Teria Darwin plagiado Wallace na Teoria da Evolução?

Publicado em 12.03.2012

Nas últimas quatro décadas, Charles Darwin tem sido acusado de ter guardado o trabalho de seu colega naturalista Alfred Russel Wallace por quinze dias, impedindo-o de revisar os elementos de sua teoria da evolução. Darwin então pode anunciar a sua teoria da evolução pela seleção natural, em 1858.

Mas, apenas recentemente, dois pesquisadores, o historiador John van Wyhe e o colaborador Kees Rookmaaker, reconstruíram a rota feita pela carta de Wallace para Darwin, descobrindo evidências de que o primeiro a enviou um mês depois do que os historiadores imaginavam. Isso limparia Darwin das acusações que vinha sofrendo.

A controvérsia

Alfred Russel Wallace, o naturalista que passou oito anos em Singapura e no sudeste da Ásia entre 1854 e 1862, descobriu a evolução pela seleção natural independentemente de Charles Darwin. Wallace teve um momento “eureca” quando vivia na ilha de Ternate, na Indonésia. Ele escreveu suas ideias em um trabalho enviado em 1858 para Charles Darwin, para que ele o repassasse até o geólogo Charles Lyell. Os acusadores dizem que Darwin segurou o trabalho por 15 dias, mentindo sobre a data de recebimento, para que ele próprio revisasse as ideias de Wallace.

O trabalho de Wallace foi publicado junto com o de Darwin, em 1858, e marca a primeira publicação da teoria da evolução, que depois resultou em uma das maiores revoluções na história da ciência.

Como o mistério começou

Em 1972, um pesquisador descobriu outra carta de Wallace, para um amigo chamado Bates, enviada em março de 1858, da ilha de Ternate. A carta ainda guarda os selos de Singapura e Londres, que revela a chegada da carta na capital inglesa em três de junho de 1858 – duas semanas antes da data que Darwin afirma ter recebido o trabalho de Wallace. Assim começa o mistério – como duas cartas de Wallace, que viajaram juntas no mesmo caminho, chegaram em datas distintas? Isso deu asas a várias teorias, incluindo a que afirma que o famoso cientista guardou o trabalho de Wallace durante as duas semanas.

Mas Darwin recebeu a carta quando disse, ou não?

“No começo eu assumi que era impossível resolver esse mistério, já que muitos historiadores já haviam se debruçado sobre ele antes. Mas me ocorreu que não existe evidência contemporânea da data que Wallace enviou o trabalho para Darwin, apenas que ele o enviou logo após escrevê-lo, em fevereiro. Isso sugere que o envio aconteceu em março de 1858. Mas isso é apenas uma lembrança, que não serve como evidência. A outra diz que Darwin recebeu o trabalho em 18 de junho de 1858, e parece mais confiável. Então me ocorreu de traçar o caminho da carta a partir de Darwin, e não Wallace”, comenta van Wyhe.

O pesquisador descobriu que um carregamento havia chego à Inglaterra no dia 16, com cartas da Índia e do Sudeste da Ásia. Isso com certeza não era uma coincidência – a carta de Wallace tinha que estar naquele navio. Ele, e seu colaborador, Kees Rookmaaker, checaram o caminho do barco, que passou por vários países.

“Eventualmente, o caminho do correio foi completo. E nós ficamos espantados em saber que Wallace havia enviado a carta em abril, e não em maio, como muitos pensavam”, comenta van Wyhe.

“Primeiro de tudo, nós sabemos que Wallace estava respondendo uma carta de Darwin enviada antes, e que essa chegou à Ternate em março. Isso revela que ele nunca respondeu a uma carta no mesmo carregamento que a levou. Aparentemente, o tempo intermediário foi muito pequeno. Por isso, há razões para duvidar que Wallace tivesse enviado a famosa carta em março, como se pensava”, afirma. [ScienceDaily]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

34 Comentários

  1. Eu já sei de onde Darwin veio, mas prefiro nem declarar rs.

    Eu não tenho religião nenhuma, nem sou ateu, mas acredito plenamente em Deus (Ele que me sustenta)

    Nada contra quem não acredita ou tenha religião.

