Revistas ameaçam a sexualidade da mulher real

Por , em 20.06.2011

Hoje, ter mais de 50 anos e ler revistas é uma decepção: dentro delas, não há nada nem ninguém que lembre você.

Segundo uma nova pesquisa, apesar de um quinto do público da Vogue ser mulheres com mais de 50 anos, a revista só apresenta mulheres de 40 anos na capa (de vez em quando). Tipicamente, celebridades mais jovens, como Lady Gaga e Natalie Portman, são ilustradas pela Vogue.

O mesmo estudo descobriu que essa ausência de mulheres mais velhas não se limita a Vogue, ou até mesmo a capas de revista: uma análise de editoriais e imagens publicitárias revela que revistas de moda raramente mostram mulheres com mais de 40 anos.

E o pior de tudo: mesmo as revistas voltadas para o envelhecimento apresentam imagens de mulheres ideais, livres de rugas, com um corpo perfeito que é impossível de se manter na vida adulta.

Agora, os especialistas estão dizendo que toda essa cultura prejudica as mulheres mais velhas e pode fazer com que elas abandonem sua sexualidade. “Isso leva a problemas de imagem corporal negativa”, disse a autora do estudo, Denise Lewis. “As pessoas negam o envelhecimento, e tentam continuar a parecer o ideal de uma pessoa jovem”.

Não é nenhum segredo que revistas e outras mídias preferem modelos jovens, magras e muitas vezes brancas. Porém, estudos da influência da mídia sobre a saúde das mulheres geralmente se concentram em mulheres mais jovens.

No estudo mais famoso, de 2002, psiquiatras compararam adolescentes das Ilhas Fiji antes e depois da televisão chegar na ilha. A pesquisa constatou que transtornos alimentares aumentaram quando a TV foi introduzida. As meninas disseram que queriam perder peso para se parecer com as garotas magras ocidentais da TV.

Mas transtornos alimentares não são exclusivos a mulheres mais jovens. Dois estudos da década de 1990 estimam que entre 7,2 e 7,7 de cada 100 mil mulheres com idade entre 40 e 59 anos têm anorexia nervosa (incapacidade de manter 85% do peso médio por altura).

Isso é muito menos do que os 70 ou mais de cada 100 mil meninas adolescentes com anorexia. No entanto, um estudo de 2001 constatou que cerca de 1% das mulheres de meia-idade têm bulimia nervosa, comparável aos 0.9% das mulheres entre as idades de 18 e 25 com a mesma doença.

Dois estudos também investigaram a relação entre consumo de mídia e transtornos alimentares em mulheres mais velhas. Um estudo publicado em 2008 descobriu que a pressão da família, dos colegas e da mídia foi ligada a um desejo de magreza e transtornos alimentares. Outro estudo, publicado em 2003, descobriu que a pressão da família era o caminho mais influente para um transtorno alimentar, embora a pressão da mídia tinha uma influência de pequena a média também.

No entanto, os pesquisadores estão preocupados com influências mais sutis. Mesmo em revistas voltadas para mulheres mais velhas, os sinais de envelhecimento são frequentemente “apagados” (“photoshopados”). Talvez não por coincidência, os tratamentos antirrugas estão ficando mais populares.

As mensagens de cremes de antienvelhecimento, Botox e outros sugerem que as pessoas mascarem sua idade, ou se tornem obsoletos. Peggy Brick, educadora sexual, diz que se preocupa que a visão da mídia sobre os idosos – como se eles fossem invisíveis, e certamente não sexuais – contribui para que os adultos mais velhos simplesmente “desistam” de sua sexualidade.

Segundo ela, o estereótipo de que o sexo é apenas para os jovens e bonitos, e que o velho é feio e não sexual, tem que ser combatido.

O público já reagiu contra o ideal de magreza no passado, o que inspirou algumas revistas de moda a usar ocasionalmente modelos mais “cheinhas”. Mesmo a Vogue apresentou três mulheres curvilíneas (Tara Lynn, Candice Huffine e Robyn Lawley) na capa de sua revista italiana, em junho.

O consumidor poderia levar a avanços semelhantes em relação às mulheres mais velhas. Os cientistas acreditam que as pessoas podem, de fato, perceber que são bonitas como são e exigir que a moda reflita isso.[LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

17 comentários

  • Laura Macedo:

    ainda bem que sou mais eu, e até aos 100 anos acreditarei no meu taco! quanto mais caro o vinho nos homens, mais charmoso ele é? pois bem, quanto mais caro o caviar nas mulheres, mais caro fica para beliscar U$$, rs.

