Assistir TV é especialmente prejudicial para crianças de até dois anos

Publicado em 4.05.2010

Muito já se estudou sobre a influência da televisão na vida das pessoas, e assistir TV em excesso é prejudicial para pessoas de qualquer idade. Pesquisas recentes, contudo, indicam uma faixa etária em que a TV é especialmente danosa: até 2 anos de idade.

O estudo foi conduzido pela Universidade de Montreal, no Canadá. Eles observaram, em crianças de 10 anos, as consequências das horas gastas em frente à TV com dois. Os efeitos são queda no interesse pelas aulas e rendimento escolar, além de decréscimo na quantidade de atividades físicas no cotidiano, inclusive nos finais de semana. O que aumenta são as dificuldades de relação com amigos (o chamado bullying), o consumo de refrigerantes e o IMC (medida de massa corporal que faz uma proporção entre peso e altura).

Deve-se lembrar que o estudo fez uma associação entre as duas idades, mas não há uma prova de relação direta. O início da pesquisa foi a observação de um grupo de crianças canadenses de dois anos de idade, em 1997 e 1998, fase em que computaram o número de horas diárias vendo TV. Quando estas mesmas crianças completaram dez anos, a observação recaiu sobre a escola, no desempenho nas aulas e interação social.

Aos dois anos, a criança está expandindo suas capacidades cerebrais. “É o momento em que os hábitos, o estilo de vida e as relações sociais do ser humano estão se consolidando no cérebro”, afirma uma das pesquisadoras. Segundo ela, é a ocasião de promover atividades que estimulem o intelecto da criança, o que não é o caso da TV. “A televisão é uma atividade passiva, intelectual e fisicamente”. Assistindo televisão, a pessoa recebe imagens e mensagens prontas, o que atrofia a criatividade e imaginação.

A associação médica americana recomenda que não se assista nada de televisão até os dois anos. A partir daí, aconselham os pais a permitir no máximo duas horas por dia.
[Live Science]

Autor: Rafael Alves

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

18 Comentários

  1. realmente as nossas tvs tem destruido, lares, e muita familias desapecebidas, pois a infruencia, da mesma é forte cuidado meu povo, seja celetivo, nao, dixe que o mundo jogue, todo o lixo dentro de sua sala.

    Thumb up 3
  2. É triste ver a maioria dos comentários justifica o hábito de permitir que crianças pequenas assistam TV. Não é uma questão de opinião, é uma questão de ciência. O cérebro da criança está em desenvolvimento até os 2 anos. É uma idade em que a criança está especialmente vulnerável a todos os estímulos. E daí que o programa de tv é escolhido pelos pais ou se é um DVD? Aquela informação vai entrar sem filtro nenhum na cabeça da criança. TV já é pprejudicial para pessoas adultas, quanto masi para crianças.
    Os comentários mostram que, infelizmente, as pessoas perderam seu senso crítico. Preferem justificar o hábito de olhar para um pedaço de mobília do que procurar se informar seriamente sobre os males que a TV causa para o cérebro.
    Depois a sociedade se pergunta porque tem tanta gente desenvolvendo mal de Alzheimer… TV destrói a capacidade de cognição do mesmo jeito que uma droga. O efeito hipnótico é idêntico ao do consumo de drogas alucinógenas.
    E o povo justificando e defendendo o hábitod e expor cérebros de crianças a esse veneno ideológico.
    Que pena… que dó dessas crianças.

    Thumb up 13
  3. Meu filho de 1 ano e 2 mezes assiste uma vez ao dia dvds que escolho pra ele ver , que são educativos mas tv em geral acho que ainda é sedo. As brincadeiras são melhores e passeios .

    Thumb up 5
  4. Eu concordo com a reportagem e acredito que a tv pode influenciar negativamente sim uma criança. Mas cabe aos pais saber dosar o tempo e o que assistir. Os desenhos estão cada vez mais violentos, comerciais com muito sensualismo e novelas nem se fala. Isso não é bom para a criança. Tem muita coisa que é bem mais saudável fazer do q só assitir tv… por ex. jogar bolinha de gude, empinar pipa, andar de bicicleta… isso é ser criança, viver cada fase da vida e qndo vier a crescer, se lembrar com alegria da infância. Agora dizer que uma criança é muito esperta pela faixa etária só pq saber mexer no controle remoto e outras coisas mais é bobeira. Se a criança tiver que ser muito inteligente é pelo incentivo dos pais, pelo carinho dos professores, não por saber fazer coisas que é acima de sua idade.

    Thumb up 5
  5. Meu Filho com 2 anos de idade já sabia instalar um programa de computador, ligar, desligar e excluir viros quando vinha pela internet. Me despreocupo quanto a TV. Só não abro mão para assistir qualquer porcaria, principalmente assistir a TV Globo que não tem nada que preste.

