Alcoólatras agora tem remédio

Publicado em 29.04.2012

Autoridades da Agência Sanitária Francesa (AFSSAPS, na sigla em francês) aprovaram o uso da droga Baclofen, originalmente criada para combater espasmos nervosos, para tratar o alcoolismo, seguindo um protocolo de caso para caso.

Segundo as autoridades francesas, o Baclofen – nome de laboratório para os remédios Kemstro, Lioresal e Gablofen – não se mostrou totalmente eficiente contra o alcoolismo, mas conseguiu “alguns resultados clínicos positivos em alguns pacientes” e pode se tornar um medicamento para alcoolismo.

A história da droga remete à 50 anos atrás. Ela foi originalmente concebida para tratar casos de epilepsia, mas só recebeu licença para ser utilizada em tratamentos contra espasmos. Mas novos interesses surgiram em 2008, com o lançamento do livro “Le Dernier Verre” (A Última Bebida, em tradução livre), do cardiologista Olivier Ameisen, que tratou seu alcoolismo com altas doses de Baclofen.

Por isso, a agência francesa fez uma pesquisa, liderada por Philippe Jaury, da Universidade de Paris-Descartes, com 132 alcoólatras graves, que receberam altas doses de Baclofen durante um ano.

Os resultados mostraram que 80% se tornaram abstinentes ou alcoólatras moderados. Em comparação, duas drogas comumente usadas no combate ao alcoolismo – naltrexona e acamprosato – conseguiram taxas de sucesso de até 25%.

Os efeitos colaterais constatados foram apenas fatiga, insônia, tontura e problemas digestivos.

Agora, mais pesquisas precisam ser feitas e Jaury já tem seus voluntários. Ele reuniu 320 alcoólatras e os dividirá em dois grupos a partir de maio. Um grupo receberá Baclofen, em doses progressivas, enquanto outro grupo receberá placebo. Vamos esperar pelos resultados! [MedicalXpress]

Autor: Luan Galani

é jornalista. Entusiasta da Teoria-M, é um rato de biblioteca apaixonado pelo que a ciência pode nos proporcionar. Nas horas vagas, é um amante inveterado de música erudita, que pede perdão aos russos por ainda considerar Mozart a grande lenda.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

3 Comentários

  1. Uraaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, um dos males que tiram a paz de Bilhões de pessoas,desesperdas e inutilizads por estas porcarias, que tanta disgraça tra a milhões de familias, desamparadas pela sórte de uma sobrevivencia a altura de padrões satisfatórios de conceguir um avida melhor, e nosos jovens teém muito a deseja, a termos uma juventude exemplar para o progresso de nossa civilização, bastante lonje de determinações sérias para o prgresso da *Ciência e dinamismo de nossas Faculdades, resmadas de alcólicos.
    *Prlo *Amor de * Deus que seje urgente,estamos além do desejado, a maioria de toda população dependente destas Orripilântes drógas, seje cachaça~wisk,cerveja, tambem o vinho, tudo bastante rudimentar em nossos cárdápio e em nosso campo Socia nas univercidades, escolas tudo se evoluirá se estas nogentas drogas *Licidas, que só servem para poucos.

    Thumb up 2
  2. Hum sei!! Na hora que o alcoólotra for comprar o remédio provalvelmente ele irá pergunta para o farmacêutico se pode tomar cachaça invés de água para ajudar a engolir o cumprimido, he he!!

    Thumb up 4
  3. Se for igual às drogas que remediam o vício da heroína e cocaína, e que mataram o Michal Jackson e a Whitney Houston, é melhor continuar bêbado! Esses remédios sempre são mais fortes do que o vício das drogas que eles tentam curar, e o tratamento nunca acaba!

    Thumb up 5

Envie um comentário

Leia o post anterior:
323286270_d89b01ab13_z
O médico obstetra precisa induzir o parto?

"Sugiro que você não...

Fechar