6 coisas estranhas que você pode comprar em vending machines

Por , em 26.10.2015

O conteúdo de nossas vending machines (aquelas máquinas de venda automática) é um reflexo da cultura em que vivemos – nós precisamos tão urgentemente dessas coisas que nós construímos robôs projetados especificamente para deixarem elas a nossa disposição. No nosso caso, o que nós valorizamos mais, aparentemente, são refrigerantes, salgadinhos e chocolates.

Mas diferentes países têm diferentes prioridades.

E estas prioridades às vezes são divertidas. Outras vezes dão uma agonia tremenda.
Você já ouviu uma história de que o Japão tem vending machines para vender calcinhas de estudantes usadas? Isso, a propósito, não é lenda. E, pior: não é o produto mais estranho comercializado neste segmento.

É disso aqui que eu estou falando:

6. Na China, vending machines têm caranguejos VIVOS

vending machines carnguejos vivos

Uma máquina de venda automática que cospe caranguejos vivos soa como algo que você veria em filmes de terror, ou sei lá. Parece uma coisa desnecessariamente elaborada, mas é uma coisa que existe no mundo real também. Especificamente, na China, onde os caranguejos são uma refeição popular sazonal.

A lógica por trás dessas máquinas, de acordo com a gerente de uma loja que possui um, é ajudar as pessoas durante aqueles momentos em que é tarde da noite, todas as lojas de frutos do mar estão fechadas, e elas sentem uma súbita vontade de “comer um caranguejo peludo” (citação direta real). Veja, esta é a diferença entre China e Japão: se estivéssemos falando fo Japão, você saberia que isso seria um eufemismo para algo pervertido. Mas, não. Os chineses realmente trocam o cachorro-quente da madrugada por um “caranguejo peludo” apetitoso.

comprar caranguejo vivo china

Surpreeeeeesa!

Os caranguejos custam entre R$7 e R$40, aproximadamente, dependendo de quão grande e aterrorizante eles são. E, sim, eles estão realmente vivos: o interior da máquina é mantido a uma temperatura que varia de 5 a 10 graus Celsius para convencer os caranguejos de que estão no inverno e força-los à hibernação dentro de suas pequenas prisões de plástico. O choque de ser empurrado bruscamente por uma rampa de metal é, aparentemente, o suficiente para sacudir os coitados e acordá-los.

Depois disso, é só uma questão de quebrar caranguejo, mergulhá-lo em seu condimento favorito (a máquina também vende vinagre e chá de gengibre) e desfrutar de seu lanche.

5. No Canadá, você pode comprar cachimbos de crack

crack vending machines

A América do Norte também é perfeitamente capaz de colocar coisas estranhas dentro de máquinas de venda automática, como convenientes cachimbos de vidro para usar crack. Com apenas 25 centavos de dólar, você tem um vidro totalmente utilizável.
Surpreendentemente, isso não é parte de alguma instalação de arte: as máquinas foram instaladas em Vancouver por uma organização sem fins lucrativos que tem como foco moradores sem-teto da cidade e em situação de risco. Vender cachimbos de crack em um centro de reabilitação de drogas pode parecer contra produtivo (para não mencionar grosseiramente oportunista), mas a lógica por trás disso é até nobre.

crack vending machines canadá

Sem algo como isso, os usuários de crack de Vancouver estariam recebendo seus cachimbos do mercado negro, onde eles são vendidos por até R$ 40 reais. Estes preços exorbitantes forçam os viciados a compartilhar os tubos, que podem espalhar doenças. A reutilização de tubos lascados ou quebrados também pode ser um ingrediente de uma receita fantástica para espalhar o HIV.
As máquinas de venda automática “desvalorizam” o produto e minimizam os danos, enquanto também dá aos usuários de crack a motivação para continuar em um lugar onde eles poderiam obter outro algum tipo de ajuda para superar o vício.

4. No Japão, você pode comprar pão enlatado tematizado

pão enlatado japão vending machines

Pão em uma lata… E vendido em uma vending machine. Provavelmente esta não é a coisa mais perturbadora que um anime japonês já inspirou, mas é certamente um dos mais inesperados. Basta colocar pedaços de pão dentro de latas para ter algo bizarro o suficiente. Mas, como você sabe, o Japão gosta de se superar.

pão anime japão vending machines

Lá, as latas com pães tem embalagens com desenhos de adolescentes seminuas.
O pão em lata se tornou popular em 2006 graças ao Clannad, um jogo de vídeo romântico que gerou quadrinhos, programas de TV, e…Você sabe, pão.
Os pais da principal heroína tinham uma padaria, de modo que os editores decidiram que fazia sentido para fazer isso.

