Ao mandar e-mail ofensivo a Barack Obama, jovem britânico é banido dos EUA para sempre

Por , em 15.09.2010

Dia desses, um adolescente inglês de 17 anos, chamado Luke Angel, estava em casa bebendo umas biritas e assistindo televisão. No programa, estavam apresentando uma teoria de que os Estados Unidos poderiam ter planejado com antecedência o ataque de 11 de setembro de 2001 às torres gêmeas. Inflado pelo efeito alcoólico em que se encontrava, o amigo Angel ligou o computador e mandou um e-mail indignado para certo americano.

Este cidadão era Barack Obama, o atual presidente. Na missiva, nosso heroi chamou Obama de “pr**k” (que significa prick, palavra em inglês para idiota, imbecil). Resultado: o governo dos EUA o proibiu de entrar no país para sempre.

Eis a narração da peripécia segundo a versão do próprio Luke Angel: “Não me lembro exatamente o que eu escrevi, porque eu estava bêbado. Acho que chamei mesmo Barack Obama de “pr** k”. Foi uma bobagem, o tipo de coisa que você faz quando você é um adolescente e tem pouca experiência. A polícia veio, tirou uma foto minha e me disse que eu estou banido da América para sempre. Eu nem me importo, mas meus pais não ficaram muito felizes”. Compreensível.

A polícia foi informada da existência do notório e-mail pela guarda metropolitana de Londres, e imediatamente foram abordar o indivíduo. Esse tipo de conduta, segundo uma funcionária da embaixada, é apenas uma das mais de 60 razões pelas quais alguém pode ser banido de entrar nos EUA pelo resto da vida.

Apesar disso, nenhuma acusação criminal foi movida contra Luke Angel. E sim, ele desobedeceu uma lei: a de beber desacompanhado dos pais com menos 18 anos, regra em vigor na Grã-Bretanha. Para nós, fica uma lição e uma pergunta. A lição é óbvia: se beber, não mande e-mails ofensivos para líderes de estado. A pergunta: como será que Luke conseguiu o e-mail de Barack Obama? [Daily Tech]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

41 comentários

  • Caio Fernando:

    E quem vai ser o BRITÂNICO que em sã consciência vai querer mudar para os EUA. Como diz a Val Marchiori “Ah Helloooo”, kkkkkkk.

  • FoX:

    Idiotice, acho que todo ser humano independentemente de raça, cor ou religião deve ter a liberdade de expressar o que sente sobre qualquer assunto, e tbm não acho que chamar uma pessoa de imbecil seja um insulto tão grave.
    Mesmo assim ainda acho os EUA um lugar melhor pra se viver do que essa porcaria que é o brasil =)

    • Fernando:

      Otário, se manda do Brasil! Você não merece viver aqui. Vai ser barata naquele país de merda.

    • Thiago:

      Nossa, como brasileiros como esse tal de Fernando gostam de sofrer vivendo nesse lixo de País! Acorda mermão, larga de ser trouxa e achar que isso é um país onde os seus lideres respeitam a vontade do povo!
      E sim eu preferiria muito mais ter nascido nos EUA, ou em algum outro pais desenvolvido!

    • klayton:

      Cara (Thiago) todo respeito, la eles tambem não respeitam a vontade do povo (até porque país capitalista que faz isso acaba falido assim como a Grécia) assista o documentario “fahrenheit de michael moore” e veja os comentarios dos “estadunidenses” (pois americanos todos nós somos), são tão alienados quanto os brasileiros.
      E depois tem mais muitos de voces que criticam o Brasil vão pra la ser escavos na gringolandia depois a economia deles quebra e voces voltam como filhos da p…. arrependidos dizendo que país como o Brasil não existe.
      Isso é um insulto a quem morreu na ditadura e a quem luta até hoje contra a corrupção, assim como o jornalista assasinado “mario randolfo marques lopes”.
      Fica um salve a voce Mario seja la onde esteja.

    • Rudolf:

      Quem faz um país é o povo. A responsabilidade do que acontece no Brasil é NOSSA e só mudará quando soubermos votar e exigir que governantes cumpram as promessas. Até lá, cabe a cada um deixar de querer levar vantagem e pensar mais na comunidade chamada Brasil.

