As melhores imagens científicas feitas em 2017

Por , em 22.12.2017

Foi um ano de belas imagens para a ciência. Confira os cliques mais impressionantes que chamaram a atenção dos editores da prestigiosa revista Nature em 2017:

Eclipse solar total


O espetacular eclipse solar total que ocorreu nos Estados Unidos em agosto deleitou cientistas e o público. Essa imagem da lua transitando o sol foi feita pela sonda do Observatório de Dinâmica Solar da NASA, no ultravioleta extremo.

Crédito: NASA / SDO

Trabalho do inferno


Esta criatura que parece saída de um pesadelo é a tênia Taenia solium, capturada em uma ampliação de 200 vezes. A imagem foi finalista na competição de fotografia Nikon’s Small World.

Crédito: Teresa Zgoda / Nikon Small World

O único caminho é para cima

Este cristal de calcita em forma de flecha, projetado por um microscópio eletrônico de varredura, é governado por uma proteína que se liga à superfície e forma tais padrões à medida que cresce.

Crédito: David Green / RPS Images for Science

Sob a luz

Esta imagem em luz ultravioleta do fotógrafo norte-americano Craig Burrows revela os matizes sutis desta flor, conhecida como anêmona.

Crédito: Craig Burrows

Carona

Este passeio de um polvo nas costas de uma tartaruga foi flagrado pelo fotógrafo Michael Hardie nas águas do Havaí. A imagem foi finalista de um concurso anual do Smithsonian.com.

Crédito: Michael B. Hardie / Smithsonian

Controle meteorológico

Na ilha norueguesa de Svalbard, o sol ilumina uma antena que baixa os dados do Joint Polar Satellite System-1, lançado em novembro como o primeiro de um novo conjunto de satélites meteorológicos dos EUA.

Crédito: Reuben Wu

Faíscas

Esta pequena exibição de fogos de artifício foi feita por “eletrofiação”, na qual uma carga elétrica extrai fibras de um líquido.

Crédito: Robert Lamberts / Plant & Food Research

Fóssil minúsculo antigo


Conheça Saccorhytus coronarius, um fóssil de escala milimétrica com pelo menos 529 milhões de anos. A espécie, relatada em janeiro, pode ser o membro mais antigo conhecido dos deuterostômios, o grupo animal que inclui os vertebrados.

Crédito: Jian Han

Sapo transparente

Os ovos dentro deste “sapo de vidro” (Hyalinobatrachium colymbiphyllum) são claramente visíveis através de sua barriga transparente.

Crédito: Jesse Delia / Boston University

Célula


Quanto uma célula humana pesa? Em outubro, pesquisadores da Suíça revelaram uma nova “balança” projetada para detectar pequenas flutuações na massa de uma célula viva.

Crédito: Martin Oeggerli / micronaut.ch / ETH Zurique / Universidade de Basileia

De volta à Terra

A empresa americana SpaceX fez avanços com seu sistema de foguete reutilizável este ano. Nesta imagem, um estágio do Falcon 9 retorna ao Oceano Pacífico em janeiro, depois de lançar satélites em órbita, um procedimento agora rotineiro para a companhia.

Crédito: SpaceX

Zona de isolamento

Em maio, voluntários foram selados no centro de pesquisa Lunar Palace 1 em Pequim, projetado para testar sistemas de suporte de vida em uma base na lua.

Crédito: Ju Huanzong / Xinhua

Abismo laranja


Chuvas intensas e escoamento vindo das florestas circundantes dão a esta caverna subaquática – o Cenote Carwash, em Tulum, no México – um incandescente brilho tânico.

Crédito: Tom St George / Caters News

Restauração de corais


Mais de 400 “árvores de corais” crescem neste viveiro ao largo da costa de Tavernier, na Flórida, EUA. O arranjo visa nutrir os corais que, na natureza, estão cada vez mais ameaçados por fatores como o aquecimento das águas e a acidificação dos oceanos.

Crédito: Spencer Lowell / Trunk Archive

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (22 votos, média: 4,55 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!