As 10 raças de cães mais populares

Publicado em 8.08.2010

Desde filhotes que se encaixam em bolsas até aqueles que parecem ser adequados para um estábulo, as raças de cães variam em tamanho, forma, temperamento e aparência geral. Os seres humanos podem escolher cães devido a características que consideram úteis, ou apenas por eles serem tão fofinhos. E todos são muito amados por seus donos. Confira a lista das raças mais populares de 2009:

10) Shih Tzu

Este cão de estimação tem um modo de andar distintamente arrogante, com a cabeça bem erguida e a cauda curvada sobre as costas. Por isso, faz bastante sentido que o Shih Tzu tenha sido o animal de estimação da realeza chinesa por mais de mil anos. A raça pode ser descendente do cruzamento do Lhasa Apso ou cão tibetano da montanha e do Pequinês. O Shih Tzu foi o animal de estimação da maioria da dinastia Ming, de 1368 a 1644, e foi descoberto pelos soldados ingleses durante a Segunda Guerra Mundial.

9) Poodle

Apesar do que seus cachos podem lhe fazer crer, o poodle não é um brinquedo macio. É mais esperto em esportes e excelente no treinamento de obediência. Primeiro criado na Alemanha como um retriever (característica de cães de busca) da água, o penteado poodle foi concebido por caçadores para ajudar os cães a se mover mais eficazmente através da água. O cabelo protege os órgãos vitais e as articulações mais vulneráveis ao frio. Três variações de tamanho existem: o padrão, o mais velho dos três, é o único a ter seu genoma seqüenciado; a miniatura pode ter sido usada para farejar trufas – um fungo comestível considerado uma iguaria; e o poodle usado frequentemente em espetáculos e mantido como um animal de estimação mimado. O poodle foi o cão de estimação mais encontrado nas casas durante o reinado de Luís XVI em França. Poodles podem ter uma variedade de cores, incluindo branco, preto, abricó e cinza. Mas uma pesquisa publicada em 2007 revela que todos os revestimentos vêm de um gene chamado beta-defensina que codifica a cor da pelagem preta e amarela, ou seja, todas as cores de poodle são apenas modificações de amarelo e preto.

8 ) Basset

O basset ou “cachorro salsicha” foi criado para ser um canino longo e destemido que pudesse cavar em tocas de texugo e “lutar até a morte” com eles. Apareceu rimeiramente na Alemanha no início de 1600, ele não se tornou popular nos outros lugares até o início de 1900. Durante a I Guerra Mundial a popularidade do cão diminuiu, não recebendo muita atenção até depois do fim da guerra. Dois tamanhos existem hoje: padrão (pesando cerca de 7 a 14,5 kg) e miniatura (5 kg).

7) Buldogue

Este cão deve sua popularidade à sua natureza e aparência adorável – quem consegue resistir a sua face achatada e enrugada? Seus narizes achatados, porém, podem torná-los suscetíveis ao superaquecimento, pois os cães se esfriam através da respiração. Com um nariz mais curto, há menos área de superfície sobre a qual a troca de calor pode ocorrer. Apesar de ser extremamente afetuoso agora, o buldogue recebeu seu nome devido à sua ligação com brigas de touros nas Ilhas Britânicas. Os primeiros buldogues eram cachorros de briga e tinham de ser ferozes e quase insensíveis à dor. Depois que a prática se tornou ilegal na Inglaterra em 1835, os criadores de cães decidiram se livrar da mordida do buldogue. Dentro de apenas algumas gerações, o cão se tornou a personificação da doçura.

