e que parecem papel aluminio, papel dourada, cartolina, “papel preto” e fitas adesivas?

    5) Esses materiais aguentariam a velocidade atingida, sem sofrer danos?

    AS11-40-5922
    http://www.hq.nasa.gov/alsj/a11/AS11-40-5922HR.jpg

    6) Dizem que em razão da temperatura na lua variar de -150 para +130 graus, para escaparem dessas variações de temperatura, A Nasa optou por realizarem todas as missões em momentos de penumbra onde a temperatura era amena. Qual era a temperatura na penumbra?

    Agradeço antecipadamente,
    Vajroli

    Thumb up 8
    • São totalmente pertinente as suas questões, das quais eu também compartilho. E tenho muitas outras dúvidas que já postei nessa mesma página.

      Mas vou ficar restrito as fotos que você postou, o módulo lunar parece um trabalho de feira de ciências da 5ª série. Bizarro. Não sei como a Nasa não teem vergonha.

      E sobre a velocidade do foquete, li uma vez e não acreditei, mas foi extremamente alta, muito mais que aviões, que voam à 900 km por hora. Fico imaginado como que os astronautas suportaram viajar à milhares de km/h.

      Há muitas questões sem resposta, até ser concluído ser impossível ir até lá, ou ter ido naquela época.

      Alexandre Neuwert

      Thumb up 3
    • Curioso, eu lembro de ter respondido perguntas semelhantes aqui mesmo…

      Sobre a nave parecer um trabalho de quinta série, mostra o teu diploma de engenheiro aeroespacial que eu levo ela em consideração. A maioria espera uma nave parecida com as dos filmes de Hollywood, mas esquece que Holywood faz filmes, não espaçonaves.

      Sobre você não entender uma coisa e por isto achar que é falsa, esta é uma falácia comum, chamada “falácia da incredulidade pessoal”, mas poderia ser chamada “eu me acho o bam-bam-bam e como eu não entendo, ninguém pode entender e só pode ser falso”.

      Uma consideração sobre a bandeira presa com fita: qual a velocidade do vento quando uma nave está no espaço, a qualquer coisa como 39.000 km/h? Se vocês acharam qualquer coisa diferente de ZERO, então vocês tem sérios problemas no conhecimento de física de vocês…

      Thumb up 11
    • Ainda falta falar sobre os papeis colados com durex, e muito mal colados, tenho certeza que um aluno d e5 seria faria melhor, ou seria reprovado e nao chegaria a sexta serie.Os durex estao cortados tortos, avancam alem das bordas dos papeis, alguns pedacos de durex foram esquecidos sobre a superficie do modulo e mais curioso, um rolo de durex foi dexado debaixo do modulo

      Thumb up 1
    • Alexandre, as velocidades de tranlação (movimento hoizental) no espaço são muito elevadas, por duas razões. A primeira, porque não tens resistencia devido ao vacuo (dai as naves e satelites não terem asas – o spave shuttle tem ma já la vamos)) A segunda devido a um grandeza da fisica chamada velocidade de orbita (VOR). A estação espacial por exemplo tem uma VOR de 7,69 km/s (27,685.7 km/h), por isso permite que ela caia para alem do horizonte, mas como a gravidade a puxa, ela mantem-se em orbita.
      Mas tu perguntas e bem, como é que nós aguentamos isso? Pois bem, aguentas isso e muito mais. O que nos pode matar são as variações violentas de velocidade que se traduzem nos famosos “g’s”. Quando um foguetão descola, ele acelera muito depressa e isso sim é que poderia matar os tripulantes (exemplo, vais no teu carro a 200km/h e travas de repente, ficas colado ao cinto, certo?) Por isso é que aceleração dos 0 aos 11km/s necessários para vencer a gravidade têm de ser controlados. Duvidas? Qq coisa pergunta. :-)

      Thumb up 3
    • As asas do space shuttle apenas serviam, como deveras saber, para fazer o voo planado na atmosfera, até à pista. Mas os modulos lunares não planavam, usavam paraquedas os engenheiros desenharam-nos como aquele aspecto pouco atraente, mas acima de tudo, funcional!!! Comps

      Thumb up 1
    • Um outro detalhe que me escapou e que agora veio-me à lembrança. O Módulo Lunar ficou o tempo todo protegido dentro do Terceiro Estágio do Saturn V, e só foi retirado de lá quando o conjunto do terceiro estágio do Saturn V e o Módulo de Comando estavam a caminho da Lua no vácuo espacial.

      http://en.wikipedia.org/wiki/Apollo_Lunar_Module#Operational_profile

      Então se uma bandeira de papel foi colada usando durex na insulação do LM, ela estava protegida durante a decolagem (que é onde o foguete enfrenta ventos fortes, e foi exposta apenas no vácuo do espaço, onde não faz diferença a velocidade em que eles estejam, NÃO HÁ VENTO para arrancar seja o que for…

      Uma curiosidade, por que este tipo de coisa também não ocorre para os conspiranoicos? Quer dizer, toda esta informação não é segredo, está disponível, mas eles vêem uma foto, chegam a conclusões e não verificam as mesmas. Por que não verificam? Medo de estar errados? Ou gostam de ser corrigidos em público?

      Thumb up 0
  25. não acredito na teoria da conspiração, mas acho interesante.
    entretanto acho dificil o governo ter mentido a respeito disso. sem contar que não ha provas suficientes para a comprovação da teoria.

    Thumb up 1
  26. gostaria de solitar ao mediador providencias, já que duas semana tento postar comentarios e ate agora nenhum foi publicado, tenho certeza que em nenhum post meu teve ofensas para a não publicação.
    grato

    Thumb up 0
    • Você não precisa da opinião de um médico. Pegue um crânio, fotografe ele na mesma posição, e coloque lado a lado com o “crânio” marciano. Você vai ver que é beeeeeeeem diferente… Agora, se você dissesse que é um capacete de um Stormtrooper… Mas, por outro lado, os Stormtroopers devem viver em uma galáxia muito, muito distante…

      Em qualquer faculdade de enfermagem, medicina ou fisioterapia deve ter um crânio ou um esqueleto humano. Leve junto uma foto do “crânio” marciano, e faça uma foto tentando repetir a posição que você vê na foto.

      Ou então use uma imagem de um crânio da Internet mesmo. http://www.gomediazine.com/freebies/free-exclusive-resource-jimiyo-skull-reference-photos/

      E cuidado com os ucranianos…

      Thumb up 3
    • parecidos não?

      Thumb up 1
    • Bem lembrado César, mas eu pensei nos capacetes dos pilotos de Tie Fighter, dá até par imaginar a inserção do duto de respiração.

      Thumb up 0
    • E perto do “crâneo” tem algo q parece a face lateral de um urso polar (um pouco + abaixo, à direita). Seriam os “lunáticos” os criadores do urso polar? xD

      Thumb up 0
    • Em pleno Século XXI, o mais perto que os EUA chegou da lua foi conseguir bombardea-la, e de carona lançar objetos em seu solo como o famoso espelho refletor de laser. Isso sim é possível com a tecnologia atual. Pensem bem. Espero que vivam muitos anos para descobrirem o que muitos já sabem.

      Thumb up 1
    • Um aspecto que acho divertidíssimo nas teorias conspiratórias é a capacidade que têm de adaptar-se para driblar as evidências que as contradizem. Aposto que daqui a algum tempo, quando uma missão tripulada (que imagino envolverá mais de um país) voltar à Lua e encontrar lá tudo que as missões Apollo deixaram, os adeptos da teoria da conspiração afirmação que tudo aquilo terá sido deixado pela “missão secreta do governo americano” que antecedeu em alguns dias a missão oficial…

      Thumb up 8
    • O que esses “caçadores” de mitos descobriram não significa nada…

      Acha que a imprensa america ia provar o contrário?
      Além do mais, seus métodos não são nada científicos.

      Agora, todo mundo é livre para acreditar nas histórias que os governos contam.

      Acreditam também que o programa “minha casa minha vida” já entregou 1 milhão de casa e devido ao “sucesso” já lançaram o mesma porcaria na versão 2.0?

      Acreditam no PAC?

      Acreditam nas consultorias inocentes de Palocci e Fernando Pimentel?

      Acreditam em José Dircel?

      Acreditam na farsa Lula?

      Então não é de se admirar que creiam no governo dos EUA. (Eu não sou anti-americano, mas o governo dos EUA é que são os próprios antiamericanos, são contra o seu povo).

      Thumb up 6
  27. Mas pelo que o profissional me disse (nao sou eu q estou falando) os telefones convecionais e celulares operam por enegia acustica se transformando em energia eletrica e vice vesa e os radios por ondas eletromagneticas de ondas longa e baixa frequencia e curtas com alta frequencia (foi oq ele me disse nao sei se e verdade so tenho 15 anos) e os telefones da epoca nao tinhan essa capacidade.

    Thumb up 1
    • Os telefones, com certeza não tinham. Mas qual é a dificuldade em pegar uma ligação de voz e transferir para um aparelho de rádio? Nenhuma. Não era um feito tecnológico impossível ou mesmo difícil.

      Agora imagine o contrário, imagine que fosse uma coisa impossível na época. Será que o Presidente dos Estados Unidos usando uma tecnologia impossível para a época não despertaria suspeitas?

      Thumb up 5
    • É facílimo conectar um rádio ao sistema telefônico. É o sistema que se utilizou desde a década de 1930 para comunicação com navios e até aviões, e que caiu em desuso com os satélites de comunicações. (Parece que esses sistemas ainda são mantidos, como substitutos para uma eventual falha nos sistemas de satélites.) Entre os radioamadores, por exemplo, era comum um equipamento chamado “phone patch”, que faz justamente o link entre o sistema telefônico e o equipamento de rádio-transmissão, e que era utilizado em situações de emergência, quando ocorria queda das linhas telefônicas. No caso da comunicação com os astronautas, em que bastava conectar o telefone com a ligação da Casa Branca com o rádio da missão Apollo, a coisa era tão simples que nem um “phone patch” seria necessário. Eu não ficaria surpreso se descobrisse que um estagiário foi o responsável por fazer a conexão…

      Thumb up 2
    • como engenheiro de telecom, afirmo que é absolutamente fácil transferir uma ligação do rádio para o telefone. O celular atual nada mais é que um rádio encriptado com banda dedicada, e dá pra ligar para telefones fixos…

      Thumb up 0
  28. Nao eu nao disse que nao e possivel fazer um telefonema de um telefone normal para um celular pelo oque eu entendi que vc me explicou ele ligou de um telefone normal e dpois se transformou numa ligacao d radio nao foi iso¿ E com base nos profissionais que consutei isto nao seria possivel.

    Thumb up 2
  29. Nao eu nao disse que nao e possivel fazer um telefonema de um telefone normal para um celular pelo oque eu entendi que vc me explicou ele ligou de um telefone normal e foi ate uma estacao telefonica e depois se transformou numa ligacao d radio nao foi iso¿

    Thumb up 0
  30. Nao eu nao disse que nao e possivel fazer um telefonema de um telefone normal para um celular pelo oque eu entendi que vc me explicou ele ligou de um telefone normal e foi ate uma estacao telefonica e depois se transformou numa ligacao d radio nao foi iso¿ E com base nos profissionais que consutei isto nao seria possivel.

    Thumb up 1
    • Leo, mas é exatamente isto que é uma ligação para um celular a partir de uma linha convencional. No caso do presidente, o telefone que ele aparece usando se parece com um telefone convencional, mas o link com as Apollo só poderia ser feito por rádio, e não qualquer rádio, mas uma estação bem potente (o sinal enfraquece bastante depois de 380.000 km). Não tem nenhum mistério nisso, não é impossível, pelo contrário, é perfeitamente factível. Se fosse algo impossível, eles não fariam, mesmo que fosse uma fraude, simples assim.

      Thumb up 5
  31. Voltando a questao do telefonema eu andei falando com profissionais da comunicacao e eles me diseram que seria impossivel transforma uma ligacao telefonica normal em ligacao por radio como vc me explicou!

    Thumb up 0
    • Gostei de saber que você andou verificando o que eu falei, mas eu gostaria mesmo é que fosse repetido exatamente o que eles disseram, por que pelo que eu entendi, eles estão afirmando que telefonar de um telefone convencional para um telefone celular não é possível… O telefone celular funciona via ondas de rádio, e o convencional é um sinal elétrico que é transportado por fios. Em algum lugar existe uma antena que faz a interface entre estes dois sistemas. A ligação que o presidente Nixon fez (eles chamaram de ligação por radiotelefone) essencialmente é a mesma, só que em vez de um telefone celular, tem um receptor/transmissor na superfície da Lua.

      É até um marco da telecomunicação da Casa Branca:
      1969: President Nixon spoke from the White House by radiotelephone with Apollo 11 astronauts Neil Armstrong and Edwin E. “Buzz” Aldrin as they walked on the surface of the moon. (http://cac.ophony.org/category/interpersonal-communication/page/3/ )

      O radiotelefone é coisa da Segunda Guerra Mundial (http://zomobo.net/Declassified-WWII-Files-Reveal-Birth-of-Radiotelephone )

      Era (e acho que ainda é) o sistema de comunicação usado entre navios e terra firme, e existia até uma licença de operador de radiotelefone. Então acho que os técnicos que você consultou não são assim, muito bem informados sobre a tecnologia que eles supostamente dominam…

      Thumb up 3
    • Leo:
      Serviços de telefonia móvel (MTS, na sigla em inglês) começaram a funcionar comercialmente nos Estados Unidos em 1946, utilizando exatamente um rádio conectado a uma estação fixa. O serviço “improved” (IMTS, que permitia discagem direta, sem a necessidade de operadores) começou em 1964. Veja na Wikipedia (e passe o link a seus amigos profissionais de comunicação): http://en.wikipedia.org/wiki/Mobile_Telephone_Service e http://en.wikipedia.org/wiki/Improved_Mobile_Telephone_Service

      Thumb up 1
  32. Acho que as fotos que vc anda vendo não são da Lua nem da Nasa. As fotos coloridas tiradas na superfície da Lua pelos astronautas com câmeras Hasselblad (que na época eram o sonho de consumo de todo fotógrafo) são excepcionalmente nítidas (ajudadas pela ausência de atmosfera) e de altíssima qualidade.

    Thumb up 1
    • As máquinas estavam presas no peito. Os astronautas fizeram várias horas de treino com elas para aprender a fotografar sem olhar pelo visor, mas mesmo assim existem fotos com enquadramento pobre, disparos acidentais, e fotos subexpostas.

      Veja, por exemplo, o magazine “S” (Hasselblad 70mm), que contém as imagens do primeiro EVA da Apollo 11:

      http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/catalog/70mm/magazine/?40

      Thumb up 2
  33. Faça um favor pra vc mesmo cesar, larga de mão essa defesa dos americanos, eles já mentem o suficiente e não precisam de vc pra isso. Montagem clara e do mais baixo nível, só tolo pra acreditar que com a tecnologia dos anos 60 isso fosse possível e fácil como fizeram parecer. quem defende isso deve sofrer de sindrome do cusco vira-lata.

    Thumb up 0
    • Obrigado pelo conselho. Só que você está errado. Não sei sobre os americanos, mas o pouso lunar não foi montagem. A menos que você tenha uma prova. Por que esta história de “a tecnologia dos anos 60″ não me diz absolutamente nada. Que tipo de tecnologia estava faltando? Comunicação? Eles tinham rádio e em Terra tinham radiotelescópios que foram usados para ouvir as transmissões. Tecnologia de foguetes? Eles estavam desenvolvendo desde o fim da Segunda Grande Guerra. Tecnologia para controlar aeronaves complexas em situações extremas? ELES JÁ TINHAM O BLACKBIRD!!! Aeronave que voava em condições extremas, e controlada pelos pilotos, já que a tecnologia de microprocessadores estava recém sendo lançada (a Apollo 11 levava à bordo um dos primeiros microprocessadores contruídos pelo MIT).

      Síndrome de cusco vira-lata? Você tem tanto medo assim de uma discussão que tem que ofender os outros?

      Thumb up 5
  34. Mas tem duas fotos (veridicas)! Tiradas uma pela apollo 11 outra pela apollo 17 que aparece a terra de tamanho totalmente diferente uma foto da outra oque teria acontecido para tamanha diferenca no tamanho terrestre em tao pouco tempo?

    Thumb up 1
    • Aprenda um pouco de fotografia, em especial distancia focal e ângulo de abertura, e vc descobrirá que seu argumento está errado.

      Thumb up 1
    • Diferenças no comprimento focal da lente, no enquadramento e mesmo no recorte (as fotos geralmente são ampliadas e o enquadramento é refeito recortando a foto para deixar a composição mais agradável ou dramática, conforme o interesse de quem vai divulgar a foto). Mas se considerar o comprimento focal e a foto como saiu da máquina (sem recortes), em todas elas a Terra tem exatamente o mesmo tamanho angular. Nem poderia ser diferente.

      Mas considere que foi uma fraude. Suponha que tenham feito um cenário para a Apolo 11. Faz sentido, por exemplo, não reaproveitar elementos do primeiro cenário no segundo? Como, por exemplo, um modelo da Terra em escala? Não faz. Se fosse uma fraude, este seria um detalhe fácil de controlar.

      É interessante como vocês pensam coisas diferentes e diametralmente opostas do pessoal da NASA. Acham que eles não poderiam colocar o homem na Lua mas poderia fazer uma fraude que enganasse a comunidade científica durante 40 anos. Acham que a fraude enganou todo mundo durante tanto tempo mas ao mesmo tempo é uma fraude com erros bizarros, que denunciam a mesma. É como achar que ninguém viu o zíper nas costas do Godzilla durante 40 anos, apesar das fotos apresentarem ele claramente durante tanto tempo. Não faz sentido algum…

      Thumb up 2
  35. Ta quase me convencendo mas ouvi falar que la da lua os astronautas fizeram uma ligacao telefonica para o presidente isto e verdade? E se for verdade como isso seria possivel?

    Thumb up 1
  36. Mas me diz como uma transmisao da lua para a terra em tempo real para a tv poderia acontecer em 69 se hoje uma transmisao brasil japao ainda tem um imenso deley ha ainda tem a temperatura!!

    Thumb up 1
    • A comunicação entre pontos diferentes do globo é feita diferente da comunicação entre a Terra e a Lua na época das missões espaciais. Os astronautas tinham um link direto com a Terra, e na Terra haviam radiotelescópios destinados a fazer o relay do sinal imediatamente, com o mínimo de atraso. Mesmo assim algum atraso acontece, como pode ser comprovado nas gravações.

      Se você quiser conferir as gravações, procure em http://www.apolloarchive.com/

      Vá em “Apollo Multimedia”.

      Por exemplo, o pouso lunar da Apollo 11 está em duas gravações, uma feita em Houston e outra feita na Eagle:

      MP3 Audio 1593 4:26 final approach and landing; “The Eagle Has Landed” http://161.115.184.211/teague/apollo/audio/ap11_15_final_approach_and_landing.mp3
      MP3 Audio 1068 2:58 onboard recording of lunar landing
      courtesy Mike Smithwick http://161.115.184.211/teague/apollo/audio/ap11_landing_onboard.mp3

      Thumb up 3
    • O que tem a temperatura?

      Thumb up 0
    • Po mais como um modulo que visualmente parece ser tao fragio pode resisti a entrada na camada terrestre e a um pouso que para algo pesado deveria ser algo violentisimo.

      Thumb up 1
    • O módulo que desceu na Lua não foi o mesmo que desceu na Terra. Aquele era o módulo lunar, composto de dois módulos, o módulo de descida (a parte de baixo) e o módulo de subida (a parte de cima). O módulo de descida tinha combustível e foguetes usados para descer a estrutura toda, e o módulo de subida tinha foguetes e combustível o suficiente para subir até o Módulo de Comando, em órbita lunar. Assim que os astronautas acoplavam com o módulo de comando, o módulo de subida era descartado, se não me falha a memória. O módulo de comando então dava a partida rumo a Terra e o que descia era só o módulo de comando, em forma de cone. A base do cone era um escudo térmico, projetado para suportar a pressão e temperaturas da reentrada. O resto não precisava ser forte, ou pelo menos não muito forte, apenas suportar as forças de desaceleração, e para isto a forma cônica.

      Thumb up 2
    • Que foto? De qualquer forma, em um estádio de futebol tem fontes de iluminação em vários pontos. E o que acontece com os jogadores? Eles praticamente não tem sombra, mas quando tem, tem MAIS DE UMA SOMBRA. Se você tem mais de uma fonte de iluminação, você vai ter mais de uma sombra. Isto vale na sua casa, vale em um estádio de futebol, e vale na Lua. Em todas as fotos feitas na Lua, há apenas uma única sombra, bem escura. Se houvessem mais de uma fonte de iluminação, a sombra seria mais clara, e haveriam várias sombras.

      Thumb up 3
  37. Tá certo… Obrigado pela resposta anterior…
    Mas uma questão me deixa com algumas dúvidas é a seguinte:
    Como os veículas lunares foram levados à lua pelo módulo se os veículos são relativamente grandes em relação ao módulo, não caberiam todos, não???

    Thumb up 2
    • Excelente pergunta!

      Dá uma olhada nas fotos dos veículos lunares. As rodas não são pneus de verdades, mas uma armação de arames. O jipe não tem lataria, só uns canos. Ele era extremamente leve, e dobrável, e foi carregado do lado de fora da nave, em um compartimento para isto mesmo.

      Aqui tem um vídeo do Rover Lunar sendo retirado da Apollo 15:
      http://www.apolloarchive.com/apollo/multimedia/ap15_Rover_deployment.ram

      Para quem gosta do Youtube (acho que é o mesmo, não conferi):
      http://www.youtube.com/watch?v=-ShauSWcTC4

      Dá para ver pelo filme que:

      1. o rover estava todo dobrado

      2. o rover estava em um compartimento próprio do lado de fora

      3. para economia de peso, espaço e consumo de energia, o método para liberar o rover era manual – o astronauta puxou um cabo de aço ou coisa parecida até o rover sair.

      Outro detalhe é a posição precária da Apollo 15.

      Thumb up 4
    • De todas as palavras, uma me chamou a atenção:

      “armação”

      Thumb up 2
    • E isto é para significar alguma coisa? Como, por exemplo, “eu vi um monte de palavras, mas minha atenção seletiva só conseguiu captar uma palavra, ‘armação’, o resto eu nem mesmo consegui decifrar”? Ou “eu nunca imaginei que alguém pudesse fazer uma armação de arames para substituir um pneu inflável, achei bastante engenhoso e inteligente”?

      Thumb up 3
  38. Na questão 4, você diz que as pegadas do módulo somem quando a poeira é soprada para longe pelo impacto da descida do próprio módulo. Sendo assim, quando o módulo decolasse essa poeira não deveria cobrir também as pegadas dos próprios astronautas??? Ou pelo menos as mais próximas.

    Thumb up 2
    • Você não entendeu.

      O módulo não deixa marcas profundas por que pousa praticamente sobre a rocha nua (na verdade havia uma camada de poeira ainda), a camada de poeira que havia ali foi soprada pelo motor do foguete na descida. Mas alguns metros de distância a camada estava intacta, por que o jato do foguete é bem tênue, e ali os astronautas caminham e deixam marcas mais fundas.

      Sobre a tua pergunta, quando o módulo parte, ele não sopra mais nenhuma poeira, por que o módulo de ascenção não joga seu jato contra o solo lunar, e sim contra o módulo de descida. Veja o seguinte filme:
      http://www.youtube.com/watch?v=cOdzhQS_MMw

      A propósito, não ficou ninguém na Lua para filmar esta partida, a câmera foi controlada remotamente a partir da Terra.

      Thumb up 4
  39. Na questão 4, você diz que as pegadas do módulo somem quando a poeira é soprada para longe pelo impacto da descida do próprio módulo. Sendo assim, quando o módulo decolasse essa poeira não deveria cobrir também as pegadas dos próprios astronautas???

    Thumb up 0
  40. Alexandre

    7 missões ao custo de centenas de milhões de dólares cada (foram 200 bilhões no total, mas isto aí soma os custos dos projetos Gemini, Liberty, Surveyor e Ranger, se não me falha a memória), para conseguir colocar 12 pessoas na Lua em um período de 4 anos não é “fácil” no meu dicionário. “Fácil”, para mim, é uma missão por semana, com pelo menos 50 pessoas, e a um custo menor que US 10 mil por pessoa. Isto para mim é “fácil”.

    Mas, claro, se você adotar um critério mais racional do que é “fácil”, você vai ficar sem o argumento de que em 1969 era “fácil” e hoje não é… E você não pode ficar sem argumentos, não é, mesmo que tenha que apelar para uma lógica tortuosa como essa…

    Thumb up 9
  41. Outra coisa que não tinha percebido.

    Os astronautas tiravam fotos com as cameras aclopadas no peito…. sem olhar pelo visor, mesmo assim, os enquadramento são perfeitos….

    Sem falar nos 10 astronautas que tiveram mortes suspeitissimas na decada de 60…

    Mas a maior “coincidencia” foi a morte de thomas ronald baron, inspetor de segurança…

    “colisão de carro com trem, em 1967, logo após fazer acusações no Congresso sobre a causa do incêndio da Apollo 1, após o que ele foi demitido). Considerado suicídio. Barom era um inspetor de controle de qualidade que escreveu um relatório criticando o programa Apollo e passou a criticar abertamente após o incêndio da Apollo 1. Baron e sua família foram mortos quando seu carro foi atingido por um trem em um cruzamento com linha férrea”

    Thumb up 2
    • Vai estudar pra não falar asneira. Os astronautas tiraram 17.000 fotos nas 6 missões à Lua, e treinaram exaustivamente o uso da câmara. Claro que muitas fotos tiveram problemas, só foram selecionadas as melhores, as quais foram devidamente tratadas, centradas e enquadradas.

      Thumb up 22
    • Alexandre, se você quer fotos com enquadramento totalmente irrecuperável, com vazamento de luz, com todo tipo de erro, vai em http://www.apolloarchive.com/ que lá estão todas as fotos feitas pelos astronautas, todinhas. Se você for em http://www.apolloarchive.com/apollo_gallery.html e clicar em “Full Hasselblad Magazines” você vai ter um índice por filme das Hasselblad, com todas as fotos, sem omitir nenhuma delas. Você vai ver inclusive que as fotos com “enquadramento perfeito” não são assim, com enquadramento tão perfeito assim: POR QUE O QUE A NASA PUBLICOU NA MÍDIA ERA MATERIAL PROMOCIONAL, E NINGUÉM POSTA FOTOS SUPEREXPOSTAS, OU SEM ENQUADRAMENTO ALGUM, COMO PROMOÇÃO DE UMA MISSÃO. Se eles tivessem usado material sem nenhuma edição, você estaria aqui ironizando que qualquer macaco faz fotos melhor que um astronauta.

      Sobre a morte do Thomas Ronald Baron, é simplesmente ridícula a insinuação de que ele foi morto em uma “queima de arquivo”. As mortes que você fala, provavelmente são tiradas diretamente do programa do FOX Channel (que beleza de fonte), e a maioria delas ACONTECERAM ANTES DA APOLO I (que beleza de verificação de fontes).

      E é isso. Não foi atrás das fotos para ver se todas elas realmente tinham enquadramento perfeito, se baseando apenas no material promocional, que obviamente foi editado para ficar o melhor possível. Não foi atrás de saber quem eram os supostos 10 astronautas que tiveram “mortes suspeitíssimas” (pilotos de teste parece que vivem mais de 90 anos em média, não é, a profissão deles é completamente isenta de riscos), nem quando eles morreram.

      Com um trabalho assim, mal=feito, incompleto, querem dar base a uma mera hipótese de que tudo não passou de fraude? Fraude é esta hipótese fajuta, mal-feita, mal-emendada, e propagada por gente que sequer verifica as fontes, e sai acreditando em qualquer um que diga o que eles querem ouvir.

      Triste, muito triste. A inclusão digital deveria estar contribuindo para o aumento do conhecimento das pessoas, não para elas reforçarem péssimos hábitos intelectuais.

      Thumb up 12
    • Primeiro, que desde pequeno, apesar de acreditar cegamente, nunca havia entendido como que na década de 1960 era fácil ir para lua, enquanto em 1999 é perigoso/mortal até ir para alguns kilometros acima da superfície. Já viajar 400.000 km era mamão com açucar.

      Desculpa suspeitar as causas da morte de uma pessoa importante do programa apollo, que criticou, uma semana antes, com 500 paginas e um discurso no congresso americano a respeito das falhas do programa.

      Afinal de contas, antigamente, era muito comum os carros morrerem nas linhas férreas, ao avistar o trilho, os carros já começavam a pifar. E fazer carro hidramático pegar no tranco é mais difícil que ir pra lua.

      Desculpe-me pela ingenuidade.

      Thumb up 1
    • Eu até posso te desculpar a ingenuidade, mas será que você aprendeu alguma coisa? Por exemplo, quem disse que era fácil mandar alguém para a Lua na década de 1960? Se fosse fácil, então não teriam mandado apenas 14 homens para pousar na Lua em sete missões, das quais uma delas não conseguiu pousar na Lua. Então você continua enganado, não era só quando era criança, continua sendo criança no entendimento.

