A água de Urano e Netuno brilha e pode ser líquida e sólida ao mesmo tempo

Por , em 5.09.2010

Uma nova descoberta mostra que a água em áreas profundas de Urano e Netuno possui um brilho amarelado e se comporta como um líquido e um sólido ao mesmo tempo. Este material exótico pode ajudar a explicar por que ambos os planetas têm campos magnéticos bizarros.

As condições extremas que existem no fundo de Urano e Netuno podem ser ideais para a formação dessa água “superiônica”. O fenômeno, entretanto, nunca ficou claro porque os pesquisadores não sabiam ao certo quais as pressões e temperaturas necessárias para sua formação.

Estudos entre 1999 e 2005 sugeriram que a água brilhante é formada a temperaturas acima de 2000° C ou menos, e se comportaria dessa maneira a pressões e temperaturas muito elevadas.

Sob tais condições, o oxigênio e os átomos de hidrogênio nas moléculas de água ionizariam; o oxigênio formaria uma estrutura de cristal e os íons de hidrogênio seriam capazes de fluir através dessa grade como um líquido.

Agora, uma pesquisa recente sugere que ambos os planetas possuem uma espessa camada desse material. Os resultados mostram que a água superiônica deve se estender do núcleo rochoso até cerca de metade da superfície de cada planeta.

As simulações assumem as condições mais extremas possíveis dentro de ambos os planetas, com temperaturas atingindo até 6.000° C e pressões de 7.000 mil vezes a pressão atmosférica da Terra.

Essas evidências ajudam a entender os campos magnéticos desses planetas. Enquanto o campo magnético da Terra se assemelha ao de um ímã de barra, as proximidades de Urano e Netuno podem ter campos de polaridade oposta.

Um trabalho de 2006 considerou possível que o interior de ambos os planetas contivesse uma estreita camada de material eletricamente condutor em constante agitação, o que gerava os campos magnéticos. Esta camada condutora seria feita de água iônica, em que as moléculas tivessem se dividido em íons de oxigênio e hidrogênio. Ou seja, as provas da água iônica coincidem com esse comportamento magnético.

Porém, a pesquisa atual acrescenta que essa água também conduz eletricidade através do fluxo dos íons de hidrogênio. Então, alguma coisa deve estar “barrando” a agitação da água superiônica, o que tornaria o campo magnético mais ordenado.

Uma das suposições dos cientistas é que os elétrons da água superiônica podem absorver a radiação infravermelha. As simulações indicam que eles tendem a ficar perto dos átomos de oxigênio, fazendo com que a maioria da água fique transparente ao “calor”. Isso tornaria mais fácil para o calor dos núcleos dos planetas irradiarem através da água superiônica, e não haveria a convecção necessária que deixaria o campo mais ordenado.

Os cientistas consideram os resultados um grande avanço para o entendimento de estruturas planetárias internas. [NewScientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

17 comentários

  • sergio_panceri:

    ahaa!!! MT Keshe provando estar certo em suas teorias a cada dia que passa!!!! uma pena ver os fanfarrões da nasa ameaçando-o de morte e aos poucos pegando suas ideias como se fossem deles :/

  • banana:

    esse saite é uma droga.

  • alexandra:

    eu gostei explica tudo muito bem

  • Werex:

    Genivaldo, A verdadeira pessoa inteligente é aquela que admite seus erros e muda de opinião.

  • Crystian:

    tem numa parada lá da BBC, é um documentario do universo, essa agua é viscosa, uma coisa nunca vista, é amarela, como se fosse uma gelatina.

    • sergio_panceri:

      é plasma!!!! o 4 estado da matéria

  • hiago:

    Esse fenômeno talvez possa ser explicado por ligação iônica, afinal o oxigeno se cristalizou e o hidrogênio continuou liquido. Nesse fenômeno não existe fusão ou solidificação, por isso a água está em dois estados ao mesmo tempo o que muda é que os átomos de oxigênio se recombinaram enquanto os de hidrogênio se recombinaram em estrutura diferentes o que não permite que eles se solidifiquem ou se fundão.

  • Thiago_czz:

    Genivaldo, você reclama que os cientistas vivem se contradizendo mas essa é a verdadeira essência a ciência, o poder de reinvenção! Não existe certeza absoluta na ciência, todo teorema é dado como lei até que se prove o contrário, mas nada impede que ele seja descartado assim que surgir algo que o sobrescreva. Até nas coisas mais simples com as quais estamos acostumados como as lei de Newton e Kepler podem cair a qualquer momento se algum outro cientista conseguir mostrar alguma outra teoria mais palpável.
    Esse é a maior e melhor caractrística da ciência e a que mais a difere da religião, se a ciência não tivesse esse poder de reinvenção ainda estaríamos vivendo no undo em que a Terra é o centro do universo

  • Everton Carlos da Costa Cardoso:

    É como diz uma música: “O homem foi à Lua porque Deus deu colher de chá…”

  • Felipe:

    Faz me rir, você falar tudo isso e dizer que cientistas que são mentirosos

  • Farofa:

    Ganivaldo, passa a bola pq essa é da boa!

  • Pedro Paiva:

    Carolina, você é Quimica??? pois… e não Caio, não é água(h2o), quem escreveu o artigo é burro e queria dizer vinho… mas de que planeta são??? É interessante saber que ainda há muito para descobrir!

  • Genivaldo:

    Acho muito interessante os cientistas humanos…Como são intáveis uma hora diz uma coisa outra hora diz outra, não conhecem nem seu próprio planeta nem a si mesmos, os segredos que os oceanos e rios existem, mentem sobre o que eles já sabem sobre os que habitam a lua, as visitas extra-planetaria das outras raças cosmica, os que habitam no interior da terra, os raptos de humanos por Aliens, os mundos paralelos, a contagem regressiva da mudança planetaria que já começou, ESTES CIENTISTAS E SUA IDÉIAS faz-me rir kkkkkkkkk! Meu abraço a todos vocês. ggcelest@hotmail.com

  • Eduardo Garcia:

    Na hora de computar os votos, há um defeito no botão inativo do “Gostei”. Ele fica aumentando sem para quando o mouse fica em cima dele.

  • Eduardo Garcia:

    A água realmente nos encanta, um liquido comum (“incomum”) que tem mais de 66 anomalias…

  • Carolina:

    interessante! eu sou Química e me fascino com essas descobertas!! pra você vê como a água se comporta em cada planeta onde ela é encontrada..

  • Caio Freitas:

    É H2O mesmo ou outro líquido/sólido super bizarro?

Deixe seu comentário!