6) Boxer

class="aligncenter size-full wp-image-36776" />

Conhecido por ficar em pé sobre as patas traseiras para brigar com um oponente, esta raça de cão parece estar lutando boxe com as patas dianteiras. Na realidade, quando se desenvolveu na Alemanha no século 19, os boxers foram utilizados para brigas de cães, bem como para impedir que animais grandes como javalis escapassem até que o caçador chegasse. Eles vieram pela primeira vez aos Estados Unidos depois da Primeira Guerra Mundial, aumentando sua popularidade no final dos anos 1930. E apesar de terem sido usados para brigas de cães, o boxer é hoje mais conhecido por seu amor pelo carinho humano, especialmente de crianças.

5) Beagle

Talvez o indivíduo mais conhecido desta raça, Snoopy, não dê uma imagem verdadeira dos beagles. Eles não são parecidos com os humanos (e não se confundem com eles), e sim são perspicazes cães de caça com um temperamento muito alegre, características que fizeram do beagle uma das raças mais populares nos Estados Unidos. Em 1500, senhores ingleses caçavam com beagles. Os cães maiores controlavam cervos enquanto os menores farejavam coelhos. Na verdade, o nome beagle pode ter vindo do termo francês “be’geule”, referindo-se ao seu latido quando vai à caça, ou devido ao tamanho diminuto do cão.

4) Golden Retriever

Este cão inteligente foi criado para o Lord Tweedmouth, que queria um retriever adaptado ao clima, terreno, e jogos de caça escoceses. Assim, ele cruzou o “Yellow retriever” com o agora extinto “Tweed Water Spaniel”. Mais tarde, cruzamentos de “Irish setter”, “bloodhound” e outro “Tweed Water Spaniel” produziram o Golden Retriever de hoje. Sua mentalidade forte não só o torna um caçador soberbo, mas também um guia ideal para busca, salvamento e assistência.

3) Yorkshire Terrier

Yorkies, como são carinhosamente chamados, fazem parte do grupo de cães de estimação (ou cães de brinquedo, uma categoria que também inclui o Chihuahua), e pesam entre 1,8 e 3,2 kg. Seu nome vem da cidade da Inglaterra onde se originou. Os cãezinhos, no século 19, eram usados para caçar ratos nas fábricas de vestuário. Embora hoje este cão portátil seja um acessório dos ricos e famosos, a raça já pertenceu à classe trabalhadora, especialmente tecelões.

2) Pastor Alemão

O pastor alemão é padrão ouro quando se trata de cães guardas, policiais ou militares. A raça foi derivada de uma mistura de pastoreio e cães de fazenda e se originou em 1899 em Karlsruhe, Alemanha. Sua estréia na América ocorreu em 1907. O pastor alemão aparece entre os cães mais populares todo ano.

1) Labrador

Estes cães atléticos são originalmente de Newfoundland, onde trabalharam ao lado de pescadores para ajudar a puxar as redes e capturar peixes que escapavam das linhas de pesca. A raça não tinha habilidades de busca excelentes até ser cruzada com setters, spaniels e outros retrievers. Desde então, o Labrador retriever, que vêm em amarelo, preto e chocolate, foi criado como um cão de busca qualificado com um temperamento estável. Mesmo assim, a raça é vulnerável ao colapso induzido pelo exercício (CIE), que ocorre após caça ou busca intensa, quando os labradores afetados pela doença perdem o controle de suas patas traseiras. Um estudo publicado em 2008 revela que o colapso é ligado a um gene, sendo que seu emparelhamento causa a doença. Cerca de 30% dos labradores retrievers carregam o gene mutante. [LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

48 Comentários

  1. Por favor, arrumem a foto do Basset. O cão salsicha é o Dachshund, também chamado de Teckel. O cão que está na imagem é um Basset Hound. O basset hound é utilizado para caça de lebres, coelhos, faisões e raposas, apenas o Teckel era utilizado para caçar texugos.

    Thumb up 7
    • Tá aí o comentário da pessoa responsável pela escolha oficial do que é certo e errado no mundo.

      Thumb up 33

Envie um comentário

Leia o post anterior:
livros
Segundo o Google, existem 129864880 livros diferentes no momento

Um algoritmo especia...

Fechar