Explosão solar detona telecomunicações na Europa

Publicado em 9.07.2012

Nesta semana, uma rajada de partículas emitidas pelo sol causou interferência em transmissões de rádio por toda a Europa.

Rajadas como essa, chamadas de “ejeções de massa coronal” (EMCs), são resultado de fortes distorções no campo magnético do sol. Além de conter bilhões de toneladas de gases, raios-X e radiação ultravioleta, elas chegam à absurda temperatura de 100 milhões de graus Celsius. A ejeção que causou interferência na Europa sequer estava vindo direto para a Terra, o que nos dá uma ideia do poder desse fenômeno.

Vez ou outra, nosso planeta (ou, melhor, seu campo magnético) é atingido por EMCs menores, e o resultado são intensos flashes de luz. Às vezes, contudo, uma EMC pode causar tempestades magnéticas, interferindo em satélites e redes de energia. Em 1989, seis milhões de moradores do Quebec (Canadá) ficaram sem eletricidade por causa de uma ejeção.

Sabe-se que as atividades solares ocorrem em ciclos de 11 anos – e o pico do ciclo atual está previsto para 2013. Em outras palavras, mais fenômenos violentos estão a caminho.

Além das EMCs, fortes alterações no campo magnético do sol também causam as chamadas “manchas solares”. “Nos próximos dois anos, estamos esperando que o número de manchas solares visíveis chegue ao máximo”, relata o pesquisador Matthew Penn, do Observatório Solar Nacional dos Estados Unidos. “Elas são capazes de causar as maiores e mais danosas tempestades espaciais”, completa.

Parece que o campo magnético da Terra vai ter bastante trabalho para nos proteger ano que vem.[Daily Mail UK]

Autor: Guilherme de Souza

É jornalista empenhado e ilustrador em treinamento. Curte ciência, cultura japonesa, literatura, seriados, jogos de videogame e outras nerdices. Tem alergia a música sertaneja e acha uma pena que a Disco Music tenha caído no esquecimento.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

9 Comentários

    • Cara, já é a 3ª notícia em que eu procuro isso e não encontro. O pessoal do site precisa colocar a data em que postam as notícias aqui.

      Thumb up 2
  1. Em 1943 um francês, René Barjavel escritor de romances de antecipações(Ficção), publicou um livro, DEVASTAÇÃO (ou a volta à Natureza), que desenvolve-se depois de um fenômeno tipo esse descrito abaixo, de EXPLOSÃO SOLAR, com a interrupção geral da energia elétrica e telecomunicações. Ele não previu a teleinformática como temos hoje, mas, além desse fenômeno concreto que já existe, e que ocorria em proporções menores como atualmente, ate o grande fenômeno, mas antecipa coisas fantásticas. O enredo se passa na França.
    Sem energia elétrica(os veículos, mesmo a combustível, precisam de energia elétrica para funcionar) e sem comunicações, a “Civilização”, a sociedade moderna, entrou em falência e se instalou a barbárie, a fome, a falta de agua(precisa de energia, para ser tratada e transportada), e as cidades se destruíram. Você já viu filmes com a falência da civilização humana, devido a outras causas.
    Apenas quem tinha habilidades para viver da terra, e foi ou estava no campo, sobreviveu.
    Você acha isso impossível de acontecer? Lembra-se que Noé foi ridicularizado, mas inundações acontecem, primeiro em proporções menores, depois como Diluvios.
    Você pode viver fora das cidades?
    Pode viver com pouco, de forma frugal?
    Saberia produzir e colher alimentos?
    O que sabe fazer com as próprias mãos?
    Acha que podemos já ter um “Plano B”, para sobreviver caso algo assim aconteça?
    Frequentar o campo, lidar com a terra, as plantas, os animais, é gostoso e pode ser útil.
    Sem pânico, mas adotar atitudes previdentes, pode custar pouco agora e ser de grande valia no futuro.
    A 2ª. Edição do livro em 1976 esta esgotada, mas existia alguns em bibliotecas, e nos “Sebos”.
    Eu tinha um, sumiu, encontrei outro num Sebo em Porto Alegre.
    O livro; DEVASTAÇÃO, Ed Artenova-Circulo do Livro S.A. Titulo original- Ravage Tradução de Reynaldo Bairão
    Repasse se quiser.
    Abraços,

    Fernando de Almeida Dultra

    Thumb up 4
    • Com certeza, tanto na parte de telecomunicações, e nos demais equipamentos gerando corrente induzidas nos circuitos que não são blindados. Isso representa um grande risco para a ISS devido a segurança e navegação da estação. Quanto aos astronautas, falando de exposição física, pouco sei te dizer, mas sei que em épocas de máximo solar alguns vôos transpolares e com maiores altitudes são evitados pelas companhias áreas, existem estudos que dizem que os efeitos das EMC’s, além da ionosfera, afetam diretamente na nossa atmosfera modificando o arrasto da mesma.

      Thumb up 7
    • Obrigado pela resposta Marcelo!

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
risada presas
Como ameaçadoramente exibir as presas se transformou em sorriso?

Cientistas avaliam o...

Fechar