Andar armado faz você pensar que todo mundo também carrega uma arma

Publicado em 21.03.2012

Uma nova pesquisa da Universidade de Notre Dame mostra que carregar uma arma faz você pensar que todo mundo carrega uma também.

O professor James Brockmole, especializado em cognição e comportamentos humanos, realizou cinco experimentos, onde imagens de pessoas eram mostradas para os voluntários, e eles deveriam determinar se a pessoa estava carregando uma arma ou um objeto comum, como uma lata ou um celular. Eles faziam isso em duas situações: segurando uma arma de brinquedo ou um objeto comum.

As pessoas que apareciam na tela também variavam – algumas vezes usavam máscaras de esqui, eram de raças diferentes, etc. Independente do caso, o estudo mostrou que os observadores tinham mais tendência a dizer que as pessoas estavam armadas quando elas pensavam estar.

“Crenças, expectativas e emoções podem influenciar a habilidade do observador em detectar objetos como armas”, afirma Brockmole. “Parece que as pessoas acham difícil separar os pensamentos entre o que percebem e o que acham que deveriam fazer”.

Os pesquisadores demonstraram que a possibilidade de agir é um fator chave nesse processo. Quando os voluntários não carregavam a “arma”, enxergar uma possível arma com alguém não alterava seus comportamentos.

“Isso é argumento para o fato das pessoas usarem as propriedades espaciais do ambiente para realizar alguma ação”, afirma Brockmole.

Por exemplo, outras pesquisas já argumentaram que pessoas com ombros mais largos tendem a perceber as portas como mais estreitas.

“Além das implicações teóricas para a percepção de eventos e identificação de objetos, nossa pesquisa tem implicações práticas de lei e na segurança pública”, finaliza Brockmole. Essa discussão leva diretamente a ideia do desarmamento. Você é a favor ou contra? [NewsInfo, Foto]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars