Se os alienígenas existem, eles são imperialistas gananciosos

Publicado em 2.02.2011

Segundo um novo estudo, nós devemos temer os alienígenas: se eles existem, estão em busca de recursos, exatamente como nós.

A pesquisa indica que, basicamente, só existem duas possibilidades: ou estamos sozinhos no universo, ou a evolução (previsível como é) deverá produzir mais criaturas inteligentes como nós, com capacidade tecnológica e uma necessidade cada vez maior de recursos.

Segundo o estudo, a vida na Terra tem explorado quase todos os nichos concebíveis, tolerando extremos de temperatura, salinidade, pH e pressão. Existiu vida na Terra, assim, perto dos limites físicos e químicos da vida em qualquer lugar.

Além disso, como a evolução opera previsivelmente, produzindo resultados relativamente previsíveis, estes dois pressupostos sustentam que a vida extraterrestre, se existir, deve ser bastante semelhante à vida terrestre, com seres inteligentes como nós. E mesmo que pareçam estranhos, qualquer diferença seria apenas de profundidade da pele.

E se existem alienígenas inteligentes, eles estão procurando por recursos, como nós. Outros pesquisadores já tinham levantado essa mesma questão. O físico Stephen Hawking, por exemplo, advertiu recentemente que os alienígenas podem estar mais interessados na mineração de nosso planeta por recursos vitais do que em nos conhecer.

Ainda assim, o fato de nunca termos trombado com um ET defende fortemente a primeira possibilidade: de que estamos sozinhos no vazio desse enorme universo. Os pesquisadores dizem que esse cenário é o mais provável.

O cosmos é quase inconcebivelmente vasto; provavelmente abriga pelo menos 100 bilhões de galáxias. O nosso sistema solar é relativamente jovem em comparação com o resto do universo: 4,6 bilhões de anos versus 13,7 bilhões de anos.

Então, os alienígenas tiveram muito tempo e oportunidade para formar muitas civilizações e obter um avanço considerável (maior do que a nossa evolução). O fato de que ninguém, aparentemente, fez contato com nós, é um forte indício de que simplesmente não há ninguém lá fora.

Os pesquisadores também alertam que as enormes distâncias que, provavelmente, separam potenciais civilizações alienígenas não apresentam uma barreira intransponível para manter contato. Pelo menos em termos de galáxia, uma distância de cerca de 100.000 anos-luz não parece intransponível, dada uma taxa de difusão relativamente lenta e uma taxa geométrica de estabelecimento de colônias.

Apesar dessas duas possibilidades um pouco desagradáveis, outros especialistas acreditam que uma descoberta de vida alienígena deve acontecer em breve e vai inspirar prazer ao invés de incitar um pandemônio na Terra. Isso porque os primeiros ETs descobertos provavelmente não parecerão muito ameaçadores (ou até abstratos): a primeira evidência de vida extraterrestre provavelmente será um micróbio em Marte ou outros corpos do sistema solar, ou um sinal eletromagnético roubado no ar, etc. Segundo eles, como é isso que estamos procurando, provavelmente é isso que encontraremos.

Além do mais, encontrar vida alienígena pode não ser um evento cheio de drama. Pelo contrário, os especialistas pensam que isso vai ocorrer como a maioria das descobertas da ciência: com um monte de vai-e-vem de discussões e avaliações dos elementos de prova. Ao longo do tempo, pessoas diferentes vão começar a concluir que não estamos sozinhos. Não precisa ser uma bomba explodindo. As evidências é que vão ganhar status a partir dos seus (cada vez mais) reconhecedores.

Os especialistas também têm uma visão bastante diferente dos pesquisadores do estudo: eles são otimistas sobre a possibilidade da existência de ETs. Na verdade, o tamanho do universo pode fazer com que seja mais difícil encontrá-los, especialmente porque não sabemos exatamente o que estamos procurando.

