Personalidade parecida não faz casamento durar

Publicado em 11.08.2011

Pare de procurar alguém parecido com você: segundo um novo estudo, para um relacionamento durar, o casal não precisa ter personalidade parecida.

O estudo incluiu homens e mulheres casados por pelo menos 40 anos. 32 casais avaliaram a sua personalidade e quão satisfeitos eles estavam em seus casamentos. Cada um devia avaliar a sua própria personalidade, bem como suas percepções da personalidade de seus parceiros.

Os casais completaram os questionários em salas separadas e não tinham permissão para ver as respostas de seus parceiros.

Tanto os homens como as mulheres eram muito felizes em seus casamentos, mas, em média, as mulheres relataram ser um pouco mais felizes do que os homens.

Nem a duração do casamento, nem traços de personalidade (autoidentificados e percebidos pelo cônjuge) foram associados com o nível de satisfação marital do casal.

Ou seja, os pesquisadores descobriram que nem semelhanças, nem diferenças de personalidade pareceram afetar o quão felizes eles eram.

As descobertas sugerem que a correspondência de personalidade feita por sites de namoro podem fazer pouca diferença no sucesso final de um relacionamento.

Os resultados também contrariam o que as pessoas poderiam esperar intuitivamente. “Uma das minhas suspeitas, apesar de especulativa, é que a necessidade de um relacionamento é tão forte que supera diferenças”, disse o pesquisador do estudo e psicólogo Frederick Coolidge.

Ou seja, a necessidade evolucionária de se relacionar com alguém pode superar incongruências de personalidade.

Coolidge diz que, como a amostra do estudo foi muito pequena, são necessárias mais pesquisas para descobrir exatamente o que faz um relacionamento durar. “Parece que, no que diz respeito à satisfação conjugal, os motivos escapam da detecção, pelo menos por testes psicológicos padronizados e medidas de personalidade”, comenta Coolidge.

Outra pesquisa sugere que diferenças de personalidade podem ser mais benéficas do que semelhanças, em termos de manter um relacionamento a longo prazo.

Em um estudo de 2007 com casais de meia-idade e mais velhos (alguns juntos há 55 anos), as semelhanças de personalidade foram associadas com diminuição da satisfação conjugal ao longo de um período de 12 anos. Em algumas áreas, as diferenças de personalidade foram relacionadas com maior sucesso marital.

Segundo o pesquisador Robert Levenson, isso pode ser porque, a longo prazo, personalidades diferentes podem fornecer aos casais recursos complementares para lidar com os desafios da vida.

Por exemplo, um casal em que um parceiro é mais sociável e o outro mais detalhista. “Em uma certa noite, se alguém precisa fazer e pagar as contas, e alguém precisa conversar com outros pais para combinar caronas aos filhos, o casal ‘complementar’ presumivelmente discutirá menos sobre quem faz o quê do que um casal ‘similar’”, explicou Levenson.

E, mais tarde na vida, conforme os casais passam mais tempo juntos, os cônjuges demasiado semelhantes podem se tornar entediados uns com os outros.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

6 Comentários

  1. A última frase do post diz tudo, casamento longo ñ é só amor é tbm conviniencia e acomodação, e enfado, ver a mesma cara todo dia enche o saco, ainda mais se for uma cara amarrada e azeda! Mas ñ dá p\ chutar tudo pro alto, então agente releva, mesmo asim ñ dá p\ contar as vezes q joguei as coisas de meu marido p\ fora e o mandei embora, e ele ñ foi, Hoje até sinto q valeram as vezes q o mandei sumir e ele ñ sumiu, são 40 anos juntos, ele é um mentiroso, ñ acredito nele, no resto… acho q agora só a morte nus separa, ele está doente e tenta ser verdadeiro ,mas é viciado em mentiras, faço q acredito e vamos levando…

    Thumb up 2
  2. Bom, concordo plenamente com isso, pois eu e minha ex, todos falavam que eramos opostos (eu falo com todo mundo, gosto de sair, etc / ela e mais na dela, e prefere ficar em casa) porem tinhamos em comum uma boa conversa, gostamos de rir e tudo mais.
    acho que deu certo por um bom tempo porque e exatamente como esta ali, ela completava minhas fraquesas e distracoes e eu as dela…. (que saudade rs)
    #no COMECO temos que encontrar coisas em COMUM
    DEPOIS as DIFERENCAS nao nos deixa cair na monotonia e nos mantem em dialogo de troca de informacoes constante.

    Thumb up 3
  3. A semelhança nas personalidades influencia no começo da relação. Mas mante-la implica a existencia de aceitação e dialogo mais que tudo…

    Thumb up 8
  4. Agora estou acreditando um pouco mais naquela frase que diz que os opostos se atraem.

    Acho muito interessante os argumentos sobre a duração do relacionamento quanto à semelhança de cada caráter, personalidade ou temperamento. Mas acredito que alguns outros fatores indispensáveis e de suma importância na duração desses casamentos foi o respeito e consideração que ambos possuíram um para com o outro.

    Muito mais importante que semelhanças de personalidade, esse comportamento que gera amor, carinho e compreensão, dentre outros, foi o principal ator dessas histórias que possuem um final feliz.

    Thumb up 6

Envie um comentário

Leia o post anterior:
esclerosemu
Cientistas descobrem mais de 50 pistas genéticas do risco de esclerose múltipla

A pesquisa confirmou...

Fechar