    ремонт мониторов

    Thumb up 5
  6. Tenho certeza em uma coisa! Que futuras gerações estão cada vez mais expertas, graças a mídia e principalmente a informática. Já se foi a época de brincar de bolinha de gude, bonecas e outras coisas mais ( nem tanto), mas outra coisa eu afirmo, as crianças estão evoluindo muito na area robótica, isto nem meu pai e meu avô faziam quando crianças.

    hp laserjet 1020 картридж

    Thumb up 3
    • Acho que vc quis dizer “esperto”… Vc assistiu muita TV na infancia?

      Thumb up 3
    • eu afirmo em te responder como “experto” mesmo, se você procurar no dicionário, podera encontrar duas maneiras de dizer, porem cada uma com um significado diferente.
      experto de especialista e conhecedor. ou que tem experiência.
      E não “esperto” de espertalhão!

      Quanto eu ter assistido muita televisão na minha infância; sim! E não fui tão alienado por saber das coisas.

      Thumb up 1
  7. Bom dia a todos !
    Também discordo que no futuro, uma criança que tenha assitido à TV em demasia desenvolva algum comportamento anormal ou que fique socialmente retraída. Isto é característica da personalidade e não porque a TV influenciou. Agora, que assistir televisão além da conta pode contribuir para o sedentarismo e à preguiça mental, concordo. Acho que ela ajuda, mas não é determinante.
    Abraços a todos e bom dia !

    Thumb up 6
  8. Olá pessoal, gostaria de agradecer a divulgação da pesquisa, penso como mãe que é bem, importante termos um leque de informações para poder conduzirmos nossos filhos pelo melhor caminho…mas, como profissional na area da educação discordo que a criança terá uma pré- disposição para algum comportamento adverso ao normal isso se manifesta se existe um somatório de atitudes+o contexto familiar deste ser.

    Thumb up 3
  9. Penso que a TV pode ser interessante no caso do aprendizado, mas deixar a criança horas assistindo TV certamente fará com que ela deixe de querer brincar e até estudar… a TV não nos cobra o que pensar… as imagens são constantes e chamativas… então só absovermos e não pensamos… sejam nos filmes, nos programas etc… talvez possamos ter um tempo para questionar nos documentários, mas mesmo assim passar o tempo na frente da TV não tem vantagens… digo por mim mesmo.. não durmo, não descanço e não relaxo… somente fico lá, vendo e nada mais…

    Thumb up 8
  10. Um estudo realizado durante mais de dez anos merece um pouco de atenção ao resultados, sejam eles “bons” ou “ruins”, para a opinião pessoal de cada um.
    Todos nós gostamos de assistir tv, e sabemos que nem todo programa é inútil, mas temos também que adimitir que é uma atividade que retarda e enfraquece o cérebro, pois como é dito na matéria, é uma atividade passiva.

    Thumb up 4
  11. Logo logo vão aparecer cientistas que fizeram a descoberta do século…

    Comer pão na infância torna as pessoas assassinas…

    Afinal foi feita uma pesquisa com 300 assassinos seriais do mundo todo e se descobriu que 95% deles comiam pão quando eram crianças…. ¬¬

    Thumb up 3
  12. Nem sempre que duas coisas estão relacionadas significa que exista uma relação de causa e efeito entre elas…

    Todas essas caracteristicas citadas são genéticas… inclusive a predisposição a assistir televisão…

    Da mesma forma que cabelos loiros não “causam” olhos azuis, gostar de TV quando criança não “causa” bullying na pré adolescencia… são apenas faces diferentes de uma mesma caracteristica genética…

    Thumb up 2
  13. É claro…… tudo em excesso faz mal sim…. mas daí dizer que a TV é tão prejudicial a esse ponto, para crianças com menos de dois anos…. aí já acho exagero.
    Minha filha adora televisão e aprendeu muita coisa com ela. Ela tem menos de dois anos e o vocabulário dela é bem rico.
    E se falando de vida sociável…. ela não é retraida e se dá bem com a maioria das pessoas que frequentam minha casa…. na rua, ela sempre faz amizade com as crianças da idade dela… não é pq sou o pai (meio suspeito pra falar), mas acho a minha filha muito esperta pra essa faixa etária…
    Ela assiste TV diariamente, mas nem por isso deixa de fazer coisas de criança, como correr, fazer bagunça, pular, brincar com outras crianças…
    Na minha opinião o resultado dessa pesquisa é um exagero….. não proíbam suas crianças de assistir TV…. é lógico, não as ponham pra assistir BBB, novelas, programas da tarde, enfim… sugiro TV a cabo… com bom senso tudo flui bem……

    Thumb up 8

Envie um comentário

Leia o post anterior:
vazamento-oleo-eua-620
Verdades e mentiras sobre a ação do petróleo na saúde das pessoas

Os humanos nada tem ...

Fechar