      Outra coisa, você admite que foi enganado pela mídia quando eles falaram que mais de 10 astronautas morreram por causa da Apolo 1, quando na verdade todos eles morreram em acidentes da profissão e ANTES DO ACIDENTE DA APOLO I? Não sei, não vi você admitir que foi enganado por um programa da Fox Channel. Admitiu?

      Finalmente, o cara morreu na linha de trem com toda a família. Você tem alguma prova de que houve alguma conspiração, que alguém armou para que o carro parasse na linha de trem, ou coisa parecida?

      Thumb up 7
    • Quem disse que era fácil ir para a Lua???

      Ora, a própria história. Que pergunta hein.

      Em 1960/70 foram 14 pessoas, e hoje? Quantas?

      Ou você despreza as evidências que a história escancara?

      Thumb up 1
  42. O Homem jamais foi a lua, qualquer idiota que acredite nisso, deveria saber que naquela época não tinha tecnoligia para uma façanha como esta.

    Thumb up 1
    • E qual a “tecnoligia” que estava faltando na época, André? Que coisa que foi inventada depois de 1972 e que era completamente essencial para as missões lunares?

      Thumb up 9
    • César…Prazer em contatá-lo.

      Poderia fazer a gentileza de me ajudar argumentativamente a esclareser para alguns céticos a veracidade da ida dos americanos a Lua? Há um em particular que necessita de provas A + B para aceitar o fato tecnológico da primeira em 1969.

      Curiosamente ele aceita as demais, com muitas reservas. Meio que absurdo, não???

      Convido-lhe a se cadastrar no blog ovnihoje.com e me auxiliar no tópico que possui a mesma foto de apresentação acima! Aguardo com expectativa!

      Saudações.
      Spock.

      Thumb up 3
    • Digo…a mesma foto dos rastros das missões no solo lunar e não a foto de Aldrin.
      http://www.ovnihoje.com

      Saudações!

      Thumb up 3
    • Olá, Sr. Spock! Eu naõ sou o César, mas gostaria de ajudá-lo. Olhe mais abaixo nos comentários que eu explico um pouco sobre o assunto.
      Eis um trecho : “a tecnologia usada naquela época era exatamente a mesma de hoje, tirando a parte de informática… Infelizmente, não houve nenhuma evolução significativa de lá pra cá, os foguetes continuam a ser propelidos por reação química.
      Só como exemplo: a Rússia – utiliza a cápsula Soyuz inventada em 1967, impulsionada pelos mesmos foguetes (R.7) usados para levar o Gagarin ao espaço em 1961!!! O computador dos ônibus espacias era um pc xt com 500kb de memória RAM!”

      Lembrando apenas que tudo teve início com os foguetes V2 do Dr. Verner Von Braun utilizado pelos nazistas em 1943! Tem um documentário da BBC, Space Race, muito bom, que descreve passo a passo o desenvolvimento tecnológico que possibilitou a ida do homem à Lua.
      Tem o site http://www.projetoockham.org/historia_lua_1.html, o qual refuta cientificamente todos os argumentos utilizados pelos adeptos da teoria da farsa…

      Vida longa e próspera! Qapla’!

      Thumb up 13
    • O mais espantoso é saber que no milênio passado era fácil viajar para a Lua, e agora quase impossível…

      Vemos aquelas imagens horríveis, curtas, em péssima resolução em pleno século 21. Isso pra mim é a maior evidência de fraude.

      Thumb up 0
    • Quem disse que hoje é quase impossível? O homem não vai ao espaço direto, não vive até em Estação Espacial por vários meses, sujeitos a raios cósmicos e ventos solares? Nisso você acredita, só não acredita que o homem tenha colocado os pés numa rocha que fica aqui pertinho…
      Porque os EUA não voltam na lua? Simples: dinheiro… Mesmo que a lua fosse feita de ouro, não compensaria o custo de uma missão, estimado em 200 bilhões de dólares. O custo de colocar algo em órbita é caríssimo, milhares de dólares por quilo, imagine levar a 400.000 km de distância. Os EUA tem a maior dívida pública do mundo (em parte pelo própria corrida espacial para chegar na Lua!), e não vão gastar dinheiro para ver um monte de rocha, sendo que eles já foram lá 6 vezes e coletaram quase 500 kg de rochas.
      A ida dos EUA até a Lua só teve um objetivo político: vencer a União Soviética, seu arquinimigo. A ciência era mero detalhe nesta briga.

      Thumb up 15
    • Só complementando: não tem como enganar durante tanto tempo milhares de cientistas de todo mundo, centenas de faculdades no mundo inteiro que receberam amostras das rochas lunares, impossíveis de serem falsificadas ou mesmo terem sido trazidas sem serem pelos astronautas.
      E se fosse uma farsa, a União Soviética, que tinha satélites espiões e uma sonda na Lua no exato momento da chegada dos americanos, prontamente teria desmascarado os EUA…

      Thumb up 14
    • E não nos esqueçamos que naquela mesma época a União Soviética chegou a mandar naves não-tripuladas (duas, se minha memória ajuda) à superfície de Vênus. Chegar à Lua era, para os americanos, um ponto de honra. A ciência era mesmo um mero detalhe.

      Thumb up 0
  43. Bom dia,

    A única coisa que me magoa é o fato de os EUA terem tantos avanços, a ponto de ir a lua, mas infelizmente não conseguem chegar ao coração do ser humano, não conseguém ser solidários,, consomem em quantidade que serão preciso 5 planetas para dar conta de tal comportamento. Gastam trilhões em missões espaciais e repassam o valor desses gastos no preço dos alimentos, que de forma desumana nos desgastam fisicamente e psicologicamente, nos colocando em conflitos. Agora deixo uma pergunta,,,, será que o fato de o ser humano chegar à lua traz tanta felicidade quanto uma boa refeição entre amigos, curtindo uma boa música, vendo as crianças a brincar?

    Abraço, ,, Axé à todos. .

    http://www.youtube.com/watch?v=-M9owottjto

    Thumb up 1
    • AHHH, agora não resta mais nenhuma dúvida que os astro nautas pisaram na lua.

      Essa fotos com grau de detalhes estranhamente não detalhaveis são a prova final com certeza.

      Será que ninguem do programa apollo pensou que seria interessante, depois de algumas décadas, buscar algum material para ver como ele reagiria ao ambiente lunar? Ou fazer experiências, para décadas depois, verificar a possibilidade de colonização lunar, com vistas a novas explorações.

      Ou os EUA vão deixar outros paises pensarem nisso? Se é que é possível ir para a Lua.

      Thumb up 1
    • Alexandre, eles fizeram isto. E já faz 41 anos.

      Em dezembro de 1969 a Apolo 12 pousou na Lua, próximo da Surveyor 3. A Surveyor 3 foi lançada em abril de 1967, e sua missão era fazer a mesma coisa que a sonda Phoenix fez na Lua: testar o solo. Depois de quase 3 anos em solo lunar, uma das naves Apolo pousou perto da Surveyor justamente para recolher algumas partes dela, para ver como o equipamento seria afetado por quase 3 anos no ambiente lunar.

      Eles recolheram o braço que tinha a câmera de TV da Surveyor e levaram de volta para Terra, onde ele foi analisado. Uma das descobertas tem despertado polêmica recentemente: uma colônia de bactérias foi encontrada no braço coletado. Recentemente um cientista apontou que as bactérias provavelmente formaram uma colônia depois que o braço foi coletado, e não estavam no ambiente lunar.

      OK, Alexandre? Está bom para você ou quer mais?

      Thumb up 6
    • Pois é, interessante, mas muito mal feita as coisas, concorda?

      Não saber se as bactérias se formaram na Lua ou na Terra é de um amadorismo…Experiencias bem fajutas para uma viagem que não se faz todo dia. Quer dizer, em 1960-70 era sim quase todo dia. Talvez por isso que não ligavam muito para metodologia…

      Thumb up 1
    • Bom, Alexandre, se as bactérias eram originalmente terrestres, então não tem como descobrir se estavam na Lua ou não, o código genético delas não deve ter sido alterado em nada.

      Sobre as coisas terem sido mal-feitas, pode ser que sim, pode ser que não. Eu não sei que cuidados que eles deveriam ter tomado, que cuidados que foram tomados, e que cuidados se achava necessário tomar na época. Às vezes você acha que está tomando todos os cuidados, mas uma única falha bota tudo a perder. Acontece…

      De qualquer forma, eles estão em débito terrível por terem perdido os filmes originais do pouso lunar. O motivo é plausível – a NASA realmente passou a ser relegada para o resto do orçamento americano, e não é difícil de imaginar um político cortando verba para novas fitas magnéticas “quando tem tantas fitas no depósito, que podem ser reutilizadas”. Faltou darem o devido valor às fitas. Deu no que deu: merd@.

      Thumb up 6
    • Pois é, é de se espantar erros bobos.

      De qualquer forma, apesar de não acreditar, eu espero que sejam verdadeiras as missões na Lua com tripulação. Não pense que sou fundamentalista, ja expliquei aqui várias vezes.

      Thumb up 1
  44. Os Norte-Americanos não se preocupam e não se defendem de teorias conspirativas toscas contidas em blogs e sites do Brasil nem precisam fazer isso já que muitos Brasileiros desempenham muito bem este papel nos blogs tupiniquins.
    Sim eu usei eufemismo para não baixar o nível de minha retórica, pois não sou xenofóbico, mas sou nacionalista e, portanto no que diga respeito às conquistas políticas de outras nações eu considero que não sejam dignas de controvérsias por nações que não estão diretamente envolvidas nos fatos e por não nos dizer respeito que acho hilário sul-americanos defenderem com tanto entusiasmo os feitos políticos dos estadunidenses.
    Geralmente quem levanta essas teorias são trolls, eles sempre fazem isso pra se divertirem à custa dos outros, mas eu não perco meu tempo debatendo com trolls façanhas políticas de outras nações e se elas são falsas ou não e acho que estas nações e seus povos que devem se defender da trollagem e teorias bizarras se acharem necessário.
    O governo Yankee venceu a corrida espacial, foi uma vitória puramente política e para mostrar ao planeta o poder que eles detêm. Uma de muitas de suas demonstrações de poder político, econômico, militar e tecnológico. Relembrando é claro que foram os alemães os projetistas dos foguetes balísticos e espaciais construídos em território norte-americano, incluindo o saturno V que foi utilizado nas missões Apollo. Mas apesar de ser um invento alemão, o projeto Apollo tinha por objetivo estabelecer a tecnologia para obterem proeminência e viabilizar os interesses dos EUA no espaço. No caso “balístico” a história já é mais desagradável.
    Xenofobia eu só consigo perceber contra os “hermanos”, já o povo do norte, não conheci até hoje ou sequer ouvi falar de alguém que não os admire de alguma maneira, e um bom exemplo disso é a invasão cultural, mas posso estar errado é claro.
    A missão Apollo 8 foi bem sucedida e amplamente monitorada pelos Russos que era a nação que disputava a corrida espacial e neste caso, havendo uma fraude ela seria imediatamente desmentida por eles e assim desqualificando e humilhando os adversários.
    Eu acredito que a teoria de farsa cai por terra quando é lembrado que era uma corrida política com outra nação e é obvio que a mesma não deixaria de monitorar nada nem por um segundo sequer.
    A nave espacial soviética Luna 15 foi lançada ao espaço três dias antes do lançamento da Apollo 11 e completou com sucesso a viagem entrando em órbita lunar.
    A NASA entrou em contato com os cientistas da União Soviética para informalos que estavam monitorando a Luna 15 e desejavam saber quais as intenções deles com relação à missão da Apollo 11 e os soviéticos repassaram aos norte-americanos o plano orbital da Luna 15 e garantiram que a mesma estava lá em uma missão pacífica.
    A NASA e a Academia de Ciências da União Soviética estavam monitorando respectivamente as missões rivais e devido a isso era bem improvável que os EUA conseguissem enganar os soviéticos. Até poderiam enganar outras nações, mas os russos eu duvido muito. E olha que já li na internet a teoria de que os cientistas Russos foram recrutados pelos EUA e por isso mentiram para o governo deles que seus instrumentos monitoravam a missão Apollo, hehehehe, que trolagem!

    Thumb up 3
    • Hhmmm… Antes era um, como é? “um orador que afirma que foi uma farsa, sofre um ataque verbal maciço por parte de um verdadeiro exercito reacionário”. Agora já mudou, é “trolagem”

      O que aconteceu com o pobre coitado do “orador”? Foi morto pelo “exercito reacionário”?

      Thumb up 5
    • O troll é o “orador”, ou determinado orador pode não ser um troll, mas uma pessoa sem conhecimento suficiente para compreender o que presenciou e as provas apresentadas e reafirma em blogs e fóruns a teorias que Le na internet. Este iludido ou troll Poderia ser convenientemente ignorado, mas não é o que acontece.
      De qualquer maneira os yankees não se importam nenhum pouco se algum Brasileiro acredita ou não em sua conquista política capitalista.

      Tem um Troll ou individuo em dúvida que postou neste blog que a URSS não levantaram suspeitas sobre a vitória dos EUA porque eles também mentiam para o povo russo sobre o seu programa espacial e se fossem desmascarar os estadunidenses estes fariam o mesmo. Argumento interessante, mas ainda assim não faz diferença alguma para nossa nação. E com a extinção da URSS acredito que nem os russos e nem os norte-americanos se importam.

      Thumb up 0
  45. sofre um ataque verbal maciço por parte de um verdadeiro exercito reacionário e o mais surpreendente é que o mesmo é nacional.

    Samura, não vi nenhum norte-americano vir aqui defender as missões. Você não acharia mais surpreendente ainda que fosse um americano a vir aqui fazer a defesa da verdade? Quanto ao “ataque verbal maciço” ou o “verdadeiro exercito reacionário”, você está de brincadeira, não está? Olha só o extenso número de mensagens atacando as missões espaciais e veja se alguma delas tem civilidade e conteúdo. A grande maioria começa com ironiazinhas, e insinuações de que quem “acredita” nas missões espaciais não passa de um tolo que acredita em qualquer coisa.

    aqui no Brasil nutre-se uma grande simpatia pelo povo Norte-Americano, sua cultura, seu modo de vida e suas conquistas.

    Mesmo, Samura? Quer dizer, na minha experiência, as pessoas tem ojeriza pelos americanos, e a maioria dos que duvidam das missões espaciais só o fazem justamente por xenofobia. Mas eu não tenho uma pesquisa de opinião para apoiar meu ponto de vista. O que eu sei é que é modinha criticar os EEUU ao mesmo tempo que se assiste os enlatados americanos (dr. House, Big Bang Theory, CSI, etc.) e se bebe Coca-Cola, usa-se jeans e tudo isto se faz no Orkut e Facebook.

    E porque esses fatos são ignorados e não geram debates em fóruns? Porque ninguém se importa com isso!

    Ninguém duvida disso, e não por que foram feitos de soviéticos ou por que ninguém se importa com isto, é só por que não foram os americanos. Ou seja, eu acho que é o contrário do que você pensa, todo mundo questiona o que vem dos EEUU por xenofobia mesmo, não por que tenham algum elemento que indique fraude ou coisa assim (a maioria dos argumentos são risíveis pela ignorância de quem os declara, tem gente que diz até que a bandeira não poderia ficar reta para baixo na Lua por que “na Lua não tem gravidade” – pode uma coisa destas, tanta ignorância em nome da xenofobia).

    Eu não defendo a conquista por ser americana. Nem mesmo defendo nada, eu só sou contra a ignorância. É ignorância afirmar que não dá para passar pelo cinturão de Van Alen. É ignorância afirmar que as sombras estão em direções erradas. É ignorância afirmar que as temperaturas do solo lunar destruiriam o filme. É ignorância dizer que por que a nave se assemelha “a um fogão embalado em papel alumínio” ela não poderia decolar ou voar. É ignorância afirmar que a nave deveria formar uma cratera. É ignorância afirmar que havia um “montinho cuidadosamente colocado sob um dos pés da nave”. É ignorância afirmar que uma pedra estava marcada com um “C”. Tem toda uma coleção de afirmações que simplesmente contrariam o bom senso e as leis da física.

    Daí vem alguém e fica indignado com tanta ignorância, e é acusado de “ficar defendendo a conquista dos outros”. Deveria ficar quieto, e deixar a ignorância grassar, não deveria? Afinal de contas, foram os americanos que fizeram, então que importa se alguém diz que na Lua não tem gravidade, e que por isto quem afirma que a missão aconteceu é na verdade um “inocente útil”.

    -oOo-

    Samura, não entendi o lance do “eufemismo”. Eufemismo é quando você usa de uma palavra mais “amena” para se referir a algo que pode ser ofensivo:

    eufemismo
    eu.fe.mis.mo
    sm (gr euphemismós) Figura de retórica pela qual se suavizam expressões tristes ou desagradáveis empregando outras mais suaves e delicadas. Ex: Este trabalho poderia ser melhor (em vez de está ruim).

    Quando você diz “Gosto de ver o quanto as pessoas defedem a conquista dos outros.”, qual é a expressão “triste ou desagradável” que você está “suavizando”? Será que é a expressão mais sarcástica “gosto de ver as pessoas sendo inocentes úteis, defenendo ingenuamente a conquista dos outros”? Para você, se alguém diz “na Lua não tem gravidade, por isto a missão foi uma fraude” pode sequir sem correção? Só por que “esta questão é abordada por um orador que afirma que foi uma farsa”, automaticamente tem que ser aceito sem crítica? “Orador” é boa…

    Thumb up 6
    • Samura, não vi nenhum norte-americano vir aqui defender as missões.
      Como afirmei, eles nem precisam e muito menos se importam. Nós, Brasileiros fazemos isso muito bem por eles aqui nos fóruns tupiniquins.
      Cezar, minha opinião neste assunto é somente política, pois no que diz respeito à jornada até o satélite, qualquer negação desse fato a meu ver é chover no molhado. A URSS que era a mais interessada nisso tudo monitorou toda a missão e se fosse uma farsa ela seria imediatamente desmentida pelos rivais que só teriam a ganhar com isso. Mas a quem diga, em fóruns malucos, que os EUA compraram o silêncio da equipe soviética que monitorava as missões, muito hilário, mas que não passam de como se diz hoje e dia na internet, de pura e irritante TROLLAGEM.
      Sempre existe um troll para lançar uma isca como no caso das missões espaciais, e então ficar se divertindo à custa dos defensores apaixonados que fazem de tudo para defender os fatos políticos. E é aí que se torna tolice, pois se em 1969 os EUA foram perambular pela lua não é problema nosso e sim deles, pois foi uma conquista política e demonstração de poder.
      Xenofobia Cezar? A única que percebo é contra Argentinos. Não conheci até hoje um Brasileiro vivo que não admire de alguma forma o povo Norte-Americano, basta observar a invasão cultural imposta por eles ao Brasil e muito bem aceita, diga-se de passagem.
      Sim, usei eufemismo para não baixar o nível de minha narrativa caso contrário eu poderia ter usado palavras um tanto Ásperas, uma vez que não me importo com o resultado da corrida espacial pelas razões já mencionadas e isso poderia ferir os mais apaixonados. E por isso, me importo menos ainda com os trolls e seus atos infantis. E se existe mesmo alguém que não acredita na chegada do governo Norte-Americano ao satélite natural, eu posso apenas dizer que não faz diferença alguma e que aquele governo não liga à mínima se esta pessoa acredita ou não e obviamente não precisam que ninguém os defenda dos trolls e tolos.
      Eu que não perco meu tempo argumentando com trolls sobre conquistas políticas estrangeiras, mesmo que esta seja uma viagem a outro planeta.

      Atenciosamente,
      Samura Alves

      Thumb up 2
    • O curioso é que copiam até a teoria conspiratória. Todos os argumentos de quem afirma ter “provas” que tudo foi uma fraude foram copiados de sites americanos. A única coisa original é a ignorância (nunca vi em nenhum fórum alguém alegar que na Lua não tem gravidade, dá para ver que a educação lá, apesar de ser fraca, ainda é muito melhor que aqui). O resto… O André Basílio, um dos “luminares” da teoria conspiratória, copiou os americanos, depois de assistir o filme da Fox. Mas você se engana se acha que não há xenofobia contra os americanos. E existem até os xenófobos que são bem sutis, e vem com uma conversinha de “defendendo a conquista política dos outros”, querendo se fazer de patrulheiro da “alienação” e “ingenuidade” alheias.

      Mas você tem razão, Samura, os fóruns por aí estão cheios de trolls, pessoas sem caráter algum, que se divertem desta forma infeliz e medíocre. Normalmente são pobres-coitados, que não fazem nem podem fazer nada, exceto espezinhar o conhecimento alheio. É a mediocridade invejosa. Eu vou tomar tento agora que você apontou este erro básico, e não vou mais dar trela para trolls. Afinal de contas, discutir com trolls é como abrir buraco na água…

      Thumb up 8
    • Mas que inconveniente.
      Quando postei um novo comentário no topo, não tinha percebido que este último fora aceito, pois até então se encontrava oculto.

      Thumb up 0
    • Me desculpe, Samura, mas tenho que concordar com o César. Não é questão de defender um país ou um povo, a questão é esclarecer a verdade, pois a viagem lunar é um fato histórico e científico.
      Então se alguém vier a falar que a Alemanha venceu a Segunda Guerra Mundial, também vou ter que ficar calado, porque senão vou estar defendendo os britânicos e os americanos? Se alguém falar que não houve o Socialismo na União Soviética vou ter que ficar calado, sob pena de eu ser um defensor do comunismo?

      Thumb up 12
    • Cristiano M. G., não é por ai, mas bem lembrado, enquanto estudamos nos livros que a segunda guerra foi vencida pelos americanos no desembarque do dia D, quase não se menciona o esforço e as perdas russas, que é um grande erro, e olha que eu sou totalmente contra o regime comunista. Enquanto os americanos enfrentaram 6 divisões alemãs na frente ocidental, os soviéticos enfrentaram 185 divisões alemãs na frente oriental, que foi onde realmente a batalha pela vitoria da segunda guerra foi ganha, mas quando se fala em final de segunda guerra, a primeira coisa que todos pensam e no desembarque na Normandia, no famoso dia D e no lançamento das bombas atômicas, mas esquece das enormes perdas soviéticas, e dos seus grandes triunfos como a batalha de Kursk(a maior batalha terrestre ate hoje), não é que os americanos não tenham contribuído para o fim da guerra, mas que a propaganda do tio Sam é muita mais eficiente que dos outros países, isso ninguém pode negar, e nessa guerra de propaganda que como sabemos não é de hoje, entram em cena omissões, exageros, ênfases seletivas e mentiras para tornar um acontecimento em um fato seguindo certa ideologia.

      Thumb up 1
  46. Apenas uma correção importante.

    O Homem não foi a lua. O governo dos EUA que foi para vencer a corrida espacial.

    Não foi uma glória humana e sim Norte-Americana pois a bandeira fixada no satélite natural foi a do Pais deles e não uma representando todas a nações do mundo. Então com aquela bandeira eles afirmaram a todos que os EUA conquistaram o lugar.

    Gosto de ver o quanto as pessoas defedem a conquista dos outros.

    Thumb up 0
    • Apenas uma correção mais importante ainda:

      Os norte-americanos são seres humanos, ou seja, são considerados parte da humanidade, e então, quando se diz que “os norte-americanos foram à Lua”, não é errado dizer ao invés “o homem foi à Lua”. Até por que nenhum ser humano havia pousado na Lua até aquela vez. Por isto dizemos também que o primeiro homem a entrar em órbita foi Yuri Gagarin, e não que foi o primeiro cosmonauta. Por que como nenhum outro homem tinha entrado em órbita, Gagárin foi o primeiro homem em órbita.

      Não leve a mal, mas é importante não deixar a xenofobia turvar o raciocínio. Os norte-americanos eram a nação com tecnologia e recursos para ir à Lua em 1969, e se há alguma coisa para se ressentir, é da incompetência e incapacidade do resto da humanidade, e não da competência e capacidade deles.

      Uma coisa interessante é que esta história de ter sido a bandeira americana e não a bandeira da ONU, por exemplo, já foi levantada antes, não aqui, mas em outros fóruns, e pode ser recuperada com uma pesquisa no Google. A dúvida mais óbvia é “que tipo de gente tentaria conseguir glória para si a partir do trabalho alheio?”

      Thumb up 7
    • Sob este ponto de vista você está certo, um humano caminhou no satélite natural, mas não é a este ponto que me referi e nem é o mais importante. Nossa sociedade não é utópica, não somos todos iguais como rezam algumas leis e poderosas fronteiras políticas define muito bem o lugar de cada individuo no mundo. Portanto é muita pretensão imaginar que os EUA dividiriam a glória de vencer a corrida espacial com o restante da humanidade e não existe xenofobia em minhas palavras, era uma corrida e aquele pais a venceu e deixou bem claro ao fixar sua bandeira no local. Simples e pura política. Mas se prefere ignorar isso e ater-se apenas no que se refere a um sistema biológico humano saltando pela lua e sentir-se representado por aqueles “pseudo-embaixadores” fique a vontade.
      Sempre que alguém opina sobre estas questões, outro refuta com deselegância acusando-o de incompetente.
      O Brasil não entrou na corrida espacial é fato, assim como é fato que é um pais tecnologicamente atrasado em comparação com outras nações, mas nem por isso devo sentir-me incompetente com os resultados dos outros, muito menos deixar de emitir minha opinião quando percebo que o cenário político impõe fronteiras e distanciamentos tão poderosos. Portanto repito, esta foi uma conquista Norte-Americana assim como o primeiro cosmonauta foi uma conquista soviética, contudo não sou astronauta então posso ser classificado como incompetente novamente, não?

      Atenciosamente,
      Samura Alves

      Thumb up 1
    • Samura, não estava te classificando de incompetente. Também não sou norte-americano, como eu acho que você não é.

      Mas, diz aí, o que você esperava depois de escrever uma frase como “Gosto de ver o quanto as pessoas defedem a conquista dos outros.” Para mim, isto pareceu uma tirada bastante cínica…

      Sobre a conquista, os norte-americanos colocaram a bandeira deles lá, e isto mostra o momento geopolítico que vigorava na época, além do fato inegável que eles tinham todo o direito de fazê-lo: o dinheiro era deles, a decisão política era deles, o projeto foi feito por eles. Eles nem mesmo foram eleitos para ser os representantes da humanidade na Lua. Mas isto não tira o fato que eles o eram. Talvez não com legitimidade, mas eles estavam, sim, representando a humanidade, e em um feito notabilíssimo: uma espécie animal do planeta Terra conseguiu sair do próprio planeta e colocar os pés em outro mundo.

      Thumb up 7
    • Prezado Cezar.
      Não me vali de cinismo e sim de eufemismo.
      Este assunto inspira muitos debates, outrora em revistas científicas, hoje em sites e fóruns da internet devido às teorias de que a ida dos EUA a lua não passou de uma farsa muito bem elaborada. Quando esta questão é abordada por um orador que afirma que foi uma farsa, sofre um ataque verbal maciço por parte de um verdadeiro exercito reacionário e o mais surpreendente é que o mesmo é nacional.
      Suponhamos que a corrida espacial tenha sido vencida pelos soviéticos e que eles tenham pousado no satélite natural, será que existiria um exercito reacionário nacional para defender este fato com tanta paixão? Eu penso que não, porque aqui no Brasil nutre-se uma grande simpatia pelo povo Norte-Americano, sua cultura, seu modo de vida e suas conquistas. Tamanha simpatia não se estende as demais nações do planeta.
      Exemplo disso reside no fato de que não existem teorias afirmando que os soviéticos não colocaram animais e um Homem em orbita da terra. O mesmo ocorre no fato deles terem enviado uma sonda para a lua lançada no mesmo dia em que o foguete tripulado por astronautas e que esta sonda tocou o solo lunar. Ninguém sequer liga pra isso na verdade, assim como ignoram o fato de que a exploração espacial começou com o lançamento do satélite artificial Sputnik pela URSS.
      Também ignoram que foi um cientista Alemão que projetou o foguete saturno V que levou a naves APOLO até a lua. E porque esses fatos são ignorados e não geram debates em fóruns? Porque ninguém se importa com isso!
      Os Alemães foram os precursores da tecnologia de foguetes e um projetista Alemão que desenvolveu o saturno V, mas alguém se importa com isso? Acho que não.
      Como pode ver esta tecnologia sequer foi concebida por projetistas Norte-Americanos, mas este fato não é mencionado em fóruns e ninguém liga pra isso. Mas basta um conspiracionista afirmar que esta incrível jornada não seria possível que vira alvo dos reacionários nacionais.
      Nem mesmo os estadunidenses se defendem com tanta paixão neste caso!
      Mantenho incólume minha opinião, de que eles estavam em uma corrida política e ao vencerem representavam apenas seus próprios interesses e naquele momento, a única mensagem que desejavam passar para as demais nações era: “Olhem para nós, vejam nosso poder e saibam que nós somos os melhores”. Agiram assim em muitos outros eventos como no caso hiroshima e nagasaki, mas isso abre precedente para um debate que foge do contexto atual.
      Esta devidamente explanada a origem do eufemismo de que fiz uso ao afirmar que “Gosto de ver o quanto as pessoas defendem a conquista dos outros.”

