10 das criaturas mais bizarras do mundo

Publicado em 17.07.2010

Essa é uma lista com bichos que, simplesmente, não parecem ser desse mundo. Confira dez criaturas muito estranhas e depois vote na sua preferida:

1. Olm

Esse anfíbio é mais comum em cavernas profundas e escuras na Europa (principalmente na Eslovênia). Foi identificado como um dragão bebê por causa de sua aparência bizarra. É completamente cego, aquático, e sua pele lembra a pele humana.

2. Polvo manta

Ok, não há algo como um polvo que pareça normal – principalmente depois de Paul, o Polvo vidente da Copa do Mundo. Eles têm três corações, saliva venenosa, bico de papagaio e braços auto-suficientes que parecem pensar por si mesmos (de acordo com especialistas eles não respondem a comandos do cérebro). Mas podemos dizer que há alguns polvos que são mais bizarros do que outros, como no caso de Paul. Mas há uma espécie, chamada de polvo manta que, fisicamente, é bem mais bizarro do que nosso adivinho preferido. A fêmea é 40mil vezes mais pesada que o macho (sim, você leu corretamente, quarenta mil vezes). O macho tem apenas 2,4 cm e vive como um plâncton qualquer. A fêmea pode chegar a dois metros de comprimento e tem uma membrana similar a um lençol (de onde vem o nome da espécie).

3. Rã de vidro

O que faz com que essa rã pareça tão surreal é sua pele transparente. Ela vive nas selvas tropicais americanas e pode ser usada nas aulas de anatomia do ensino médio sem ser dissecada. Dá para ver todos os órgãos dela através de sua pele.

4. Blobfish

Vamos ser honestos. Só a mãe desse peixe deve ter a capacidade de não achá-lo horroroso. Ele é encontrado nos mares que cercam a Austrália e a Tasmânia e vive uma vida pacífica, se alimentando de detritos que flutuam em sua proximidade. É normalmente capturado sem querer pela rede de pescadores – mas duvido que alguém realmente queira comer algo com essa cara.

5. Aranha-assassina

Não se preocupe! Ela tem apenas dois milímetros de comprimento e, apesar do seu nome e de sua aparência, é completamente inofensiva para os humanos. Seu enorme “pescoço” se desenvolveu para agüentar o peso de suas mandíbulas gigantes, que têm presas venenosas. Seu principal alimento são insetos e aranhas menores.

6. Peixe-machado

Pode-se dizer que o peixe-machado é tão bizarro que até vive, de certa forma, em um mundo diferente do nosso. Esse peixe de águas profundas é encontrado em todos os oceanos (exceto em regiões mais frias). Ele produz luzes para atrair suas presas e se alimentar. Parece um peixe assustador, mas tem apenas alguns centímetros de comprimento e não representa ameaça para humanos.

7. Caranguejo cabeludo

Também conhecido como caranguejo Yeti (para quem não sabe, o Yeti é o “Abominável Homem das Neves”). Isso que você vê, na verdade, não são pêlos mas sim um material mais rígido (também encontrado nas pernas de camarões). Esses “pêlos” funcionam como filtro porque essa espécie costuma viver em águas onde há minerais venenosos.

8. Cavalo marinho –folha:

Ele parece uma alga flutuante perdida no mar, mas na verdade é um cavalo marinho. Assim como os polvos, os cavalos-marinhos já são bizarros por si só. Os machos carregam os ovos que as fêmeas depositam neles. Essa espécie nada muito lentamente, o que reforça a impressão de que ele é uma alga. O disfarce serve para enganar os predadores.

9. Salamandra satânica:

Essa salamandra, de longe, também parece uma folha seca, mas de perto é possível ver seus olhos assustadores. Apesar de ser um bicho bem feioso algumas pessoas a querem como animal de estimação. Isso, aliado à devastação de seu habitat, em Madagascar, está levando a salamandra satânica à extinção.

10. Hemeroplanes:

Uma simples larva que merece sua posição nessa lista. Essa obra-prima da natureza é muito difícil de ser encontrada (sua camuflagem ajuda bastante na hora de se esconder) e vive na América Central. Quando está “sossegada”, ela anda por aí como uma larva qualquer, mas quando se sente ameaçada adota a postura de uma víbora ameaçando e assustando seu predador. Até mesmo a cabeça triangular é copiada. Só que o ataque é um blefe, já que ela não é venenosa e, na verdade, não representa perigo algum. [Listverse]

Autor: Luciana Galastri

é jornalista. Viciada em livros, lê desde publicações sobre física a romances de menininha do estilo "Crepúsculo". Toca piano desde os oito anos de idade e seu estilo de música preferido é o metal.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

44 Comentários

Envie um comentário

Leia o post anterior:
conv1
As 10 convenções mais estranhas do mundo

Confira os dez event...

Fechar