Porque as crianças são egoístas?

Publicado em 11.03.2012

Nem tudo está perdido. Se seu pequeno anjo gritar: “É meu!” ou se recusar a compartilhar algo, isso não significa que você vai ter que se contentar com uma criança mimada pro resto da vida.

Segundo um novo estudo, a culpa de crianças pequenas se comportarem egoisticamente pode ser de uma região de seus cérebros que está ainda imatura.

Os pesquisadores estudaram o comportamento e imagens de scanner do cérebro de crianças enquanto elas jogavam jogos que envolviam compartilhar uma recompensa com outra criança.

Eles descobriram que, embora crianças mais jovens entendessem que a partilha beneficiava a outra criança, elas eram incapazes de resistir à tentação de tomar a decisão “egoísta” e manter grande parte da recompensa para si.

A análise dos cérebros revelou uma região que amadurece junto com a capacidade das crianças maiores de tomar decisões menos egoístas.

Especialistas acreditam que, conforme as crianças crescem, tornam-se menos egoísta e cada vez mais se concentram em como o seu comportamento pode afetar ou beneficiar os outros. Mas ainda não está claro por que e como esta mudança acontece.

Os resultados ajudarão os pesquisadores a entender melhor como o comportamento social se desenvolve.

O estudo

No estudo, 146 crianças participaram de dois jogos, jogados em duplas. No “jogo do ditador”, uma criança oferecia-se para compartilhar uma recompensa, e outra criança só poderia aceitar o que foi oferecido.

No “jogo do ultimato”, uma criança poderia propor compartilhar a recompensa, mas a outra criança poderia aceitar ou rejeitar a oferta. Se a criança rejeitasse a oferta, nenhuma criança receberia recompensa.

Os resultados mostraram que crianças mais velhas eram melhores em partilhar e negociar com os outros. Os pesquisadores disseram que essas habilidades foram aumentando conforme as crianças melhoravam o controle sobre seus impulsos.

Apenas as crianças que fizeram ofertas para compartilhar durante os dois jogos foram selecionadas para uma análise do cérebro. Para testar se as mesmas regiões cerebrais envolvidas no comportamento das crianças continuavam a desempenhar um papel na vida adulta, os pesquisadores analisaram 14 adultos que também participaram em ambos os jogos.

Ao comparar as crianças e adultos, as imagens do cérebro mostraram que uma região chamada córtex pré-frontal dorsolateral, localizado no lado esquerdo do cérebro, era mais desenvolvida em adultos. A área possivelmente tem relação com o controle de impulso.

Os pesquisadores também notaram que as crianças mais jovens estavam mais dispostas a aceitar ofertas injustas do que as crianças mais velhas.

Os resultados sugerem que o comportamento egoísta em crianças pode não ser devido à sua incapacidade de saber o que é “justo” e o que é “injusto”, mas sim a uma parte do cérebro imatura que não leva ao comportamento altruísta quando tentada a agir egoisticamente.[LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 25 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

3 Comentários

  1. Realmente, há pessoas que nunca desenvolveram adequadamente essa parte do cérebro.

    Thumb up 5
  2. Ah, então quer dizer que, quanto mais egoísta, mais imatura uma pessoa pode ser?
    Suspeitei desde o princípio…

    Thumb up 12
  3. Consequências da imaturidade!! Uma criança naõ reflete sobre suas atitudes, só depois que ela aprende e adquiri valores humanos!!

    Thumb up 13

Envie um comentário