Eles também não estão preocupados com possíveis alienígenas malignos. Não é necessariamente inevitável que o avanço civilizações alienígenas dirija a um imperialismo interestelar, cruzando o cosmos através de recursos.

Além disso, as sociedades terrestres tendem mais para a coexistência pacífica. Mesmo que uma civilização alienígena for gananciosa e imperialista, não há garantia de que ela seria capaz de passar por cima dos seus vizinhos. [LiveScience]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

93 Comentários

  1. A razão e a lógica, bem como o estudo da vida no nosso próprio planeta, nós dizem que a vida é a regra no universo, e não a exceção. Agora, entre a vida unicelular e a vida inteligente houve, para nós, um abismo de 3,7 bilhões de anos. Como o número de planetas no universo tende ao infinito, a lógica e a razão nós dizem que, sim, houve tempo suficiente para a vida produzir outra espécie inteligente além de nós.
    Porém, o problema não é se existe, mas sim a distância. Devem existir várias outras espalhadas pelas bilhões de galáxias existentes, mas a distância nos impõe que nunca saberemos deles. Talvez tenham existido por milhões de anos até que uma supernova, por exemplo, pôs fim ao império solar deles. Acha absurdo? Amigo, como disse certa vez um cientista: “o universo não é mais estranho do que imaginamos, ele é mais estranho do que podemos imaginar”.

    Thumb up 2
  2. Só besteira esse post. Há estudos que indicam que esse nosso medo, vociferado de forma contumaz pelo cinema, não passa de um auto-retrato humano. Enfim, todos os compostos químicos que cá encontramos podem ser encontrados por todo o universo. Pensem: (a) se uma civilização já possui tecnologia de viajar entre as estralas, pode ter certeza de que ela já consegue minerar recursos em qq cometa, lua ou planeta, não precisando necessariamente da Terra para isso. (b) se ela chegou a esse ponto de evolução tecnológica, certeza há de que ultrapassou todos os seus problemas sociais, evitando, assim, a sua própria destruição. (c) por ser uma raça inteligente, não há motivos para eles virem aqui só para entrarem em guerra com os humanos, ou para nos fazerem escravos. Podem vir sim, mas para estudar, tal qual como nós fazemos com outras espécies. Não há porquê entender que espécies inteligentes saiam universo afora destruindo ou escravizando tudo sem mais nem menos (mais uma vez, isso não passa de nosso próprio reflexo primitivo), pois, se assim forem, não serão inteligentes. (d) comparar Cristóvão Colombo com alienígenas é um absurdo. O primeiro viveu em uma época primária para qualquer civilização, uma época em que a ignorância sobre a ciência sobrepujava a razão e a lógica. Enfim, acredito que, como nós, cada espécie inteligente que evolua passa por um período primitivo para, só depois, atingir o apogeu tecnológico, social e, por que não, religioso.

    Thumb up 4
  3. Pura tolice ficar afirmando que ets não existem pelo simples fato de você ou nenhum cientista ou pesquisador de renome tenha tido algum contato com um alienígena. Já vi naves triangulares em 1975, bolas de fogo, luzes estranhas no céu, nuvens tubulares incomuns e muitas outras coisas estranhas. Se você ficar por 10 minutos obervando um céu noturno sem nuvens, certamente alguma coisa incomum você verá também.
    Radares tem registrado há anos ufos em suas telas (pesquise).
    Caso Roswell e caso varginha (pesquise). Pesuise sobre anomalias lunares. Pesquise sobre Cratera Victoria em Marte. Pesuqise sobre Nikolas Tesla.
    Pelo simples fato de existir muita notícia falsa sobre o assunto, não quer dizer que não existam ets.
    Já visitaram a Terra as seguintes raças:
    - De Andrômeda;
    - Arturianos;
    - Arianos;
    - Azuis (Guerreiros Estrelares) ;
    - Centaurianos;
    - Confederação dos Humanos;
    - DALs;
    - Greys (Cinzentos;
    - Lirianos;
    - Império de Orion;
    - Plêiades;
    - Sirius;
    - Reptilianos;
    - Vega;
    Muitos deles tem bases subterrâneas e submarinas.
    Os governos de diversos países tem acordos com alguns desses seres há anos. De onde vocês acham que veio a inspiração de utilizar corrente elétrica para mover nossas tecnologias atuais? De gênios? Nada disso, de pessoas que receberam essas informações como “inspiração”.
    Não espere que a verdade venha até você para acreditar nela. Vá atrás dela onde estiver. Nunca acredite em tudo sem antes pesquisar.