      Atenciosamente,
      Samura Alves

      Thumb up 3
  47. Pra quem não acredita que o homem foi à Lua: esta mesma pessoa acredita que o homem vai ao espaço, sentado literalmente em cima de uma bomba, já que um foguete nada mais é do que uma bomba de explosão controlada, viajando a mais de 28.000 quilômetros por hora, ficando meses vivendo no espaço, como no caso da estação espacial internacional, ou ficando 12 dias nos ônibus espaciais, saindo no espaço para fazer reparos em satélite e no telescópio Hubble, em situações que os astronautas permanecem 3 horas no espaço, sujeitos a variações de temperaturas de -150 °C a mais de 150 °C, já que no espaço o calor não se irradia por convecção, enfrentando exposições de raios cósmicos, tais como raios-x, raios gama, raios provenientes de ventos solares, mas esse mesmo homem não dá conta de pisar numa rocha que fica ao lado do Planeta Terra.
    E ainda tem a ingenuidade de acreditar que um país iria arquitetar uma farsa, e que ninguém iria descobrir, apesar dos satélites espiões da Rússia, bem como as sonda dos russos que estavam pousados na lua no exato momento da chegada dos americanos lá. Será mesmo que os EUA são tão ingênuos que pensaram: “Ah, tô nem aí, vou mentir para o mundo inteiro que chegamos na lua, mesmo que a qualquer momento outro país possa mandar uma sonda na lua para verificar, e quando descobrirem a mentira (com certeza um dia alguém descobre), tô nem aí, e na cara dura vamos desmoralizar toda a história do meu país”.
    Estes sujeitos que acham que a ida do homem na lua é uma farsa, são uma piada.
    Eles são os mais inteligentes, tontos são os milhares de cientistas de todo o mundo que foram enganados durante 40 anos.
    Sinto decepcioná-los, mas o homem não foi uma vez na lua, foram 6 pousos lunares, realizados pelas Apollos 11, 12, 14, 15, 16 e 17, fora as várias missões anteriores de treinamento dos astronautas,nas quais as cápsulas espaciais orbitaram a Lua mas não pousaram . Não tem como se manter uma farsa por mais de 40 anos, e enganar 50.000 astrônomos, 20.000 físicos, e milhares de outros cientistas de todos os países, durante tanto tempo.
    Os astronautas trouxeram quase MEIA TONELADA de rochas lunares, os quais foram distribuídos pra centenas de conceituadas faculdades no mundo inteiro, analisadas pelos maiores experts, doutores e PHDs do mundo, mais de 100 países receberam amostras destas rochas, inclusive os cientistas russos, que em muitas áreas são mais avançados do que os próprios americanos.
    Só falta falar que todos estes cientistas foram comprados pelos yankess pra se calarem. Será que não sobrou um cientista comunista da China, Cuba ou da Rússia que não se corrompeu pra desmascarar esta “farsa”????
    É impossível trazer estas rochas através de sondas não tripuladas, e é impossível que sejam meteoritos, seja por causa da quantidade, seja pelo fato de que um meteorito tem sua composição alterada por causa dos milhares de graus Celsius que os meteoritos sofrem na entrada da atmosfera da Terra.
    Tem também os vários espelhos refletores colocados na lua, que só podiam ser colocados lá por astronautas…
    É, realmente, os Estados unidos conseguiram enganar com um filminho a União Soviética, superpotência mundial, que chegou em alguns momentos a ser mais poderosa que os USA, tanto bélica quanto na exploração espacial, conseguiram enganar centenas de cientistas russos que desbravaram as viagens espaciais antes dos americanos, mas não conseguiram enganar os “jênios”.
    A URSS, maior inimiga dos americanos, loucos pra jogar uma bombinha nos yankess, tinham até foguete com ogiva nuclear colocados em Cuba apontados pros caras, com CENTENAS DE SATÉLITES, SONDAS VIGIANDO AS CAPSULAS ESPACIAIS DOS AMERICANOS, seguindo cada passo dos caras, não conseguiram perceber que era tudo uma mentira….kkkkkkkkkkk
    Este é aquele tipo de sujeito que acha que os yankess não foram a Lua, mas têm discos voadores que viajam mais rápido que a luz que foram capturadas dos Ets na área 51…kkkkkk….
    Citem UM cientista no mundo que tenha contestado a veracidade do pouso lunar. Mostra aí, um físico, um astrônomo, unzinho só que duvide da “farsa”. Unzinho só, vai…..
    Tudo bem, daí poderiam perguntar: Por que os americanos não voltaram lá: uma missão pra lua custa mais de 200 bilhões de dólares, os EUA são o país com maior dívida pública interna do mundo, até aposentaram o ônibus espacial porque cada viagem custava mais de um bilhão de dólares.
    A missão Apollo só existiu por motivos militares, ou seja, vencer a União Soviética, as questões científicas eram as últimas das preocupações.
    Falam que não tinha tecnologia naquela época… Bem, a tecnologia usada naquela época era exatamente a mesma de hoje, tirando a parte de informática…Infelizmente, não houve nenhuma evolução significativa de lá pra cá, os foguetes continuam a ser propelidos por reação química.
    Só como exemplo: a Rússia – utiliza a cápsula Soyuz inventada em 1967, impulsionada pelos mesmos foguetes (R.7) usados para levar o Gagarin ao espaço em 1961!!! O computador dos ônibus espacias era um pc xt com 500kb de memória RAM!
    Obs: além das fotos da sonda LRO, tem fotos de sondas da Índia mostrando o pouso lunar…
    Sinceramente, eu não sei mais que provas que este povo necessita para acreditar: tem meia tonelada de rochas lunares, tem espelho deixados na lua, tem fotos (SEM PHOTOSHOP – era impossível falsificar uma foto naquela época), tem vídeo, tem interceptação das transmissões de rádio feitas por rádio-amadores do mundo inteiro que só podiam ser direcionados da lua… Se isso não serve como prova, não tenho a mínima idéia do que serviria…

    Thumb up 44
  48. “As estrelas, embora sejam visíveis a olho nu na Lua, não são brilhantes o bastante para serem capturadas nas fotografias na manhã lunar.”

    Neil Armstrong então deve ta doidão de vento solar até hoje… pq ele mesmo disse na 1ª entrevista, depois de ter voltado da lua, que não se lembra de ter visto as estrelas…¬¬… impossível… só se ele desceu da sonda lunar e fechou os olhos…¬¬… e como não ia dar pra ver as estrelas?… na lua não tem atmosfera pra esconder as estrelas… não ia dar pra ver se a foto fosse tirada com o sol na parte de traz… pra mim é ridículo tudo isso, EUA é uma merda, até na 2ª guerra fizeram merda, famosos “tanques” que na verdade eram feito de material inflável…

    Thumb up 2
  49. “UM PEQUENO PASSO PARA O HOMEM, UM GIGANTESCO SALTO PARA HUMANIDADE.” Neil Armstrong

    Sinceramente eu não acredito que o homem tenha pisado na lua, no máximo sondas pousaram na superfície lunar, pois a tecnologia existente naquela época não era capaz de por um astronauta em orbita direito, imaginem em uma viagem a certa distância, mas tendo o homem pisado na lua ou não, todo investimento que é realizado para exploração espacial deve ser vista com bons olhos, pois ainda não sabemos nada do universo, e para descobrirmos quem somos de fato precisamos procurar as respostas nas estrelas.

    Thumb up 4
    • Victor Vitral, desde 1961 já haviam homens em órbita da Terra. As missões tripuladas em órbita da Terra começaram em 5 de maio de 1961, com a missão Mercury-Redstone-3, para os americanos, e em 12 de abril de 1961, com a missão Vostok-1, para os soviéticos (a histórica missão de Yuri Gagarin).

      http://www.windows2universe.org/space_missions/manned_table.html

      Então, desde 1961 já havia tecnologia para colocar o homem em órbita. A primeira missão tripulada a orbitar a Lua foi a Apolo 8, em dezembro de 1968, da qual a gente tem aquela maravilhosa foto colorida da Terra, vista do espaço, como uma bola azul perdida em uma imensidão escura:

      http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a410/AS8-15-2561HR.jpg

      Depois da Apolo 8, ainda teve a Apolo 10 que testou o mecanismo de descida do Módulo Lunar (eles fizeram quase tudo que o Armstrong fez, só que em abril, e quando estavam descendo em direção à Lua, pararam e retornaram, por que o objetivo não era pousar, mas testar o mecanismo de descida).

      Esta e outras fotos da era da conquista da Lua você encontra em http://www.apolloarchive.com/apollo_gallery.html

      Thumb up 18
    • Ou você coloca um homem em órbita direito ou ele cai. Vá estudar um pouco da história da astronáutica antes de falar asneira.

      Thumb up 11
  50. Amigos, para comemora os 42 anos dos filmes da Lua, lembrados pelo Roberto, vamos recordálos!

    Exatamente em 2:18 nosso herói se levanta de uma queda lunar sem usar as mãos!

    http://www.youtube.com/watch?v=Zz9Bzi_GyD0&feature=related

    Nesta outra cena também o mesmo superpoder, ao 55 secundos.

    http://www.youtube.com/watch?v=bUs4palhwiM&feature=related

    E como sempre, conversas com audio claro, limpo, zero de ruídos, nada de estática ou interferência, muito menos delay, claro.

    Talvez a Nasa jogou fora a tecnologia junto com as fitas de vídeos originais das missões.

    Aliás, quando o Roberto começou a escrever a importância do grande feito, pensei que ia mencionar a suspeita perda dos vídeos que gravaram a maior conquista de todas.

    Thumb up 5
    • Ou talvez tenha gente que seja muito mais esperta que a própria esperteza, e tenha encontrado pelo em ovo e chifre em cabeça de cavalo…

      Thumb up 19
  51. Olá César!
    20 de julho de 2011, há 42 anos atrás o homem pisou na lua pela primeira vez. Um fato inédito e tão importante para a história da humanidade quanto foram as Grandes Navegações. Sobre esse tema, sabemos que há dúvidas geradas pelo ceticismo ou pela ignorância. Porém, além das muitas razões já citadas que comprovam o fato, a mais simples e incontestável é a de que o pouso foi realizado pelos Estados Unidos da América que se encontravam numa corrida espacial e militar com a extinta União Soviética e na hipótese de ser uma fraude, os soviéticos simplesmente denunciariam o fato ao mundo, desmascarando seus concorrentes.

    Thumb up 17
    • Roberto, o bom-senso passou longe desta gente que acha que tudo foi uma fraude. Agora já estão inventando até “arames”… Realmente, especialistas em encontrar pelo em ovo, e chifre em cabeça de cavalo…

      Thumb up 15
    • Mas ainda bem que existe o batalhão dos espertos da Internet. Gente que não sabe que o solo lunar reflete a luz do Sol, que não entende nada de perspectiva, que não sabe como é a superfície da Lua, nem sua composição, nem como se comporta um corpo lá, em termos de troca de calor, mas que mesmo assim, sem vergonha alguma da própria ignorância, sem nem mesmo respeitar quem sabe mais que eles, saem por aí clamando que arames foram usados, que as sombras mostram que foram usadas duas fontes de luz, que os filmes não suportariam as temperaturas, que não tem delay nas transmissões, e que é muito suspeito que as fitas originais tenham sido perdidas (esquecendo que existem cópias delas, e não apontando o que as fitas originais poderiam provar para eles). Fazem de conta que não quer dizer nada que cientistas do mundo todo tenham examinado as amostras de solo lunar e atestado que são realmente amostras de solo da Lua, fazem de conta que ninguém está usando os espelhos lunares até hoje para medir as distâncias entre a Terra e a Lua, etc. Pior ainda, quando todos os cientistas atestam que é possível passar pelo cinturão de Van Allen, eles insistem que o cinturão é uma barreira impenetrável.

      E enquanto a caravana passa, os cães ladram…

      Thumb up 17
    • Numa guerra, a maior vítima é a verdade. E quem é bom em ficção hein? Quem tem megaproduções cinemáticas? Qual o país que num momento de crise, a indústria da imaginação fatura muito? Os EUA estão em crise financeira e o cinema está papocando de filmes. Olha aquela época: Pessoas ingênuas, que se maravilhavam com ficção e aparece um vídeo do homem na Lua.Quando acompanharmos a ida à Marte, todos os céticos se calarão.

      Thumb up 5
  52. Quer dizer, concordo com o Ké!

    Sergio, sinceramente, sua história é simplesmente preconceituosa. Preconceituosa não no sentido que atualmente muitos usam, erradamente, diga-se, mas no sentido de ignorância mesmo.

    Thumb up 2
    • O homem nunca foi na lua naquela época pois todos os videos da época ja circulam na internet e mostram os bastidores da ida e pouso do homen na lua. Hoje em dia eles tem tecnologia pra plantar provas na lua quando quizerem para validar a história.

      Desista existe provas reais q eles não foram porem a nasa semper vai inventar uma desculpa para desmentir apesar de ninguem ter coragem de mostra a farça americana principalmente para os americanos. Veja o caso dos golfinhos no japão no documentario “The Cove” onde mostra que por anos os japoneses vem matando milhares de golfinhos anualmente de forma veridica e a população é alienada a não acreditar, carne de golfinho é vendida la como de baleia (pois golfinhos e baleias são da mesma familia), a carne de golfinho é altamente venenosa.

      Thumb up 4
    • Pois é Thiago

      há muita coisa mal explicada nesse mundo.

      Até a revolução comunista na Russia muito provavelmente foi apoiada, inclusive financeiramente, pela super elite européia, mais precisamente pelos money changers (Rothschild).

      A morte de Osama, e o sumiço recente de mais de 1 trilhão de dólares do Federal Reserve.

      A certidão de nascimento falsa de Obama.

      Me adiciona no msn para trocar material sobre a falsa viagem a Lua e outras falsas, se quiser claro.

      alexandreww@hotmail.com

      Thumb up 2
  53. Recentemente descobri umas fotos em seguencia, postadas no youtube, de Júpiter, da Voyager 1

    Simplesmente muito lindo.

    Mas não se pode agir com paixar quando o assunto é homem na Lua.

    É humanamente quase impossível.

    Concordo com tudo o que o Sergio falou

    Thumb up 0
  54. Pelos deuses… ainda há pessoas que acreitam que o homem não foi a lua!! Me lembro de um senhor (aproximadamente 80 anos) que na época ria de mim (então criança) por acreditar que o homem fora a lua..Este mesmo senhor passava muito mal vendo luta livre (na época se chama telequete montilla) que eram óbvias cenas preparadas, mas o senhor (aquele não acreditava na ida a lua…)tinha perda de ar vendo “a coluna de um pobre lutador sendo quebrada por pura maldade!!!”
    Obs: Aqueles que acreditam que não houve ida a lua tambem costumam acreditar que os deuses foram astronautas (lembram do livro” outra afronta a ínteligência)

    Thumb up 15
  55. Sou muçulmano.
    Os EUA nunca foram a lua em 1969 isto é mais uma mentira americana. E não a provas nem argumentos para tais, a unica prova derradeira segundo a própia Nasa queimou, o que é mentira porque nunca houve prova derradeira alguma.A alegação das pessoas menos inteligentes é a de que “porque a URSS não falou nada, ela foi enganada então ? ” risos…, isto é uma argumentação ridicula. A resposta para isto é muito simples: porque a URSS usava das mesmas práticas mentirosas dos EUA e se o denunciasse além de uma série de fatos passados desmentidos que iriam surgir a URSS não poderia mais fazer suas tradicinais mentiras como os desfiles militares onde milhares de misses eram de Isopor para passar a impressão de ser mais forte milirtamente do que era.

    Todos os governos do mundo sabem que os EUA nunca foram a lua como sabem que o WTC é um false flag(bandeira falsa) uma antiga tática militar onde se ataca o seu territorio ou um terceiro e planta a bandeira de um país alheio a tudo para culpa-lo e justificar guerra a ele. Os EUA vem criando inúmeras mentiras todos os anos, como armas de destruiçao em massa no iraque, bin laden que morre e não tem corpo porque foi jogado no mar e etc, se você parar e analisar isto racioanalmente vai deixar a ficha cair e vai perceber que tudo isto são histórias altamente escabrosas e que conhecidentemente nenhuma delas pode ser provadas, nem a ida dos EUA a lua como armas proibidas no Iraque.

    No caso para resolver esta situação se faz algo muito simples: basta que os EUA então se movam a Lua de novo e independente do passado o assunto estaria resolvido porque então ele teria ido a lua de uma forma ou de outra.Mais ai é que vem a pior notícia de todas, sabem porque os EUA não vão a Lua “de novo” ? porque ele não tem tecnologia pra isto ! mais como tinha a mais de 40 anos atrás ? regrediram ? não, evoluiram , porém não tem tecnologia para ir a lua hoje como não tinham em 1969, PORQUE OS EUA NUNCA FORAM A LUA.

    Thumb up 8
    • E os quase 400 kg de amostras de solo e rochas lunares, que foram trazidos em 6 missões? Foram queimados também? Cerca de 400 pedidos de amostras são atendidos todos os anos pela curadoria das amostras. São pedidos feitos por cientistas do mundo todo, gente que depende de amostras genuínas para testar alguma hipótese. Gente que reconheceria imediatamente uma amostra falsa. Em 40 anos, devem ter sido distribuídas 16.000 amostras, mais ou menos, de alguns microgramas cada – para 16.000 diferentes cientistas do mundo todo – chineses, japoneses, europeus, russos, etc.

      Tem três espelhos retrorefletores na Lua, que passaram a ser usados imediatamente após serem colocados na Lua, e servem para medir a distância da Terra à Lua. Quem os colocou lá? E no mesmo tempo que as missões tripuladas da Apollo?

      Não adianta, negar os pousos lunares já virou religião, e está cheia de especialistas em encontrar pelo em ovo e chifre em cabeça de cavalo. Aliás, eu já vi até gente usando a Bíblia para provar que o homem nunca foi para a Lua. Da mesma forma que negam a evolução…

      Thumb up 17
  56. kkkk… q foto mais tosca tirada da lua!

    a nasa pensa q a gente é macaco!

    se conseguem tirar uma foto do solo do planeta marte, foto de galaxias trolhocentos anos luz daki com perfeita nitidez… e vem com essa porcaria de foto q nao dá pra ver porcaria nenhuma, tudo pixelizado, mostrando pontos de fandangos dizendo q é o lixo espacial!!!

    isso q é ofender a ignorancia humana!

    NASA…kkk… de palhaço basta nossos governates!

    Thumb up 7
    • Essa não aguentei. Você por acaso é cego?

      Thumb up 11
  57. para mim é tudo treta….as pegadas eram impossiveis estarem la ate hoje ate porque n havendo gravidade os astraunautas por muito peso q tenha o fato nem os pes metiam na lua….o ser humano quer é ser mais avançado do que a inteligencia permite…depois dá nestas filmagens de estudio estupidas…enfim…ja agora sera que aquela hora nao haveria um E.T. a tomar o pequeno almoço??’ AHAHAHA

    Thumb up 1
    • Quem disse que não há gravidade na Lua? Todo corpo com massa possui gravidade, e como a massa da Lua é menor que da Terra, a gravidade é menor. Vai estudar antes de falar asneira.

      Thumb up 11
  58. Negar a ida do homem à Lua é um insulto à inteligência e razão humana. As missões da Apollo foram acompanhadas pelo mundo inteiro, observadas por astrônomos de várias partes do mundo e monitoradas pelo maior rival dos EUA na época, a URSS. Ora, se houvesse mentira ou fraude, saber-se-ia desde o “falso pouso do homem na Lua”. O que acontece é que muitas pessoas com sentimento anti-estadunidense se apegam a teorias de fanáticos e sensacionalistas que não têm argumentos para comprovar suas estórias.
    Todos, eu disse: absolutamente TODOS os pseudo-astrônomos que dizem que o homem não esteve na Lua não entendem conceitos básicos de física ou astronomia. As supostas “fraudes” nas fotos são todas fruto da incompreensão diante de fenômenos simples, como pontos de fuga, composição química do solo lunar e até gravitação universal. Se fosse fraude, a NASA não teria divulgado fotos de algo que a comprometesse de forma tão escandalosa.
    Sem falar das provas físicas que matam de vez as ideias de farsa, como: espelhos colocados na Lua, marcas físicas que o homem deixou na Lua (pegadas, por exemplo) e que estão lá até hoje – e rochas trazidas da superfície lunar. As pedras da Lua não caíram do céu (meteoritos), como alguns pensam, pois se assim fosse, teriam se fragmentado ou teriam uma superfície com textura muito diferente da que foi trazida (oxidada). Rochas lunares não existem na Terra, foram trazidas intactas de algum lugar.
    E a maior prova de que o homem esteve lá são as próprias imagens. Para recriar a ida do homem à Lua seria necessária uma câmara de vácuo gigantesca e também um dispositivo antigravitacional para simular a falta de gravidade em todo o ambiente lunar. Isso é impossível de se fazer hoje, menos ainda em 1969. Não há como falsificar aqueles vídeos.
    Sem falar em toda conjuntura política da época, pois os EUA não estavam investindo milhões de dólares em incursões, estava investindo todas as fichas na corrida espacial. E o fato do Richard Milhous Nixon ter sido corrupto não tem nada a ver com as missões espaciais. George W Bush, por exemplo, teve um dos maiores índices de rejeição ao deixar o poder, mas conseguiu algo inédito: tirar Saddam Hussein do poder. Uma coisa não interfere na outra.

    Thumb up 20
  59. Quem ia acreditar nos soviéticos durante a Guerra Fria, se eles eram os maus?? A tecnologia e a experiência deles era muito maior durante a conquista da Lua, então é muito pouco provável que eles nunca tenham ido além da baixa órbita. Infelizmente, o q ocorreu atrás da cortina de ferro vai ser segredo prá sempre.

    Mas concordo que isso não diz nada.

    Sondas não são iguais a pessoas. E nós não sabemos se essas sondas levavam equipamentos dedicados a essa tarefa. Se não me engano, a quantidade de equipamentos que as sondas levam sempre é restrito.

    Tem que mandar astronautas, senão a experiência fica falha. Nem sempre o computador tá certo, tem q experimentar na garra.

    Eu pensei q uma viagem prá Lua demorasse mais, viajei…

    Thumb up 1
  60. “Bom, o q eu ouvi dizer é que quando os russos tentaram sair da proteção dos cinturões, ganharam astronautas fritos. Por isso eles nunca acreditaram na ida até à Lua.”

    Conversa fiada. Os soviéticos nunca mandaram astronautas além da órbita da Terra. Além disso, eles nunca contestaram as missões Apolo ou a conquista da Lua pelos americanos. Quem foram os “astronautas fritos”? Eles devem ter nome, não acha? Deve ter também data de lançamento, e missão, não acha? “Ouvi dizer” não é nada, se não tiver algo mais concreto.

    “Eu tb não entendo nada, entretanto vc tem q concordar com uma coisa: desde as missões Apolo, ninguém mais foi além dos cinturões prá saber o q acontece.”

    Dezenas de sondas foram lançadas para outros planetas. Dezenas de satélites atravessam a região dos Cinturões de Van Allen. Mesmo os astronautas dos ônibus espaciais passam por alguns momentos pelos cinturões.

    “Se a questão é justamente a validade dessas viagens, então vc tem q concordar q temos poucas evidências confiáveis de que é seguro.”

    Ao contrário, existem formas de medir a radiação e existem formas de testar a proteção das naves sem precisar mandar ninguém para o espaço. Mas mesmo assim os astronautas da Gemini 10 passaram um bom tempo na Anomalia Magnética do Atlântico Sul (SAMA, na sigla inglesa).

    “Além disso, eles teriam ficado semanas nesses ambientes, dentro e fora do cinturão. Com certeza a região fora dos cinturões não é mais segura do que na ponte dentro-fora dos mesmos…”

    Semanas? O lançamento se deu no dia 16 de julho, o pouso na Lua em 20 de julho, o pouso em Terra em 24 de julho. 8 dias no espaço. E não é “com certeza”, estamos falando de um ambiente para o qual podemos mandar sondas e medir os níveis de radiação, como de fato foi feito. É certo que há muita radiação no espaço, mas o problema é “quanta radiação os astronautas foram submetidos?” Lembra quando falei em “dados quantitativos?” Falar que a radiação é mortal é meia-verdade: a radiação é mortal, se você for exposto à dose letal da mesma, senão você vai ter danos, pode vir a desenvolver câncer, mas não vai morrer de envenenamento radioativo.

    Thumb up 16
  61. César,
    Bom, o q eu ouvi dizer é que quando os russos tentaram sair da proteção dos cinturões, ganharam astronautas fritos. Por isso eles nunca acreditaram na ida até à Lua.

    Eu tb não entendo nada, entretanto vc tem q concordar com uma coisa: desde as missões Apolo, ninguém mais foi além dos cinturões prá saber o q acontece.

    Se a questão é justamente a validade dessas viagens, então vc tem q concordar q temos poucas evidências confiáveis de que é seguro.

    Além disso, eles teriam ficado semanas nesses ambientes, dentro e fora do cinturão. Com certeza a região fora dos cinturões não é mais segura do que na ponte dentro-fora dos mesmos…

    Thumb up 2
  62. Bom, Glauco, eu não sou especialista em radiação. O Van Allen, descobridor dos cinturões, entende alguma coisa, e disse que é seguro passar pelos cinturões, desde que a passagem dure pouco tempo, como foi o caso dos astronautas. Você fala em raio-X, mas a pergunta é: quanto raio-X? Qual a dose? Uma partícula emite radiação suficiente para matar alguém? Um milhão de partículas? Um trilhão? Quantas? E em quanto tempo você tem a dose letal?

    A tua física não está errada, até onde eu sei, mas estão faltando DADOS QUANTITATIVOS. Quem fala que o Cinturão de Van Allen seria fatal fala só que tem radiação, como se a radiação fosse uma “bala mágica”, você sendo atingido pela radiação, tá morto. Mas não é assim.

    Por exemplo, em http://www.xmission.com/~jwindley/envrad.html eles falam que o principal componente e mais perigoso são os prótons de alta-energia, e que é relativamente fácil se proteger deles. O que foi feito foi passar pela região em que o cinturão é mais tênue e passar rapidamente, com isto os astronautas foram sujeitos a radiação, sim, mas não receberam uma dose letal.

    O artigo também fala do tal de “Bremsstrahlung”, que seria causado pelo uso de metais pesados na proteção dos astronautas, e que para proteger eles de prótons de alta energia o mais apropriado é polietilieno e outros materiais disponíveis aos engenheiros das Apollo, e que para as partes em que fosse necessário algum metal, seria mais apropriado usar alumínio e outros metais com número atômico mais baixo, para evitar o tal do “Bremsstrahlung”. Cobrir a nave com chumbo seria a pior coisa a fazer…

    Thumb up 14
  63. Prá mim a questão oitava nunca foi bem explicada. O cinturão não é tão pequeno assim, além do que ele varia de formato o tempo todo, não é extático

    Além disso, saindo do cinturão vc tem todo um zoológico de partículas relativísticas zunindo ao seu redor. Bateu em metal, virou raio-x. E metal tem em todo lugar nas naves.

    Thumb up 1
  64. Prá mim a questão oitava nunca foi bem explicada. O cinturão não é tão pequeno assim, além do que ele varia de formato o tempo todo, como uma bolha gigante.

    Além disso, saindo do cinturão vc tem todo um zoológico de partículas relativísticas zunindo ao seu redor. Bateu em metal, virou raio-x.

    Se fosse tão fácil assim passar pelo cinturão de Van Allen ou se a gente tivesse equipamento prá isso, as agências já teriam enviado missões tripuladas até além da baixa órbita para experiências científicas.

    Se em baixa órbita já desenvolvemos tecnologia prá satélites e pro Teflon, imagine os produtos que desenvolveríamos em regiões de altíssima concentração energética.

    Thumb up 1
  65. Prá mim a questão oitava nunca foi bem explicada. O cinturão não é tão pequeno assim, além do que ele varia de formato o tempo todo, como uma bolha gigante.

    Além disso, saindo do cinturão vc tem todo um zodíaco de partículas relativísticas zunindo ao seu redor.

    Se fosse tão fácil assim passar pelo cinturão de Van Allen ou se a gente tivesse equipamento prá isso, a NASA ou qq outra agência já teria enviado missões tripuladas até além da baixa órbita para experiências científicas.

    Se em baixa órbita já desenvolvemos tecnologia prá satélites e pro Teflon (ha!), imagine o que teríamos em regiões de altíssima concentração energética!!

    Thumb up 1
  66. mais tu é chato D+ hein! comente o que quiser do tamanho q quiser só dei minha opnião, o espaço p/comentarios é par isso tambem.

