Pássaros que sofrem abuso viram “bullies”

Publicado em 6.10.2011

Muito semelhantes aos seres humanos, aves que são abusadas quando criancinhas são mais suscetíveis de se tornarem agressoras mais tarde.

Atobás adultos, aves marinhas que vivem em colônias nas Ilhas Galápagos, muitas vezes agridem seus vizinhos mais novos. Uma nova pesquisa descobriu que filhotes intimidados se transformam em agressores quando adultos.

Os pesquisadores ficaram surpresos com o intenso interesse que muitas aves adultas mostram pelas jovens, tratando-as muito rudemente. Uma história de abuso provou ser um forte indício do comportamento de um pássaro adulto.

O pássaro intimidador – principalmente do sexo feminino – patrulha as colônias de criação, à espera de que os pais deixem seus filhos para ir caçar. Em seguida, os adultos se lançam sobre as aves jovens, mordendo, bicando e até mesmo fazendo avanços sexuais. Os jovens muitas vezes são deixados estressados e sangrando.

Para fazer o estudo, os pássaros foram rastreados ao longo de três épocas de reprodução, para que os filhotes crescessem e voltassem à sua terra natal para botar seus próprios ovos.

A descoberta de que os bebês vitimados se tornavam cruéis mais tarde é assustadoramente parecida com o que os cientistas sociais têm aprendido sobre o ciclo de abuso em seres humanos. Segundo o Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos EUA, cerca de 30% das crianças abusadas e negligenciadas vão crescer para vitimar seus próprios filhos.

Pesquisadores ainda acreditam que esse ciclo pode ter a mesma raiz nos pássaros e nos seres humanos: hormônios de estresse surgem depois do abuso, descobriu outro estudo recente.

E o que muitos considerariam um fenômeno humano extremamente complexo, também está ocorrendo – talvez através do mesmo mecanismo fisiológico – em aves, que são mais estreitamente relacionadas com os crocodilos do que com mamíferos.

Os estudos das aves podem ser bons modelos para começar a entender os mecanismos do ciclo de violência em seres humanos.[LiveScience]

Autor: Patricia Herman

é aspirante a jornalista, tem 21 anos e adora ler, principalmente poemas e a filosofia alemã do século XIX. Tem um único grande vício: música.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

4 Comentários

  1. Nada a ver!Os pássaros ñ conhecem o valor do dinheiro, a pornografia e a pedofilia, Humanos tem entendimentos sabem q o q fazem é errado, e serão punidos se forem pegos no ato da infração, os pássaros o fazem pelo instinto de preservação, matando e destruindo alguns de sua raça, sobrará a comida q os pais foram buscar para aquelas q ficaram no ninhal, eles são jovens ainda ñ sabem e ñ querem sair p\ arranjar acomida q os pais lhes traziam quando bebes, eles ñ querem crescer, é mais facil subjugar o mais fraco.

    Thumb up 0
  2. Acho que é verdade sim,mesmo porque sabemos que toda ação gera uma reação e está reação muitas vezes pode ser violenta ,podemos ate mesmo citar como exemplo as catastrofes que hojé ocorre com mais frequencia onde a natureza reage contra a acão do homem causado danos irreparaveis.Se a natureza está se rebelando imagine um animal!!!!!!

    Thumb up 0
  3. Tenho minhas dúvidas nesta pesquisa..
    Na minha humilde opinião há controversias.
    Abçs

    Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
getmouth1
O que nossas bocas dizem sobre nós?

Já pensou no que a s...

Fechar