Cientistas conseguem detectar partículas de matéria escura

Publicado em 9.02.2010

matéria escura detector

Uma equipe de pesquisadores em Minnesota, nos Estados Unidos, afirmam ter detectado partículas de matéria escura pela primeira vez na história. Os cientistas ainda não afirmam a descoberta com certeza, pois, segundo eles, há uma chance de que as forças detectadas sejam provenientes de partículas subatômicas comuns em vez de matéria escura.

Cientistas acreditam que a matéria escura seja responsável por 80% de toda a massa do universo, e que ela afeta fortemente o comportamento de galáxias e estrelas. O experimento realizado para detectar a presença deste tipo de matéria foi feito com 30 aparelhos feitos com cristais de silício e germânio em temperaturas próximas a zero absoluto – cerca de 273 graus negativos.

A experiência gravou pequenas vibrações, supostamente a partir de partículas de matéria escura, enquanto o aparelho estava enterrado a mais de 800 metros de profundidade em uma mina. Os cientistas alertam que a descoberta não é definitiva, pois a decomposição de partículas radioativas na mina poderiam ser responsáveis pelos movimentos.

“O resultado desta análise não pode ser interpretado como evidências de interação deste tipo de partículas, mas também não podemos rejeitar que estes fatos possam ser sinais de matéria escura”, afirma Lauren Hsu, pesquisadora que trabalha no Fermilab, laboratório estadunidense que tem o segundo maior colisor de partículas do mundo.

Segundo o físico teórico Craig Hogan, também da Fermilab, três ou quatro experimentos mostrando partículas de interação fraca deste tipo poderiam servir como prova da existência da matéria escura. Os aparelhos de detecção da matéria estão sendo atualizados com três vezes mais germânio, para aumentar a sua sensibilidade. Atualmente, várias outras tecnologias de detecção da matéria escura estão sendo desenvolvidas e aperfeiçoadas, e Hogan afirma acreditar que haverá muito mais anúncios de descobertas relacionadas ao assunto nos próximos anos. [Science News]

Autor: Eduardo Martins

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

37 Comentários

  1. Vou repetir uma coisa que já disse em outra ocasião:
    Para quem acredita demais nos fisicos e na ciencia leia o blog: http://www.jornaldaciencia.org.br/Detalhe.jsp?id=42133
    Eu tenho até raiva de ler livros escritos por cientistas famosos. Estou perdendo tempo e me arrependo em aprender cosmologia. Parece que existe um interesse em manter esse mistério, para que esta dicussão não acabe nunca. Veja tambem a fisica escrita por Petr Horava.”A gota quantica”.

    Thumb up 0
  2. @Phillipe, se voce ler o texto de Cesar, verá que ele mesmo comça dizendo “Mal comparando, é como em um assassinato[...]“.

    Não fui eu quem puxou a ponta da linha do novelo, foi ele mesmo. Tudo que fiz foi usar o que ele disse contra ele mesmo, nada mais!

    Os problemas surgem quando se tenta explicar extensiva e demasiadamente algo, pois acabamos por tropeçar, deslizar, resvalar do fato em questão…

    Ja viram que cada vez que se tenta interpretar a Biblia cristã surge uma nova doutrina do cristianismo?

    Dai o principio de que “quanto mais se tenta explicar algo, menos inteligivel fica” e ainda “para um bom entendedor (ouvinte), meia palavra basta”

    Para todos os efeitos, no final das contas o Cesar entendeu a minha critica a ele dirigida.

    Thumb up 3
    • Frambogado.
      Em nenhum momento vi você falar de algo construtivo em algum comentário seu, muito pelo contrario, a unica coisa que você conseguiu fazer, foi criticar severamente o usuário Cesar que tentou explicar para as pessoas as teorias em volta da matéria/energia escura utilizando apenas de um comparativo. Não importa se o comparativo eh sobre assassinato ou o caraio a quatro, mas sim o poder que este comparativo tem em explicar algo que esta proposto a explicar.
      Você precisa tanto mostrar que eh superior man?
      Você parece mais um adolescente querendo se exibir para as menininhas do colégio e sem conteúdo nenhum para com a matéria aqui descrita.
      Me faz um favor e desaparece velho. Se não tem nada construtivo para falar, vai cuspir sua superioridade em outros lugares, seu lixo.

      Thumb up 0
  3. Não entendi sinceramente porque o Franbogado pegou no pé do comentário do Cesar, até agora tô tentando entender de onde ele tirou essa ideia sem sentido. É só ler o comentário do Cesar pra perceber que ele apenas fez uma comparação didática, mostrando uma das metodologias existentes pra ser chegar a provas conclusivas em uma determinada situação específica, sem inclusão de valores e sem qqer apologia a um assassinato ou coisa que o valha.

    Que dizer que se ao invés de usar esse comparativo de uma técnica criminalística para exemplificar como se fazem comprovações de determinada coisa, ele tivesse usado uma técnica de outra área, por exemplo, um exame reagente para HIV, que pode comprovar ou não a existência do vírus no organismo de uma pessoa, então, ele estaria sendo preconceituoso com os aidéticos?

    É cada uma que a gente lê que ninguém merece, putz. A falta do que fazer leva uma necessidade incompreensível de cirticar as outras pessoas sem nenhum fundamento.