    Thumb up 0
    • Caro Paulo Gustavo,

      Se você acredita em um deus, seja ele antropomórfico como o deus cristão ou “natural” como o deus do pandeísmo ou matemático como o deus do deísmo, sinto em lhe informar, mas você têm religião sim… E aposto R$200,00 como eu seu ‘deus pessoal’ é 90% o deus Jeová.

      Thumb up 3
  2. Os gregos é que foram plagiados anteriormente, só que eles ainda sabiam mais, que fomos manipulados geneticamente pelos nossos “deuses”. Mas, daí a estes copiadores como Darwin, Galileu (em sua teoria) etc. terem personalidade para peitar a igreja e informarem sobre os verdadeiros “deuses” são outros 500. Por que não vamos direto à fonte e pedimos as traduções do que restou dos escritos dos gregos antigos. Esta sociedade que sempre nos surpreende e supera em profundidade. Eu os admiro muito, mas muito do que fizeram foi plagiado e escondido, por várias razões…

    Thumb up 0
  3. REsposta ao Cesar.
    Voce sabia que toda vez que e´publicado um artigo cientifico criacionista logo o mesmo é retirado?
    Sera porque?
    Tem pessoas com muito dinheiro por tras,não acha?
    Que interesse tem pra eles saber das nossas descobertas?
    E voces vao sendo manipulados com o que a comunidade evolutiva vao escrevendo.E ainda dizem ser inteligentes.
    No fundo meu caro,o que manda é o dinheiro e mais nada.
    Voces não passam de marionetes ,mas nada.Por acaso voce ja viu de perto algum experimento,algum teste comprovativo?
    Se ja.Qual?Onde foi isso?

    Thumb up 1
    • Criacionismo não é ciência, é especulação. Detalhe, não é o dinheiro que tira os artigos criacionista do ar, é o bom senso científico, a comprovação da evolução é irrefutável, mas pelo jeito apenas para os que entendem.
      Além do mais, existe muito mais dinheiro por trás do criacionismo que no evolucionismo, a riqueza da Igreja Católica é muito maior que a de qualquer Centro de Estudo.

      Thumb up 11
    • Nem só da Católica… apesar de aparentemente ser a que mais ostenta…

      Thumb up 3
    • Ainda bem que você como criacionista não é manipulado né!!! :p

      Thumb up 2
    • Falando em dinheiro, o sr. Edir Macedo tem pouco, não é ? E os megapastores americanos tem menos ainda, não ?

      Thumb up 0
    • Te apresento algo que você nem imagina que exista, mas que está presente na humanidade há muito tempo: tendências, moda.
      Vários homens mantinham a barba assim naquela época.

      Thumb up 1
  4. Há alguns anos eu li na revista Superinteressante que Darwin ficou relutando em publicar sua obra por motivos muito compreensíveis como, por exemplo, a reação dos religiosos, a reação do meio científico e coisas do gênero. Quando ele tomou conhecimento de que Wallace estava prestes a publicar o seu próprio trabalho, ele tomou coragem e fez o que relutava a fazer durante décadas. Hoje o meio científico dá a ambos o louvor de terem elaborado a Teoria da Evolução paralelamente, embora Darwin ter sido o primeiro a fazer sua publicação.

    Thumb up 8
  5. É triste ver que ainda hoje temos a intolerânia a teorias concorrentes, pois não se permite argumentar, salvo aquelas mentes com cabresto que tomam a teoria da evolução como única e certa. Acho que vivemos num mundo com tantos mistérios que quem assume essa postura é, no mínimo, um incauto.

    Thumb up 1
    • A Teoria da Evolução, Evolucionismo, não tem nenhuma concorrência no meio científico.
      O Criacionismo não é uma ciência, é uma crença religiosa cujo objetivo é fazer oposição ao fato da Evolução das Espécies, negando as descobertas ou sobrevivendo das dúvidas das mesmas.

