100 anos de Machu Picchu, a cidade perdida dos incas

Por , em 28.07.2011

Quem é que nunca ouviu falar da famosa cidade Machu Picchu, ou até sonhou em conhecer as fantásticas ruínas incas?

Também chamada de “a cidade perdida dos Incas”, o local é lendário na atualidade, e está na lista das 7 maravilhas do mundo moderno. Mas até 100 anos atrás, a cidade peruana era desconhecida ao mundo.

A cidade abandonada foi descoberta pelo historiador norte-americano Hiram Bingham em 24 de julho de 1911. Os arqueólogos acreditam que Machu Picchu foi construída no século XV para o governante inca Pachacuti.

Parece que os conquistadores espanhóis que devastaram o território inca nunca encontraram a cidade – para a nossa sorte e dos pesquisadores. Ela é muito bem conservada em comparação a outras ruínas, que foram por muitas vezes desfiguradas pelos saqueadores espanhóis.

O nome da cidade significa “velha montanha”. Localizada nas encostas orientais da Cordilheira dos Andes, Machu Picchu fica a 2,4 metros de altitude e ocupa uma área de aproximadamente 326 quilômetros quadrados, com suas enormes paredes, terraços, rampas e templos.

A redescoberta da cidade histórica atiçou a imaginação de turistas ao redor do globo. Em 2003, cerca de 400 mil pessoas visitaram o local. Mas a popularidade também trouxe consequências negativas, como pedras que foram removidas para a criação de um heliporto.

A flora e a fauna da região também podem estar sendo afetadas pelo grande fluxo de visitantes. Machu Picchu está localizada em um ecossistema chamado de selva alta, que varia de florestas secas de montanha em altitudes baixas para a vegetação de montanha. Isso inclui mais de 400 espécies de orquídeas, begônias, árvores, arbustos e 400 tipos de aves.

Em 1981, Machu Picchu e seus arredores foram declarados como Santuário Histórico peruano e em 1983, Patrimônio Mundial da UNESCO. Para proteger a cidade peruana dos interesses empresariais do turismo, Machu Picchu foi colocada na lista dos 100 lugares mais ameaçados de extinção, em 2008.

Agora, o local está sendo monitorado e o número de visitantes é restrito, a fim de garantir a preservação dos monumentos que são os mais belos resquícios que nos restam da civilização inca. [OurAmazingPlanet]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • Tibulace:

    Olha, a coisa tá FEIA! Às vezes, encontramos comentários sem nexo, que estragam o prazer da leitura.O que dizer, entretanto, quando ERROS PRIMÁRIOS estão no TEXTO da matéria, que NÃO PARECE sofrer REVISÃO nunca?Sim, pois, escrever que essa cidade, está a 2,4 METROS de altitude… .

  • Gleyce:

    Visitei ano passado, e não tem como colocar em palavras a impressão que esse lugar deixa na gente. Fiquei 1 mês no Peru e Machu Picchu foi o lugar mais incrível que visitei lá. A cidade de Cusco também é de tirar o fôlego (literalmente, pq eu quase deimaiei por causa da altura hauauha). Quem puder visitar, visite. Vale muito a pena!

  • DALVA:

    Oi, Glauco; vou aproveitar seu comentário e dar minha opinião: imagina se isso acontece aqui no Brasil? Com toneladas de ouro e pedras preciosas, já pensou quanta gente iria se arrebentar para levar isso para casa? Nós brasileiros sabemos o tamanho da ganância que nos move. Aliás, essa ganância não é privilégio só nosso, mas da humanidade toda, com raras excessões. Mas voltando ao que interessa, o lugar é magnifico e eu tenho um desejo imenso de conhecê-lo. Mas não tenho verba suficiente para torna-lo realidade. Quem sabe com algumas dessa pedras preciosas…

  • Marcos Sales:

    Passei dos 60, tive um AVC e uma conseqüente invalidez.Nada – entretanto – me tira a vontade (inexplicável ? )de conhecer este lugar.O que me parecia um desejo impossível, parece ter renascido…

  • renato:

    Este lugar tem uma energia tão forte que dá impressão de estar sozinho. é incrivel! Não sei se todos conseguem visualizar, mas as montanhas ao fundo é a figura de um indio olhando para o céu nesta foto do post não dá perceber muito).

  • vera donato:

    o meu grande sonho…
    visitar Machu Picchu.

  • Glauco:

    O mais impressionante é que os incas simplesmente desapareceram sem deixar vestígios. E ainda deixaram todos os seus tesouros – toneladas de ouro e pedras preciosas – para trás. Ninguém conseguiu explicar o que houve com esse povo.

  • Juliana:

    Já estive aí, é realmente impressionante!!!

Deixe seu comentário!