    Thumb up 1
  67. Sabe que tu tem razão, Kati. Mas aí tem um dilema, para o comentário ser útil, ou ser uma resposta a outro comentário, às vezes ele tem que ser um pouco mais comprido. Então, ou o comentário é curto e inútil (e teria sido melhor não escrever), ou então é comprido e útil (e ninguém lê, então era melhor não ter escrito). Conclusão: fecha os comentários…

    Thumb up 11
  68. Andresson

    Você está sendo completamente ilógico. O que tem a ver os soldados voltando em pedaços da Guerra do Iraque, com o homem pisar na Lua em 1969? Absolutamente nada. E você não está estabelecendo a credibilidade das missões lunares, apenas a mentira sobre os motivos para a invasão do Iraque. Uma coisa não tem a mínima relação com a outra, por isto é irrelevante, e a relevância não muda se você amontoar os cadáveres dos iraquianos e dos soldados americanos na frente da NASA. Aliás, isto demonstra um fato simples: você não tem uma única evidência de fraude, por isto fica se agarrando a este discurso ilógico e prolongando uma discussão infrutífera.

    Na Espanha eram duas estações, a Estacion Espacial de Robledo de Chavela e a Base de Fresnedillas de la Oliva. As duas eram operadas por cientistas, engenheiros e técnicos espanhóis, além do pessoal de ligação da NASA.

    Quanto aos negativos das fotos dos meus filhos, eu não sou um pai desnaturado não, como você está insinuando. Só que para mim os meus filhos são mais importantes que os negativos das fotos.

    Finalmente, Andressen, você até agora não apresentou uma única evidência de fraude. Ficou insinuando que eu acredito cegamente no governo americano (o que é uma mentira), que o governo americano mente sempre (o que é outra mentira – ou será que eles estavam mentindo quando admitiram que não haviam armas de destruição em massa no Iraque?), puxou assuntos que não tem nada a ver com as missões Apollo, e por aí vai. O que ficou claro e evidente é que não há uma única evidência de fraude, por mínima que seja. O que nos coloca em frente a um paradoxo, se a gente partir do princípio que foi uma fraude: como é que um governo que não conseguiu esconder o escândalo da Bahia dos Porcos, o caso do Irã-Contras, Watergate, o falso motivo da Guerra do Iraque, e até hoje não conseguiu ser desmascarado no caso da fraude da ida do homem à Lua? A conclusão lógica e inescapável é que, mesmo desconsiderando as toneladas de provas de que o homem foi à Lua, a história toda tem que ser verdade: ninguém consegue manter uma fraude destas por 42 anos, e se considerarmos as evidências das missões, começando pelas missões Gemini e Mercury, que visavam desenvolver e testar equipamento e know-how, além das missões Ranger e Surveyor, que investigaram o ambiente lunar para encontrar local para pouso e conhecer as condições da região (além de outras pesquisas científicas), considerando todas as missões Apollo que precederam a Apollo 11, e mais as missões que a sucederam (seis missões após a Apollo 11, das quais só uma não conseguiu pousar na Lua), e mais as informações científicas obtidas pelas missões Ranger, Surveyor, e Apollo, a única conclusão lógica e inescapável é que foi tudo real.

    Mas você não é obrigado a aceitar os fatos.

    Thumb up 17
  69. Bom…tenho que admitir que quando mais jovem, eu acreditava totalmente que o homem havia pousado na Lua, e achava absurdo quando alguém negava isso, parecia-me coisa de ignorantes.

    Mas…à medida que fui amadurecendo, e aprendendo o QUANTO os governos MENTEM, fui ficando menos crédulo…e hoje, acho MUITO ESQUISITO que após 40 ANOS, misteriosamente, não tenhamos voltado lá, não tenhamos enviado nem mesmo uma sonda robótica para lá (quero dizer, para o mesmo local dos pousos originais), e não tenhamos mais a tecnologia que supostamente levou o homem à Lua. O que vemos, com todos os computadores e materiais modernos, é a imensa dificuldade em realizar meros vôos orbitais com os velhos Space Shuttle, a imensa dificuldade em montar uma pequena estação espacial.

    Como os astronautas das missões Apolo, teriam sobrevivido às radiações, ao vento solar? Como, se hoje em dia, é preciso blindagens pesadas, em naves que nem chegam a sair do campo magnético terrestre, que serve-lhes de proteção?

    E quanto a essa foto da LRO, é para rir? Eu faço melhor que isso com o Photoshop aqui em casa…

    Mais suspeita ainda, suspeitíssima, foi a alegação da Nasa que os filmes originais foram perdidos…

    Não. A verdade, é que quanto mais a tecnologia de manipulação de imagens, de filmes, de efeitos especiais evolui, mais distantes ficamos de poder afirmar algo como verdade. Realmente, sem negar em caráter absoluto, mas a suposta “conquista da Lua” cada vez mais, me parece uma grande jogada de marketing do governo norte-americano.

    É pena, realmente gostaria que houvesse PROVAS INCONTESTÁVEIS, mas como já disse quanto mais conheço o governo norte-americano, menos credibilidade lhe concedo.

    O próprio “ataque terrorista” de 2001, apresenta indícios estranhíssimos…parece muito com o incêndio do Reichstag…quem quiser que pesquise na internet a respeito.

    Thumb up 12
  70. caro Cesar

    “As ações recentes do governo americano são completamente irrelevantes para determinar a veracidade ou confiabilidade das informações sobre as missões Apollo. Se você quer uma discussão séria, tem que parar de trazer assuntos irrelevantes.”

    Se eu trouxe para a discussão umas das maiores mentiras contada por um governo, isso serve para determinar a confiabilidade desse mesmo governo, se tal informação é irrelevante, então eu não sei mais nada, ou vai querer que se acredite cegamente em um mentiroso(governo americano). E como eu já falei, irrelevante para vc, porque para os milhares de morto, esse fato foi de extrema relevância, principalmente para os soldados americanos que voltaram para casa literalmente em pedaços.

    Quanto à outra base de comunicação, como vc na quis compartilhar o nome com nossos colegas aqui na discussão, a base é a de fresnedillas que fica na Espanha, não precisa eu dizer que construiu e operava os equipamentos?

    Quantos aos negativos, sem ofender sua descendência, que para qualquer homem é a coisa mais importante do mundo, não compare as situações, ate pq diferente de vc, eu tenho centenas de fotos aqui em casa, e nos sempre guardamos os negativos por achar isso de extrema importância para meus filhos e no futuro meus netos, tanto que graças a isso nos podemos digitalizar os negativos, obtendo fotos de 50 anos atrás com ótima qualidade, já que é muito mais fácil preserva os negativos do que as fotos nos álbuns, eu tenho 34 anos, e aqui em casa tenho negativos de fotos quando meu pai era adolescente.

    Não venha comparar a importância dos negativos da missão Apollo com os negativos das fotos dos seus filhos ou as dos meus pais, pois elas só são de extrema importância para nos, e não para toda a humanidade, e se tais negativos existem, pq a NASA nunca divulgou nem mesmos imagens dos negativos.

    Também tem uma coisa Cesar, quanto à veracidade das fotos dos seus filhos, apesar de não conhecer vc pessoalmente, acho que vc não é um mentiroso? E se vc me diz que bateu as fotos dos seus filhos mesmo não tendo os negativos, eu acredito. Agora não me peça para acreditar da mesma forma no governo americano ou na NASA, que infelizmente eu não vou acreditar, e eu acho que qualquer um tem motivo para isso.

    E pra encerrar por hoje, por gostar muito de fotografia, umas das saudades que tenho quando bato fotos com as maquinas digitais, é você não ter os negativos como prova física de um momento que nunca mais vai se repetir. Temos que nos contentar com os benditos arquivos digitais.
    Mas não sou tão saudoso quanto meu pai, que guando vai a algum evento importante, junto com as fotos digitais, ele ainda anda com uma maquina com filme.

    Um abraço

    Thumb up 4
  71. Andresson

    As ações recentes do governo americano são completamente irrelevantes para determinar a veracidade ou confiabilidade das informações sobre as missões Apollo. Se você quer uma discussão séria, tem que parar de trazer assuntos irrelevantes. O pessoal que operava Honeysuckle era australiano: técnicos, engenheiros e cientistas. Ter alguém da NASA em algum cargo de direção não faz com que surjam transmissões impossíveis, nem faz desaparecer transmissões que não deveriam estar lá.

    Sobre os pontos de comunicação na Terra, você realmente não sabe nada. Vou dar mais uma pista, o terceiro ponto de observação fica na Europa. Desta forma, sempre havia um ponto de recepção para as comunicações da Apollo, qualquer que fosse a face do planeta que estivesse visível para as Apollo.

    Finalmente, os negativos não são material de exposição. E eu ainda não vejo a relevância dos negativos. Está querendo dizer que eles não existem e por isto as fotos são falsas? Isto é outra irrelevância – eu tenho em casa toneladas de fotos que fiz dos meus filhos, mas não tenho mais os negativos. As fotos agora são falsas? Sinceridade…

    Thumb up 16
  72. Como foi dito, os observatórios ou foram construídos pelos americanos no caso de honeysuckle creek ou estava ocupado pela NASA no caso de parkes.

    Todos os homens que operavam ou tomavam as decisões eram homens da NASA, como Charles Goodman(americano) Gerente de comunicação da NASA, Robert Taylor (americanos – Texas) .

    Em entrevista da época Ton Reid um engenheiro Australiano, diretor do observatório, fala da operação, fica claro que apesar de um australiano ser o diretor do observatório, todos as operações técnicas ficam a cargo de engenheiros da NASA, como Goodman, ou vc acha mesmo que a NASA ia confiar a pessoas que não pertenciam a NASA as transmissões de sua ultra-operação que na época era classificado como segurança nacional, ainda mais ela pagando para construir o telescópio de honeysuckle creek. Na entrevista fica claro que a maioria dos operadores eram americanos, mas que possuía australianos também.

    Segue o link de entrevista:

    http://www.honeysucklecreek.net/Apollo_11/TV_from_Moon.html

    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.abc.net.au/stateline/act/content/2004/s1161611.htm&ei=4BlMTe7QGIP88AaBy82lDg&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=2&ved=0CCUQ7gEwAQ&prev=/search%3Fq%3DCharles%2BGoodman%2Bnasa%26hl%3Dpt-BR%26sa%3DX%26biw%3D1024%26bih%3D563%26prmd%3Divnso

    segue link para demonstrar que todas as operações eram executadas por homens da nasa.

    http://www.parkes.atnf.csiro.au/news_events/apollo11/parkes_comms.html

    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.parkes.atnf.csiro.au/news_events/apollo11/parkes_comms.html&ei=8CxMTZ2QF4OB8ga2zMy9Dg&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=1&ved=0CCAQ7gEwAA&prev=/search%3Fq%3DElmer%2BFredd%2Bnasa%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1024%26bih%3D563%26prmd%3Divnso

    Enquanto a outra base, a NASA sempre menciona as três citadas, as que foram principais conforme informações da própria NASA, se vc quiser compartilhar o nome da outra que vc sabe fique a vontade.

    http://history.nasa.gov/alsj/a11/a11WhiteSpots.html

    Quanto a importância dos negativos, mostrando os negativos, a NASA demonstraria que ela possui para todos os negativos que suportaram as grande variações de temperatura, ate pq como já foi dito, ela não mostra um único negativo das mais de 14.000 mil fotos que ela tirou.

    Quanto a citar as mentiras que os Estados Unidos contaram para o mundo inteiro sobre as armas de destruição em massa que o Iraque possuía, e que foi motivo para a invasão do Iraque, demonstra como um governo pode ser asqueroso, pergunte para os pais e parentes dos soldados americanos que morreram na guerra do Iraque se a mentira para fazer a guerra não faz nenhuma diferença. Agora se os estados unidos mentiram em relação ao pouso na lua, isso é mínimo perto de entrar numa guerra baseadas em mentiras apresentadas perante a ONU e seu congresso nacional. Guerra essa que já matou mais de 4000 soldados americanos e feriu mais de 30.000 soldados, sem contar com os iraquianos mortos, se um país é capaz de mentir para começar uma guerra por objetivos comerciais, meu irmão esse país(governo) não tem mínima credibilidade, claro isso na minha opinião.

    Retirado da wikipwdia.

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_do_Iraque

    “A justificação original para a guerra do Iraque era o programa de desenvolvimento de armas de destruição maciça pelo Iraque e a alegada colaboração de Saddam Hussein com a Al-Qaeda. No entanto, as informações em que se basearam estas duas justificações foram criticadas e largamente desacreditadas após a invasão, sendo que a administração Bush foi acusada de falsear informações dos serviços secretos.”

    “Em Outubro de 2002, poucos dias antes da votação no senado norte-americano sobre a Resolução Conjunta para autorizar o uso das Forças Armadas Norte-americanas contra o Iraque, foi dito a cerca de 75 senadores que Saddam Hussein tinha os meios de atacar a costa oriental dos EUA com armas biológicas ou químicas através de aviões não pilotados.[18] Colin Powell sugeriu ainda na sua apresentação de informações ao Conselho de Segurança que estes estavam prontos a ser lançados contra os EUA. Nessa altura havia uma disputa vigorosa entre os serviços secretos sobre se as conclusões da CIA sobre os aviões não pilotados eram corretas. A Força Aérea dos Estados Unidos, a agência mais familiarizada com estes aparelhos, o Núcleo de Informações e Investigação do Departamento de Estado e a Agência de Informações de Defesa negaram que o Iraque possuísse alguma capacidade ofensiva deste tipo, dizendo que os poucos aviões não tripulados que o Iraque possuía estavam desenhados e destinavam-se apenas a vigilância.

    Depois vá no link : ATENÇÃO O LINK CONTEM FOTOS DE SOLDADOS MORTOS DE FORMA BRUTAL NO IRAQUE, SE VC É MENOR DE 18 ANOS NÃO ENTRE.

    http://lethalline.blogspot.com/2009/09/soldados-americanos-mortos-no-iraque.html

    Para essas pessoas uma mentira contada pelo seu próprio governo, tal mentira fez grande diferença.

    E se eu fosse vc caro amigo, eu não colocaria tanta fé em todas as informações repassadas por um governo desses.

    Thumb up 6
    • Você é teimoso. Aprenda com o César e saiba que as missões lunares foram verídicas.

      Thumb up 12
  73. Você afirmou que as estações de rastreamento estavam sob o controle dos americanos e que não havia nenhum tipo de cooperação.

    A estação Goldstone realmente pertence ao governo americano, mas a estação Honeysuckle Creek e a estação Parks não estavam em solo americano.

    Honeysuckle foi construída pelo governo australiano entre 02/1965 e 12/1966. Apesar de todo o equipamento vir dos EEUU, ela foi tocada por pessoal selecionado na Austrália mesmo. Havia um acordo de cooperação entre os governos americano e australiano. E quem então era dono da estação de rastreamento? O governo australiano. e o diretor da Honeysuckle quem era durante os dias da Apollo 11? Tom Reid, um engenheiro australiano.

    E o observatório Parkes? Um observatório construído pelo governo australiano.

    Você afirmou textualmente que “Todos os observatórios que receberam os sinais da Apollo, apesar de estar em território estrangeiro, eram de acesso exclusivo americano, não havia parceria cientifica, mesmo com o intuito de demonstrar veracidade dos fatos.” Isto é verdade ou é mentira? Mentira. Eles não eram de acesso exclusivo americano, e havia parceria entre o governo americano e o australiano, no caso de Honeysuckle.

    Deixo como exercício você mostrar que o outro observatório em solo estrangeiro que a NASA usou (dica: não fica na Austrália) era “de acesso exclusivo americano”, e que “não havia parceria científica, mesmo com o intuito de demonstrar veracidade dos fatos”. No caso de Honeysuckle Creek e no do Parkes acho que está mais que provado que a afirmação é falsa.

    Thumb up 3
  74. Caro Cesar

    Não sei se serve como prova:

    Honeysuckle Creek foi estação da NASA de rastreio perto de Canberra , Austrália , que desempenhou um papel importante no apoio do Projeto Apollo . A estação foi aberta em 1967 e encerrada em 1981.

    Segue o link original e traduzido.

    http://en.wikipedia.org/wiki/Honeysuckle_Creek_Tracking_Station

    O link já estar traduzido para facilitar.

    http://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://en.wikipedia.org/wiki/Honeysuckle_Creek_Tracking_Station&ei=nQlLTcmsAoH88AbdxNm6Dg&sa=X&oi=translate&ct=result&resnum=2&ved=0CCsQ7gEwAQ&prev=/search%3Fq%3DHoneysuckle%2BCreek%26hl%3Dpt-BR%26biw%3D1024%26bih%3D563%26prmd%3Divnsm

    site oficial da estação Honeysuckle creek onde ele mencionam o seu uso exclusivo no projeto Apollo pelo governo americano.

    http://www.honeysucklecreek.net/

    ISSO MOSTRA CLARAMENTE QUE OS LOCAIS DE OBSERVAÇÃO QUE CAPTARAM O SINAL DO PROJETO APOLLO, APESAR DE ESTAREM EM SOLO ESTRANGEIRO, ERAM CONTROLADOS PELO GOVERNO E ERAM DA NASA.

    Se a informação estiver errada, envie uma mensagem para Wikipédia e diversos site na internet que essa estação de observação não estava sobe o comando dos americanos durante o projeto Apollo. Inclusive ao site oficial da estação.

    Todas a informações que eu coloco aqui, são examinadas por mim e analisada , não sou doido de colocar informações irreais só para beneficiar os argumento de outros ou pior, os meus próprios, ENTÃO QUE FIQUE BEM CLARO QUE EU NÃO SOU MENTIROSO.

    Como eu falei anteriormente antes de ser desrespeitoso com alguém, pense melhor pq não acho que isso seja necessário, mesmo não estando conversando pessoalmente, acho que respeito é bom, pegue leve amigo.

    Thumb up 0
  75. Nos nunca vimos as pessoas desconfiando dos soviéticos, porque não foram eles que disseram que enviaram vários homens com maquinas fotográficas para a lua, e mesmo apresentando 14.000 fotos, nunca apresentaram nenhum negativo de tais fotos.

    Thumb up 0
  76. Todos os observatórios que receberam os sinais da Apollo, apesar de estar em território estrangeiro, eram de acesso exclusivo americano, não havia parceria cientifica, mesmo com o intuito de demonstrar veracidade dos fatos.

    Isto é simplesmente uma mentira.

    Durante a EVA (“atividade extra-veicular”) da Apollo 11, as transmissões foram recebidas por três observatórios: Goldstone (GDS) na Califórnia; Parkes (PKS) na região central de New South Wales, Austrália, e Honeysuckle Creek (HSK), próximo a Canberra, também na Austrália. Dizer que os observatórios de Parkes e Honeysuckle Creek “eram de acesso exclusivo dos americanos” é mentira.

    Mas se você mostrar uma prova do que você está dizendo, eu mudo minha opinião.

    Thumb up 1
  77. Todos os observatórios que receberam os sinais da Apollo, apesar de estar em território estrangeiro, eram de acesso exclusivo americano, não havia parceria cientifica, mesmo com o intuito de demonstrar veracidade dos fatos. Tanto que os únicos que possuíam as imagens era a NASA, imagens essa que foram perdidas.

    Thumb up 0
  78. Andresson, o que é que os negativos tem? O que eles provariam? Que as fotos não foram alteradas? Não precisa dos negativos para isto, é só analisar as fotos. Que as fotos foram feitas na Lua? Mas que tipo de coisa ficaria registrada no negativo e que provaria que as fotos foram feitas na Lua? A única coisa que ficou nas máquinas fotográficas foi uma quantia mínima de poeira lunar, que um cara juntou com um pincel e vendeu por uma quantia exorbitante.

    Explica para mim por que você acha que os negativos são tão importantes.

    Thumb up 1
  79. Andresson, se você está desconfiado, tudo bem, mas é preciso uma linha coerente de argumentação.

    O que tem a ver o Skylab (que pelos teus números ficou 6 anos no espaço) a ver com a Apollo 11?

    Você investigou a história do Skylab, e sabe a razão do mesmo ter sido abandonado pela NASA, para cair no Oceano Pacífico e deserto da Austrália? É como dizer que as missões são uma fraude por que aconteceram durante o governo Nixon – uma coisa não tem nada a ver com a outra. E da mesma forma, ficar levantando aqui as suspeitas sobre a missão Apollo por causa da mentira do governo Bush sobre as razões para a invasão do Iraque – uma coisa não tem nada a ver com a outra. E uma não prova a outra. Provar que o governo Bush mentiu sobre as armas de destruição em massa no Iraque não prova que os pousos na Lua são falsos. Provar que parte do programa Apollo foi executada durante o governo Nixon, que foi envolvido em um escândalo político também não prova que os pousos na Lua são falsos. E trazer isto para a discussão não ajuda a esclarecer nada. Qual a relação entre uma coisa e outra? Apenas alguns agentes. Mas e aí, qual a relevância desta relação para o que está em discussão aqui? NENHUMA RELEVÂNCIA.

    Eu estou aberto a discutir, mas, por favor, venha com uma argumentação lógica e coerente, alguma coisa sólida. Estas suposições sem bases e estas insinuações não servem como argumento, pelo menos não para mim. E o pior é que não adianta responder a um argumento, mostrando por que ele está errado – a experiência comprova que o mesmo argumento será reapresentado novamente, como se fosse novidade ou se nunca tivesse sido refutado.

    Finalmente, eu nunca vi nenhum adepto da teoria da conspiração fazer alguma pesquisa. Por exemplo, as sondas soviéticas Luna (ou Lunik) também pousaram na Lua (hoje, 03/02/2011, é o aniversário de 45 anos do pouso da Lunik 9) e fizeram fotos e filmagens da paisagem lunar alguns anos antes das Apollo e mais ou menos ao mesmo tempo que as Ranger e as Surveyor. Eu nunca vi um conspiranóico comparar as fotos feitas na Lua por estas missões, para mostrar, por exemplo, que as missões Apollo foram feitas na Terra.

    Thumb up 1
  80. Cesar com todo respeito vc parece não querer discutir com ninguém, a toda hora vc chama que não concorda com o seu ponto de vista de ignorante. Uma pessoa não se torna ignorante, pq acredita em outra possibilidade, eu acredito em células tronco, acredito em satélites artificiais, acredito em telefonia móvel, mas Tb acredito que os estados unidos invadiram o Iraque mesmo esse não tendo a terríveis armas de destruição em massa, mesmo depois dos estados unidos terem acusando no conselho da ONU o Iraque de possuírem tais armas, invadido um país para tirar do poder um ditador que ele mesmo tinha colocado e apoiado, se vc acha que provas não são necessárias, pergunte isso a um iraquiano.

    E mesmo não tendo bola de cristal, quais as chances da NASA perder os negativos daqui a 30 anos, já que ela perdeu uma vez, as chances são muito grande, se é que eles existem.

    Vc falar que tais negativos não provam nada, se a NASA tivesse mostrado a qualquer momento tais negativos a qualquer órgão internacional quando as suposições de fraude começaram nos anos 80 , nos não estaríamos aqui tendo essa discussão nesse momento, então eu acho que tais negativos seriam e são indispensáveis sim, ate pq ela calaria de uma vez por toda qualquer opinião contraria.

    Pegue leve amigo, afinal de conta aqui é um espaço que todos podem apresentar suas opiniões, não é isso?

    Thumb up 0
  81. Mas como ignorantes que nos somos não importa que a NASA diga que negativos originais perdidos não tem a mínima importância para dar veracidade ao fato, qualquer pessoa tem que acreditar no que ela diz, porque a final de conta os estados unidos (NASA) como um país que respeita qualquer outro país democrático NÃO MENTE, já dizem nossos amigos iraquianos.

    E agradecemos também a TV CBS, se ela não tivesse gravado as imagens filmadas das TVs da NASA, hoje não teríamos imagens nenhuma desse feito esplendido para serem restauradas, viva a TV CBS.

    Thumb up 0
  82. Na época que os estados unidos colocaram o primeiro homem na lua, os soviéticos mandavam nos programa espacial, mas mesmo depois de ter colocado o homem na lua, os americanos não conseguiram manter o Skylab no céu, alguém lembra do skylab? Foi um laboratório espacial americano que foi lançada ao espaço em 14 de maio de 1973, a uma altitude de 435 km, e reentrou na atmosfera, destruindo-se prematuramente, em 1979. Bem diferente da estação espacial MIR dos soviéticos que foi enviada em partes para o local, de 19 de Fevereiro de 1986 a 1996. Originalmente concebida para se manter no espaço até 1991, ela continuou em funcionamento até 23 de Março de 2001.

    Mesmo estando atrás da corrida espacial os soviéticos colocaram em orbita uma estação espacial que ultrapassou sua vida útil em 10 anos.

    Thumb up 0
  83. reportagem folha

    http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u596323.shtml

    As fitas originais com as imagens da Apollo-11, primeira missão tripulada à Lua, perderam-se para sempre, afirmou a Nasa na quinta-feira (16).

    Em entrevista coletiva marcada para divulgar uma versão restaurada de imagens feitas a partir de uma transmissão televisiva, em 20 de julho de 1969, a agência espacial reconheceu que as fitas que registraram diretamente a alunissagem foram apagadas sem querer para que fossem reutilizadas.
    Nasa
    Trecho do vídeo restaurado a partir de cópias secundárias, divulgado ontem pela Nasa; fita original foi apagada, informou agência
    Trecho do vídeo restaurado a partir de cópias secundárias, divulgado ontem pela Nasa; fita original foi apagada, diz agência

    Ontem, no aniversário de 40 anos da partida de Michael Collins, Edwin “Buzz” Aldrin e Neil Armstrong para a Lua, a Nasa apresentou apenas alguns trechos da restauração. O trabalho completo será divulgado somente em setembro.

    Mesmo com melhorias, as imagens de segunda mão ainda têm manchas e com chuviscos. O trabalho está sendo feito em parceria com uma empresa de restauração de Hollywood. Uma pequena amostra dos vídeos pode ser vista no site da Nasa (www.nasa.gov).

    Esta foi a primeira vez que a agência espacial americana admitiu que não tem mais como recuperar as fitas originais. Em 2006, a Nasa reconhecera que havia perdido o material, mas afirmava ainda ter esperança de recuperá-lo.

    Foi só agora, em 2009, que Richard Nafzger, engenheiro da Nasa, descobriu onde elas foram parar: estavam em um estoque de 200 mil fitas que foram apagadas e reutilizadas nos anos 1970 e 1980 para economizar dinheiro.

    Essas fitas foram utilizadas para gravar missões posteriores ou até para registrar dados eletrônicos de satélites (telemetria). Ou seja, as imagens que impressionaram o mundo inteiro podem ter sido substituídas por código binário.

    Segundo Nafzger, havia pouco interesse sobre as fitas na época porque o objetivo maior do governo dos EUA para efeito de propaganda era a transmissão ao vivo.

    As cópias dos vídeos sobre as quais a nova restauração foi feita foram tiradas dos arquivos da rede de TV CBS e do acervo da própria Nasa: alguém havia apontado uma filmadora para as telas que exibiam as transmissões originais e guardado algumas das fitas.

    A Nasa acredita que as fitas originais poderiam conter dados digitais enviados da Lua. Eles poderiam se converter em imagens com definição muito melhor do pouso da Apollo-11 do que aquelas que foram transmitidas pela TV em 20 de julho de 1969, quando Armstrong e Aldrin se tornaram os primeiros humanos a pisar em um outro corpo celeste.

    A técnica utilizada pelas emissoras não era muito avançada: os câmeras eram posicionados perto de um telão gigante em Houston, na base de controle da Nasa, e retransmitiam o que estava passando.
    Nafzger diz que ainda podem existir outras cópias perdidas das transmissões originais de 1969 e que ele pretende continuar procurando.

    As imagens dos astronautas andando na superfície lunar e ficando a bandeira americana no chão foram vistas por 600 milhões de pessoas no mundo ao vivo, estima-se.

    A Lowry, empresa que está restaurando os vídeos, trabalha com a digitalização de antigos filmes hollywoodianos. Eles pretendem juntar arquivos de diferentes origens para fazer um novo vídeo do pouso.

    Questionado ontem, Nafzger diz não se preocupar com a ideia de que teorias conspiratórias de que o homem nunca chegou à Lua possam ganhar força com uma empresa de Hollywood reeditando as fitas.
    “A empresa está restaurando vídeo histórico. Não faz diferença de onde ela é”, disse.

    Nafzger participou, em 1969, da equipe que trabalhou para conseguir que as imagens da Lua chegassem em tempo real à Terra, a 386 mil quilômetros de distância. Foi um desafio tecnológico quase tão grande quanto o de mandar seres humanos para o satélite da Terra.

    Thumb up 0
  84. PQ daqui a 30 anos de tanto cuidado que ela tem para ninguém te acesso a eles, ela vai dizer que perdeu tb.

