Star Trek nas cirurgias: Suturas a laser

Publicado em 1.12.2008

Mais uma excitante tecnologia Star Trek vira realidade: A ‘Solda’ à laser para tecidos corporais que pode ser uma maneira de fechar incisões cirúrgicas ainda melhor do que os métodos conhecidos.

A técnica, que foi criada pelo Professor Abrahim Katzir, da Universidade de Tel Aviv, já passou com sucesso por testes clínicos em humanos que passaram por uma cirurgia de remoção de bexiga. Quatro incisões são feitas no abdômen para a cirurgia, e duas eram suturadas com laser. Os resultados sugerem que os tecidos fechados com laser cicatrizaram mais rápidos e deixaram menos cicatrizes.

sutura laserSegundo Abrahim os cirurgiões plásticos vão adorar a nova invenção. Fazer suturas que cicatrizam bem sem deixar cicatriz é uma arte que poucos possuem, segundo ele. O novo método é muito mais fácil de dominar e fornece uma sutura à prova d’água que previne infecções e acelera a cicatrização.

O Dr. Também afirmou que o laser poderá ser usado em campo de batalha para que soldados cuidem uns dos outros.

Se isso parece coisa de ficção científica você está certo. Para os fãs de Jornada nas Estrelas: A nova Geração a idéia de bisturis laser é bem conhecida. Mas a ferramenta criada por Abrahim é mais similar ao regenerador dérmico, que foi usado em várias ocasiões no programa para curar cortes, queimaduras e até remover cicatrizes. [Universidade de Tel Aviv via Live Science]

Autor: Sergio de Souza

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
mulher-fumando-grande
Mulheres fumantes perdem 14,5 anos de vida

Os males do cigarro ...

Fechar