    • Rosana Oliveira:

      Ô, Fernando. Sabe qual o salário mínimo lá? em torno de 2200 reais. Há pessoas que ralam a vida inteira aqui, fazem graduação, pós pra ganhar isso. Se o ganho mínimo de lá é aproximadamente 2200, quanto será que uma pessoa de nível acadêmico avançado ganharia? (Claro, esse não é seu caso =D)
      Outro pró é que lá as coisas são muito mais baratas. Vou dar um exemplo bem supérfluo, mas se aplica a tudo:
      Xbox = no Brasil os melhores, com maior HD estão na média de 1300 reais. Lá nos EUA, os melhores Xbox custam 300 dólares. Isso daria uns 500 e poucos reais.
      Se o brasileiro vai pra lá sem tentas fazer tudo do jeitinho brasileiro, e não for como vão pra Argentina (aloloko, sem planejamento)dá certo.
      Tenho primo que trabalhou lá e se deu bem. Ele só saiu dos EUA por causa do 11/09/2001, que diminuiu muito o turismo e ele trabalha nessa área.
      Sem falar que tem muita mulher que consegue fazer a vida como manicure. Vi uma que comprou uma casa, tem 2 carros e banca sozinha. Aqui as manicures sofrem, trabalham e moram em casebres.
      Aqui no Brasil as pessoas ganham pouco e pagam muito.
      ————————————————
      A mídia não está nem aí também, assim como o governo.
      Desde 17 de abril várias universidades federais, inclusive a universidade em que estudo está de greve e a única coisa que a Dilma falou foi pra se acalmarem, pois a solução virá no devido tempo. Quando? Setembro?
      No fim de junho eu estava navegando no site do G1 e descobri que há pessoas que até agora não sabiam da greve universitária. A mídia não divulga. Preferem divulgar A Fazenda, determinada atriz que tem filho ou que usa determinado cosmético…

    • Elvis:

      Fox e Tiago, deixem de ser alienados e acreditar em tudo que sai no jornal, Porcaria de país pq gente como vocês o deixaram assim, pessoas com o pensamento limitado e ideias atrofiadas. Falar que o Brasil é um país de merda é facil, mas o que vocês fizeram para que ele mudar? Realmente como dito pelo Fernando, “SE MANDEM DO BRASIL” e façam o favor de serem baratas em outro lugar. Estamos cheios de pessoas como vocês!

    • Mello Isaac Wolney:

      a liberdade de expressão, acredito, em um mundo civilizado há de ser acatada. mas injuriar um dirigente ou uma nação merece reprimenda. ao britanico, no caso em comento, aplausos à decisão estatal. ao Brasileiro deveria ser convidado ao exílio.

  • lucas R. barros:

    se ele tivesse mandado esse mesmo e-mail para dirigido a outra pessoa, ele taria tranquilo ate hoje, e nos Estadps unidos.

  • Fernanda Thug:

    É claro que muitos gostariam de ter o e-mail de políticos e soltar os lagartos, mas a punição foi muito severa, acho que passar uns 15 dias na cadeia, responder processo ou coisa parecida… Não ser banido do país…

  • simoneteixeira:

    k absurdo dificio de entender esse povo!

    tanta coisa para se preoculpa esquenta os neuronios……..

    um jovem fala serio ne?

  • Roberto Brasil:

    Realmente na minha opinião, o garoto deveria ser punido,mas pegaram muito pesado,mas essa punição é para servir de exemplo para que outros não faça o mesmo .

  • Luana:

    seria legal se vcs fizessem uma matéria dizendo quais são as outras 59 razões que podem causar o banimento de qualquer indivídio dos eua.