    Bom, não dá para discutir com quem tem bola de cristal…

    Thumb up 1
  85. Vai sonhando…

    Primeiro, só um ignorante completo em geologia e cristalografia pode afirmar que as rochas fornecidas pela curadoria poderiam não ser lunares, como a NASA afirma que são. Tudo bem, ninguém é obrigado a ser expert em geologia e cristalografia, mas se as amostras fossem falsas, por que fornecer 400 delas por ano, para cientistas do mundo inteiro? Se eu tivesse amostras falsas, eu não forneceria PARA NINGUÉM. Não tem como você pegar rochas da Terra e fazer elas parecerem lunares: a quantidade de isótopos é diferente, e também a quantidade de umidade, e mais um monte de outras propriedades. Ao mesmo tempo que as amostras são de minerais que se encontram na Terra, estes mesmos minerais apresentam as provas incontestáveis de terem se solidificado em um ambiente sem umidade livre, e de terem ficado expostos por milhões, senão bilhões de anos, à radiação cósmica, condições que você não encontra na Terra, e que não dá para simular sem deixar marcas claras da tentativa de fraude. Finalmente, são 400 amostras por ano, que são enviadas todos os anos para diferentes cientistas. Supondo que as amostras estejam disponível aos cientistas só nos últimos 35 anos (estou considerando um tempo de 7 anos para fazer a classificação das amostras, registro das mesmas, e o desenvolvimento do procedimento padrão para distribuição das amostras – não dá para colocar amostras em um envelope simples e mandar deste jeito pelo correio, elas seriam contaminadas no transporte, ou até mesmo perdidas), isto implica em 14.000 amostras já enviadas. E ninguém desconfiou que seriam amostras de rocha e solos terrestres? Conta outra… Mas ainda não é tudo. A corrida espacial científica estava a pleno vapor, e amostras foram enviadas imediatamente para cientistas que as estavam aguardando, e em poucos meses começaram a ser publicados os trabalhos científicos resultado da análise das mesmas. Ou seja, as amostras estavam disponíveis para os cientistas americanos logo depois do retorno da Apolo 11. E quando os soviéticos trouxeram as primeiras amostras deles (usando sondas não tripuladas), as amostras foram comparadas com as amostras das Apollo, e consideradas legítimas.

    Segundo, os negativos originais não provam nada. As fotos estão aí, e não apresentam sinais de manipulação exceto o esperado: revelação, ampliação, recortes para melhorar o enquadramento, e digitalização. O que o negativo acrescentaria? Nada. Tem mais é que proteger os negativos mesmos, são filmes com 40 anos de idade, em média, e tem que ser mantidos protegidos de variações de temperatura e umidade, além da exposição a produtos químicos. Quer cópias das fotos? Tem na internet.

    E tem outra coisa. Por que a NASA teria que “provar que é tudo verdadeiro”? Quem faz a acusação que prove que é falso. O ônus da prova cabe a quem faz a afirmação, quem afirma que é falso tem que mostrar suas provas. Cadê as provas de fraude? Não tem. Dizer que os negativos estão ocultos NÃO PROVA NADA.

    Repito aqui: NÃO HÁ NENHUMA PROVA DE FRAUDE. Os que afirmam que houve uma fraude, o fazem baseados na própria ignorância (como os que dizem que não haviam fotos coloridas em 1969, ou que não há gravidade na Lua, e outras besteiras tão grandes como esta) ou malícia (como o Bart Sibrel, que mente, distorce, e faz edição de vídeo para fazer parecer que tem provas de fraude).

    Thumb up 1
  86. Quando é que a NASA vai fornecer os negativos originais que ela diz não ter perdido para os outros países fazerem copias? PQ daqui a 30 anos de tanto cuidado que ela tem para ninguém te acesso a eles, ela vai dizer que perdeu tb.

    Uma coisa é curiosa, ela tem rochas, ela tem espelhos, mas foi só em 2006, depois de 37 anos que ela resolveu copia os filmes para o formato digital, antes disso a ninguém pensou em fazer copias dos negativos originais por medida de segurança, mesmo tendo as pessoas mais inteligentes trabalhando para a NASA, isso não é curioso? demonstrando como eles são cuidadosos.

    Thumb up 0
  87. A nasa nunca forneceu negativo, ela sempre apresenta as fotos impressas já reveladas, as mesma que foram digitalizadas e estão disponíveis para o publico, ela nunca forneceu nenhum negativo, tanto de foto como de filme, a única prova física que ela fornece aos outros países e estudiosos são rochas, que como eu falei, muitas poderiam se recolhidas na própria terra. O laboratório que faz a medição estar sobre o controle da NASA. tanto que vc pode procurar em qualquer lugar que você nunca ouviu tal noticia,

    “NASA encerra especulações de fraude das missões Apollo, fornecendo os negativos originais para peritos e entidades convidadas de vários países do mundo , provando de vez que as viagens aconteceram e que as fotos e filmes apresentados por elas nos últimos 30 anos são verdadeiras”,

    veja bem, eu não estou falando de apresentar ou postar no seu site as fotos, estou falando de apresentar os negativos ORIGINAIS DE FIMES OU FOTOS , procure essa noticia para mim Cesar e poste o endereço aqui para todos nos podermos acessar.

    Como já falei em mensagens anteriores, não sou radical em dizer que parte do projeto aconteceu. O homem pode ter ate indo a lua, agora quanto ao pouso e as caminhadas e principalmente o primeiro passo do homem em solo lunar, pelas varias falhas da NASA em apresentar os originais desses acontecimentos eu fico no mínimo com muita reserva.

    COMO JÁ FALEI ANTERIOMENTE A NASA NÃO FORNECE NEGATIVOS ORIGINAIS PARA NENHUMA ENTIDADE, NEM MESMO PARA ENTIDADES AMERICANAS por falar que eles são preciosidades, preciosidades que eles mesmo perdem.

    Thumb up 0
  88. 1. É mentira que não existem negativos de fotos, nem de outras coisas. Os únicos filmes que foram perdidos são os do pouso da Apolo 11, mas as outras missões, tanto as que precederam a Apolo 11, quanto as outras, estão guardados. E podem ser consultados em http://www.apolloarchive.com/

    2. É mentira que só a NASA saiba a localização dos espelhos na Lua. Dois dos espelhos são soviéticos, e os outros três são da NASA. E a posição deles é de conhecimento público, ou seja, é mentira que os americanos não revelam para ninguém a posição dos espelhos. Na página http://physics.ucsd.edu/~tmurphy/apollo/lrrr.html da UCSD tem a posição dos espelhos. Se você quer posições mais precisas, basta procurar pela latitude/longitude das missões Apollo 11, Apollo 14 e Apollo 15, além das soviéticas Luna 17 e Luna 21 (um destes foi reencontrado no meio do ano passado). Ou então manda um email para o autor da seguinte página: http://physics.ucsd.edu/~tmurphy/apollo/apollo.html

    3. É mentira que todos os filmes e negativos foram perdidos. É verdade que existem cópias, e é verdade que estas cópias estão à disposição do público. Você pode ver fotos, filmes, e ouvir as gravações de áudio em http://www.apolloarchive.com/

    A pergunta é quem inventou tantas mentiras, e com que objetivo.

    A propósito, tem uma página na Wikipedia relacionando as provas independentes (ou seja, não fornecidas pela NASA ou pelo governo americano) das missões Apollo: http://en.wikipedia.org/wiki/Third-party_evidence_for_Apollo_Moon_landings

    Thumb up 1
  89. Na minha opinião, se tal filme existisse, sabendo como os americanos são, ela estaria em exposição do lado da declaração da independência deles, para mostrar para o mundo todo sua superioridade, eles levariam peritos do mundo todo para examinar tal filme, para confirmarem sua superioridade, mas perde tais provas, com esse erro , a famosa frase de Neil Armstrong não pode ser provada através de uma prova concreta, o filme original, e tal situação é bastante para mim ficar com vários pés atrás de tal proeza.

    Thumb up 1
  90. O mais engraçado é que depois de admitir que perdeu os negativos originais, que foram todos os 700 cassetes de dados das missões apollo, os porta voz da NASA disseram: “Fontes oficiais da agência espacial americana garantem não haver motivo para preocupações, uma vez que existem outras cópias das transmissões televisivas, embora de qualidade inferior, e registros de outro tipo das informações aí documentadas.”
    Isso mesmo, não há motivos para preocupação, nos temos as horríveis copias dos filmes e as copias das fotos, para que as originais, isso aconteceu em 2006, quando o movimento de contestação do pouso a lua ganhou força no mundo todo, e principalmente nos estados unidos, se tivesse os originais, bastaria mostrar para o mundo todo, que acabaria com essa duvida, mas como a nasa mesmo disse, para que serve os negativos?

    Thumb up 2
  91. Hoje uma das provas que o homem pisou na lua, são os espelhos que foram deixados na lua, daqui da terra se envia um raio para bater no espelho e tal raio voltar para a terra, tal procedimento é usado para saber a distância exata da terra para a lua, mas os únicos que sabem a localização dos espelhos são os americanos, e o laboratório que faz esse procedimento é também americanos, os espelhos só fazem isso, medir a distancia para a lua e também servem como prova que o homem pisou na lua, mas os americanos nunca revelaram a localização dos espelhos para nenhum outro país , apesar dos pedidos de vários órgãos científicos. Pq? Se outro país souber a distância exata da terra a lua vai ser um perigo a segurança nacional dos estados unidos?

    Thumb up 2
  92. Agora, todo mundo foi pego de calça na mão, todo mundo ficou de boca aberta, depois da transmissão do pouso na lua, todo mundo deu como certo, os soviéticos jogaram a toalha, os astronautas se tornaram heróis, as festa foi grande, o ego americano nunca foi tão grande como naquela época, e ninguém queria provas mais palpáveis, como negativos ou as filmagens originais, e quando poucos começaram a pedir tais provas, essas eram negadas com o argumento que tais negativos eram preciosidades da humanidade que deveriam ser preservados ou que eram confidenciais, hoje eles como já falamos não possuem tais negativos, pq foram perdidos, os negativos e filmes, que eram preciosidades da humanidade foram perdidas ou apagadas acidentalmente.

    Thumb up 2
  93. Existem na internet fotos de satélites espiões que batem foto de lugares e estações militares que dá pra ver pessoas em detalhes. Agora quanto ao sinal, o sinal só foi captado pela NASA, tanto que hoje as únicas imagens que temos são as fornecidas pela a NASA, imagens essas que ela mesma admitiu terem tirado de uma TV na nasa, uma câmera filmou a reprodução do sinal sendo assistida em uma TV, para depois serem transmitidas para o mundo, essa foi a desculpa para as imagens do primeiro passo do homem na lua serem de péssima qualidade, depois quando a Apollo retornasse seria possível retransmitir o vídeo sem interferência de sinal, já que o filme seria retirado de uma fita original, coisa que nunca aconteceu na época, e hoje nunca vai acontecer pq como a própria NASA admitiu, tais negativos, tanto dos vídeos como das fotos foram apagados ou perdidos, a NASA não possui nenhum negativo, de nenhuma das centenas de foto que foram batidas nas missões da Apollo, esse é um fato confirmado pela própria NASA, esse é um dos principais motivos que muitas pessoas duvidam do ocorrido, muitos americanos por sinal. Trouxeram vários quilos de pedras, mas não apresentaram um único negativo original de uma foto que poderia ser facilmente analisada por qualquer fotografo do mundo, mas em uma missão que custou milhões de dólares, eles trouxeram rochas, rochas essa que ate hoje são encontradas em varias partes do mundo. Mas não conseguiram trazer os negativos, trouxeram as maquinas e filmadoras, mas não trouxeram os negativos.

    Thumb up 2
  94. numa época onde satélites espiões tiram fotos de placa de carros de uma altitude de 320 km na orbita da terra,

    Sim, e estes mesmos satélites espiões estão mil vezes mais longe da Lua, quer usar eles para fotografar a Lua? A propósito, esta história de fotografar a placa de carro… sei não. Você acredita mesmo que a 320 km de distância dá para fotografar com detalhes um objeto de 40cm ou no máximo 50cm?

    O que o Cesar quer dizer é que não existe, fora da NASA, nenhuma confirmarção dos pousos das Apollos.

    Ao contrário, existem evidências independentes – e muitas. Primeiro, a transmissão do pouso na Lua foi recebida na Austrália, por um observatório australiano que então retransmitiu o sinal para Houston, onde foi feita a conversão do sinal para sinal de TV. Segundo, a NASA precisou de outros observatórios ao redor do mundo para receber e retransmitir o sinal das Apolos para Houston. Terceiro, o foguete saturno era grande o suficiente para ser visto e fotografado por astrônomos amadores pelo mundo todo, tanto quando estava em órbita da Terra quanto em viagem à Lua. O pouso foi monitorado por estações de rádio na Terra, inclusive observatórios doppler que, a partir da variação de frequência do sinal, conseguem apontar exatamente a velocidade da Apollo nos vários momentos da descida na Lua – inclusive quando Armstrong desligou o piloto automático e assumiu ele mesmo os manetes para controlar a descida da Apollo. E não é só isto. As amostras de solo e rochas lunares estão à disposição de cientistas do mundo inteiro – todo ano cerca de 400 amostras são enviadas para cientistas do mundo inteiro. E tem também os espelhos que foram deixados na Lua e que são usados por observatórios do mundo inteiro para medir a distância da Terra à Lua.

    Mas mesmo que só houvessem provas dadas pela NASA, basta examinar as mesmas. Não há um único indício de fraude. Nada. Podem examinar. Não há nada de anormal nas fotos (exceto o fato de não terem sido feitas na Terra), não tem nada de anormal nos vídeos, não tem nada de anormal em todo o conjunto da missão, projetos, especificações, controles, procedimentos, não há nada que levante suspeitas, pelo menos não para especialistas.

    Claro, tem um bando de malucos que acha que é tudo fraude, mas algum deles já se deteve a examinar seriamente as provas? Nenhum. E vem com os maiores absurdos (tem gente dizendo que na Lua não tem gravidade, ou que não tem luz, ou que não dá para conversar na Lua, e outros absurdos que são de tirar o fôlego). Como é que alguém que é tão burro é capaz de descobrir uma fraude feita pela NASA? Tem como?

    Finalmente, Alexandre, você confia no que você quiser. Pode ser em uma empresa de ônibus do Paraguai, na fada dos dentes ou no Papai Noel. É um problema teu este. Só não tenta ser mais esperto do que tu é, você vai quebrar a cara.

    Thumb up 1
  95. Pessoal

    O que o Cesar quer dizer é que não existe, fora da NASA, nenhuma confirmarção dos pousos das Apollos.

    Ou seja, quem quer acreditar na ida do homem tem que confiar totalmente na NASA,tem um empresa de onibus no Paraguay que se chama “NSA”, eu confio mais na última…

    Thumb up 1
  96. Como eu já falei antes, a nasa disse que essa será a melhor foto tirada da lua, do local que aconteceu as missões, numa época onde satélites espiões tiram fotos de placa de carros de uma altitude de 320 km na orbita da terra, onde ainda tem a nossa atmosfera para atrapalhar. E essa foi a melhor foto da sonda do local das missões, o curiosos e que de outros pontos da lua, a mesma sonda consegue fazer imagens com ótima definição e muito mais próximas, mas fazer o que?

    Thumb up 1
  97. Mussá, não é só a NASA. A ESA e a JAXA também mandaram sondas para fotografar a Lua. Mas eles não foram lá para tirar fotos dos locais de pouso, e sim para fazer um mapa topográfico da Lua. Mas existe uma competição que dá prêmios para qualquer particular ou estudante que mandar uma sonda para a Lua com um robozinho autônomo ou semi-autônomo, capaz de pousar na Lua e fazer fotos por lá. E tem um adicional no prêmio se conseguirem fotografar algum dos locais de pouso das Apollo.

    Sobre a conservação das pegadas, você está de brincadeira… Você sabe qual é a composição do regolito lunar, e qual o índice de dilatação térmica do mesmo, e qual o efeito da luz solar sobre o regolito?

    Thumb up 2
  98. Caro Cesar

    Acho que vocé não me entendeu. quando me referi oa tecnologia dos telescópios, foi somente para referencia que como um país que se diz tão desenvolvido e com tantos recursos tecnológicos especialmente na área da optica e astronomia, não foram capazes de tirar a uma distancia insignificante como a orbita da lua por uma sonda uma imagen nítida.
    e quanto a fotografia, é então mais grave do que parece ainda a bem pouco tempo haverem pegadas deixadas pelos astronautas há 27 anos atrás.
    Porque se analisar que a lua não é um corpo estático e sim dinamico, compreende-se que pelo simples facto da sua superfície receber o calor do sol e atingir temperaturas muito elevadas e depois se encontrar na sombra deste e atingir o oposto, temperaturas muito baixas, isso gera um movineto da sua crosta em termos de contração e de expansão significativos que geram vibraçõe, o que me leva a questionar seriamente sobre a possibilidade de 27 anos depois ainda se manterem reconhecíveis tais eventuais pegadas.
    estranho, muito estranho
    um abraço e bom-fim de semana

    Thumb up 1
  99. Pousando ou nao na lua, ainda nao me preocupo com isso. Quanto isso influenciar na minha vida eu corro atras pra saber se é verdade ou não.

    Valeu

    Thumb up 1
  100. Está de brincadeira, Mussá?

    Não deixei de observar que a fotografia apresentada por voz não tem nebhuma qualidade para se perceber se reais ou não os veículos e as pegadas indicadas.

    Obviamente você não prestou atenção nas fotos. A foto mostra trilhas, coisa que não deveria haver na Lua, e exatamente nos pontos em que pousaram as naves Apolo. As fotos tem resolução pobre, mas suficiente para se perceberem as tais trilhas.

    Mais estranho é indicarem na legenda que a foto é recente, mas ela conter a indicação de apolo 14.

    Segundo o seu raciocínio, qualquer foto das pirâmides do Egito, se tiver na legenda “Pirâmides do Egito”, são falsas, por que quando as pirâmides foram erguidas não existiam máquinas fotográficas….

    è ainda mais estranho que os EUA tenham em terra telescópios tão potentes capazes de observar galáxias a milhões de anos luz e aqui a nossa vizinha lua sejam tiradas fotos defocadas da sua superfície.

    Um telescópio com resolução suficiente para ver os objetos deixados na Lua precisaria ter 60km de diâmetro. Qual a diferença entre ver uma bandeira na Lua e ver uma galáxia? O tamanho angular. A bandeira é um objeto de 0,5m a uma distância de 384.400.000 m, enquanto uma galáxia é um objeto de 0,1 milhão de anos-luz de diâmetro a uma distância de no máximo 13.720 milhões de anos-luz. Se fizer as contas, vai ver que a galáxia tem um tamanho angular muito maior que a bandeira. Então, para ver uma bandeira na Lua você precisaria de um telescópio capaz de uma resolução muito maior.

    Mas os astrônomos não fazem telescópios de 60km de diâmetro. Eles simplesmente colocam telescópios menores na órbita da Lua. Foi o que fizeram chineses, japoneses, indianos, europeus e americanos. E daí saiu aquela foto que você reclamou da resolução.

    è emgraçado falarem em desaparecimento dos papeis Sarturno V, numa época em que ocorria a guerra fria, onde tudo o que tinha a ver com a NASA era tratado como segredo militar e de repente alguem guardou parte dos documentos no porão de casa. é simplesmente contraditório em relação a procedimentos de segurança.

    Você tem razão. Eu acreditava que os projetos do Saturn V tinham sido perdidos, mas segundo a Wikipedia, isto é uma lenda urbana, os projetos ainda estão preservados na forma de microfilmes.

    http://web.archive.org/web/20080718060004/http://www.space.com/news/spacehistory/saturn_five_000313.html

    Thumb up 1
  101. Companheiros
    Não deixei de observar que a fotografia apresentada por voz não tem nebhuma qualidade para se perceber se reais ou não os veículos e as pegadas indicadas.
    Mais estranho é indicarem na legenda que a foto é recente, mas ela conter a indicação de apolo 14.
    è ainda mais estranho que os EUA tenham em terra telescópios tão potentes capazes de observar galáxias a milhões de anos luz e aqui a nossa vizinha lua sejam tiradas fotos defocadas da sua superfície.
    è emgraçado falarem em desaparecimento dos papeis Sarturno V, numa época em que ocorria a guerra fria, onde tudo o que tinha a ver com a NASA era tratado como segredo militar e de repente alguem guardou parte dos documentos no porão de casa. é simplesmente contraditório em relação a procedimentos de segurança.
    Um abraço

    Thumb up 1
  102. Valeu Cesar, de fato não tinha conhecimento desta informação.

    Bom, com certeza, agora que estamos na era digital, onde podemos armazenar milhões de dados em poucos centímetros, não acontecerá mais isso

    Thumb up 0
  103. Rodrigo Paim, só uma correção: não há realmente tecnologia para ir à Lua. Para colocar uma cápsula a caminho da Lua, carregando astronautas, precisa de um foguete do porte do Saturn V, e desde que os americanos começaram a utilizar a tecnologia de ônibus espacial, o Saturn V foi abandonado. Por isto eles estão desenvolvendo o Órion, para suprir a falta que faz o Saturn V. Pode perguntar, mas e por que não colocam o Saturn V de novo em produção? Não dá. Os motivos são vários:

    1. os fornecedores de partes e peças originais não estão mais na ativa. Parte deles mudou de ramo, parte fechou as portas.

    2. os projetos do Saturn V não existem mais. Era tudo em papel e segundo um dos funcionários de uma empresa que tinha algumas cópias (eles eram fornecedores de algumas partes), era muito papel (casualmente este funcionário conseguiu salvar alguma coisa no porão).

    3. a tecnologia é defasada. Embora não usassem mais foguetes do porte do Saturn V, ainda assim foram desenvolvidos mísseis balísticos e foguetes durante todos os 40 anos que se passaram desde as missões Apollo.

    Então hoje os engenheiros da NASA estão praticamente recomeçando do zero. Não estão do zero por que muita gente que já estava aposentada concordou em voltar à ativa e compartilhar sua experiência com os engenheiros atuais da NASA.

    Thumb up 2
  104. Leo Schillkaper, acreditar não prova nada, numa discussão séria não podemos dizer o que de fato aconteceu baseado apenas na credulidade de cada um.

    O que se leva em conta são evidências, e as evidências apontam que as viagens aconteceram

    Ou 400 KG, milhares de homens e milhares de documentos de vídeo não significam nada ?

    Thumb up 2
  105. Como Cesar disse, não havia mais o orçamento ilimitado da Guerra Fria.

    Sem falar que não havia mais o que fazer na Lua, o próximo passo americano é uma base lunar, quando eles terão verba para isso ninguém sabe, já que virou moda os congressistas americanos diminuírem o orçamento da Nasa sempre que querem cortas gastos

    Sobre as fitas, eles não escolherem “opa, vamos gravar apenas em cima das missões Apolo”. Eles simplesmente foram reutilizando as fitas, já que não havia motivo para não o fazerem

    Os soviéticos faliram, a Nasa está mais preocupada com outras coisas, e os outros países não estão tão interessados na Lua

    Sacou por que depois de mais de meio século ninguém mais foi lá ?

    Não é falta de tecnologia, sim falta de dinheiro e interesse.

    Thumb up 2
  106. Não sou o Cezar, mas vou responder, ok?

    A exploração lunar começou com a missão Luna 2, que fez um pouso (ou seria uma queda) em 1959 (10 anos antes do primeiro homem na Lua). As missões Luna prosseguiram até 1976, ou seja, mais 4 anos depois da última missão Apollo a pousar na Lua (três das missões Luna retornaram amostras de solo lunar, num total de 400g, aproximadamente, contra os quase 400kg dos americanos, duas das missões Luna pousaram robozinhos, os Lunokhod, muito parecidos com os robôs que a NASA mandou para Marte). Mesmo o projeto Apollo contou com 6 pousos de sucesso e uma missão que fracassou em pousar na Lua (a Apollo 13).

    Fora isto, nos anos 2000 houveram missões da China, Índia e Japão para a Lua (principalmente orbitadores que fotografaram, mapearam a Lua e depois caíram sobre a mesma, em uma última tentativa de obter informações sobre o solo lunar). Por que só depois do ano 2000? Por que a exploração espacial é cara, e estes países só começaram a investir em exploração espacial há pouco tempo.

    Quanto à NASA, ela não tinha mais o orçamento ilimitado da Guerra Fria, e precisou fazer severos cortes a partir da década de 1970. E mesmo assim eles mandaram sondas para quase todos os planets do Sistema Solar (Marte foi o mais visitado), desenvolveu o Skylab, o Hubble, o ônibus espacial e a Estação Espacial Internacional, com todos os cortes de verba que sofreu. A Lua ficou em segundo plano.

    De qualquer forma, houveram algumas missões que passaram pela Lua, como a sonda Galileu, que passou pela Lua em 1989, fazendo fotos e examinando a Lua. a sonda japonesa Hiten passou por lá em 1990 (o orbitador), teve também a americana Clementine em 1994, e a também americana Lunar Prospector entre 1998 e 1999.

    Você acredita no que quiser, só que a verba para pousar na Lua foi gasta ao longo de 8 anos, durante a Guerra Fria. O período que se seguiu foi diferente, com severos cortes para programas científicos, principalmente os caros programas espaciais da NASA. Se você acha impossível eles não terem dinheiro para comprar fitas, pensa no seguinte, um administrador que só se preocupava com o fechamento do balanço no fim do mês perguntou um belo dia “por que comprar fitas se a gente tem um monte de fitas que estão juntando poeira nos armários da NASA”. Praticamente todas as missões produziram informação científica, então não importava qual a missão que seria jogada no esquecimento, e eles simplesmente foram pegando as fitas que ainda podiam ser utilizadas (até o equipamento que fazia a leitura e gravação das fitas foi caindo na obsolescência e sendo abandonado, os fabricantes abandonando o mercado ou parando de produzir peças para máquinas antigas, etc.) Não é um cenário impossível de acontecer, tanto que aconteceu, mas você acredita no que quiser – cada um sabe de si.

    O que eu sei é que estas insinuações e esta desconfiança não constituem prova de nada. Acha que as missões não aconteceram? Prove. As provas de que as missões aconteceram estão aí. Ou você acha que só existiam fitas? Vai em http://www.apolloarchive.com/ e você vai encontrar fotos e filmes, além de gravações de áudio, mas estas não são as únicas provas, apesar de irrefutáveis.

    Thumb up 2
  107. Caro Cezar,
    somente uma questão ainda não foi esclarecida, o porque depois de mais de 40 anos, não foi enviada nenhuma outra missão (não digo somente os EUA, mas outros Países), e que seria muito cômodo para os EUA dizer que esteve lá e não existe mais o que sondar no satélite, caso tenha esquecido, no governo Bush foi prometido outra missão até 2020, o que já foi extendida pela própria NASA para 2030, então a tecnologia dos anos 60 foi muito superior as de hoje, enviar várias missões em um período de 5 anos, sendo que hoje em dia demora mais de 20 anos para se ter possibilidades viáveis de se mandar uma missão até nosso satélite natural… bem estranho e, por falar em estranho foi o sumiço de todo material gravado original, pasmem, foi gravado por cima por economia de custos! isso mesmo, a NASA envia missões até a lua e não tem grana pra comprar fitas… acreditem no que quiser, eu acredito no programa espacial Soviético e ponto a NASA forjou a ida a lua para pular na frente da “corrida espacial” mas infelizmente erros e discrepâncias foram cometidas.

    Thumb up 2
  108. Cesar, respeito a sua opinião. É válida, mas discordo que seja uma dedução, não pode ser dedução, poder ser no máximo uma indução.(ver método dedutivo e indutivo).

    De fato, exite uma gravação, aparentemente legítima, dos inglesas observando a queda de Luna 15 e mais nada, isso não significada que Luna 15 observou a Apollo 11, e não dizem a nada a respeito de uma obervação do pouco da Apollo 11.

    Mas você há de concordar que não existe relatos de que a sonda Luna 15 monitorou a Apollo 11 em seu pouso ou qualquer outro momento.

    Thumb up 1
  109. Alexandre, é uma dedução bastante razoável. Diferente da hipótese de que tudo não passou de uma fraude filmada no deserto de Nevada. E por quê? Por que havia uma sonda soviética no espaço, mais precisamente orbitando a Lua, o tempo todo, desde que os americanos partiram da Terra. Eles deram 52 voltas em torno da Lua entre os dias 17 e 21 (praticamente 13 órbitas por dia), e realizaram duas manobras espaciais neste tempo. E eles também foram monitorados pelos ingleses na sua tentativa de pousar na Lua (seria um rover a mais na Lua, bem antes dos americanos colocarem o seu rover, com a Apolo 15).

    http://www.independent.co.uk/news/science/recording-tracks-russias-moon-gatecrash-attempt-1730851.html

    Thumb up 2
  110. Saiu com poucos dias de diferença (a Luna partiu no dia 13 de julho, a Apolo 11 partiu no dia 16 de julho), monitorou tanto o módulo de comando quanto as transmissões feitas da superfície lunar (a sonda ficou em órbita da Lua até o dia 21, depois que os astronautas americanos saíram de lá). Precisa de tradução? Os soviéticos acompanharam todas as transmissões feitas pela Apolo, tanto do Módulo de Comando quanto do Módulo Lunar. E não só de terra, mas também do próprio espaço, pela Luna 15.

    Thumb up 2
  111. Muito bem Cesar,

    E as informações sobre o tal “acompanhou meio de perto” a apollo 11. Não diz nada especificamente, nem tocam no assunto e nem diz que fazia parte da missão Luna 15.

