Chuveiro econômico: novo design radical pode economizar 70% de água

Por , em 15.09.2015

O chuveiro tem a mesma aparência com a qual estamos acostumados há pelo menos cem anos. Não que seja feio ou pouco prático, mas já estava na hora de mudar.

O motivo?

Água é um recurso importantíssimo que anda cada vez mais escasso. E o chuveiro é uma bela fonte de desperdício.

A empresa Nebia quer mudar esse panorama. Com a proposta ousada de cortar esse desperdício em 70%, eles começaram a projetar um novo produto, com design radical, para atingir essa meta.

Chuveiro econômico com economia incrível

De acordo com Philip Winter, cofundador da Nebia, uma chuveirada de oito minutos gasta cerca de 75 litros de água, em média.
Assim, o principal desafio da equipe era diminuir essa quantidade, mas ainda manter o ambiente quente.

A solução encontrada foi atomizar as correntes de água em pequenas gotas (milhões delas), dando ao chuveiro Nebia dez vezes a superfície de água de um chuveiro tradicional, usando apenas 30% do volume de água (22 litros).

Isso significa um banho delicioso, onde você se sente mais molhado, enquanto gasta bem menos água.

nebia chuveiro design radical 4

Experiência diferente

Para chegar a um produto viável com design icônico, a Nebia trabalhou ao lado de outra companhia, chamada de Box Clever.

O resultado final foi um chuveiro que não parece muito diferente do que todos temos em nossos banheiros, mas que é muito mais eficiente e amigo do meio ambiente.

nebia chuveiro design radical

Se o aspecto é o mesmo, a experiência de tomar um banho com Nebia já é bastante distinta. Não é como se molhar com um jorro de água, é mais como entrar em uma “neblina ensopada”.

Nada que seja impossível de se adaptar. Mais de 500 testadores gostaram da chuveirada vaporizada, então você pode esperar adorá-la também.

Nas prateleiras

Depois de uma campanha no site de financiamento Kickstarter, a companhia estima que os primeiros chuveiros devem ser entregados em maio de 2016.

nebia chuveiro design radical 2

Os produtos iniciais custarão US$ 399 (no câmbio atual, cerca de R$ 1540). [Wired, HuffingtonPost]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,33 de 5)

4 comentários

  • Thiago Alcalde:

    Outro aspecto não comentado é a economia de energia, afinal o volume de água a ser aquecido é bem menor também.

  • LoRDKnifes:

    Ninguém vai comprar \o/ de R$35 praticamente não tem diferença

  • Guilherme Sousa:

    Com esse preço?

    • Marcelo Ribeiro:

      Do jeito que anda a conta d’água aqui ele se paga rapidinho.

Deixe seu comentário!