      Thumb up 20
    • Criacionismo é ciência sim, pois se baseia em fatos científicos. A única diferença é que faz alusão a um Ser Criador. Analise com profundidade e verás que os evolucionistas são seres religiosos. O seu deus é a própria matéria.

      Thumb up 1
    • Até usa, muitas vezes, mas de forma tendenciosa, já que surgiu para negar o evolucionismo, porque o evolucionismo ameaça o conservadorismo religioso.
      Apesar do uso no meio ateu, o evolucionismo é uma ciência que estuda a evolução e não a inexistência divina.

      Talvez até pelo contrário, porque um processo evolutivo seria muito mais inteligente que um processo de criação estática, mostrando um Deus muito mais inteligente por trás desse possível programa do código genético.

      Thumb up 9
    • Sinceramente, passei a lhe ver com outros olhos depois que você postou a seguinte frase:

      “Talvez até pelo contrário, porque um processo evolutivo seria muito mais inteligente que um processo de criação estática, mostrando um Deus muito mais inteligente por trás desse possível programa do código genético.”

      Eu já havia dito isto para um colega, devido ao fato de eu desenvolver sistemas de computação. Eu disse que desenvolver um sistema dinâmico e mutável é muito mais complicado e que se Deus trabalhasse desta forma, não diminuiria em nada a Sua Infinita Sabedoria.

      É difícil ver um evolucionista usar de forma brilhante como você usou, algo a favor de uma Essência Divina. Parabéns Jônatas! Grande abraço!

      Thumb up 4
    • Seguinte, acho que não podemos dizer que o criacionismo está totalmente errado só porque menciona um deus e também não podemos dizer que o evolucionismo está errado só porque não menciona Deus.
      Apesar de eu ser muito mais evolucionismo, pode ser que cada um tenha um pouco de verdade. Pode ser que um se complete e não sei porque essa briga de você está errado e eu estou certo, como se tivesse presenciado o início no mundo.
      Evolucionismo não é 100% comprovado. Faz sentido? Faz sim, mas são hipóteses em cima de evidências.
      Vai que um dia descubram que não foi exatamente como o criacionismo diz e nem como o evolucionismo diz, mas sim, um pouco de cada(exceto por algumas partes mágicas)

      Thumb up 0
    • Não existe um único trabalho científico criacionista (oximoro?). Absolutamente nenhum.

      Por que uma “ciência criacionista” não produziu nenhum trabalho científico? Por que não existe uma “ciência criacionista”, e o criacionismo não é ciência, apenas isto. Nem mesmo a face moderna do Criacionismo, o “Design Inteligente”, não produziu ABSOLUTAMENTE NENHUM trabalho científico. Vai ver a lista dos “cientistas” que assinaram o “Dissent of Darwin”, e veja se algum deles publicou algum trabalho científico promovendo uma teoria científica que seja alternativa à Teoria da Evolução para explicar a diversidade da vida. Não tem.

      Por que o criacionismo é religião, não ciência. É filosofia (teologia, mais especificamente), não ciência. É ideologia, não ciência. Não é testável. Não tem hipóteses testáveis. Não foi demonstrado em laboratório. Não produziu predições que possam ser testadas em campo. Não apresentou nenhuma ideia que possa ser aproveitada em qualquer campo da ciência ou tecnologia.

      Pior ainda, os criacionistas, em vez de tentar produzir uma hipótese criacionista que seja testável (e que seja, portanto, científica, segundo o critério de Popper), se dedicam a atacar a Teoria da Evolução. Nada contra atacar a TE, desde que isto seja feito com ciência, não com falácias e mentiras. Que mostrem os trabalhos mostrando que o repositório de genes de uma espécie não muda com o tempo, isto demonstraria que um dos pontos centrais da Teoria da Evolução é falso. Que mostrem que não existe mutação gênica ou que os genes não existem ou tem outra função, em vez de codificar o fenótipo da espécie, isto mostraria que a genética (da qual depende a Teoria da Evolução) é falsa ou está errada. Que mostrem que as mutações genéticas não são transmitidas para os descendentes. Mas que o façam com trabalhos científicos que possam ser examinados criticamente por cientistas. Que a matemática e a metodologia estejam corretos. Que os experimentos sejam replicáveis. Que façam CIÊNCIA.