    Thumb up 0
  112. Alexandre, a Luna (ou Lunik) 15 foi lançada em 13/Julho/1969. Foi a terceira tentativa soviética de trazer solo lunar para a Terra. Foi a primeira cooperação americana e soviética em missões espaciais (eles trocaram figurinhas para evitar o improvável evento de uma colisão no espaço) – http://en.wikipedia.org/wiki/Luna_15

    A primeira amostra de solo e rocha da Lua a chegar na Terra foi a trazida pelos astronautas da Apolo 11. O soviéticos conseguiram sua amostra com a Luna 16, em setembro de 1970 (pouco mais de um ano depois dos americanos terem recuperado a deles).

    Fotos e filmagens da superfície da Lua os americanos já tinham, das missões Ranger e Surveyor. As Surveyor inclusive fizeram análise do solo lunar, uma análise que derrubou de uma tacada só três teorias sobre a origem da Lua (da separação centrífuga, da captura e da co-formação), e deixou com única teoria provável a do impacto (com Theia).

    Sobre a Luna 2, ela NÃO POUSOU, mas caiu na Lua. Foi o primeiro objeto artificial a cair em outro mundo. O primeiro pouso controlado foi a Luna 9, em janeiro de 1966 (depois de várias tentativas fracassadas).

    Thumb up 1
  113. A informação que tenho não é essa, que uma sonda russa acomplhanhou “meio que de longe”…

    Pode precisar essa informação?

    A Russia também não abriu o bico quando o exército de Israel, aliado do EUA, destruiu o USA LIBERTY… em plena guerra fria.

    Há mais coisas escondidas que nem desconfiamos, o Wikileaks é um prova disto.

    Thumb up 0
  114. Alexandre, estamos falando de pouso tripulado. Você falou que os russos tinham chegado antes dos americanos na Lua, e todo mundo entendeu que você estava afirmando que uma tripulação russa pousou na Lua antes da Apollo 11.

    Os russos de fato detém vários “primeiro”: primeiro vôo orbital, primeiro pouso não-tripulado na Lua, primeira sonda em órbita de outro planeta, primeira sonda a pousar em outro planeta, primeiro satélite artificial. Mas em muitos casos, este “primeiro” foi feito “nas coxas”, com grande risco para o equipamento.

    De fato, a primeira amostra colhida de forma autônoma foi dos russos, mas os americanos já tinham pousado seus laboratórios Surveyor, já tinham pousado seus astronautas, e já tinham vários quilos de amostras de solo e rochas lunares. Uma coisa que pouca gente sabe é que mais ou menos ao mesmo tempo que os americanos viajavam à Lua em julho de 1969, uma sonda soviética os acompanhava, meio que de longe. A finalidade era pousar na Lua assim que os americanos saíssem de lá, coletar uma amostra de solo, e lançar-se novamente em direção à Terra, chegando aqui antes dos astronautas. Seria a primeira amostra de solo lunar a chegar na Terra. Mas a sonda deles foi perdida logo depois de receber o comando para pousar na Lua. Ou seja, ela ficou em órbita da Lua enquanto o Módulo de Comando orbitava a Lua, e o Módulo Lunar pousava, os astronautas faziam sua caminhada histórica, deixavam o espelho retrorefletor e outros experimentos, coletavam amostras de solo, e retornavam ao Módulo de Comando e então saíam da órbita lunar, em direção à Terra. Se fosse tudo uma fraude, os soviéticos saberiam IMEDIATAMENTE. E não ficariam de bico calado.

    Thumb up 1
  115. Rodrigo a Rússia também coletou rochas lunares:

    Luna 16
    recolheu amostras da Lua de forma automatizada 1970 (URSS)

    Sem precisar de cosmonautas….

    Thumb up 1
  116. Rodrigo

    Assim fica difícil né espertão.

    Os russos pousaram sim antes dos EUA na Lua, sem tripulação, evidentemente. Pois é muito arriscado com tripulação.

    Por favor, leia!

    “Luna 2 foi o primeiro objeto construído pelo homem a alcançar o solo lunar; ainda em 1959″

    Thumb up 0
  117. Como é ? Os Russos foram a lua ? Antes dos EUA ? hahaha você é muito engraçado

    Os Russos foram primeiro pro espaço e deram a primeira caminhada no espaço [ apesar dos americanos terem feito o mesmo pouco tempo depois, em condições melhores e demorando mais tempo ] mas os Russos nunca foram pra lua, pra fazer o que ? Os EUA chegaram primeiro, não havia o que fazer mais lá ….

    É rídiculo discutir se os americanos foram ou não, temos 400 kg de rocha lunar, disponível a todos so cientistas serios do mundo, até mesmo “rivais” da NASA , e não dá pra falsificar 400 kg de material lunar, muito menos trazer em sondas [ que na época nem se compara as de hoje ].

    Thumb up 1
  118. Alexandre, isto já virou religião acreditar que foi tudo uma fraude. Ou seja, NUNCA vai terminar isto, crenças irracionais, como a de que tudo foi uma fraude, ou que os soviéticos chegaram antes dos americanos, ou qualquer outra besteira do tipo, são irracionais na sua essência, e não podem ser desfeitas por argumentos racionais.

    A única forma de acabar com esta irracionalidade é colocar outra irracionalidade no lugar. Ou seja, pode dar “adeus ao cérebro” quem acha que o homem nunca foi à Lua.

    Thumb up 3
  119. Ir para a Lua não é problema, o russos fizeram isso bem antes dos EUA.

    Fotos das naves na Lua? Da Apollo? Então voltaram à pé para a Terra?

    Mas não fiquemos nervosos, logo saberemos se é possível ou não ir para a Lua, a China está prestes a tentar ir para lá, ficaremos na espectativa, se conseguirem, ponto para os EUA.

    Tomara que na próxima década possamos por um ponto final nessa história.

    Thumb up 1
  120. Alexandre, isto tudo é mentira, muito simplesmente. Onde está a reportagem não-autorizada? Em que Universo duas pessoas morrem de câncer (cancro?) em 15 dias? Qual o diretor da NASA que se demitiu? Quais os técnicos e pilotos de teste (que é uma profissão ultra-segura, ninguém morre nunca a trabalho) que morreram, quando e em que situação? Isto não aparece. Só estas baboseiras, que os tolos crêem. Por que ninguém matou o Bill Kaysing? E toda aquela tropa de aloprados nos EEUU que estão ficando ricos vendendo esta paranóia de conspiração? E por que os cientistas do mundo inteiro não denunciam a fraude? Afinal de contas, se tudo foi uma fraude, então não existem espelhos na Lua, e toda a ciẽncia feita com os dados das missões Apollo são falsas. Será que a NASA é mais poderosa que os soviéticos e os iluminatis e os maçons e os reptilianos juntos, somados e multiplicados pela população de Salt Lake City?

    Quanto a ter um monte de gente que acredita em alguma coisa, tem um monte de gente que acha que o mundo tem 8.000 anos. Ou seja, pesquisa de opinião não prova nada – maldita mania da Globo esta, de perguntar pasra as pessoas “você acha que é verdade” para depois anunciar que 67% dos que responderam a enquete acham que não é. E daí? Só por que a população de Tatuapé acha que não é verdade, a verdade passa a ser mentira? Só por que “tantos” pensam isto, significa que não podem estar enganados, ou simplesmente responderam sem nem entender direito a pergunta?

    Esquece os concursos de popularidade. Você não vai descobrir o que é verdade perguntando o que as pessoas “acham”. As pessoas dão um valor extremo às próprias opiniões, principalmente sobre assuntos que não entendem. E você parece não ser diferente…

    Thumb up 3
  121. “De fato, isso aconteceu. Gus Grissom, um dos astronautas mais credenciados e apontado como o comandante da missão Apollo 1, morre num “acidente”, poucos dias depois de ter dado uma conferência de imprensa não autorizada em 1967, relatando uma reunião de alto nível da NASA onde foi exposto o facto de que a NASA precisaria ainda de 10 anos até conseguir colocar um homem na Lua.

    Grissom também falou com um jornalista, numa entrevista privada. O jornalista e a sua esposa morreram, ambos de cancro, 15 dias depois. E várias outras pessoas ligadas à NASA morreram. Dois astronautas, pilotos de testes, suicidaram-se(?). O director geral da NASA demitiu-se na véspera da missão Apollo 11. Estas mortes serviram de aviso para qualquer um que quisesse pôr a boca no trombone.”

    POderia ter 1.000.000 de envolvidos, (com uns 80% pensando que era tudo verdade). Dúvido que alguem abriria o bico

    Thumb up 1
  122. A panoramica que postei é do site da nasa

    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a12/as12-47-6984-92.jpg

    Ou você está sugerindo que a Nasa fez montagens???

    Mas é óbvio que é a mesma foto e que a NASA faz fotomontagem. Ela só não esconde isto. E a fotomontagem continua sendo da Apolo 12…

    Por que então não se tem os vídeos da camera se desaclopando?

    Se você olhar o desenho do Módulo Lunar, vai ver que se houvesse uma filmagem da câmera sendo armada, aí sim seria algo muito estranho. Vai lá, pesquisa, mestre Alexandre, mostra que você é mais do que um crente na conspiração, mostra PROVAS. Aliás, eu nunca vi ninguém que acredita que foi tudo uma fraude apresentar PROVAS. E você não é diferente. Prova nenhuma, até agora…

    Acredito que as filmagens deveriam parecer muitos mais amadoras no que tange a movimentação e outras peculiaridades. Mas parece que não conseguiram tirar o viés cinematográfico da encenação.

    Você acredita até que foi uma fraude, apesar das provas, então o que você acredita ou deixa de acreditar não tem valor algum. Mostre PROVAS, e não “achismos”. As filmagens são perfeitamente compatíveis com a maneira que foram feitas: câmeras presas a tripés ou suportes de outro tipo. De qualquer forma, você não sabe, mas os astronautas treinaram intensamente todos os aspectos da missão, desde o pouso, a troca de uniforme, as coletas de amostras, e o uso de câmeras fotográficas e filmadoras. É assim que a NASA faz até hoje. Pensa que eles perguntaram para o Armstrong e o Aldrin “hei, vocês sabem usar uma máquina fotográfica, ok, beleza, então vamos agora treinar mais uma vez a coleta de amostras.”

    No link que você postou a bandeira continua teimando em projetar um sombra diferente

    Diferente do quê, Alexandre? Outra coisa que os conspiranóicos NÃO CONSEGUEM ENTENDER é que o terreno lunar é irregular. E as irregularidades provocam alterações nas sombras. Além, é claro, dos efeitos da PERSPECTIVA. O que é que tem de “estranho” na sombra da bandeira?

    Eu tenho argumentos pífios? Por que a Nasa esconde “detalhes” tão pífios?

    Se você acha que colocar tudo na Internet é esconder, então você não tem só argumentos pífios, mas a tua forma de raciocinar é completamente torta. Se acha que distribuir amostras de solo lunar para todo cientistas do mundo fazer os testes que quiser, é esconder, então você realmente tem um problema na tua forma de raciocinar. Sabe como é que você faz com as provas de uma fraude, para que a fraude dure anos e anos? Você não faz 5.000 fotos ou mais, você só faz UMA foto, e ainda por cima borrada. Você não arranja 400 kg de amostras de solo lunar, você arranja apenas 5 microgramas, que serão preciosos demais para poderem ser manipulados em experimentos destrutivos. Você não envolve 400.000 pessoas direta ou indiretamente, principalmente engenheiros e cientistas, gente séria e que tinha muito mais que amor ao dinheiro, tinha um sonho e uma vontade de realizar este sonho, você diz que foi tudo feito por 3 ou 4 indivíduos, trabalhando no tempo livre, no porão de casa. Por que cada prova que você faz da missão é também uma prova da fraude, se for uma fraude. E a cada prova da fraude que você veicula, as chances de ser pego sobem astronomicamente. Uma fraude que publicasse 5.000 fotos, que alegasse ter quase 400 kg de amostras de solo lunar (que não podem ser falsificadas – mesmo que os geólogos não possam dizer se é uma amostra de solo da Lua, eles sabem identificar amostras de solo terrestre, mesmo alteradas), principalmente que distribuísse amostras deste solo a todos os cientistas que pedirem (não é para o Faustão ou para o Ratinho, é para cientistas, gente que se receber uma amostra falsa, vai descobrir rapidinho, e vai botar a boca no trombone), enfim uma fraude que fizesse tudo que você alega ter sido feito, e que principalmente deixaria discrepâncias tão fáceis de perceber que até um Alexandre da vida conseguisse perceber, não duraria 5 dias. Muito menos 41 anos. Ou você acha que é o único esperto do mundo? Esqueci, você acha mesmo que é o único esperto do mundo, e que eu sou ingênuo…

    Por que não mostra os vídeos dos astronautas alunando com a aquela bacia encapada com papel aluminio?

    Por que, meu caro Alexandre, não tinha ninguém na Lua para filmar os astronautas chegando… Eles mandaram um convite para você, mas parece que você só nasceu ontem…

    Meus senhor, que cara ingênuo.

    Bem como eu disse, você se acha…

    Vamos lá Doutor Cesar, sem brincadeiras já que não é capaz de brincar, por que as fotos oficiais da Nasas mostram a Terra vista da Lua com tamanhos extremamente diferentes?

    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/6550.jpg

    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/6642.jpg

    Qual parte de “foram feitas com dois dias de diferença” você não entendeu, sr. Alexandre?

    “Não temos, por que ela foi abandonada em favor da tecnologia dos ônibus espaciais.”

    Essas desculpas ridículas se junta as outras, mais ridículas ainda como: “não há mais nada a se fazer na Lua”

    São desculpa extremamente idiotas, um verdadeiro soco na cara dos cientistas.

    E você acha que foi a vontade dos cientistas e da NASA abandonar o projeto Apolo antes de completar as 20 missões planejadas inicialmente? Acha que foi a vontade dos cientistas que todos os projetos da NASA de 1969 para cá tenham sofrido cortes e restrições? Acha que é a vontade dos cientistas que hoje, 41 anos depois da missão Apolo 11, não tenhamos bases na Lua e em Marte, como foi o sonho de Wernher Von Braun em 1950? Pensa que ficaram felizes quando no Congresso os deputados perguntaram se realmente valia a pena gastar o dinheiro dos contribuintes para os cientistas se brincarem de ciência na Lua? Não sei se você sabe, mas qualquer deputado, quando quer passar uma imagem de preocupado com os gastos do governo, imediatamente propõe cortes às verbas da NASA. Acha que isto não foi e não tem sido um constante soco na cara dos cientistas?

    A NASA teve dois atropelos na história dela que mudaram completamente o mundo, o primeiro atropelo foi o discurso infeliz do Kennedy quase exigindo uma missão à Lua até o fim da década de 1960. O segundo atropelo foi eles terem completado esta missão em 1969. O primeiro atropelo abortou uma série de projetos interessantes, em que o primeiro homem a pisar na Lua não seria acompanhado só de outro, mas de um grupo inteiro de cientistas, geofísicos, físicos, astrônomos, químicos, etc. O segundo atropelo foi a queda completa no interesse nas missões lunares depois do 20 de julho. Primeiro foi aquela festa, que durou alguns dias, e então a realidade: o americano comum, o pescoço-vermelho criacionista não queria saber de missões à Lua, queria apenas chegar lá primeiro. Os políticos, por mais interessados que estivessem em uma missão à Lua, não iriam apostar suas fichas contra o entendimento do povo americano (até hoje não tem um único político americano que admita ser ateu). O mundo seria diferente se o Kennedy não tivesse feito o famoso discurso, ou se os soviéticos mandassem não um, mas uma equipe inteira de cientistas à Lua. Mas os soviéticos não conseguiram mandar sequer um homem…

    Ora, não é o sonho construir instalações na Lua para dar prosseguimento a exploração do Universo? Ora, constroem estações espaciais, para construir na Lua é um passo, já não fomos tantas vezes á Lua,de 1969 à 1972?

    Eu sinceramente gostaria de acreditar que fomos à Lua, mas tentar empurrar goela a baixo essa palhaçada muito mal explicada e com resquícios evidentes de artificialização não deixam acreditar numa probabilidade expressiva de que as alunagens existiram.

    Cara, você não acredita eu não sei por que, por que os fatos estão aí, as provas estão todas aí. É só a tua teimosia. Acho que você não é capaz de admitir que perdeu uma discussão na Internet para alguém. Acho que você não suporta dizer “estou errado”. Acho que você realmente não vai mudar de ideia com prova alguma. Como mais um bando de pescoços-vermelhos-criacionistas americanos, você simplesmente acha que é uma mentira e não vai nem sequer discutir o assunto. Tudo que você sabe dizer é que a sombra da bandeira está estranha, que devia ter isto, que devia ter aquilo (como se soubesse do que está falando), e em nenhum momento mostra com argumentos convincentes POR QUE a sombra está estranha, POR QUE deveria ter esta filmagem ou aquela outra. Agora vem com esta besteira de panela embrulhada em papel alumínio. VOCÊ NEM SABE DO QUE ESTÁ FALANDO. E tem orgulho da própria ignorância. Para na frente do espelho e diz “há, a NASA pode ter enganado todo mundo, mas o mané aqui, não, eles nunca que vão me enganar.” Tolo. Se a NASA quisesse te enganar, você ia engolir a esparrela com linha e tudo, e ficaria feliz até com o logro. Mas por que eles gastariam o tempo deles contigo?

    Thumb up 3
  123. Cesar,

    A panoramica que postei é do site da nasa

    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/alsj/a12/as12-47-6984-92.jpg

    Ou você está sugerindo que a Nasa fez montagens???

    Por que então não se tem os vídeos da camera se desaclopando?
    Acredito que as filmagens deveriam parecer muitos mais amadoras no que tange a movimentação e outras peculiaridades. Mas parece que não conseguiram tirar o viés cinematográfico da encenação.

    No link que você postou a bandeira continua teimando em projetar um sombra diferente

    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/frame/?AS12-47-6983

    Eu tenho argumentos pífios? Por que a Nasa esconde “detalhes” tão pífios?

    Por que não mostra os vídeos dos astronautas alunando com a aquela bacia encapada com papel aluminio?

    Meus senhor, que cara ingênuo.

    Vamos lá Doutor Cesar, sem brincadeiras já que não é capaz de brincar, por que as fotos oficiais da Nasas mostram a Terra vista da Lua com tamanhos extremamente diferentes?

    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/6550.jpg

    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/6642.jpg

    “Não temos, por que ela foi abandonada em favor da tecnologia dos ônibus espaciais.”

    Essas desculpas ridículas se junta as outras, mais ridículas ainda como: “não há mais nada a se fazer na Lua”

    São desculpa extremamente idiotas, um verdadeiro soco na cara dos cientistas.

    Ora, não é o sonho construir instalações na Lua para dar prosseguimento a exploração do Universo? Ora, constroem estações espaciais, para construir na Lua é um passo, já não fomos tantas vezes á Lua,de 1969 à 1972?

    Eu sinceramente gostaria de acreditar que fomos à Lua, mas tentar empurrar goela a baixo essa palhaçada muito mal explicada e com resquícios evidentes de artificialização não deixam acreditar numa probabilidade expressiva de que as alunagens existiram.

    Thumb up 2
  124. Crescêncio, tecnologia para quê, fazer as fotos da Lua que a sonda fez? Ora, as fotos estão lá. Tecnologia para ir para a Lua? Não temos, por que ela foi abandonada em favor da tecnologia dos ônibus espaciais.

    E antes que me esqueça, a veracidade de fatos não é determinada por quantos acreditam neles. Se fosse assim, ainda acharíamos que a Terra é o centro imóvel do Universo… De mais a mais, como é que você pretende provar que foi tudo uma fraude? Dizendo quantos acreditam que foi uma fraude? 400kg de amostras de rochas e solo lunar, mais de 5.000 fotos, mais de 400.000 pessoas envolvidas direta ou indiretamente, que podem falar sobre a participação deles no projeto, três espelhos usados até hoje para medir a distância da Terra à Lua, uma história coerente tanto interna quanto externamente, a aquiescência dos ferrenhos inimigos soviéticos, e, contra isto tudo só o que você tem para apresentar é “20% da população de pescoços-vermelhos ignorantes criacionistas americanos não acredita que o homem foi para a lua – e são os mesmos que acham que a Terra tem 8.000 anos de idade e o homem é um bonequinho de barro com complexo de pinóquio”.

    Thumb up 4
  125. 20% dos próprios americanos não acreditam que eles foram à lua e se essa foto da “sonda LRO”, com a qualidade que está, for a prova definitiva disso, os outros 80% terão absoluta certeza que NÃO.
    Nem mesmo hoje temos tecnologia para isso.

    Thumb up 3
  126. Terra cheia e Terra “decrescente” (olha só o nosso astrônomo, detectou até a fase da Terra, vista da Lua, e sabe se é “crescente” ou “minguante” – não existe “decrescente” quando se fala em fases neste caso)…

    Vamos testar nosso conhecimento sobre fotos da missão Apollo. A primeira coisa a notar é que as duas fotos não foram feitas em sequência. A primeira foto, que tem o nome de 6642.jpg, é na verdade, a foto AS11-44-6642 – ou seja, missão Apolo 11, magazine 44, foto 6642. Ela mostra o Módulo lunar, a curvatura da Lua, e a Terra. Foi feita em que dia? 21 de julho de 1969, e o módulo lunar está se aproximando do módulo de comando, em órbita da Lua. Ou seja, é o começo da viagem da volta.

    A segunda foto, que tem o nome de 6550, é, na verdade, a foto AS11-44-6550, ainda o magazine 44, mas foi feita antes do pouso, ou seja, ou no dia 19 ou no da 20 de julho. Ou seja, umas 24 horas antes, no mínimo. Você já notou a diferença na fase da Lua de um dia para outro?
    http://www.cosmobrain.com.br/res/fasesdalua.html#calendariolunar

    Outra coisa, a sequência de fotos indica que a Terra está entrando na “fase minguante”. Isto significa que a Lua deve estar na fase “crescente” ou chegando nela. Agora, pegue um calendário ou aplicativo que diga a fase da Lua em 20 de julho de 1969:
    Segundo o calendário que pode ser obtido em http://www.cosmobrain.com.br/lua/fasesdalua.php a Lua estava entrando em fase crescente no dia 22 de julho de 1969.

    Finalmente, a página em que você poderia ter deduzido algumas destas informações, e que foi a mesma página de onde você tirou as fotos:
    http://www.hq.nasa.gov/office/pao/History/ap11ann/kippsphotos/apollo.html

    Thumb up 3
  127. Alexandre, esta foto é ÓTIMA!

    Principalmente por que não é uma foto, mas uma montagem.

    Primeiro, vamos olhar bem para a sombra da cabeça do astronauta. Já notou como o solo está bem branco, sem nenhum sinal de sombra? Isto acontece em qualquer lugar, quando você tirar a foto da sua sombra, e é o resultado de o sol estar às suas costas. Bom, se o Sol está às suas costas, isto indica que o ponto de futa das linhas de sombra está na direção da tua cabeça. Ou seja, todas as sombras paralelas, pelo efeito da perspectiva, tem que estar todas elas apontando em direção ao mesmo ponto, que a gente chama de “ponto de fuga”. Você já ouviu falar em ponto de fuga, não ouviu? Tenho certeza que sim, já que todo mundo tem aulas de desenho no ensino fundamental, e eles ensinam perspectiva, ponto de fuga, etc. Ou não? Não? Puxa, o ensino hoje não é mais como antigamente… De qualquer forma, o ponto de fuga neste caso pode ser encontrado se você traçar uma linha vertical (na foto) e marcar no horizonte virtual (aquela linha que seria a projeção da altura dos teus olhos, ou, no caso, a linha da lente da câmera, no infinito). É para aquele ponto que se dirigem todas as sombras de objetos verticais (se o objeto está inclinado a conversa é outra). É para este ponto de fuga que se dirigem a sombra do astronauta, da bandeira e da antena à esquerda do astronauta.

    Bom, voltando a nossa montagem, todas as sombras estão de fato apontando para o ponto de fuga, só que tem um detalhe, como se trata de um panorama, existe uma distorção pelo fato de que algumas fotos foram feitas apontando para outro lado. Em outras palavras, a foto cobre mais que os cerca de 70° que cobre uma lente de câmera comum.

    Mas como é que podemos ter certeza que se trata de uma montagem? Pelo nome da foto. Olhe o nome do arquivo digital que contém a foto, e você vai ver que ele começa com as12, o que indica que é uma foto de Hasselblad da missão Apolo 12 (a segunda missão a pousar na Lua, em dezembro de 1969). O número seguinte é 0 47, indicando de qual magazine (rolo de filme) foram retiradas as fotos. O primeiro número que segue, é o nome da primeira foto a compor o panorama, 6984, e o outro número é o final do nome da outra ou outras fotos usadas na montagem do panorama.

    Se você duvida, então dá uma olhada nas fotos do magazine 47:
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/catalog/70mm/magazine/?47

    Veja aqui a foto 6984:
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6984.jpg

    (de quebra, mais um argumento conspiracista que é derrubado, o de que os astronautas eram super-fotógrafos, que só faziam fotos perfeitas, mesmo usando uma máquina presa no peito – é só ver a quantidade de fotos superexpostas, subexpostas, com erro de quadramento, com artefatos causados pela luz do sol e reflexão interna, etc.)

    Mas não é só isto. Se você olhar, à esquerda do módulo lunar o solo muda de cor. O que é isto? Simplesmente o resultado de combinar fotos com diferentes exposições, sem fazer o equilíbrio de cores e luminosidade. Se você já fez fotos de uma paisagem e tentou depois combinar as mesmas em um panorama deve ter notado que as fotos às vezes tem uma diferença na luminosidade – é normal, e os fotógrafos que se põe a fazer fotos de panorama tem seus truques para evitar este problema na hora de fazer a montagem. Máquinas como a Fujifilm Finepix S1800, que fazem panoramas, resolvem isto “travando” a leitura da luminosidade e equilíbrio de cores para a primeira foto do grupo que vai compor o panorama.

    Mas tem mais, você lembra como foi que ficou a bandeira na Apolo 11? Não notou nenhuma diferença na bandeira que aparece na foto 6984? Puxa, mas que desatenção a sua! Primeiro, não notou que a foto não é da primeira missão a pousar na Lua, mas da segunda. Segundo, não notou que não é uma foto, mas um panorama, uma colagem feita com várias fotos para dar uma visão de 180° ou de ângulo maior do local de pouso. Terceiro, não notou que pela bandeira não se tratava da missão Apolo 11. Pelo menos três detalhes que passaram despercebidos de alguém que se julga em condições de apontar uma fraude nas missões Apolo. Agora, se você não é capaz de perceber estes detalhes, como é que se julga competente para descobrir uma fraude?

    E não é só isto! Você claramente demonstrou não saber o que é perspectiva, uma noção básica e completamente necessária para quem quer analisar uma fotografia em busca de indícios de fraude.

    Bom, de brinde, as outras fotos da missão que foram usadas no panorama, para você baixar no seu computador e tentar montar um panorama você mesmo:

    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6984.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6985.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6986.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6987.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6988.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6989.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6990.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6991.jpg
    http://www.lpi.usra.edu/resources/apollo/images/thumb/AS12/47/6992.jpg

    Se você pegar as fotos até a de número 7006, vai poder fazer uma panorâmica de 360°, se não estou enganado.

    Thumb up 2
  128. Aquele link que você me passou, li rapidamente, se eu entendi a principal argumentação é que as fotos tiradas pelos austronautas são identicas ao video. Isso é óbvio.

    Pois, é, leu mas não entendeu…

    O que você acha das caras dos astronautas dando a primeira entrevista depois da maior feito da humanidade?

    Sim, depois de uma missão exaustiva de 8 dias no espaço, pisando na Lua, executando experimentos, fazendo o que haviam treinado por longos meses, e pior ainda, praticamente sem dormir. Acho que a cara deles não prova nada, amiguinho…

    E de ninguém ter visto estrela nenhuma da Lua? Mas por ironia do destino ter lembrado das esterelas anos mais tarde o suficiente para escrever um livro.

    Oh, os astronautas viram todas as estrelas, e relataram que em alguns momentos conseguiam discernir a que constelação pertenciam. Quem foi que te disse que não se viu nenhuma estrela na Lua? Baita mentira.

    Engraçado, nunca mostraram (me desculpe se nunca encontrei) o premeiro astronauta descendo do Módulo Lunar e posicionando a camera para filmar a descida muldialmente famosa seguida da frase também mundialmente famosa.

    Engraçado, este teu argumento é tão pífio… O MESA, onde estava montada a câmera que filmaria o primeiro astronauta a descer da escada, podia ser aberto pelo lado de dentro. Não sei se você sabe, mas estes mecanismos com engrenagens existem desde o tempo dos gregos, que inventaram o famoso mecanismo de Anticitera. Ou seja, tem mais de 2.000 anos. Acha que os engenheiros da NASA não conseguiriam bolar um esquema que tu aperta um botão e a MESA abre a porta e por um mecanismo simples de alavancas a câmera é colocada na posição correta? Ou será que só por que você não faz idéia de como montar um mecanismo destes, você acha que ninguém consegue?

