Crianças inteligentes têm mais chance de usar drogas

Publicado em 17.11.2011

Um novo estudo afirma que crianças inteligentes têm mais propensão a usar drogas ilegais como cocaína, maconha e ecstasy quando crescerem.

Os cientistas acreditam que isso acontece como uma forma de evitar o bullying, e também por pensarem que a vida é entediante. Surpreendentemente, o efeito acontece mais com garotas.

Em comparação com as de inteligência menor, um QI alto feminino resulta em uma chance duas vezes maior de usar cocaína ou maconha até os 30 anos. O efeito nos garotos é também notável, com chances 50% maiores.

Uma equipe da Universidade de Cardiff analisou quase oito mil pessoas nascidas em uma semana de abril de 1970, que já participavam de um estudo de acompanhamento durante a vida. Todos os catalogados tiveram seus QIs testados entre os cinco e dez anos. O uso de drogas foi reportado pelos próprios participantes, entre os 16 e 30 anos.

Aos 16, 7% dos garotos e 6,3% das garotas haviam usado maconha. De acordo com o estudo, essa minoria apresentava um QI maior do que os outros.

Aos 30 anos, 35,4% dos homens e 15,9% das mulheres haviam usado maconha, enquanto para cocaína os índices foram de 8,6% e 3,6%, respectivamente.

Os autores comentam que “entre a maioria das drogas (exceto anfetamina nos homens), homens e mulheres que confirmaram o uso nos últimos 12 meses tinham um QI significativamente maior quando crianças do que os que não usaram”.

Apesar do estudo não pesquisar o porquê do uso, não foi encontrada nenhuma evidência de que a classe social dos pais estivesse relacionada com a escolha futura da pessoa.

Entretanto, os autores comentam que outros estudos sugerem que “crianças prodígio – com um QI maior do que 130 – relatam grandes níveis de tédio e de estigmas sofridos, o que poderia aumentar a vulnerabilidade de usar drogas como forma de se isolar”.

James White, da Universidade de Cardiff, comenta: “Apesar de ainda não ser claro o porquê da relação entre um QI alto e o uso de drogas ilícitas, estudos anteriores mostram que essas pessoas estão mais abertas a novas experiências e ansiosas por novidade e estímulo”.[Telegraph]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

68 Comentários

  1. Existem vários tipos d inteligência, desde a linguística até a musical… O nosso intelecto é o resultado de todas essas capacidades desempenhadas ao mesmo tempo.
    A testada nesses testes d QI é, na grande maioria das vezes, (só)a lógico-matemática. Mas tudo bem, mesmo admitindo q determinada pessoa seja inteligente, ñ quer dizer q ela esteja livre das burrices. Todo o mundo faz burrice o tempo todo, eu, vc, a minha orientadora com PhD em genética, todo o mundo.
    Usar droga é burrice, reflete a falta d um tipo d inteligência, a emocional, e tentar justificar essa burrice com o tédio ou qualquer outro tipo d angústia exalta ainda mais essa carência.

    Tomar Coca-cola tbm é burrice, mas pelo menos quando tomo, não tenho minha capacidade cerebral tão afetada quanto a de um maconheiro alienado q por aqui comentou do efeito de cura ao câncer por óleo da maconha.

    Thumb up 2
    • ” mas pelo menos quando tomo, não tenho minha capacidade cerebral tão afetada”

      Ta se matando e não tem capacidade cerebral afetada ? O.O

      Sem falar que é uma cultura antiga, ninguém pode me obrigar a não fumar. Estamos diante de uma das gerações mais burras mesmo.
      Uma parte da ciência diz que faz mal, outra parte diz que faz bem. Eu escolhi a minha.

      Thumb up 2
  2. legal, quando criança tinha 142 de QI..
    e que isto me sirva de consolo já que estou aqui mesmo…

    Thumb up 0
  3. Bernardo Staut,

    interessante seu artigo bem como as estatísticas.

    Porém, não creio que seja uma forma de isolamento, mas sim uma busca por novas perspectivas ou driblar a inquietude.

    Thumb up 3
  4. “Entretanto, os autores comentam que outros estudos sugerem que “crianças prodígio – com um QI maior do que 130 – relatam grandes níveis de tédio e de estigmas sofridos, o que poderia aumentar a vulnerabilidade de usar drogas como forma de se isolar”.”

    Fato. Não precisei do estudo para ter chegado a essa conclusão faz tempo…

    Thumb up 9
    • Parabéns, Gabriella!
      Quem dera todos fossem “iguais” você! Talvés não seriam necessários nem prèzinho, primário, secundário. Bastávamos ir direto para uma faculdade para oficializar uma profissão liberal.

      Thumb up 5
  5. O óleo da maconha pode curar varios tipos de cancer.

    Sobre na hora do “vamo ver” nunca tive problema nenhum, pelo contrário demorar mais p; chegar lá, pois fica meio q anestesiado.

    haha,

    Thumb up 1
    • Maconheiro não conversa, brother! Maconheiro troca umas idéias de como suprir a falta de uma seda ou uma erva. As conclusões em primeiro grau são de atacar os objetos de casa mesmo, depois começam a pular o quinatal do vizinho.

      Thumb up 7
  6. meu Deus, como nessas horas eu queria ser que nem a minha irmã, bem burrinha pq ser inteligente eh mto chato

    Thumb up 5
    • Pessoas inteligentes não saem por aí dizendo pra quem quiser ouvir que são inteligentes, os ignorantes fazem isso.

