Três planetas habitáveis são descobertos orbitando uma estrela-mãe

Publicado em 26.06.2013

Artist's impression of the Gliese 667C system

Um estudo de colaboração internacional descobriu três planetas potencialmente habitáveis – um recorde – orbitando a mesma estrela.

Estudos anteriores haviam sugerido que uma estrela próxima à Terra, Gliese 667C, tinha três planetas em sua órbita, dos quais apenas um podia suportar a vida. Localizada a cerca de 22 anos-luz de distância, Gliese 667C faz parte de um sistema de três estrelas – a vizinhança é uma das mais populosas do planeta.

Agora, Guillem Anglada-Escudé da Universidade de Göttingen, na Alemanha e seus colegas reanalisaram os dados originais e adicionaram novas observações. Eles encontraram, na realidade, evidências de até sete planetas nesse sistema, incluindo três rochosos na zona habitável da estrela, onde as temperaturas são adequadas para a vida como a conhecemos.

“Cinco [dos planetas] foram solidamente detectados por qualquer padrão”, explica Anglada-Escudé. “Isso inclui todos os três candidatos da zona habitável”.

Esta é a primeira vez que três planetas de baixa massa são vistos na zona habitável de um mesmo sistema de estrelas, e é improvável que os astrônomos encontrarão mais– a região em torno de Gliese 667C já está lotada, o que torna impossível para outro planeta orbitar de forma estável.

“O número de planetas potencialmente habitáveis em nossa galáxia é muito maior se pudermos esperar encontrar vários deles em torno de cada estrela – em vez de olhar para 10 estrelas, podemos olhar para apenas uma e encontrar vários deles”, argumenta Rory Barnes, da Universidade de Washington (EUA).

original

Alienígenas visitando alienígenas visitando alienígenas

A equipe usou três espectrógrafos diferentes que podem detectar estrelas e planetas para observar o sistema. Gliese 667C é a estrela mais fraca do sistema triplo. Da superfície dos planetas em órbita em torno de Gliese 667C, as duas estrelas mais brilhantes seriam tão brilhantes quanto a lua cheia à noite e ainda brilhariam visivelmente durante o dia.

Os cinco sinais mais fortes registrados pela equipe foram de planetas com 1,94 a 5,94 vezes a massa da Terra e menores que Netuno, o que os fez sugerir que são rochosos.

Três estão dentro do que chamamos de zona habitável da estrela (uma órbita do tamanho de Mercúrio em torno do sol), uma distância adequada para garantir elementos como temperatura e água líquida para suportar a vida. Gliese 667C é mais fria e menos brilhante do que o nosso sol, o que torna possível para planetas com órbitas próximas permanecerem nesta zona.

Estes três mundos estão perto o suficiente um do outro para que qualquer vida inteligente lá com capacidade de construir foguetes possa facilmente visitar seus vizinhos. “Foguetes maiores os levariam muito rapidamente de um planeta para o outro – um a dois meses, no máximo”, diz Anglada-Escudé.

O próximo passo é encontrar uma forma de observar esses mundos à procura de sinais de vida – supondo que o novo trio de planetas habitáveis é mesmo real. Em 2010, dois pesquisadores foram aclamados e criticados quando alegaram ter encontrado o primeiro planeta rochoso potencialmente habitável em torno da estrela Gliese 581 – uma descoberta que outros não foram capazes de confirmar.

Mas Anglada-Escudé não está preocupado: “Nós fizemos questão de ter muito cuidado e certeza neste momento”.[NewScientist, Huffington]

Como é o pôr-do-sol da Terra, e como seria nos três planetas da zona habitável da estrela

Como é o pôr-do-sol da Terra, e como seria nos três planetas da zona habitável da estrela

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

24 Comentários

  1. Tem muita gente que ainda insiste na ideia antropocêntrica de que somos únicos no universo. entretanto, se formos mais racionais, poderemos enxerga com mais clareza, a vastidão do universo, do qual só conhecemos o equivalente a 1 grão de areia em uma praia… é óbvio que existem muito mais planetas habitáveis do que possamos imaginar e mais provável ainda que os mesmos sejam habitados por seres inteligente como nós. É preciso abrir a mente, para compreender essa ideia, Sair de vez da idade média

    Thumb up 1
  2. A vida funciona a partir de trocas de energia, nós somos baseados principalmente em oxigênio, água e nos compostos orgânicos.

    Agora o que garante que existe vida apenas a partir dessa base? Não poderiam existir planetas em que a vida se baseia em outros elementos e compostos?

    Acho extremamente improvável que não exista vida fora do planeta, acho que as perguntas mais corretas são:

    Existe vida como conhecemos fora do planeta?
    Existe vida fora do planeta HOJE?
    Teremos sorte ou tecnologia pra chegar onde existe vida?

    E outra pergunta, qual a lógica da existência da vida? Não em termos existenciais, mas científicos, por quê um emaranhado de átomos se uniu e evoluiu até formar uma célula, até se tornarem seres complexos como nós? Seria apenas uma enorme anomalia a existência da vida?

    E não digo isso forçando pro lado religião, até porque sou ateu, mas sim pra entender a lógica de funcionamento do universo, se é que há alguma.

    Thumb up 7
    • Talvez exista vida baseada em outros elementos. Mas certamente a probabilidade de haver vida baseada em carbono e água é muito maior, pois esses elementos são simplesmente os mais abundantes do universo.