    Thumb up 2
  129. Rodrigo, eu não sou fanático como vocês.

    As lentes dos olhos dos astronautas também estavam configuradas para nao olharem para o alto? Ou estava nublado o tempo……

    Veja a entevista que eles dizem não se lembrar de ter visto as estelas.

    Você colocaria sua mão no fogo pelas alunagens das Apollos?

    Todas sem nenhuma morte, nenhum problema, as únicar mortes do programa apollo foram em plena Terra, em pleno “treinamento”, mas é claro que não foi queima de arquivo.

    é impressionante o sucesso do programa, quando era pequeno e via aquelas imagens em preto e branco me questionava: “como que ninguem mais foi para a Lua” E na minha ingenuidade pensava que a tecnologia evoluia…

    Conversas sem delay, watergate, escassez de video, coca cola que cai nas fitas originais da apollo 11, Armas de destruição mundial do Iraque.

    Acho que não considerar a possibilidade, mesmo que mínima, da fraude lunar, é na minha humilde opinião, lutar por algo que não vale muita coisa.

    Thumb up 1
  130. Sim , não aparecem estrelas (isto se deve ao fato da superfície da Lua estar iluminada pelo Sol, cuja luminosidade ofusca qualquer outro brilho menor e que não é captado pela lente fotográfica, regulada para equalizar a luz solar).
    Para tirar fotos de estrelas, então, é necessário um equipamento especial: um tripé para suportar a câmera e a possibilidade de manter o obturador da câmera aberto por longos períodos de tempo. Isto não foi feito por que o objetivo era registrar a missão, e não fotografar estrelas.

    Alexandre , da uma melhora ai nos seus argumentos, ta muito facil

    Thumb up 2
  131. Cesar

    “on” é usado como preposição e pode significar

    sobre
    colocado
    em cima de
    conforme
    por meio de
    junto a
    por cima de

    Então a tradução acredito não estar errada.

    Aquele link que você me passou, li rapidamente, se eu entendi a principal argumentação é que as fotos tiradas pelos austronautas são identicas ao video. Isso é óbvio.

    O que você acha das caras dos astronautas dando a primeira entrevista depois da maior feito da humanidade?

    E de ninguém ter visto estrela nenhuma da Lua? Mas por ironia do destino ter lembrado das esterelas anos mais tarde o suficiente para escrever um livro.

    Engraçado, nunca mostraram (me desculpe se nunca encontrei) o premeiro astronauta descendo do Módulo Lunar e posicionando a camera para filmar a descida muldialmente famosa seguida da frase também mundialmente famosa.

    Thumb up 1
  132. Não é um braço, é o canto da janela. O astronauta está flutuando dentro da espaçonave, e tem uma dificuldade enorme em manter o foco fixo na Terra, considerando o tanto que treme a imagem. E “on a window” significa “colado na janela”? Tem certeza?

    -oOo-

    http://www.braeunig.us/space/hoax.htm

    Recently discovered video shows NASA staging part of the Apollo 11 mission. The astronauts, who never left low Earth orbit, used a camera trick to make viewers think that they were seeing a round Earth on their TV screens.

    This claim can be credited to Bart Sibrel, who is more than happy to sell you (for a profit) this “never before seen footage” in his so-called documentary A Funny Thing Happened On The Way To The Moon. I have recently viewed this video and find it to be a horrible example of journalism. Sibrel simply beats us over the head with his own interpretation and conclusions while not providing any evidence or data that would permit the viewer to evaluate Sibrel’s claims or formulate an independent opinion. The purpose of the video is not to inform the viewer, but rather to manipulate. The NASA video to which he refers is neither “never before seen” nor evidence of fraud. Despite Sibrel’s billing that this footage is the “smoking gun”, very little of it is actually shown and that which is shown is highly edited and voiced over with commentary. The alleged “camera trick” is simply a figment of Bart Sibrel’s imagination as there is nothing seen to suggest the slightest foul play on the part of NASA. This Web page, Apollo 11 TV Broadcasts, provides an excellent debunking of Bart Sibrel’s claims; I invite you to give it a read.

    Thumb up 1
  133. olha a foto que a nasa divulga, hoje o pessoal tira uma foto da placa de um carro do espaço, a uma altitude de 350 km, tendo a atmosfera como obstáculos, esse é a melhor definição, depois das fotos a NASA ainda comunica que as próximas fotos não terão melhor definição. Brincadeira.

    Thumb up 2
  134. Alexandre, se você quiser discutir mesmo os argumentos tem uma comunidade que eu participo, no Orkut. Vai ser um prazer discutir. Mas não venha com esta atitude de que eu sou um idiota religioso… E também não venha com um vídeo que já foi detonado centenas de vezes, como este da FOX…

    http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=1842687

    -oOo-

    A primeira coisa que eles falam é besteira, que levando um telescópio para a Lua eles veriam muito mais do que com o mesmo telescópio na Terra.

    Depois falam a besteira do custo dos jipes. É fácil falar sem olhar o que os jipes tinham e por que custaram tão caro.

    Aí falam que a bandeira estava sendo balançada pelo vento em uma lua sem atmosfera, quando é visto que o astronauta está balançando a bandeira. Aliás, em nenhum filme de bandeira sendo agitada pelo vento, aqui na Terra, você vê uma bandeira com o movimento daquela bandeira no filme.

    Falam depois que o efeito do astronauta caminhando daquele jeito podia ser obtido em slow-motion, o que é outra mentira. Veja se você consegue caminhar daquele jeito que eles dizem que foi feita a filmagem…

    Outra mentira que falaram é sobre a câmera usada para fazer as filmagens. A câmera era de qualidade muito boa, e as imagens ótimas, só que o sistema não era compatível com o sistema usado em broadcasting.

    Depois ficam falando besteiras e mais besteiras sobre a capacidade dos astronautas de passarem pelo cinturão de Van Alen (como se eles realmente soubessem do que estão falando) e continuar vivos… O cinturão de Van Alen só é mortal se você ficar lá o tempo suficiente para receber a dose mortal de radiação. Passando pela porção mais tênue do cinturão e bem rapidamente (em algumas horas), os astronautas receberam bem pouca dose, principalmente por que parte da baixa radiação foi bloqueada pela nave.

    E veja o log da conversa entre a Apollo e Houston que eles diziam que era secreta:

    010:40:48 Duke: Apollo 11, Houston. We’ll try once more on this TV request. We’d like 10 minutes worth of TV. And we’d like a narrative, if you could give us one, on the exterior shots. You could al – we also suggest you might try the – an interior position. Over.

    010:41:10 Armstrong: Roger. We’re seeing the center of the Earth as viewed from the spacecraft in the eastern Pacific Ocean. We have not been able to visually pick up the Hawaiian Island chain, but we can clearly see the western coast of North America, the United States, the San Joaquin Valley, the High Sierras, Baja California, and Mexico down as far as Acapulco, and the Yucatan Peninsula; and you can see on through Central America to the northern coast of South America, Venezuela, and Colombia. I’m not sure you’ll be able to see all that on your screens down there.

    010:42:04 Duke: Roger, Neil. We just wanted a narrative such that we can – When we get the playback, we can sort of correlate what we’re seeing. Thank you very much.

    http://history.nasa.gov/ap11fj/04nav-housekeep.htm

    010:35:55 Duke: Okay. My comments were – My comments were from Goldstone that they see no white spots as we saw in 10. Looks like the AGC’s working real well. The f:22 looks good. Over.

    [The white spots refer to flaws in the television transmission from Apollo 10 two months earlier.]

    010:36:08 Armstrong: Okay. Very good. Well, we shut out the Sun coming in from the other windows into the spacecraft, so it’s looking through a – the Number 1 window on Earth, and any reflected light (fades out) so, it ought to be a pretty good picture.

    010:36:24 Duke: Roger. [Long pause.]

    Thumb up 2
  135. Ok Cesar, você realmente não está disposto a argumentar.

    Parece aqueles fanáticos religisos

    Thumb up 1
  136. Apenas corrindo o tempo de uma frase:

    (que precisaVA dar uma resposta rápida a sociedade americana, frente o sucesso do programa russo)

    Thumb up 1
  137. @Cesar

    Pelo jeito você também não confia muito na Nasa (que precisa dar uma resposta rápida a sociedade americana, frente o sucesso do programa russo).

    Segundo, esse não é um vídeo caseiro, é um documentário, e não é recente, não é nem aquele feito pela FOX, pelo vídeo nota se que é do final de 80 ou inico de 90.

    Terceiro, há trecho, que tenho certeza, você não tinha visto ainda.

    Quarto, eu não disse em nenhum momento que são provas, e sim evidências.

    Você viu o vídeo inteiro??

    Conseguiu fazer a tradução?

    Há uma parte que o astronauta diz (antes do zoon abrir e desvendar o jogo de lente) que a camera está TOTALMENTE COLADA NA JANELA, quando derrepente aparece o braço de um astronauta. Como isso é possível?

    As evidência são muitas, e não podem ser desconsideradas.

    Ou você se arriscaria pela Nasa?

    Thumb up 1
  138. Interessante, Alexandre

    Você desconfia da NASA, mas acredita piamente nestas montagens postadas no YouTube… Por exemplo, você não sabe qual a câmera usada nos dois casos, qual a lente usada, nada disso, mas já está jurando que é uma prova de fraude.

    E mais, toda uma análise em cima de fotos, cheia de firulas, como se as fotos fossem a única e mais definitiva prova. Pior ainda, como se nenhum cientista do mundo inteiro fosse capaz de pensar e perceber uma fraude, se houvesse, só estes caras que sabem fazer vídeo no YouTube que são os grandes salvadores da pátria… E que começam o vídeo com o jipe lunar, que não foi levado à Lua na primeira missão…

    Thumb up 2
  139. Conspiração???

    Não é conspiração,são várias evidências que colaboram para que acreditemos que a possibilidade fraude é maior que a possibilidade de ser verdadeira a ida à Lua.

    Você põe a mão no fogo pela nasa?

    Então por que os astronautas da apolo fizeram um jogo de camera para a Terra parecer menor da órbita da Terra enquanto deveriam estar caminhando sobre a Lua?

    http://www.youtube.com/watch?v=lzUhPyQrweU&feature=related

    Tem dublado no youtube também.

    Thumb up 1
  140. 1º O que Bush tem haver com a missão Apolo

    2º Sim

    3º É obvio que não existem as tais armas quimicas no Iraque, a invasão teve motivos politicos, estrategicos, militares e financeiro

    Agora , sobre a Apolo , cara , recomendo que leiam a 1º resposta do Cesar , não estamos falando só de arquivos fotograficos e cinematográficos, mas de quase meia tonelada de material lunar, disponivel a qualquer cientista ….

    Essa ja foi a muito tempo pra lista de teorias de conspirações Failed

    Thumb up 2
  141. Como pode ter sombra do modulo lunar na lua????

    Os astronautas voltaram pra Terra à pé??

    Esse povo dúvida de nossa capacidade…

    Thumb up 3
  142. e pq ninguem entrevista os astronautas da época, se foi um fato tão importante e real, eu sei q o neil armstrong está vivo, e dizem q eles só deram uma entrevista coletiva logo após o acontecido e depois nunca mais.

    Thumb up 4
  143. Tem uma coisa que ninguem comenta, além de todas as efidências da fraude é:

    ESQUECERAM NA LUA UM AUSTRONAUTA! O QUE FILMOU A PARTIDA DO MÓDULO DE VOLTA PARA A TERRA!

    Thumb up 4
  144. Cesar não precisa vc me diser que eu acredito no que eu quiser, eu sei disso, vc fala em ter uma mente aberta, e é o primeiro a chamar os que não acreditam ou acham que alguns fatos são de grande suspeitas de “mas em um sentimento de ódio e desconfiança, ou seja, é completamente irracional.”, pq isso? Enquanto a brincadeira? Tem que brincar mesmo, ate colegas meus americanos ficaram sem graça diante das declarações que a nasa tinha apagados as fitas por engano, para aproveitamento das fitas por falta de dinheiro, e quanto a declaração é para apenas provar que quando se quer e se tem interesse para guardar algo importante, e os estados unidos são mestre nisso, todos os seus principais projetos são altamente documentados, e ate hoje se tem acesso a esses materiais, projetos de jatos, bomba atômica e outros, agora não é muito estranho que justo os filmes do projeto Apollo foram perdidos?

    Como eu disse justo os negativos originais do filme que continham a frase que simboliza a maior conquista dos estados unidos, “Um pequeno passo para um homem, um salto gigantesco para a humanidade”, é estranho, e vc ? vc perderia tais negativos?

    È estranho fala das perdas das fitas de todas as imagens originais gravadas nas missões das Apollo que pousaram na lua, como se a NASA tivesse perdido as fitas com gravações de um programa qualquer. Mas como vc disse, é besteira, para quer nos precisamos das fitas originais de um dos maiores triunfos da humanidade?

    Thumb up 3
  145. Olha Clayton, você acredita no que você quiser.

    A teoria da conspiração foi completamente detonada, e isto é um fato histórico o pouso na Lua em 1969. Todos estes argumentos que você está levantando aí já foram discutidos à exaustão, e completamente “detonados”, eu não vou ficar repetindo, até por que eu não acredito que você esteja disposto a rever a tua posição.

    Esta história de fraude e de conspiração para ocultar a fraude não tem raízes em fatos, mas em um sentimento de ódio e desconfiança, ou seja, é completamente irracional. Eu sei disso por que já participei de discussões em outros sites sobre o mesmo assunto, e quem acha que foi uma fraude nunca dá o braço a torcer, mesmo que os argumentos sejam refutados, mesmo que você prove (como já foi provado) que a fraude era impossível de acontecer, como é hoje. Saem pela tangente com estes argumentos furados de tecnologia, vem com estas piadinhas de declaração da Independência e outras bobagens. E este é o sinal que a discussão já foi esgotada, quando o que começa a aparecer é só bobagem.

    Se voce tiver uma PROVA de que foi tudo uma fraude, eu estou disposto a discutir. Mas tem que ser uma PROVA.

    Thumb up 3
  146. E quando as pessoas falam em guarda segredos, podemos citar um dos segredos importantíssimo que ocorreu nesse século também, vc não acha que foi uma surpresa para os habitantes de Hiroshima quando a primeira bomba atômica caiu. Em 1945 o projeto Manhattan chegou empregar 130.000 pessoas, agora vc acha que todas as 130.000 pessoas sabiam que faziam parte de um projeto para construir a primeira bomba atômica?

    Thumb up 2
  147. “Mas mesmo assim, existem todos aqueles milhares de fotos que foram escaneadas e estão lá no site ApolloArchive.com. Mesmo que os originais foram perdidos, ainda temos as cópias. E as cópias são candentes no relato que contam.”

    AINDA BEM QUE OS AMERICANOS GUARDARAM A SUA DECLARAÇÃO DE INDEPENDENCIA MELHOR QUE GUARDARAM OS FILMES DAS MISSÕES APOLLO, SE NÃO OS BRITANICOS PODERIAM RECLAMAR A POSSE DOS ESTADOS UNIDOS. RRDRRSRSRSRSRRSRS

    E TOMARA QUE A JUSTIÇA NUNCA SIGA ESSA SUA MANEIRA DE VER AS COISAS, RSRRSRSRSRRSRSRSR

    Thumb up 2
  148. Vale lembrar que dinheiro não seria problema, ate pq os estados unidos gastaram na ultima decada com suas guerras, mais de 1 trilhão de dolares,segundos dodos 2010, perto dos 40 bilhões que foi o projeto apollo, seria uma pechincha enviar o homem novamente, mas a nasa ja disse que o prazo de 2020 tera que ser prorrogado, as missões apollo 11 a 17, tiveram 6 meses de espaço entre elas, e com a nossa tecnologia atual não podem enviar o homem ate 2020? Isso tambem é estranho. ate qp é facil ver como estar sendo dificil ainda hoje montar uma estação espacial em orbita da terra, imagina enviar um homem pra lua.fora os problemas nos onibus espaciais, hoje os estados unidos vão pegar carona nos foguetes russos para voltar ao espaço, enquanto seu novo foguete não fica pronto, brincadeira.

    Thumb up 2
  149. O que tem a ver o Bush com a missão Apollo? Nada. Há uma diferença muito grande entre as teorias conspiratórias e a história. A história deixa rastros, as teorias conspiratórias, não.

    A missão Apollo, não custa lembrar, não deixou apenas fotos e filmes, deixou ciência, e dados científicos são a coisa mais difícil de falsificar, ou melhor, a falsificação de dados científicos é a coisa mais difícil de esconder. As missões Apollo deixaram 400kg de amostras de solo e rochas lunares, não custa repetir, que não podem ser falsificados. Você pode ser ensinado um monde de dados verdadeiros, mas se alguém te ensinar que a Terra está parada, ou que o Sol tem 20 m de diâmetros e voa a 20 m de altura, você tem condições de verificar se são dados falsos ou não. É loucura falsificar dados científicos, e é loucura maior verificar dados científicos sobre o evento mais importante da história da humanidade. As missões Apollo não ficaram congeladas em um altar de mármore, fora do alcance de todo mundo. As amostras lunares estão em um museu, e estão à disposição de qualquer cientista que as queira examinar. E na verdade, todo ano pelo menos 400 requisições de amostras são atendidas. A cada ano, 400 amostras com 2 gramas aproximadamente são enviadas para cientistas do mundo inteiro, são cientistas que estão fazendo trabalhos científicos e para tal precisam de amostras legítimas de solo lunar. Eles sabem qual a composição da amostra lunar e sabem que as amostras não podem ser falsificadas, se eles recebessem uma amostra de solo da Terra, ou um meteorito, ou qualquer outra coisa que não solo lunar, eles saberiam isto na hora que fossem testar as amostras, na hora em que fossem fazer as experiências com o solo lunar.

    Se as amostras de solo lunar fossem falsas, esta fraude teria sido descoberta há muito mais tempo.

    E não é só isto, em 1969 mesmo já se começou a fazer publicação de trabalhos científicos baseados em outras experiências feitas na Lua, como por exemplo nos dados colhidos nos sismógrafos, ou no coletor de partículas solares, ou em qualquer um dos outros tantos experimentos feitos na superfície ou na órbita da Lua.

    Então o que temos?

    1. todas as fotos e filmagens e gravações feitas nas preparações das missões, e nas próprias missões, totalizando mais de 5.000 fotos. Ninguém faz uma fraude e produz tanta documentação da fraude. E muito menos coloca as fotos e filmes na Internet, para qualquer um baixar e examinar, como a NASA fez ao colocar as fotos em http://apolloarchive.com/

    2. mais de 35.000 pessoas diretamente envolvidas, e mais de 400.000 pessoas indiretamente envolvidas no projeto e execução das missões. Uma conspiração que envolta o trabalho de tanta gente e não envolva todo mundo não tem como durar 40 anos, aliás não duraria um dia, por que o pessoal técnico envolvido era extremamente competente e motivado, eles saberiam se o equipamento que estavam fabricando e testando realmente poderia ser usado em missões espaciais ou não, e também veriam no registro da própria missão se o equipamento foi usado.

    3. quase 400 kg de amostras de solo e rochas lunares. Estas amostras concordam com os dados obtidos das Surveyor, que pousaram poucos anos antes, e analisaram o solo lunar. E também com as amostras que os soviéticos obtiveram, que somavam cerca de 400g.

    4. todos os outros dados científicos, como leituras de sismógrafos, etc.

    5. os dados mais recentes, o mapeamento da superfície lunar, mostrando artefatos nos locais exatos em que se esperava encontrar os restos das missões lunares. Em uma ou duas das fotos até mesmo os rastros feitos pelos astronautas, tanto a pé quanto de jipe, foram encontrados, e concordam com o registro fotográfico de 40 anos atrás.

    O nível de coerência interna entre os dados, a coerência com dados externos é tremenda. É direito de todo mundo duvidar dos fatos, mas o nível de provas e a coerência de todas as histórias dos envolvidos é de 100%, você não encontra isto em fraudes. Aliás, as fraudes são descobertas por causa das incosistências. NÃO HÁ INCONSISTÊNCIA ALGUMA NO RELATO DAS MISSÕES LUNARES. Achar que houve uma fraude e que há uma conspiração para ocultar a fraude é direito de cada um, mas CADÊ AS PROVAS DA FRAUDE E DA CONSPIRAÇÃO? Não há uma única prova. Será que eles conseguem fazer uma fraude tão perfeita assim? E uma conspiração tão bem costuradinha que ninguém abre o bico? E nunca vaza nenhum dado concreto, nem da fraude, nem da conspiração? Só em filmes de Hollywood…

    Se te espanta que os filmes tenham sido perdidos, lembra que a NASA não é o Departamento de Defesa. Os anos das missões Apollo foram os anos em que a NASA mais recebeu dinheiro, depois disso, a cada gestão do Congresso, quem queria fazer sucesso entre o eleitorado ia para a tribuna criticar e propor cortes ao orçamento da NASA. A coisa chegou ao ponto em que as fitas começaram a ser reutilizadas, e algum estúpido não separou as fitas das missões históricas. Shits happens. E aconteceu desta vez. Eu odiei saber disso. Odiei saber que as fitas históricas foram perdidas, mas considere que o interesse era tão grande que só 30 anos depois das missões é que alguém resolveu procurar pelas fitas originais. Já se perguntou por quê? Por que para a maioria dos americanos a conquista da Lua foi apenas uma bravata científica, uma vitória contra a tecnologia de foguetes dos soviéticos, só isto.

    Mas mesmo assim, existem todos aqueles milhares de fotos que foram escaneadas e estão lá no site ApolloArchive.com. Mesmo que os originais foram perdidos, ainda temos as cópias. E as cópias são candentes no relato que contam.

    Thumb up 3
  150. Daqui a vinte anos, o falso motivo de armas químicas que os estados unidos usaram para invadir o Iraque, será uma teoria de conspiração, apenas historia, e George W. Bush terá sido o presidente americano que trouxe a liberdade para o Iraque e livrou o mundo do malvado Saddam Hussein. Como vc acha que essa historia será retratada nos livros de historia dos americanos e de seus aliados?

    Thumb up 2
  151. Daqui a vinte anos, o falso motivo de armas químicas que os estados unidos usaram para invadir o Iraque, será uma teoria da conspiração, apenas historia, e George W. Bush terá sido o presidente americano que trouxe a liberdade para o Iraque,e livrou o mundo do malvado Sadan Hussein, como vc acha que essa historia será retratada nos livros de historia dos americanos e de seus aliados?

    Thumb up 1
  152. Já acreditei sem me perguntar a respeito, como muitos fatos na nossa historia que nos aprendemos como verdades, mas muitas coisas a respeitos são estranhas mesmo, agora uma coisa que fez eu ficar aberto a todas possibilidades foi o fato da nasa nunca apresentar os negativos originais e ter perdido as fitas das gravações originais, perdido não, terem gravados por cima acidentalmente segundo a própria NASA, as fitas originais terem sido perdidas é meio difícil de engolir, grava sobre a fita original que documentava umas das frases mais famosas do mundo, “ Um pequeno passo para um homem, mas um gigantesco passo para a humanidade” ops’ apagamos a fita por acidente, isso não faz sentindo nenhum.

    Lembro-me do caso, que depois da queda da união soviética, quando ela apresentava nos seus desfiles seu arsenal de mísseis nucleares para o mundo ver, e depois foi descoberto que muitos mísseis eram falsos, apenas para parecer que seu poderio era maior do que era.

    Vale acrescentar que não tenho nada contras os americanos, mas que eles gostam de empurrar historias garganta abaixo, eles gostam, acho que os americanos chegaram na lua, mas não como contado nos vídeos e fotos, e sem os vídeos originais para provar, fica difícil dizer que não existe uma pequena margem para duvidas.

    A historia já nos mostrou que coisas piores foram aprendidas como verdadeiras e permaneceram como verdadeira mesmo depois que a verdade veio a publico, não ficaria admirado que isso fosse uma delas, ate pq acho que vc invadir um país alegando um determinado fato, apresentar esse fato perante a ONU e o mundo todo como um motivo para invadir esse país, e depois se descobrir que esses fatos foram forjados para vc poder invadir esse país, e nada acontecer a esse país que levantou essas mentiras, eu acho que isso é muito mais preocupante do que descobrir um dia que o homem nunca pisou na lua.

    Thumb up 0
  153. Que os americanos manipulam informações, não ha a menor dúvida,como os ufos por ex, mas dizer que o homem não foi a lua é ridículo, uma falta de conhecimento de contextos históricos e de ciência exata, visto que se fosse fraude seria facil provar , algo que levando todos os fatores envolvidos seria praticamente impossível, mesmo por uma potência como os E.U.A, não da para enganar a todos , portanto quem tem de provar que o homem naõ fez esse feito são os que criaram essas conspirações, a nasa só deve dizer” contra fatos não a argumentos”.

    Thumb up 0
  154. Gostaria que me explicassem os seguintes pontos:
    Porque não há delay na transmissão de imagens e som da lua para a terra? Vejam no youtube a transmissão em tempo real que foi realizada.
    Homem na terra falando – pib – (1s) homem na lua falando… isso chega a ser engraçado…
    Óunn que pena… acabou o dinheiro para os investimentos com tecnologia e viagens para a lua… mas os americanos contiuam a gastar não é?(guerra no Iraque custa cerca de US$ 300 milhões por dia)quanta tolice não!.
    As fotos foram batidas durante a manhã lunar certo? Infelizmente não percebo isto na foto(está claro o efeito de iluminação sobre a terra vindo de fonte de luz superior):
    (http://2.bp.blogspot.com/_4uliDhoRA_M/SLlbo3UfyNI/AAAAAAAAA14/1vtQoPBMeFE/s400/Apolo_11_terra_vista_da_lua.jpg)
    De qualquer forma aceitar as idéias de Bertrand Russell quanto ao bom senso, fazem sentido…mas podemos começar outro post entre evolucionismo e criacionismo(ou mesmo design inteligente).
    Eliminaríamos a questão de criação divina, apenas pelo bom senso, levando em consideração a idéia evolucionista de especialistas.
    Desculpem a mudança de assunto, mas César…questionar aquilo que aparentemente não parece confiável, provoca mudanças.
    Não sou especialista, mas sempre que posso coloco em questão aquilo que não está 100% claro para mim.
    Ou vc acredita que tudo surgiu do Big Bang, como cientistas afirmam, seria usar o bom senso não?

    Thumb up 0
  155. Não sou fã do domínio mundial americano, mas se estivessemos sob a dominação de qualquer outra nação não seria muito diferente, é direito deles manterem o império e é dever nosso nos libertarmos deste domínio e impor nossa autonomia, só conseguiremos com muito estudo, educação e investimento no ser humano, não é questionando coisas deste tipo que reolveremos esta disputa. A disputa da conquista espacial é um fato histórico, os Soviéticos venceram em lançar o homem ao espaço e os americanos chegaram primeiro a lua, Nem americanos, nem soviéticos contestaram isso na época, agora reacende a polêmica sobre o fato, este trabalho de marketing, reavivando o pop-star os americanos sabem fazer muito bem, sabemos que os governos sempre se apropriam da mentira para ludibriar o povo.

    Thumb up 0
  156. Acho que você tem que estudar mais para tentar justificar essa mentira,mesmo se não houvesse essas provas que desmentem essa viajem do homem a lua,só o contexto historico ja motivo suficiente para não acreditarmos nessa mentira,além do mas a URSS na época era muito mais preparada e ainda assim não consequiram fazer essa viajem,os estados unidos mentiram e não foi a unica mentira e virão outras e nós Brasileiros vamos ser o alvo da proxima mentira devido a ambição deles pela amazonia,PENSE NISSO

    Thumb up 0
  157. Marcelo, veja só a tecnologia da década de 1960:

    1960 – primeiro satélite meteorológico dos EEUU
    - RAMAC 305, primeiro computador da IBM
    - Sputnik 4 e Sputnik 5

    1961 – Yuri Gagarin é o primeiro homem a orbitar a Terra
    - primeiro macaco enviado pelos americanos para o espaço
    - Venera 1, primeira sonda a passar por um outro planeta (Vênus)

    1962 – John Gleen é o primeiro americano a orbitar a Terra (Mercury)
    - Ranger 3 e Ranger 4 são enviadas para a Lua (a primeira errou a Lua e a segunda se chocou, dois fracassos)
    - Sketchpad, o primeiro CAD, é escrito

    1963 – primeira transmissão de TV colorida no Brasil – TV Tupy
    - última missão Mercury – Mercury 9

    1964 – IBM lança o primeiro circuito integrado
    – primeiro vôo SR-71, o BlackBird, avião supersônico até hoje não superado.
    - primeiro vôo do Boeing 727
    - Primeiras fotos em close da Lua, pela Ranger 7
    - Voskhod 1, primeira nave com tripulação de mais de uma pessoa, e sem usar roupas de astronauta
    - IBM lança o System/360, um computador…
    - Criação do BASIC e do PL/I (linguagens de programação)

    1965 – Ranger 8 fotografa alguns locais de pouso para as Apollo
    - Gemini 3, primeira espaçonave americana com duas pessoas na tripulação
    - primeiro foguete lançado pelos franceses, terceira nação a entrar na era espacial

    1966 – primeira sonda não-tripulada (Luna 9, soviética) pousa na Lua
    - Primeira sonda, a Venera 3, a se chocar com Vênus
    - Primeira espaçonave, Luna 10, a entrar em órbita da Lua
    - primeiro vôo do Saturn com a Apollo (lançador e espaçonave)

    1967 – primeiro transplante cardíaco, na África do Sul
    – primeira transmissão de TV via satélite
    - primeira sonda americana pousa na Lua, a Surveyor 3, que tirou fotos e filmou a paisagem lunar, além de testar o solo lunar
    - Mariner 5, americana, passa por Vênus

    1968 – primeiro transplante cardíaco no Brasil
    - primeira Apollo tripulada, a Apollo 7, primeira transmissão de TV de órbita, e primeiro teste da acoplagem do módulo lunar
    - primeira Apollo a orbitar a Lua, a Apollo 8 (primeiros seres humanos a ver o lado oculto da Lua, e a ver a Terra por inteiro)

    1969 – primeiro teste de acoplagem do módulo lunar, em órbita da Terra (Apollo 9)
    - primeiro teste da acoplagem do módulo lunar na órbita da Lua e início da descida (Apolo 10, eles fizeram tudo que a Apolo 11 fez alguns meses mais tarde, menos pousar na Lua)
    - primeiro homem na Lua,
    - primeira sonda americana em Marte,
    - primeira sonda soviética em Vênus (Venera 5), a Venera 6 acabou explodindo na descida,
    - primeiro vôo do Concorde
    - primeiro vôo do Boeing 747

    Qual a tecnologia que faltava em 1969 para pousar na Lua?