      Thumb up 23
  7. ATENÇÃO PESSOAL ! Queria fazer uma pesquisa aqui no hypescience. Aqui mesmo. O negócio é o seguinte: se você gostou desta reportagem clique em ‘gostei’ neste comentario , se não clique em ‘não gostei’. vamos lá participe ! depois vamos analisar

    Thumb up 21
  8. Tá provado maconha é só pros camaradas cabeças. Aposto que os cientistas que fizeram a pesquisa tambem curtem um baseado é claro. Eu tô de acordo com eles. pur falar nisso vô acende unzinho.

    Thumb up 17
    • Zézino do finzinho da feirinha de pobre da periferia:

      Cê escreveu:
      “Tá provado maconha é só pros camaradas cabeças”

      Eu acho que maconha é pros caras SEM as DUAS cabeças
      e sei que vc sacou legal o que eu quis dizer.

      Parece que o que tu queres mesmo é se auto justificar diante da galera.
      Aí não pega legal, cara.

      Meu pai que viveu no tempo da repressão militar, conta que os jovens babacas da época, se justificavam que tinham que se drogar prá contestar o sistema.

      Putz que parillis… Que fuga alucinante!

      Curta o seu baseado numa boa, mas deixa um pouco a babaquice, my brother.

      Baseado é bom, mas não sustenta “BASE” na hora do VAMUVÊ. Sacou?

      Fui

      Thumb up 19
    • Seu pai naquela época era chamado de quadrado e eu já era doidão hoje ele deve ta aposentado e eu comendo macarrão. kakakakakakakakakakaka !!!!!!!!!

      Thumb up 10
    • Kakakakaka

      Valeu, Zezinho.

      Parabéns pela criatividade e pelo seu bom humor.

      Fui.

      Thumb up 10
    • Eu fumava um beke pq gostava, me deixava relaxado, sem desculpas esfarrapadas. Nem imaginei que ia ser tão fácil largar. Fiquei bem mau humorado no primeiro e segundo dias, no terceiro meu mau humor voltou ao normal de sempre.

      Thumb up 7
  9. gostei do texto é informático e apresenta uma grande guantidade de fatos tento claro um bom acervo.
    O que vale é ter argumento e o texto me deu gostei muito.
    E é fácil a interpretaçaõ do texo simples e direto.

    Thumb up 1
    • Quá Quá Quá

      O texto é “informático”?

      Obrigado por nos fazer rir um pouco.

      Fui

      Thumb up 14
  10. Para Silvio:

    Muito boa a sua definição:

    “No cinema, nas novelas e nos desenhos animados, são retratados com aquele estereótipo do sério, que não acha graça em nada. Nos diálogos, dão respostas sábias e maduras demais para sua idade e sempre usam óculos com lentes grossas. Já percebeu?”
    —————————————–
    Na novela das 7, Ti Ti Ti, tinha um garoto e uma garota superdotados, filhos do personagem Jacques Leclair.
    Eles além de usarem óculos grandes, estavam sempre com um livro na mão.

    É o estereótipo clássico criado pelo cinema, desde o suspense “Shadow of a Doubt” (A sombra de uma dúvida) de Alfred Hitchcock 1943 em preto e branco.

    Foi também usado no filme “Pic Nic” (Férias de Amor) 1955, onde a adolescente Millie Owens é a própria definição do estereótipo, que virou regra em muitas produções do cinema, tv e desenhos animados.

    O filme Pic Nic é um dos maiores clássicos da história do cimena. Baseado na obra de William Inge, psicólogo e dramaturgo, reune vários personagens num piquenique , cada um com suas neuroses, seus dramas e suas buscas por um significado em suas vidas.

    Se você gosta de filmes com conteúdo psicológico e existencial, esse é o filme, que embora se passa na década de 50, continua atual.

    Lena… faz um bom tempo que não escrevo aqui.

    Thumb up 22
    • Lenaaaaaa

      SEJA MUITO RE-BEMVINDA!

      Adoro suas dicas de cinema.
      Fiquei super interessada no filme Picnic.

      Vou corendo baixar.

      Beijos da Magda. E vê se não some mais, viu?

      Fui

      Thumb up 14
    • Amém Chuck! VOce sempre com opiniões sensatas…..

      Thumb up 1
  11. isso deve ser baixo q.e sendo tão intelligente pouco emocional interagem menos com outros e sempre achei que amigdala nos da um certo moivo de vitda natural sobreviver,reproduzir etc.. pessoas com q.i alto normalmente ignoram isto vida realmente fica entendiant.(minha opnião)

    Thumb up 1
  12. Discordo dessa pesquisa, uso de drogas nao tem nada a ver com inteligencia e sim com o total vazio que o ser humano tem dentro de si
    As pessoas hoje em dia gostam de pular as etapas natural do ciclo da vida nao querem esperar nada, tudo tem que ser rapido numa busca louca por algo que nem elas mesmas sabem o que e’
    Se perdem pelo caminho ficam frustradas pelas minimas coisas que nao da certo em suas vidas e procuram nas drogas um mundo paralelo onde ali elas acham que sao poderosas e imortais, a fuga da realidade e’ um escape para o seu fracasso como ser humano independente da classe social nao e’o dinheiro nem a falta dele que faz essa dependencia da droga mas sim um vazio do espirito ali tem um corpo habitado pela droga ela vicia ela comanda , ela mata, ela tem o poder de iludir os fracos sem alma

    Thumb up 7

Envie um comentário

Leia o post anterior:
escovar-dentes
Ter dentes limpos pode diminuir chance de ataque cardíaco e derrame

Escove os dentes! Es...

Fechar