Bactéria pode evitar a transmissão da dengue

Por , em 30.08.2011

Cientistas australianos afirmam ter descoberto um método barato e eficaz de prevenir a transmissão da dengue. Eles infectaram mosquitos transmissores da doença com bactérias que bloqueiam o vírus da dengue, e o resultado foi positivo. Quando esses insetos foram libertados, eles cruzaram com sucesso com outros mosquitos, mas tinham perdido a capacidade de transmitir a doença.

Os pesquisadores estão esperançosos e acreditam que essa bactéria pode representar um controle viável para a doença que afeta mais de 50 milhões de pessoas no mundo todos os anos – e que causa um dos maiores impactos na saúde pública do Brasil.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de um terço da população mundial está em risco de ser infectado pela dengue. A incidência e a gravidade dessa doença transmitida por mosquitos está aumentando em muitas partes do mundo.

Pesticidas que matam os mosquitos que carregam o vírus da dengue tem sido o método mais eficaz de controle até agora, mas a resistência dos insetos é crescente. A bactéria, chamada de Wolbachia, pode ser a possível solução para a doença que é endêmica não só no Brasil, mas em países como Tailândia, Vietnã e Indonésia.

A bactéria intracelular só cresce dentro de insetos e é extremamente comum no meio ambiente – até 70% dos insetos devem a carregar naturalmente. Mas foi necessária uma série de experimentos para comprovar que a Wolbachia pode restringir a capacidade de mosquitos transmitirem a dengue.

Os cientistas ainda estão incertos sobre como a bactéria bloqueia a dengue. Dados sugerem que a presença da Wolbachia estimula o sistema imunológico e ajuda o mosquito a combater os efeitos da dengue. Outras evidências sugerem que a bactéria compete pelas moléculas sub-celulares que o vírus necessita para replicar ácidos graxos. Talvez seja uma combinação de ambas as hipóteses.

Os cientistas afirmam que é necessário mais testes de campo nos países com altos índices de dengue para comprovar se a bactéria realmente pode ser o início do fim da doença. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

6 comentários

  • Erica Rodrigues Dias:

    O que devo fazer queria fazer essa pesquisa aqui também em Anápolis Goiás! Estamos trabalhando muito não podemos deixar esse mosquito ganhar

  • Erica Rodrigues Dias:

    Um grande fato vem se observando, a população e o protagonista principal porém não conseguimos que eles entendam seu verdadeiro papel.

  • ivana da conceiçaõ costa:

    eu quero saber se a doenca da denge mata

  • José Calasans.:

    A dengue é realmente um sério problema de saude,pesquisas como essa devem ser estimulada e financiada tanto pelo poder público quanto o privado,assim como uma intensiva campanha educativa para direcionada a população.Pois não adianta ulguns tomarem cuidado e outros não.

  • Francisco:

    O problema,surge, quando a bateria ja acostumada com o sangue humano encontrado DENTRO dos mosquitos acabar com o dito cujo e passar a procurar o gostoso sangue humano em outro lugar. E aí? que é que perderá a fecundidade?
    Acho bom mudar o rumo da pesquiosa!!!

  • Rotten:

    Nossa! Se isso for verdade é muito bom! Principalmente para regiões acima do Trópico de Capricórnio xD. Apesar de afetar todo o Brasil =/

Deixe seu comentário!