    Thumb up 0
  158. Burro e acreditar que o homem pousou na lua com a tecnologia de 1960!!!
    Por que que os EUA nao manda uma nova missa agora???

    Thumb up 0
  159. No caso e tudo montagem,eu apoio vc de certo modo. como na montagem eu to precisando de fazer um trabalho eu me enterecei no seus estudos e vou fazer com sua teoria . Mas vou estudar mais .Mas suas teoria e boa.Eu gostei brigado por me mostra a verdade.

    Thumb up 0
  160. Cesar, vai um calmante? Eu entendi o que Daniel quis dizer, se você não entendeu é muito burro.

    “Se tudo foi filmado dentro de um estúdio fechado, como poderia haver vento para balançar a bandeira?”

    Luiz Henrique, na sua casa existe uma coisa simples chamada ventilador?

    Thumb up 0
  161. Daniel, a Lua tem bastante espaço, vai lá e coloca um shopping center, então. Por que você não vai? Afinal de contas, a tecnologia evoluiu tanto, não foi? Mandamos sondas até Plutão (ainda não chegou, mas é só uma questão de tempo), então você deve ser capaz de ir para a Lua, afinal de contas, os computadores são fantásticos, as calculadoras também, os relógios e telefones, então, nem se fala.

    Vai lá, e abre o teu shopping, você está perdendo tempo aqui.

    Thumb up 0
  162. Se nos anos 60 nos fomos a Lua, era pra hj a Lua ter shoppings casas,clubes e estar parecida com Dubai… Pq ninguem mais se interessa em ir pra lua ja que hj se tem mais tecnologia e mais barato que antes…faça-me rir…

    Thumb up 0
  163. Inacreditável. Uma discussão dessa em pleno século XXI. Será que os apologistas da teoria da conspiração acreditam que a Terra é redonda. Nos anos 60 diziam que era armação da CIA, aqui no Brasil diriam que a culpa era do Roberto Marinho (Globo). E assim caminha a humanidade …

    Thumb up 0
  164. Muita gente aqui parece ler e não entender. Os que afirmam que tudo não passa de uma fraude o fazem sem base alguma. Os argumentos que eles apresentam são falhos, incompletos, e cheios de erros conceituais. Mas as pessoas em geral parecem não ter conhecimento suficiente para julgar estes erros, ou mesmo para julgar as afirmações de que se trata de um erro. Qual opinião é a mais equilibrada, mais racional? Afinal de contas, ninguém aqui quer defender que a Terra é o centro do Universo, não depois que foi provado que ela não é.

    Bertrand Russell, no artigo “On the Value of Scepticism”, argumenta que é indesejável acreditar em alguma coisa para a qual não se tem nenhuma base para a supor verdadeira (em outras palavras, ele propõe que as pessoas sejam céticas). No caso da ciência e equivalentes, o que ele propõe é que quando os especialistas concordem sobre alguma coisa, os não-especialistas tenham esta opinião dos especialistas como sendo muito mais provavelmente certa do que errada. Basicamente, ele propõe três regras para mudar o mundo com o ceticismo:

    1. se os especialistas concordam com uma coisa, então o não-especialista deve tomar a opinião oposta como sendo altamente improvável (especialistas podem estar errado, mas o mais comum é que estejam certos);

    2. se os especialistas não chegam a um acordo, então o não-especialista não deve tomar nenhuma das idéias como verdadeira, nem descartar nenhuma delas como falsa;

    3. se os especialistas afirmam que não há dados suficientes para chegar a uma conclusão, então o não-especialista deve suspender o julgamento (não dar grau de verdade ou de mentira para nenhuma das idéias, simplesmente se abster de decidir sobre algo sobre a qual não há bases suficientes para decidir por esta ou aquela idéia).

    No caso das acusações de fraudes, é notável que os especialistas são unânimes: não houve fraude. Quem diz que houve fraude não é especialista, nem em detecção de fraudes, nem em missões espaciais. Nenhum deles tem conhecimentos que possam embasar qualquer opinião que eles tenham sobre o assunto em questão. Daí segue que a posição mais racional, e de acordo com o ceticismo de Bertrand Russell e outros, é assumir que a hipótese de fraude é falsa.

    Simples assim, sem precisar estudar fotografia, sem precisar entender física, sem conhecer perspectiva, nada, apenas usando o bom-senso e um ceticismo saudável.

    O artigo do Bertrand Russell pode ser conferido aqui (em inglês):
    http://www.positiveatheism.org/hist/russell4.htm

    Thumb up 0
  165. A questão dos filmes pode ser refutada de uma forma bem simples, usando o pêndulo lunar:

    Pêndulo Lunar

    A gravidade lunar é 1/6 da gravidade terrestre. Isso faz com que os movimentos verticais de saltos e movimentos de pêndulo, que dependem diretamente da gravidade, se comportem diferente de movimentos semelhantes na Terra. Uma alegação dos que acreditam em fraude é que os filmes teriam sido descelerados e passados em câmera lenta para simular esta gravidade fraca. Se isso fosse verdade, se os filmes tivessem sido feitos na Terra e depois desacelerados, todos os movimentos ficariam lentos. Na verdade, na Lua, como eu disse acima, somente os movimentos que dependem da gravidade deveriam ser afetados. A seguir veremos um filme onde aparece uma fita pendurada na borda do módulo lunar e que balança como um pêndulo lentamente de acordo com a gravidade luanr. Depois o autor do estudo acelera o flme para simular este mesmo pêndulo como seria na gravidade terrestre. Isso realmente torna o movimento pendular igual ao na Terra, mas os demais movimentos dos astronautas ficam evidentemetne acelerados,o que indica que a velocidade correta do filme é a original, sob fraca gravidade lunar.

    http://www.youtube.com/watch?v=kojsfbN8ulc

    http://www.history.nasa.gov/alsj/a14/a14pendulum.html

    Mais vídeos: http://www.youtube.com/user/amontaiyagala

    Esta matéria eu copiei da página de um astrônomo amador, o Zeca: http://zeca.astronomos.com.br/afraudedafraude/afraudedafraude.htm

    A propósito, Ananias, ninguém, nem mesmo a NASA, conseguiria fraudar as missões lunares. São milhões de detalhes, e fazer todos eles à perfeição (lembre-se, não são os especialistas que duvidam da missão lunar, são os leigos, os que não sabem quase nada) a ponto de enganar cientistas do mundo inteiro, e por mais de 40 anos, é um feito impossível. A maioria das pessoas só consegue se lembrar de fotos e filmes, mas as missões Apollo produziram dados científicos, amostras de solo e rochas lunares, e colocaram três espelhos na Lua, usados até hoje para medir a distância da Terra à Lua com precisão de milímetros, usando raio laser. É impossível para qualquer governo ou empresa falsificar TUDO isto, mesmo com a tecnologia do século XXI.

    Thumb up 0
  166. Olha ainda continuo não acreditando, faltou muita coisa a ser explicada, só foi explicado partes das coisas, e outra aquela questão numero 7 ficou deichando a desejar, muito mal explicada, isso so me fez duvidar ainda mais da pisada do homen a lua!
    A ida do homen a lua deveria ganhar oscar, como melhor filme de ficção cientifica de todos os tempos!!!kuakuakuakuakuakuakua

    Thumb up 0
  167. estou a fazer um trabalho para a faculdade sobre teorias da conspiração da ida do homem á lua …. gostei muito de ver este blog e tomei conhecimento de coisas que nem sabia … o dabate e sempre frutuoso seja descabido ou nao mas eu ainda assim prefiro manter me como um estudante entusiasta á luz das provas cientificas e não como um devoto critico … e se pudessem gostava que postassem aqui links com videos no youtube porque vou fazer o trabalho em suporte video … como têm mais bases do que eu e parecem estudiosos na materia talvez me possam ajudar com videos intrigantes … obrigado e continuação de boas conspirações!

    Thumb up 0
  168. Eu acho engraçado esse site, mó galera fica comentando “pq naum usam a ciência pra acabar com a fome na Africa, pra curar a Aidas, bla bla, ao inves de ficar tentando provar teorias conspiratorias estúpidas, tentar ficar desbancando nossa fé, bla bla bla.” Se fosse tão simples assim…..

    Thumb up 0
  169. Eu tenho certeza que o homem pisou na lua sim.Em meio a Guerra fria(E.U.A X U.R.S.S) os americanos tentaram mostrar ao soviéticos quem tinha mais poder,apesar de existirem muitos indícios de que essa viagem foi uma farsa…

    Thumb up 0
  170. Sobre o ceticismo: a minha vozinha tem 94 anos e até hoje jura que os artistas não se beijam na televisão, diz que tudo não passa de “jogo de câmeras” (lembram desse termo??). Então, cético é cético e acabou-se. Não adianta provar, demonstrar ou comprovar…

    Thumb up 0
  171. Acredito que o homem foi a Lua sim (e outros lugares…), mas não só do modo que foi exposto para o mundo. Toda essa agressividade sobre esse tema, só expõe que ainda tem muita gente que gosta de ser enganado…
    No entanto, observem que ultimamente, falar de “teóricos da conspiração” tem sido uma retórica acusativa do tipo: “antisionismo” (conceito combatido em fúria pelos rabinos e a nova geração de Israel, autoafirmados fiéis e históricos amigos dos Palestinos e Árabes…!) ou do tipo “reacionarismo” (acusação militar aos opositores da ditadura no Brasil dos anos 1970 – artistas, políticos e até empresários…) entre outros embustes do marketing político social (via tv e jornal). Esse povo todo são seus participes também, oh “científicos”. Da-lhes atenção, como tem feito o “bom cientista” Nassim Haramein…

    Thumb up 0
  172. Se a viagem a lua é uma grande mentira, os primeiros a colocarem a boca no trombone seriam os soviéticos, que estavam diretamente interessados no assunto e não perderiam tamanha oportunidade para desmoralizar os americannos, então vamos parar de falar bobagem e ler mais sobre ciência…………..

    Thumb up 0
  173. Que a minha querida avozinha nao acredita na ida do homem a Lua, vá lá… nasceu no interior e nao tinha condicoes de entender a complexa engenharia de foguetes, geopolitica e história… ela provavelmente ficaria espantada em saber que foram os engenheiros alemães, os mesmos que trabalharam para Hitler, que desenvolveram os foguetes que levaram Gagarin ao espaco e os americanos a lua… mas isso seria pedir demais a ela. Agora, um bando de marmanjos semi-analfabetos que despejam toneladas de ignorância e ainda se orgulham disso… é ridiculo. Isso demonstra uma questao essencial: De nada adianta o desenvolvimento de tecnologias da informacao como a Internet, se o analfabetismo funcional for grande… o conhecimento pode se estagnar, retroceder, tal qual na Idade Média. Afirmar que o homem NAO foi a lua é uma ignorância… a maioria das msgs aqui postadas revelam a extensa nao da polêmica, mas do nosso atraso, da nossa estupidez…. O Brasil começou seu projeto espacial na mesma época que a China e India e agora está décadas atras. Lendo as msgs, se entende em parte os motivos.

    Thumb up 0
  174. Realmente, pros teóricos da conspiração a verdade parece estar baseada em especulação, não em pesquisa e comprovação. É realmente um “ceticismo absoluto” como disse o colega Carlos.

    Mas ceticismo “bom” é diferente. Todos nós devíamos ser céticos num primeiro momento das situações, e averiguar a verdade. E averiguar não é somente especular, é comprovar até a menor margem de erro possível, mesmo desconfiando que não dá pra chegar aos 100%. Por isso eu acredito que todas as teorias da conspiração são apenas especulações puras sem o menor fundamento, são só “folclore”.

    “E o outro, pra tirar o corpo fora, já disse que é só uma questão de opinião.” Poxa, tornar tudo uma “questão de opinião” é uma das coisas mais conformistas que existem. É uma bela desculpa pra justificar a inação.

    Thumb up 0
  175. Céticos tem a mente muito fechada, a verdade pode ser óbvia mas mesmo assim eles não aceitam estar errados.

    Thumb up 0
  176. Também não acreditava que o homem realmente tivesse chegado à Lua. Mas eu ouvi um comentário:
    “Pô, cara. Se nem os russos reclamaram, quem sou eu para reclamar??”
    Então…

    Thumb up 0
  177. Esses teóricos da conspiração não se dão nem sequer ao trabalho de pensar nas inconsistências de suas explicações; vale apenas aparecer a qualquer custo. Se tudo foi filmado dentro de um estúdio fechado, como poderia haver vento para balançar a bandeira? Como disse o César, não passa de gente que não gosta de matemática e física!

    Thumb up 0
  178. É incrível como sempre inventarão desculpas para não acreditar. E o outro, para tirar o corpo fora, já disse que é só uma questão de opinião.

    Para cientista, nenhum destes que duvidam das missões servem.

    Thumb up 0
  179. Eu não sei oque realmente aconteceu em 1969, tenho quase certeza que o homem já esteve na Lua, mas não naquelas fotos, não naqueles vídeos, nao no dia 20/07/1969. Eles tinham tecnologia de sobra para ir na Lua em 1969, um prova é a nave sr-71 que fez seu primeiro vôo em “1964″, foi isso que falaram, então ela foi fabricada bem antes, tinham muita tecnologia, e hoje te bem mais.
    Acredito na possibilidade dessas farsas terem sido criadas propositalmente, eles querem que pensemos que nunca estiveram lá, que, foi simplesmente um passeio bilionário, oquê estão escondendo? Seja oque for, não acredite no que falam para você, sobre a Lua, sobre Marte sobre as coisas ao seu redor…. eles estão te manipulando, O Sistema está te CONTROLANDO!!!!!!!

    Thumb up 0
  180. Eu não vi nenhum equipamento na imagem bônus. As únicas coisas que vi foram setas apontando para pontos que podem ser qualquer coisa.

    Isso do homem ter ido à lua pode ser verdade, mas também pode ser uma farsa.

    Não existe verdade absoluta.

    A ciência se divide em duas partes: teorias que já foram alteradas, pelo avanço nas pesquisas, e as que ainda não foram, mas certamente, um dia serão.

    Já disseram que a terra era plana e o centro do universo, com o resto tudo girando ao redor dela. E não faz muito tempo que isso tudo foi deixado de lado.

    O conhecimento é progressivo. Hoje conhecemos mais que ontem, e amanhã conheceremos mais que hoje.

    Durante todo o ensino fundamental é ensinado que não existe raiz quadrada de número negativo. Até que um belo dia, no ensino médio, ao estudar números complexos, aprendemos que existe sim.

    Thumb up 0
  181. That’s one small step for a man, one giant leap for mankind ! Neil Armstrong “Esse é um pequeno passo para o homem, mas um grande passo para humanidade !

    Verdade ou não o fato é que após esse feito histórico a tecnologia nos últimos anos se desenvolveu de uma forma extraordinária, existem fatos a serem explicados como, por exemplo: Por que a NASA não divulgou as imagens em alta definição que os astronautas fizeram dentro do módulo lunar, depois de algum tempo disseram que essas imagens foram apagadas, acho muito estranho que um dos materiais mais importantes da NASA não tenha tido tanta segurança?

    Pois outro fato estranho é simplesmente o homem não ter retornado a lua depois do governo Nixon, agora que a NASA tem uma missão para 2020, eu sinceramente acho muito difícil o feito realizado na década de 60, não estou desmerecendo a capacidade de engenharia e dos cientistas, mas caem entre nós, os computadores da época não eram eficientes e os cálculos em muitas equações eram complicados para processar nos computadores, tudo deu certo e não houve nenhum acidente com o foguete espacial, tempos depois com o ônibus espacial em uma era tecnológica mais avançada a NASA teve acidentes desastrosos, sinceramente acho muito difícil que o homem tenha realmente pisado na lua, acho que tudo isso foi invenção para por os americanos lá no alto, em 2020 aí sim saberemos se o homem irá ou não à lua, até lá teremos que aguardar e continuar especulando.

    Thumb up 0
    • Victor, quais as suas credenciais para fazer estas afirmações sobre os computadores das naves Apollo? Que provas oferece para sustentar estas afirmações? Quais são os cálculos e porque são tão complexos?

  182. O grande “segredo” da vida, é aprender a viver em equilíbrio em todos os campos da atividade humana desenvolvida no universo. O ceticismo científico(que nunca é absoluto) é necessário somente se usado com a racionalidade parametrizada pelo conhecimento adquirido (e confirmado pela metodologia científica e o bom senso).
    O ceticismo absoluto é a máxima expressão da ignorância humana presente nas pequenas e grandes manifestações humanas fanáticas: política, esporte, religião, gostos, etc…
    A grande maioria dos que embarcam na teoria da conspiração, sempre apresentam incipiente conhecimento científico e se baseiam em teorias formuladas por mentes na mesma situação.
    Qual o grande nome, reconhecido pela comunidade científica, por seus trabalhos, e que defende tal absurdo? digam apenas um único nome! Não existe, são apenas idéias soltas emanadas apenas por seres com muito orgulho (todos amadores), e que se acham possuidores de “grande” conhecimento científico, mas que, num exame minucioso pela lente da razão científica, não passam de um bando de torcedores do time “do contra”, forjado apenas no “ranço político” de alguns peudo-jornalistas.
    Os americanos são imperialistas? sim!, são manipuladores? sim! exploradores? sim!, são exemplos de equilíbrio e solidariedade humana para o mundo? não!……apesar disso, possuiam muita grana e conhecimento científico para realizarem o grande feito da viagem à Lua. Reconhecer isso não significa concordar com o “american way of life”.
    Os defensores dessa rídicula teoria da conspiração, só se esquecem de um pequeno mas grande detalhe: se os americanos não foram a Lua, por que os Soviéticos desistiram de ir para lá?….a corrida, então, ainda não acabou……….

    Thumb up 0
  183. Pelo visto alguém aqui tem o sobrenome Armstrong..
    Apesar de eu não acreditar nessa história toda entra Homem e Lua, não perco meu tempo, nem minha paciência tentando provar se isso realmente foi fato ou mito. Até porque cada um está defendendo seu lado irredutivelmente.
    Apesar de ambos os lados terem respostas plausíveis, essa conversa não passa de um bate-boca..

    Thumb up 0
  184. O artigo foi escrito de uma forma bem simples, o que facilita bastante. Mas a verdade é que os “espertões” nunca vão acreditar em qualquer tipo de argumento, pois a sua inteligência é inabalável e eles sempre saberão da “verdade”!!

    Mas existe uma “verdade” maior sobre esse pessoal: Eles são RATOS seguindo ignorantemente o som do flautista mágico!

    Pois é verdade! Aparecem uns dois sabichões com uma dúzia de argumentos “comprovados”, os espertos assistem isso nas suas magníficas televisões (ou em livretinhos escritos pelos sabichões) e já passam a se achar a nata da inteligência humana, um grau acima de qualquer massa esclarecida… por causa da dúzia de argumentos dos tais “sabichões”.

    No caso, temos no Brasil um “especialista” em efeitos especiais que “descobriu” a fraude… me pergunto porque eles não são chamados pra trabalhar em algum centro de inteligência ultra-secreto, ao invés de passar o tempo produzindo filmes de quinta; afinal, é o descobridor de coisas que nem mesmo todos os cientistas do mundo (incluindo os soviéticos, que estavam de olho em TUDO mais do que qualquer espertinho) conseguiram achar em décadas.

    Mas tem uma coisa estranha: se eles são assim tão inteligentes e esclarecidos, porque eles não fizeram uma pesquisa mais aprofundada sobre o tema? Digo, não estudaram as demais fontes? hã? HÃ? Ou acharam os argumentos do “cineasta” suficientes? Tão inteligentes, e seguem apenas os argumentos de uma única fonte?

    E se acham realmente espertos!

    Ah, essa discussão não vai colocar comida na boca dos africanos famintos, mas a IGNORÂNCIA VOLUNTÁRIA explicitada em certas pessoas certamente enche os bolsos de algumas.

    É uma pena que essas pessoas tão inteligentes não possam fazer nada para colocar comida na mesa dos africanos ou reduzir o aquecimento global…

    Thumb up 0
  185. Thaker, me desculpe … mas levar opnião do mithbuster como verdade?

    Desde quando um programa que usa o laboratório da própria NASA para provar que os mitos são falsos pode ser levado a sério? Todos os testes foram feitos em laboratórios americanos, não foi consultado nenhum estrangeiro e ainda por cima os testes foram feitos na NASA utilizando material cedido pela NASA ….

    Eu acredito que a Nasa realmente chegou a Lua … mas levar a opnião do Mithbuster a sério é um pouco demais, não?

    Thumb up 0
  186. Uma outra coisinha sobre a bandeira…
    uns dizem que a bandeira tremulou por causa da “tremedeira” da haste, já os céticos dizem que foi armado.
    mas pensem, caso isso realmente fosse uma simulação na terra, ela cairia por ação da gravidade, qual seria a solução? VENTO
    mas como é que um vento, forte o bastante para manter a bandeira naquela posição sem levantar poeira nenhuma?

    por esse e outros motivos que eu acredito na ida do homem à lua

    Thumb up 0
  187. Para quem nao acredita ainda… pesquise no google sobre um epsodio dos
    mithbusters que prova que a aterrisagens na lua foi verdadeira

    Thumb up 0
  188. A câmera não precisava suportar condições extremas. Na Lua não tem atmosfera, então não tem transmissão de calor por convecção. E a câmera não foi colocada em contato direto com o solo, então não tem transmissão de calor por transferência direta. Sobra o aquecimento por radiação, mas a câmera estava pintada de branco ou prateada, não lembro bem, ou seja, ela refletia a maior parte da radiação recebida.

    Além disso, o solo não estava tão quente assim. Eles pousaram em uma região que estava iluminada pelo Sol há pouco tempo, pode-se ver nas fotos que o ângulo do Sol é bem baixo, então é bem provável que o solo ainda estivesse bem frio. Aliás, qual é a taxa com que o solo lunar aquece, quantos graus por hora? Lembra, se o solo estava começando a ser iluminado pelo Sol, a temperatura dele estava mais próxima da mínima do que da máxima.

    Thumb up 0
  189. Esta história de fraude é uma galhofada tremenda. Os cientistas do mundo inteiro são enganados pela Nasa durante 40 anos, e meia-dúzia de gatos-pingados, de gente que detesta física e matemática, “descobre” a fraude com fotos que a própria Nasa coloca na Internet? QUE PIADA!

    Estes que acham que tudo não passou de uma fraude tem que se achar os supra-sumos da inteligência e esperteza, afinal de contas, a Nasa não conseguiu enganar eles, apesar de enganar cientistas do mundo inteiro por 40 anos…

    Sinceridade, por que eles não gastam pelo menos uma semana inteirinha tentando provar cada um dos argumentos deles? Uma semana inteirinha tentando provar que pegadas nítidas só se formam em condições de umidade (eu só preciso de 10 segundos para detonar esta hipótese idiota, é só jogar cimento no chão e pisar em cima). Vamos lá, será que vale alguma coisa esta teoria de que tudo não passou de uma fraude? Acho que não. Não vale porcaria alguma a teoria da fraude. É só para uns medíocres se acharem importantes.

    Thumb up 0
  190. Você: mas enfim, eles só esqueceram de “justificar” o tamanho da pegada do Neil, o fato de que a penunbra na lua NÃO EXISTE, o fato de as sombras estarem cada uma à sua maneira, os reflexos dos flashes nos visores dos capacetes em grande parte das imagens, etc.

    1. Qual o problema com o tamanho da pegada? Ele estava usando uma bota e por cima dela, mais uma bota especial para a AEV (Atividade Extra-Veicular, a EVA dos americanos). E depois, isto ainda não prova nada de errado com o tamanho da pegada.

    2. Penumbras são regiões com luz ou iluminação indireta. Na Lua existem penumbras em sombras acima do solo, causadas pela reflexão da luz do Sol no solo lunar. Esta reflexão não pode ser desprezada, já que ela faz sombras aqui na Terra: experime andar em um lugar sem luz artificial em noite de Lua Cheia.

    3. As sombras seguem uma lei simples: estão sempre do lado oposto da fonte de Luz. E cada objeto tem uma e uma única sombra, por que só há uma fonte de luz. Mas as sombras, mesmo sendo paralelas, não vão parecer paralelas para um observador, por causa de dois efeitos: o relevo do solo em que elas se projetam, e o efeito da perspectiva. Quem afirma que as sombras deveriam estar apontando todas para a mesma direção ignora a perspectiva e o efeito do relevo.

    4. Não há reflexos de flashes em lugar algum. Quem afirmou esta besteira nunca viu uma foto feita na Lua, e para estes, eu recomendo uma passada em http://www.apolloarchive.com/

    Thumb up 0
  191. Assisti no Discovery ontem [domingo] o especial sobre a viagem, mas, achei estranho a rapidez com que se comunicavam da Lua para a Terra, e viceversa…eram pouquissimos segundos, dae vc pensa, quando um jornalista de algum jornal vai entrar ao vivo de outro lugar… demora alguns segundos, e da Lua para a Terra foi quase instantaneamente.

    Thumb up 1
    • Leandro, você não acha que eles editariam para tirar os segundos a mais? Eu editaria.

  192. Nesse período o americano pisou na lua, pisou na américa latina, na África, na Ásia e, só não pisou muito na Europa pois os soviéticos estavam por lá…

    Thumb up 0
  193. Que tipo de camera era usada pelos astronautas para tirar as fotos, era filme e como suportava as condições ambientais?

    Thumb up 0
  194. nao sao só essas as teorias da conspiracao, se for para ‘detonar’ que detonem TODA ela e nao somente partes…..

    Thumb up 0
  195. Gostei do post pela linguagm simples… bem melhor do que varios livros de “sei la quantas paginas” pra no final dizer exatamente isso…

    não apoio nem critico os ceticos, afinal algumas coisas eu tambem axu estranho… mais a grande maioria das afirmações conspiratorias ja cairam por terra com explicações perfeitamente lógicas e com todo o respaudo cientifico.

    Thumb up 0
  196. ok… em primeir lugar: todas estas “justificativas esfarrapadas” já foram dadas em várias exposiçoes, principalmente a da bandeira…

    mas enfim, eles só esqueceram de “justificar” o tamanho da pegada do Neil, o fato de que a penunbra na lua NÃO EXISTE, o fato de as sombras estarem cada uma à sua maneira, os reflexos dos flashes nos visores dos capacetes em grande parte das imagens, etc.

    Acho que há muito pra se explicar e acredito sim que tenha sido uma grande jogada de interesses por parte dos Norte-americanos… mas enfim, ficar discutindo esse tipo de assunto não vai acabar com a fome na África, com o aquecimento global, com a violência, dentre outras coisas bem mais importantes do que essa galhofada que foi a “viagem à lua”…

    Thumb up 0

Trackbacks/Pingbacks

  1. Dos conspiracionistas e seus derivados. Um mal inconveniente que infesta a internet II – Nihil Lemos - [...] decolando tão perfeita do Cabo Canaveral). Refutações para essa gente não faltam. AQUI, AQUI, AQUI e outras dezenas de …
  2. 10 Incríveis descobertas científicas que estamos esperando « gevanoliveira - [...] os primeiros passos do homem na Lua, cientistas pensam em colonizar o satélite da Terra. Entretanto, motivos econômicos e …

Envie um comentário

Leia o post anterior:
Nothronychus graffami
Dinossauro com garras de foice é descoberto

Autor do estudo afir...

Fechar