Reino Unido bane criminosos da internet

Publicado em 29.11.2011

No Reino Unido, aqueles que cometerem ofensas e bullying online serão banidos da internet. A decisão faz parte da nova estratégia de segurança cibernética britânica.

É hora da polícia e dos tribunais usarem mais as sanções cibernéticas para restringir o acesso às redes sociais e serviços de mensagens instantâneas daqueles acusados de roubo de dados, fraude e ofensas online.

Ordens similares foram impostas aos envolvidos na série de ataques online pelos grupos Anonymous e LulzSec, no começo do ano. Eles no momento aguardam julgamento.

Outros dois jovens foram banidos da web por incitar tumultos via Facebook.

Os oficiais agora analisam se é possível usar a tecnologia para monitorar ofensores e entregá-los às autoridades no caso deles quebrarem as condições e usarem a internet.

“O Ministro da Justiça e outros departamentos estão considerando o desenvolvimento de uma nova forma de reforçar essas ordens, usando ‘marcadores digitais’ que são disparados quando o acusado quebra as condições sobre seu uso da internet, e automaticamente vão informar a polícia ou serviço de investigação”, afirma um dos estrategistas de segurança digital.

As forças policiais do país também vão recrutar “especialistas digitais”: experts que serão encorajados a participar como voluntários na investigação de crimes online.

A estratégia também é desenhada para evitar a espionagem e ataques de países como a China e Rússia, e hackers “patriotas”.

O Quartel General das Comunicações Britânicas (GCHQ) vai receber cerca de 1 bilhão e 100 milhões de reais para desenvolver a habilidade de detectar, defender e contra-atacar em rede. A dificuldade de descobrir a verdadeira fonte de um ataque online está entre as prioridades, assim como desenvolver técnicas de conflito na web, com colaboração da nova unidade digital do Ministério da Defesa.

A GCHQ também vai comercializar um pouco da sua tecnologia cibernética para ajudar o setor privado a melhorar sua segurança online, como parte do esforço de aumentar a cooperação entre o governo e indústria.

“A estratégia não lida apenas com a ameaça terrorista ao nosso território nacional, mas também com os criminosos que ameaçam nossa prosperidade e a vida de muitas pessoas comuns através dos crimes online”, afirma o primeiro ministro, David Cameron.[Telegraph]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

6 Comentários

  1. Poxa estão fazendo isso na internet,mas o mundo real nada.Ano passado sofre de bullyng por três garotos.Já houve brigas,discursos no final do ano um virou meu amigo,outro sai no meio do ano pelas notas e o outro ainda tenho vontade de da bons biliscoes naquela bochechas de quico dele!Já avisei tantas vezes a escola e nada de resolveram cheguei a um ponto em que eu pensei que iria explodir!Eu já sofri com 5 meninos desse tipo(e eu só tenho 12 anos)! Precisamos de medidas!!!

    Thumb up 0
  2. Isso me faz lembrar o filme o juiz,um ambiente todo controlado onde não se podia dizer um palavrão se quer.Tudo desculpa para manter o gado sob controle.

    Thumb up 4
  3. Pena que não pensam em implementar medidas como essas no Brasil. Quem já teve conta corrente invadida e cartão de crédito clonado por essa raça de facínoras sabe bem quão saudável seria o afastamento desses cretinos do universo internetiano.

    Thumb up 1
  4. A intenção deles é tirar a privacidade de todas as pessoas, não apenas das que usam a internet para prejudicar os outros! O maior medo deles é que eles perceberam que a net é a melhor forma de se organizar manifestações civis legítimas sem a necessidade nem mesmo de um líder! Eles morrem de medo disso! E os “especialistas voluntários” nada mais são do que hackers sendo extorquidos para ajudar a prender outros hackers em troca de leniência!

    1980 está aí! Só não vê quem não quer!

    Thumb up 5
  5. Que mentira! A intenção deles é tirar a privacidade de todas as pessoas, não apenas das que usam a internet para prejudicar os outros! O maior medo deles é que eles perceberam que a net é a melhor forma de se organizar manifestações civis legítimas sem a necessidade nem mesmo de um líder! Eles morrem de medo disso! E os “especialistas voluntários” nada mais são do que hackers sendo extorquidos para ajudar a prender outros hackers em troca de leniência!

    1980 está aí! Só não vê quem não quer!

    Thumb up 4

Envie um comentário

Leia o post anterior:
aids
ONU anuncia queda mundial no número de infecções por HIV

A ONU traz ótimas no...

Fechar