8 razões pelas quais nossa cintura está crescendo

Publicado em 23.03.2010

A obesidade é o mal do século – e há algum tempo as pessoas já têm consciência de que o excesso de peso, muitas vezes, é uma doença, e não mera falta de força de vontade do gordinho.

Então se o problema não é falta de força de vontade por que, a cada dia que passa, parece que as pessoas estão mais obesas? Confira essa lista com oito motivos:

1. O governo: nos Estados Unidos 29 milhões de pessoas ficaram obesas de um dia para o outro. E isso não foi causado por uma doença desconhecida. O fenômeno aconteceu em 1998, quando o governo modificou os padrões que classificam uma pessoa como obesa, diminuindo o peso padrão. Anteriormente, para uma pessoa ser considerada obesa, seu IMC (índice de massa corporal) deveria ser igual ou superior a 28. Depois de 1998, esse número passou a ser 25. Então se há mais gordinhos no mundo, um dos culpados é o governo americano.

2. Melhor higiene: ser limpinho significa ser mais gordinho? Estranhamente essa conexão parece fazer sentido. Em experiências feitas com ratos, pesquisadores descobriram que uma quantidade maior de bactérias intestinais faz com que nosso corpo absorva mais calorias. É possível que essa superpopulação desse tipo de bactérias esteja aumentando nos últimos anos pelo uso de antibióticos e pela nossa mania de higiene.

3. Seus pais: mesmo com as mudanças alimentares ainda existem pessoas magras no mundo. Por que? Simples, genética. Os genes de seus pais têm uma grande influencia sobre seu corpo. Se eles são mais magros, você tem uma chance maior de ser magro. Se eles são cheinhos a chance de você também ser é maior.

4. Sua mãe: se você não está satisfeito com seu corpo culpe seus pais mas, especialmente, sua mãe. Novas pesquisas mostram que, enquanto somos fetos, recebemos mensagens epigenéticas no útero sobre nosso peso. A idéia da epigenética é que, apesar de não podermos alterar nossos genes a forma com que eles se comportam pode ser alterada.

5. Seus amigos: pessoas julgam seu peso a partir de conhecidos próximos. Pesquisas mostram que, se seus amigos são gordinhos, há uma grande chance de você se juntar ao time dos pesos-pesados também .

6. Cadeiras, sofás e carros: simplesmente não movemos nossos corpos da mesma forma com que nossos ancestrais coletores/caçadores faziam. E o exercício não só faz com que percamos calorias, mas controla o nosso apetite.

7. Comidas gostosas: não são apenas os fast foods os culpados pelo excesso de peso. Ultimamente as comidas estão mais gostosas e, por conseqüência, sentimos mais vontade de comer. E também nunca foi tão fácil encontrar comida – temos um restaurante ou lanchonete em cada esquina.

8. Distúrbios alimentares: a genética e o ambiente em que vivemos são responsáveis por dois terços das razões pelas quais a humanidade está mais obesa. A última parte é o psicológico. Nossos estilos de vida aliados ao stress e ao nervosismo comuns no cotidiano são responsáveis por comermos exageradamente, para aliviar as nossas emoções.

Fonte: LiveScience

Autor: Luciana Galastri

é jornalista. Viciada em livros, lê desde publicações sobre física a romances de menininha do estilo "Crepúsculo". Toca piano desde os oito anos de idade e seu estilo de música preferido é o metal.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

2 Comentários

  1. E o pior é que não há motivação estatal nem privada para solucionar o problema da obesidade, porque mais gordinhos = mais produtos para emagrecer = maior lucro para empresas privadas = maior imposto coletado pelo governo. De fato temos que evitar ao máximo esperar soluções alheias para nossos problemas, principalmente quando se trata de grandes organizações capitalistas, que põem os lucros acima de tudo, inclusive do bem-estar social =/

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
prominence_friedman
Sol retorna a ativa após um período de tranqüilidade

Uma prominência sola...

Fechar