3. É possível comprar Ouro Real nestas máquinas, lá nos Emirados Árabes Unidos

ouro vending machines

Digamos que você está no seu caminho para a reunião quando você percebe que esqueceu de dizer ao Jasper para carregar alguns sacos de ouro na sua limousine. Mas isso não é problema se você estiver lá nos Emirados Árabes. Você pode simplesmente parar na vending machine mais próxima e trocar o que tiver no bolso por alguns gramas de ouro.

Depois de um período de experiência em Frankfurt, na Alemanha, a primeiro destas máquinas de vender ouro foram oficialmente apresentadas no hotel mais opulento nos Emirados Árabes Unidos em 2010, e desde então elas se espalharam para lugares como shoppings, aeroportos e terminais de ônibus.

A máquina distribui não só ouro, mas também diamantes e outras pedras preciosas, mas, infelizmente, você não pode simplesmente sacudir um pouco na esperança de que uma pequena fortuna (ou pelo menos uma barra de Snickers) cai para fora – elas foram testadas com explosivos para ter certeza de que são absolutamente à prova de roubo.

2. No Japão também dá para comprar besouros vivos

vending machines besouros

Devido às realidades da vida moderna, as crianças nos dias de hoje já não fazem muitas das coisas que as gerações anteriores tinham como certo – tradições de outrora saudáveis como jogar bets na rua, tomar banho de chuva, ou pegar besouros com chifres e treiná-los para matar o outro em arenas improvisadas (?).

Essa última parte provavelmente se aplica somente se você mora no Japão, onde adultos são nostálgicos sobre como brincavam com besouros em suas infâncias carinhosamente.

Claro que, com famílias migrando para a cidade, as crianças geralmente não tem mais muito contato com a natureza. Então, os japoneses pensaram: “como resolver este problema?”
Fácil.

Só havia uma maneira de preservar este costume amado: encher máquinas de venda automática com insetos vivos. CLARO!
Besouros fêmeas custam cerca de R$ 4,00, enquanto os machos custam em torno de três vezes mais por causa dos seus poderosos chifres. E também porque a diferença salarial existe mesmo no reino dos insetos.

As crianças, depois que compram os seus, treinam os besouros e os colocam para combater com besouros de outras crianças. O objetivo é ser o melhor, como ninguém jamais foi.

besouros japão

Mas como os besouros são mantidos vivos dentro das máquinas?

Às vezes eles vão colocar comida dentro de seus recipientes de plástico, mas isso nem sempre é necessário, porque esses pequenos bastardos hediondos são tão populares que as crianças os compram a toda hora – ou pelo menos elas comprara, nos anos 90, quando esta notícia ficou popular. Talvez as crianças de lá agora tenham um novo passatempo.

1. A China se supera: lá você pode comprar CARROS em vending machines!

carros vending machine china

Não, não estou falando de carros de brinquedo. CARROS DE VERDADE. E ELÉTRICOS. Você pode comprar e sair dirigindo, na maior boa. O veículo vai a no máximo a 80km/h e a bateria dura cerca de 60 minutos. E isso por cerca de R$ 15,00.
Assim que você chegar mais perto de onde quer, pode simplesmente deixar o veículo em um dos muitos pontos de recolhimento e ir embora esperando que o próximo condutor do mesmo automóvel. A ideia, aliás, é para ajudar a combater a poluição na China antes que o país esteja completamente engolido por uma nuvem de fumaça.

Ao meu ver, esta ideia é uma via de duas mãos.

vending machines china carros novos

Ao mesmo tempo que pode ser um conceito sustentável que se torne óbvio daqui algumas décadas, pode acabar fazendo um monte de lixo a mais – especialmente se o sistema de recolhimento não funcionar. Ou até porque é tão barato que talvez os usuários vejam mais vantagem em comprar um novo ao pegar um usado.

Mas, ainda assim, me parece uma iniciativa inovadora e interessante. Tomara que dê certo e as pessoas saibam tirar o melhor proveito possível dela. ;)[cracked]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,00 de 5)

1 comentário

  • Rodrigo Andrade de Oliveira:

    Sou homem e Hétero ! mas é nojento comprar calcinhas usadas. de desconhecidas… aff!

Deixe seu comentário!