    Cesar, não conheço você, mas entendi perfeitamente o que escreveu, assim como quase todos aqui devem ter entendido. É a coisa mais normal do mundo as pessoas se utilizarem de exemplos comparativos pra explicar determinadas situações, isso em momento algum significa que aquele o tema daquele exemplo tenha algum valor próprio na explicação e esteja em discussão. É a mesma coisa que um professor de física utilizar-se de um exemplo de trens em movimento pra explciar conceitos de tempo e velocidade e algum aluno chegar e criticá-lo por achar que não é justo com os motoristas de trens. Ninguém merece, viu.

    Thumb up 0
  4. Eu sei meu caro, ja estou no terceiro livro da coleçao que por sinal é muito bom. Arthur Dent que saberia explicar essas teorias kkkkkk
    Bom, eu vou deixar voces gastarem neuronios sozinhos, tentando dar opinioes sobre essa “Materia Escura”
    Cansei!!! mas estamos ai é para dar opinioes!!

    Thumb up 0
  5. Só pra esclarecer: O Gerador de Probabilidade Infinita é o motor da nave Coração de Ouro, que aparece pela primeira vez no “Guia do Mochileiro das Galáxias” (Hitchhiker’s guide to the Galaxy) de Douglas Adams. Para quem não conhece, essa série (descrita como uma “trilogia de cinco livros”) é uma sátira a outras obras de ficção científica, nossa própria sociedade e fonte de diversão para qualquer entidade senciente capaz de rir de si mesma.
    Já o “guerra nas estrelas” é uma trilogia de seis filmes (!!) cujo assunto, ao invés de ficção científica, é um gênero relacionado chamado “space opera” em inglês, mas sem tradução conhecida para português. Tanto “sci-fi” quanto “space opera” chegaram às terras tupiniquins sob a mesma denominação. Talvez seja esse o universo povoado pelas “pessoas” mencionadas num parágrafo pouco compreensível (por má redação, apesar de seguir um outro bastante bem escrito).

    Thumb up 0
  6. A matéria escura, a entidade desconhecida que compõe a grande maioria da matéria no universo, poderia surgir em uma teoria quântica simples generalizada da gravidade. Um dos problemas mais duradoura da física moderna é que as teorias da gravidade e a mecânica quântica não se mistura facilmente. Einstein fez um bom trabalho de descrever uma gravidade em escalas grandes distâncias, mas enfrenta problemas para todas as coisas muito pequenas, onde prevalece uma mecânica quântica. O problema é em parte devido ao fato de que a mecânica quântica prediz a existência de fugaz “virtual” partículas, que em equações de Einstein causa valores inábil do infinito.
    Uma maneira de base para explorar esta idéia é está olhando para uma teoria do campo eficaz, que descreve a força gravitacional como uma série bem definida.

    Cesar, eu nao creio que as pesquisas sobre energia escura va muito longe, acho que as “pessoas” que acreditam nela, acreditam porque viam aquelas naves do filme (guerra nas estrelas), se deslocando com aqueles “Geradores de Improbabilidade Infinita” pelo espaço em pouco tempo.
    Nao falo de voce!!!
    mas, nem por isso quero que as pesquisas sobre energia escura pare!!!!

    Thumb up 0
  7. Campos, você não acha extraordinário que todos os astrônomos do mundo sejam enganados por uma “ilusão de ótica”?

    Eu acho isto um pouco difícil. Aliás, bastante difícil. Já aconteceu outras vezes, é bem verdade, mas só por que já aconteceu, não significa que esteja acontecendo novamente…

    Thumb up 1
  8. Cesar você se enganou.
    O assunto é sobre a matéria escura e não a energia escura.
    A matéria escura influencia as galáxias com sua força de gravidade, que na verdade é a gravidade do universo, já a energia escura não existe, porque não existe a expansão do universo. Isto é uma ilusão de ótica. Leia o blog: olhando o universo, indicado acima. Está explicando com detalhes.

    Thumb up 1
  9. jhonata, existe gente pensando que pode ser possível usar a energia escura para movimentar naves espaciais. O uso desta energia para deslocar o espaço em que se encontra a nave permitiria que a mesma viajasse a velocidades maiores que a da luz, sem violar as leis da natureza.

    Com isto, poderíamos conquistar a Galáxia. Poderíamos colonizar planetas em outras estrelas, e espalhar a vida terrestre (animais, vegetais, bactérias, fungos, vírus, algas) pela galáxia inteira.

    Outra coisa é que alguns acham que dá para usar a energia do ponto zero (que é a mesma “energia escura”) para obter energia “de graça” e sem poluir. E as possibilidades então são quase infinitas.

    Thumb up 0
  10. Campos, só se a gravidade em grandes escalas seja uma força de repulsão, e não há nada que indique isto. Então não há por que acreditar que seja a força da gravidade do Universo.

    Lembrando, a energia escura funciona como uma força de REPULSÃO, expandindo o espaço. A gravidade é o que impede que a expansão do espaço aconteça, por exemplo, entre a Terra e o Sol, ou entre o Sol e o resto das estrelas da Via Láctea, ou mesmo entre a Via Láctea e as galáxias mais próximas (no chamado “Grupo Local”).

    Thumb up 0
  11. Todos nós estamos certos e errados. Este mistério, como está claro no blog:” olhando o universo”, pode ser a foça gravitacional do universo, agindo nas galáxias.

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
cerebro consciencia
A consciência não está no cérebro

Antigamente, conside...

Fechar