      Thumb up 12
  6. O pior é que os dois parecem irmãos gemeos… Pois é, na natureza nada se cria, tudo evolui ou se copia…rsrsrsrs

    Thumb up 3
    • São só barbudos.

      Thumb up 3
    • O que é “comodismo científico”? Que diferença que isto deveria fazer?

      Thumb up 4
  7. Eu duvido que tenha sido plágio. Darwin chegou a seleção natural com base em estudos que envolviam dados estatísticos, de economistas e sociólogos como Thomas Malthus, Adams Smith, Schweber, Adolf Quetelet. Isso fica claro quando se le livros de Stephen Jay Gould. Galera, vamos ler antes de tirar conclusões!!!
    Mesmo que tenha sido Wallace que descobriu por um surto de EURECA, foi Darwin que apresentou os dados com embasamento científico com respaldo em todos esses autores supracitados acima.
    No final das contas tanto faz se foi Wallace ou não. O que o Darwin fez foi mostrar os dados com evidencias empíricas e estatísticas. É assim que se faz ciência, alias, por essa razão ele fez parte da The Royal Society e esta enterrado ao lado de Sir Isaack Newton. Wallce por si só foi um pobre coitado que depois desfaleceu intelectual e cientificamente diante da seleção sexual e da evolução do sistema nervoso. Mesmo assim, sua participação deve ser considerada. Querem saber mais? Deem uma sapeada em meu site.
    Abraço!!!

    Thumb up 3
    • Nao precisa falar ”supracitados acima” isso eh pleonasmo, no mais concordo com o texto.

      Thumb up 1
  8. Existe muitas suspeitas de plágio no passado científico, lembro-me do plágio deslavado de Galileu encima dum estudo feito muito antes por Giordano Bruno:

    Aristóteles dizia que a Terra não podia se mover porque, se isso acontecesse, uma pedra jogada de uma torre cairia na diagonal. Bruno provou que o argumento não era válido. Ele lembrou que, se um peso for jogado do alto do mastro de um navio, cairá paralelo a ele, porque o objeto assume o movimento da embarcação. Assim, a pedra que despenca de uma torre também assume o movimento da Terra. Por isso, não cai na diagonal. Dez anos depois, Galileu usou o mesmo exemplo.

    Eu não entendo muito da pessoa Darwin, se ele teria feito isso ainda permanece um mistério histórico, o que conheço é o valor do trabalho que esse nome traz. Não creio que o evolucionismo sofreria qualquer abalo em possíveis alterações de sua titularidade, porque o estudo apenas começou em Darwin, ainda hoje o modelo está sendo desenvolvido. A titularidade original é uma busca mais histórica do que científica.

    Thumb up 8
    • Não se Bruno teria feito tal afirmativa. Certo é, porém, que essa noção contrária a Aristóteles já fora desenvolvida por Nicola de Oresme no Século XIII. Isso não implica que Galileu tenha plagiado um ou outro: os experimentos de Galileu foram numerosos e minuciosos, e não se lhe podem retirar os créditos por sua descoberta.

      Thumb up 0
    • De acordo com minha fontes, e concertando meu texto, não foi um plágio no sentido pejorativo, Galileu apenas usou o mesmo exemplo que Bruno usou. Considerando a objetividade e simplicidade do exemplo do barco, ou foi uma simples repetição ou ele teve a mesma ideia.