    Thumb up 4
  4. Acabei de ver um vídeo super interessante e real sobre aliens pela BBC, neste vídeo não há a confirmação de que eles realmente existam, mas deixam isso explícito Pela grande probabilidade que existe no universo eu acredito que pelo menos em um planeta haja seres vivos e inteligentes. Sejam eles bons ou ruins, eu acho que devemos nos prepar para o grande dia em que nos encntrarmos com eles. Vários vídeos e reportagens estão vazando há qualquer momento podemos ser surpreendidos com uma notícia à rspeito.

    Thumb up 2
  5. Que estudo mais infeliz, enxergá-los com base no ser humano. Nunca pensam na possibilidade de além de serem tecnologicamente avançados a nós, serem moralmente superiores, vendo hipóteses de dominação e extermínio do próximo como coisa de civilização atrasada – moralmente atrasada.

    Thumb up 5
  6. se existir aliens provavelmente não são para invadir a TERRA , se eles são tão poderosos pra que se esconder? vai ver que eles não tem a tecnologia adequada para aparacer os
    são aliens que vão invadir a TERRA provavelmente quer bolar
    um esquema, os que são bonzinhos vão vir em paz.a TERRA não
    precisa de nenhum alien para destruila so os humanos desmatadores ja destroem tudo. os alienigenas com certeza cuidam de seus planetas.mas os aliens se forem conquistadores de planetas já teriam dominado a TERRA a um tempão. então isso é uma prova ou que eles são pácificos ou
    que não existem mas com certeza eles existem, tanto existem
    que já estamos percebendo.

    Thumb up 0
  7. Isso é ridiculo, aliens são como nós, “cientificamente”, cientificamente, jura, nao é cienificamente, aliens existem, é obvio, mais vcs nunca os viram, um nb pode se vestir e fingir que é um e “cientificamente” alguem vai filmar e todos vão ter ma impressão dos aliens, aliens são reais, mais não á prova que são gananciosos, muito menos que são perigosos, são desenvolvidos, afinal tem uma nave, são poderosos, afinal, muitos concordam, mais aposto que você nunca viu ou falou com um para dizer que são gananciosos, tambem não falei, por isso não a prova para dizer o que você está dizendo, pode ter provas, mais a maioria deve ser abstrata, aliens existem, ou vocês acham que num universo imenso, mais eles podem ser como nós, pes, cabeça e braços, podem ter outras habilidades como diz muitos filmes de ficcão mais para mim são reais e são como nois, a final para eles, nós que somos os estranhos não é mesmo.

    Thumb up 2
  8. Olha o tamanho desse universo, cara! Centenas de bilhões de galáxias, e ainda tem cientistas pra achar que a Terra, um planetinha todo fudid* em uma galáxia qualquer seja o único lugar com vida, em toda essa imensidão!
    E em toda essa imensidão, porque achar que só existiriam uns pacíficos super-inteligentes avançados pra porr* ou então um império gigante super do mal que quer sair por aí aniquilando?! Porque não apenas mais uma sociedade, como a nossa, em busca de novos conhecimentos, novas experiências e descobertas para a ciência?!

    Thumb up 5
  9. se forem inteligentes saberão o q fazer pois onde esta o dinheiro p isso,agora pra besteiras eles sabem gastar ,PLANETA TERRA ->BRASIL TA NA HORA DE AGIR VAMOS LA!

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
pestebubo
Como o clima influenciou eventos históricos

Peste bubônica, decl...

Fechar