  • simone:

    Ë uma pena que a nossa sociedade seje tão manipulada por essa mídia corrupta.
    Sabe é triste ver que as pessoas não acordam para o óbvio, enquanto passam a imagem quase obrigatória que só os belos é quem tem vez na vida, os consultórios de cirurgias pláticas fazem a festa. Já repararam quantos médicos que fazem plásticas são feios?eu já,kkkk.
    E não paro ai não sem contar os psicólogos,já reparam quantos malucos frustrados estão lotando essas clinicas.
    Temos que acordar essa juventude, não podemos ficar alheios, concordando com tudo, chega de hipocresia. Tem crianca passando fome em nome da vaidade. ser gordo, ser feio é ser humano, também
    Acorda Brasil!!!

  • Eddy:

    Entre outras razões que fazem sentido ser certas, está em que a indústria têxtil têm mais lucro ao precisar produzir menos variações de números de roupa homogeneizando a clientela com talhas que ocupam pouco tecido.

  • Inteligente:

    Calma criança.. tenham paciência.. a velhice vai chegar para todos !

  • Lex Keher:

    Se fosse possível atingir aqueles ideais de beleza com tratamentos, cremes e até cirurgias plásticas o Photoshop não existiria já que as revistas retratam mulheres que vivem de sua beleza. Nem mesmo essas podem ser tão belas quanto exige a mídia. Isso independe até mesmo da idade.

    A mídia é um mundo de mentiras (e olhem que trabalho com isso).

    Pior é ver alguns adolescentes desejando desesperadamente algo que só existe no papel e se frustrando com seus romances reais, que deveriam ser tão plenos nessa idade, por julgar que em algum lugar encontrão uma daquelas beldades.

  • Moura:

    Os publicitários esquecem que quem consome mais são as pessoas maduras com um certo nível economico alcançado ao longo do tempo e, consequentemente, bancam a conta de filhos consumidores porem, nossa sociedade é distraída demais pra enxergar tal parametro. Se temos “patricinhas” e “mauricinhos”,e pq por trás destes, temos pais que conseguiram um certo padrão e os mantém desta forma! Nossa sociedade só enxerga o que é novo, tanto em pessoas quanto em coisas…É nossa forma de consumir o mundo! “Viva” a publicidade que nos mantem sempre com este incomodo pensamento de que nunca estaremos felizes o suficiente até comprar “aquele” produto!

  • Janine:

    Francamente , o que há de bonito em algo velho e enrrugado? Policamente correto não!

    • Prego Mestre:

      acorda, vc nao sabe de nada.

    • Janine:

      Sei que acho gente velha feia. E dai ? Prefere a hipocrisia ?

    • zeus:

      …VC nunca vai ficar velha,né;tomara que todoa te odeie,aliás VC já deve ser feia pra crlh…HIPÓCRITA…

    • Maria Emília:

      Janine, que peninha tenho de você.

    • Janine:

      Porque tenho coragem de dizer o que penso ? Ou vc acha suzana vieira ou francisco cuoco atraentes sem maquiagem ou photoshope?

    • barrigudo:

      …tem inveja não,vc também terá suas rugas é só aguardar,vai ficar um mamãozão uq esó vendo….kkkkkkkkk.

  • Shappaaa:

    Que mundo é esse onde Robyn Lawley é “curvilínea”? Tsc tsc tsc.

  • ShadowsAV:

    Quanto mais tempo você passa na Terra mais você pode utiliza-lo para se tornar culto, e inteligência é cumulativa e resistente ao tempo.

    Mas e a beleza? Beleza é um bem muito, mas muito frágil, diminui exponencialmente com o tempo e se você não cultivar a inteligência antes, quando a idade começar a aparecer em seu rosto você vai acabar utilizando o pouco do cérebro que tem para travar uma luta sem fim contra a velhice.

    Nessa vida já vi gente externamente feia ficar bonita apenas com atos ou ações inteligentes, mas nunca vi uma pessoa com uma beleza TÃO relevante que me faça ignorar a inteligência. Simplesmente não dá, é irracional!

    O que eu quero dizer com tudo isso?
    Se qualquer pessoa desistir da sexualidade apenas por causa de opiniões alheias, então ela não é muito inteligente, provavelmente da mais valor a parte corporal do que a intelectual e é certamente alienada. Se ainda por cima continuar comprando essas revistas além de apoiar o Statu quo ainda é muito idiota.

    OBS: Qualquer opinião, contrária ou não, dês de que seja construtiva é e sempre será bem vinda.

  • vicente:

    aff, akilo que a lady gaga fez foi uma #$¨@!

  • Ze da Feira:

    Cavalo véio gosta é di capim novo

Deixe seu comentário!