  • anonimoentam:

    é muito duvidosa sim a queda das torres. nao acredito na versao da televisao. é um exagero banirem o jovem Luke, os americanos fizeram isso pk n querem comentarios desse tipo. eles querem fazer o q quizer,mas so q o jovem descubriu e eles n querem q ninguem descubra. agora pegaram no jovem e fizeram isso. Todos nos sabemos q o mundo é comandado por eles… mas isso tudo q eles fazem um dia vai acabar. Eu sou africano e sofro muito por morar aqui e ver a minha gente a morrer cm essas porcarias q eles enventam. Meus irmaos,nao se deixem enganar, ate essa historia esta contada da versao deles…

  • Panda:

    é um grande exagero, n deviam ter feito isso. se os E.U fizeram isso é pk querem q esse caso fique como exemplo p todos. é muito duvidosa a queda das torres gemeas sim senhora… se eu morasse nos estados unidos ia querer satisfaçao. O miuda n gostou do q aconteceu e estava chateado.. ha muita porcaria nos Estados Unidos p se resolver,deixem la o miudo em paz. deviam ir ver o q costuma acontecer no «Boema Grave» (n sei se escrevi correctamente) e parar de se preocupar com isso.

  • wellington:

    esta certo o garoto ofendeu o barack obama mas acho que o garoto nâo deve ser proibido de ir a EUA. por que barack nâo vai ficar pro resto da vida como presidente. ou quando trocar de presidente ai ele possa ir nesse pais essa è a minha opiniâo.

  • Caio Freitas:

    Que exagero!!!

  • Mari:

    E VIVA A DEMOCRACIA!!

  • João Lima:

    Realmente me enganei ao dizer que ele foi banido do seu próprio país, mas não deixa de ser preocupante.

  • Farofa:

    estou falando do menor, e não do presidente

  • Farofa:

    hahahhahahahhahaha que cara mais fera
    virei fã dele
    =]

  • Vitor:

    “e-mail banir adolescente do seu próprio país”, poxa, se lê cada pérola nos comentários.
    O rapaz é INGLÊS, e foi banido dos EUA.

  • Vitor:

    Bem fácil conseguir o e-mail, só mandar para president@whitehouse.gov

  • João Lima:

    è uma vergonha como é que um simples email pode banir um adolescente do seu próprio pais, com certeza que a muita gente nos estados unidos que la circulam e já fizeram coisas de uma gravidade estrema.
    Está claro que este email incomodou o Barack Obama, pois chamaram de “prick” e acusando-o de ligações com os “illuminati“.
    Eu estou pasmado pelos comentários, amas afinal os estados unidos não são um pais livre, vejo pessoas aqui a concordar com que esse senhor fez, continuem adormecidos que um dia acordaram muito mal, se chegarem a acordar.

  • Luciana:

    Texto meio confuso, mas enfim, a conclusão é que o chefe maior do executivo de qualquer país merece respeito absoluto.

  • Claudio:

    O email do Obama, não sei, mas das autoridades brasileiras, deputados, senadores e até do presidente Lula estão a disposição de todos nos sites oficiais. Quando não tem o email, tem um “fale com…”. Sendo assim, não deve ser difícil enviar um email pro Obama
    Agora, quanto ao garoto, não entendi bem o roteiro: Ele é inglês e estava em casa, na Inglaterra e a polícia americana foi lá tirar uma foto dele?! Ou foi a Scotland Yard? Ou ele estava nos EUA e levou esse pé na bunda, prá nunca mais voltar?

  • Thiago dos Reis:

    Se eu criar um País e alguém mandar um e-mail me xingando, também bano pra sempre.

    E duvido que alguém faça o contrário.

    beijos.

    • Rosana Oliveira:

      Você sabia que o verbo banir não tem a primeira pessoa, né? Não existe “eu bano”, mas antes que você pergunte “como vou escrever então, diacho?”, dou uma idéia:

      “Se eu criaSSE um país e alguém mandaSSE um e-mail me xingando, também banIRIA pra sempre.”

      Fica engraçado você dizer “se eu criar um país” porque parece que você tem planos que criar um, em vez de ser só uma suposição.

  • Cesar:

    Mas ninguém está tolhendo a liberdade do cara de falar o que quiser! A liberdade de expressão continua valendo, o cara não foi preso por que falou porcaria sobre o presidente dos EEUU. Aliás, se ele quiser, pode falar coisas bem piores, ninguém vai impedir.