      Thumb up 4
    • Gostei! Especialmente o ultimo questionamento – alias, mesmo em nivel religioso, esta pergunta seria válida também.

      Thumb up 0
  3. Estamos Sozinhos no universo.
    A terra é uma coincidência incrível, sendo o único planeta com água liquida em presença de atmosfera com 20% de oxigênio e também o único com placas tectônicas e temperatura media de água liquida. Se existe outro assim não conhecemos. Por aqui nunca ficou provada visita de extraterrestre, sempre são fenômenos naturais conhecidos ou desconhecidos.
    Mas tem pessoas que:
    1- Acham que estamos sozinhos no universo.
    2- Acham que pode haver bactérias.
    3- Acham que pode haver vida animal, não inteligente.
    4- Acham que existem ETs inteligentes, porem nunca estiveram aqui pela distancia.
    5- Acham que existem e que já vieram aqui.
    Qual sua opinião?

    Thumb up 12
    • Não aceito a ideia de estarmos sozinhos no universo. Temos de admitir outras formas de vida, em concepções tão diversas da nossa, quanto vasto é a amplitude espacial. Seria pretensão demasiada acharmos o contrário. A tecnologia atual ainda está no limiar anterior e não tem subsídios científicos ou equipamentos de observação sideral adequados para varreduras espaciais confiáveis.

      Thumb up 1
    • Minha opinião é que sim, a Terra é uma incrível coincidência, pressão atmosférica, temperatura, tudo certinho para a vida acontecer, mas a vida baseada no que vemos.
      Acredito que, mesmo numa localização pequena – relativa ao Universo inteiro -, como o conjunto de estrelas próximos ao nosso Sol, pode haver vida em vários sistemas.
      Mas mesmo sendo quase impossível não existir vida fora daqui, não vejo onde tenho permissão para afirmar nada.
      Resumindo: tanto pode haver, quanto não haver.

      Thumb up 1
    • Caro Marcos Pedroso, para você checar a veracidade da existência de seres extra terrestres, basta ler o capítulo 1 do livro de Ezequiel no Velho Testamento da Bíblia.

      Thumb up 2
    • Creio firmemente que estamos sós no universo como criaturas inteligentes e que em outros pontos com condições favoráveis podem existir até formas organizadas como bactérias, etc. Isso nos impõe a responsabilidade e o dever de sobrevivermos como espécie única e de ocuparmos toda essa imensidão.

      Thumb up 2
    • Eu acredito na existência ETs inteligentes.
      Se nós existimos, por que o mesmo não poderia ter acontecido em outros planetas? Existem centenas de bilhões de galáxias.

      A pessoa tem todo o direito de não acreditar em vida em outros planetas. Mas não podem afirmar que existe, assim como ninguém pode afirmar que existe. Eu acredito que logo descobrirão vida em outros planetas(pelo menos vida microbiana). Ou até mesmo vida em luas de outros planetas.

      Thumb up 4
    • Correção: Mas não podem afirmar que não existe, assim como ninguém pode afirmar que existe.

      Thumb up 0
    • Pela famosa equação da astrobiologia, do 1 ao 4 é possível e provável, em ordem de quantidade e probabilidade: 1>2>3>4, logo, dada a idade do cosmos e os processos evolutivos até uma espécie dominante, vida é algo mais comum, mas seres pensantes são poucos.
      Quanto ao quinto, não descarto chances, mas ainda não foi descoberto algum sinal significativo de visitantes no presente ou no passado. Mesmo assim, penso que se existirem seres habitando mundos próximos como o Gliese 581 e esse da reportagem, acredito que já sabem de nossa existência devido as constantes transmissões, talvez já tenham respondido e o sinal ainda não teve tempo de chegar.

      Thumb up 2
    • Se universo é Infinito, as possibilidades tbm são, não faz sentido dizer o contrário.

      Thumb up 2
    • oi Marcos, achei interessantes suas perguntas e a forma que as postou. 1. Nao estamos sosinhos. Existem anjos.2 sim talvez existam bacterias.3 sim pode, o ponto central e esse, vida irracional com reaçoes quimicas e fisicas detectaveis.. Depois comento mais.. E so responder.. Abrs.

      Thumb up 1
    • Agradeço todas as respostas.
      Devido ainda ser incógnita, qualquer uma delas podem estar certas.
      Obrigado.

      Thumb up 1
  4. Recentemente roteiristas da D.C. Comics pra dar um ar de veracidade às H.Qs do Superman; promoveram Gliese667C ao posto de estrela originalmente orbitada pelo planeta “Krypton” e responsável por sua destruição e envio de Kal-El(Superman) à terra . É a arte imitando a astronomia! =]

    Thumb up 1
  5. É ou não a descoberta potencial mais fantástica do ano até então? Três mundos possivelmente habitáveis e três sóis no céu, fantástico *num mesmo céu com três sóis haveria o evento de observar outros planetas e ver mais que um ponto brilhante como vemos na Terra *Isso é possível porque os sistemas de estrelas anãs são “anões”, são pequenos, compactos, os planetas estão mais próximos entre si*. Preciso desenhar umas paisagens pra sugerir o cenário, se conseguir posto um link aqui.
    :)

    Thumb up 15
    • Vou ficar aguardando…

      Thumb up 1
    • Aguardarei ansiosamente pela sua visão deste provável cenário! :)

      Thumb up 0

Envie um comentário

Leia o post anterior:
maya-city1
Arqueólogos descobrem ruínas de antiga cidade maia

Uma cidade perdida, ...

Fechar