      Thumb up 1
  9. Charles Lyell nem era geólogo, era advogado e mestre do Charles Darwin. Ele criou a teoria de que nunca ocorreram eventos geológicos grandes o bastante para mudar a atmosfera, a superfície ou os mares, e que a Terra teria tempo suficiente para fazer suas espécies evoluírem lentamente e sem grandes incômodos pelos bilhões de anos que se seguiram desde a suposta formação do planeta. Ou seja, nada de catastrofismo, não importando os sinais ou os textos antigos.

    A Teoria da Evolução das Espécies era o modelo que o Charles Lyell esperava que fosse montado à partir desse seu modelo, e o que o Darwin fez foi agradar seu superior acadêmico. Se houve alguma fraude nesse processo entre o Darwin e o Wallace não é de se estranhar, visto que o próprio Lyell poderia ter escolhido o modelo do Darwin por já ser seu aluno.

    Dado interessante: Darwin e seu mestre Lyell nunca se formaram em ciências exatas. Darwin era teólogo (!!!), e Lyell advogado, não geólogo. Não me parecem as duas profissões mais recomendadas para decifrar segredos tão importantes…

    Thumb up 12
    • E daí? Um dos principais fundadores da Teoria do Big Bang era um padre católico, infelizmente teria que pesquisar o nome, se não me engano era Hoyle, mas não tenho certeza. Se não me engano vc é do partido que acha que o Big Bang é uma bobagem. Mas tudo bem, que seja, mas seria uma bobagem que exigiu muita Física e muita Matemática para ser elaborada. No século XIX o cara estudava campos totalmente díspares do conhecimento, como Filosofia e Biologia, por exemplo. Não era como hoje.

      Thumb up 1
    • Isso é só um detalhe, o último e menor parágrafo do meu texto. Se foque no resto.

      Thumb up 2
    • Caro Glauco,
      Charles Lyell era geólogo sim. Além de trabalhos importantes na área de estratigrafia, publicou um trabalho que foi essencial no embasamento da Geologia moderna: “Principles of Geology”. Também, desenvolveu, a partir das ideias de Hutton, a Teoria do Uniformitarismo e ganhou alguns prêmios pela sua trajetória na ciência. Resta dúvidas de que, além de advogado, Lyell tenha sido um cientista importante e reconhecido?
      Em relação a Darwin, trata-se de um naturalista que estudou medicina, história natural e geologia. Estudou, também, teologia mas, no decorrer de seus estudos em ciências, mudou bastante sua visão sobre o assunto.
      Bom…pegando o gancho do seu último parágrafo…acredito que se uma pessoa não conhece a história e a formação desses dois grandes cientistas, não pode dar pitaco nesse assunto.

      Thumb up 5
    • Se vc considera o Lyell geólogo por ele ter escrito uma obra que atrasou o desenvolvimento científico e o entendimento sobre o passado da raça humana? Se é assim eu tb posso ser o que eu quiser! Ele era advogado, rico, e cheio de amigos nos círculos científicos ro Reino Unido. Homem perigosíssimo!

      O Darwin só estudou dois anos de medicina, e o seu mestre na geologia foi justamente o Lyell. Ele não estudou teologia, ele se formou nisso. Um teólogo frustrado enterrando as religiões nessa época com a ajuda de um advogado é deveras suspeito.

      Eu acredito que uma pessoa que não interpreta as coisas importantes que lê, e que se gancha em duas ou três linhas ao invés de um texto como um todo, não pode dar pitaco nos comentários dos outros.

      Thumb up 0
    • Estude mais. Aliás, qual é mesmo a sua área de estudo?

      Thumb up 0
    • Charles Darwin estudou medicina, depois estudou para obter um grau de “Bachelor of Arts” que incluia “filosofia natural” (ciências).

      Onde é que você conseguiu a informação de que Charles Darwin tinha formação de teólogo?

      Thumb up 11

Envie um comentário

Leia o post anterior:
mars-tornado-nasa-mro
NASA fotografa redemoinho em Marte

A NASA fotografou, e...

Fechar