    O que acontece é simples: ele tem liberdade de dizer o que quiser, e tem que aguentar as consequências do que diz. Por exemplo, por maior que seja a liberdade de expressão em um país, quem gritar “fogo” em um cinema lotado vai ser preso por causar tumulto. E no caso de quem mandar um e-mail ofensivo para o presidente dos EEUU, vai ser banido para sempre de lá.

    Ninguém obrigou o cara a escrever porcaria. Ninguém proibiu ele de escrever porcaria. E ninguém pode obrigar os EEUU a aceitar que este cara entre no país, se a atitude dele implica em banimento para sempre.

  • kinôsôtont:

    Gostaria de saber quais são as 59 demais coisas que me levariam a ser banido dos Estados Unidos? Vocês sabem onde está essa lista? A Dilma deve saber verdade?

    Sobre viajar a USA com aulas de natação incluídas e pagando 30,000 verdinhos, é bom ver estes vídeos:
    http://www.eluniversaltv.com.mx/detalle.php?d=19909
    http://www.eluniversaltv.com.mx/detalle.php?d=19912

  • Rogerio:

    Quem sabe não pesou a consciência do Sr. Barack Osama Bin Laden e seus lacaios a morte de 2996 pessoas inocentes?

    Documentário provando a conspiração (não a teoria – se é fato, deixa de ser teoria) é só procurar no YouTube, feita por um francês.

    Oops.. Já tô banido dos EUA, pra sempre. Graças a Deus.

    Mas e a Dilma, acusada de terrorismo, tá banida também?

    • Rosana Oliveira:

      Acusada de terrorismo por quem? Pelos tucanos?
      Saiba que na época da ditadura, qualquer um que manifestasse oposição ao regime era chamado de terroristas.
      Se hoje em dia fosse ditadura, aqueles professores que estão lá em Brasília reivindicando restruturação de carreira seriam chamados de terroristas também.

  • Juan Pablo:

    Bueno, yo he sido extraditados tres veces, pero volvió de nuevo y estoy viviendo ilegalmente en Los Ángeles durante tres años. Trabajo como un jardinero y un repartidor de pizzas. Si realmente quieres venir a los EE.UU. Sé que algunos amigos que los coyotes por $ 30,000.00 para el niño a través de la frontera con México. Les aseguro que es un servicio garantizado sólo necesitan saber nadar.

  • Cristina:

    Eu acho que a justica pegou pesado, podia ter sido por alguns anos ao invés da vida toda porque afinal de contas trata-se de um adolescente!

  • squish:

    Foi um tanto exagerada a reaçao, mas o moleque nem foi tão mau assim. Ele poderia ter sacaneado mais (já que é pra ser banido mesmo…)

    O esquema é pegar o endereço da casa branca e encomendar, pela internet, entregas de pizza e de consolos de borracha (de sexshops) pro presidente! XD

  • João Pedro:

    Concordo com o Ranniery. Os EUA são o “país da Liberdade”, e banem alguém por xingar.

    Vão banir os políticos, o alto escalão, que na maior parte das vezes rouba, engana, e só ganham mais e mais dinheiro.

    E, além do quê, tem muita gente q deve mandar e-mails pro Obama (como será q eles sabem o e-mail dele?), mas são simplesmente ignorados. Achei completamente exagerado.

  • Ranniery Lima:

    Hugo acredito que por mais que ele tenha ofendido, ele não é nenhum terrorista, somente um adolescente fazendo uma bobagem adolescente. E com bons informantes (porque pra conseguir o e-mail do Obama, rsrs).

  • h`P.:

    não foi só uma crítica, mas também não é motivo para banir o guri… o governo forçou sim.

    em todos os casos, se ph*deu, nerdão!

  • Hugo:

    Ranniery, uma coisa é ter liberdade pra fazer uma crítica, outra é ofender e desrespeitar.

  • Ranniery Lima:

    Realmente intrigante! como ele conseguiu o e-mail do Barack Obama! eu queria ter o e-mail de algumas autoridades pra soltar cobras e lagartos também! rsrsrss

    Agora o que é irônico é que os americanos vivem falando que no seu pais as pessoas são livres pra falar o que quiser, que lá é a “terra da liberdade”, que tem liberdade de expressão. Desse jeito parece mais ditadura.

Deixe seu comentário!