Pesquisa tira fotos incríveis de leopardos da neve

Publicado em 15.02.2012

Cientistas fizeram a primeira pesquisa sobre leopardos da neve e suas presas no mais novo parque nacional do Butão, tirando algumas das únicas fotos da espécie.

Biólogos do governo do Butão e do grupo de conservação WWF capturaram mais de 10.000 imagens durante o levantamento com câmera. As imagens incluem leopardos da neve deixando seu cheiro para marcar território, e animais mais jovens.

As imagens são valiosas, porque essas criaturas elegantes não são fáceis de fotografar. É relatado até que eles roubam câmeras de pesquisa. No ano passado, os cientistas capturaram as primeiras imagens de leopardos da neve na Sibéria, e uma imagem rara de uma mãe e seu filhote nas montanhas do Afeganistão.

A nova pesquisa no Butão também tirou fotos de outras espécies, como uma população saudável de ovelha azul, que é a principal fonte de alimento para leopardos da neve.

As novas imagens são evidência de que os leopardos da neve estão prosperando no Parque Wangchuck Centennial, um habitat vital para eles entre o Parque Nacional Jigme Dorji no Ocidente e o Bumdeling Wildlife Sanctuary no Oriente.

Isso sugere que a rede de áreas protegidas está ajudando a vincular populações locais de leopardo da neve, o que será inestimável para assegurar a persistência a longo prazo da espécie na região.

A pesquisa foi focada em espécies que são presas do leopardo de neve, mas os cientistas também capturaram imagens e filmagens de outras espécies como o lobo tibetano, cachorro do mato, raposa vermelha, faisões, várias aves de rapina, etc.

Leopardos da neve são tímidos e ameaçados de extinção, com cerca de 4.500 a 7.500 indivíduos existentes em estado selvagem.

O Butão é o único país da Terra onde o habitat dos leopardos e tigres se cruzam. Não se sabe quantos existem lá, mas é fundamental descobrir como as ameaças os estão afetando (como pastores que os matam por ir atrás do seu gado, perda de habitat e caça ilegal por suas peles).[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

5 Comentários

  1. Que bichano bonito. E por coincidência ou não, o penúltimo OS do Mac (10.6), codinome leopardo das neves, não consegue ser encontrado em lugar nenhum, sumiu das prateleiras.

    Thumb up 0
    • concordo contigo… é lindo!

      Thumb up 0
  2. Será que era um desses o Tailug, que lutou com o Poo no final do filme do Kung fu Panda?
    O leopardo da neve é um hematófago no folclore de alguns povos da Ásia Central, porque sua mordida deixa as clássicas marcas vampíricas. Na verdade, ele aprecia sangue como qualquer grande carnívoro, as marcas são só devido ao jeito como mata a presa, sufocando-a pela mordida até morrer, o que faz com que perca muito sangue. Ele também costuma abandonar a caça se incomodado pela presença humana, o que também alimenta o mito em torno dele.

    Thumb up 0
    • Legal a explicação, Jonatas.

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
article-2101040-11BBD7C5000005DC-171_634x572
Novo camaleão minúsculo é descoberto em Madagascar

O réptil de Madagasc...

Fechar