Um político, queiramos ou não, se mede pela cara

Por , em 22.06.2010

Votar é uma atividade que sempre levantou muita discussão. Aqui no Brasil, onde o voto é obrigatório, nem sempre a pessoa está por dentro do que seus candidatos fizeram nos 4 anos anteriores, e às vezes a decisão do voto não está exatamente baseada nos fatos. Uma universidade britânica divulgou um estudo que mostra que, psicologicamente, o ser humano tende a escolher seu voto baseado em matérias não-verbais, tais como o rosto e o carisma do candidato.

O estudo diz que o eleitor tende a escolher uma cara “confiável” para votar. O rosto e a presença do candidato seriam uma espécie de atalho para tomar uma decisão final. Afinal, é muito mais fácil passar meia hora na frente da TV, depois do almoço, vendo dezenas de caras de políticos desfilarem pela sua frente do que fazer uma pesquisa aprofundada a respeito de cada pessoa.

Os dois principais atributos chama-votos, segundo o estudo, são a “maturidade facial” (uma cara na qual o eleitor sinta segurança, confiança, enfim, que leve a sério) e a atratividade física. A primeira impressão conta muito: se o eleitor não vai com a cara (literalmente) de um candidato em uma primeira aparição, dificilmente irá mudar de ideia.

Em um ponto, essa receptividade à imagem de um candidato varia de pessoa para pessoa. Em alguns ela é explícita: algo como um homem justificar seu voto em uma mulher com um: “porque ela é bonita”, ou vice-versa. Em outros, essa receptividade é inconsciente. O eleitor pode descobrir que está votando apenas pela cara quando não acha justificativas mais plausíveis para seu voto. [Science Daily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 2,50 de 5)

16 comentários

  • Jessedos Vencedor Vencedor:

    Olá, gostei da HypeScience!

  • Talisffx:

    Coitado dos cegos

  • Zltn:

    Meus caros(as), não adianta nos debatermos, a verdade que o nosso Brasil carece de sangue novo, pois me mostre algum dos atuais candidatos que não tenham nenhum pecado político, por mais levinho que seja, não estou aqui para citar nomes, como sempre vamos peneirar nas próximas eleições, para ver se conseguimos escolher o menos mau, fora umas e outras conversas por aí vinda do planalto, que dizem que no fundo só ganha os escolhidos pelos verdadeiros mandantes deste pais (será?)
    abração para todos

  • Hugo:

    Só uma pergunta. Agora temos aqui 10 comentários, TODOS com a mesma coisa que todo brasileiro que se preze sempre fala “político é tudo ladrão!”. Mas falar não adianta nada. O que, de fato, estamos (me incluo no meio também) para mudar essa realidade?

  • michel:

    Quando eu tinha 4 anos(1985), lembro de estar na sala com meu pai vendo jornal nacional. se eu ligar hoje a noite, tenho certeza que vai ter o mesmo tipo de coisa: político corrupto.
    a política não da errado porque o cara é simpático ou porque as pessoas não decoram os podres, ate porque ninguem “deveria” se preocupar em decorar isso. a política da errado porque o sistema político foi feito pra não dar certo.
    Imagina se eles(políticos) assinassem um contrato que os obrigassem a fazer tudo o que promete e PRINCIPALMENTE, nesse contrato diz claramente:- Só lhe daremos o dinheiro depois! fdp.

  • Alex:

    Se for para escolher MERDA, que seja a que fede menos.
    Eu na última eleição, paguei pela língua, pois sempre disse que, quem não vota, ou anula, está votando naquele que ganhar.
    Eu, não quero que o Brazil, vire São Paulo.

  • Gustavo:

    Tanto que a Dilma não convenceu que ela está em primeiro lugar nas pesquisas… e provavelmente vai ganhar

  • Bovidino:

    E não adianta votar no mais feio ou mais nojento ou sem carisma.
    É tudo corrupto mesmo.

  • Juu:

    Se vamos analisar a cara..estamos ferrados.
    – Dilma, Serra e Marina… e vai, um pior que o outro ;P

    • Jessedos Vencedor Vencedor:

      Ok.

  • ThiagoSperandio:

    E não é o caso de Collor?

    E não é o caso de Lula “remaked”, com terno e gravata?

  • ANILSON:

    O grande problema em nósso país é que este povinho idiota não tem memoria e votam sempre nos mesmos que fizeram porcarias anteriormente !
    Se vendem por cestas basicas , dentaduras e outras coisas. Depois reclamam , agora vem ai mais uma corja para se eleger e como ja se sabe serão os mesmos safdos de sempre a serem eleitos !

    • aguiarubra:

      ANILSON

      O grande problema em nosso país é que nossa elite financeira venal e apátrida despreza completamente quem vive por aqui.

      Em 1964, quando o país estava para dar seu salto para o 1º mundo, as classes médias, por medo da ascensão da população do campo, aliou-se à paranóia comunista dos EUA e fizeram com que os militares “salvassem” o Brasil do seu próprio desenvolvimento. Vide “O DIA QUE DUROU 21 ANOS” https://www.google.com.br/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=2&cad=rja&ved=0CDkQFjAB&url=http%3A%2F%2Fwww.pragmatismopolitico.com.br%2F2012%2F11%2Fdia-durou-21-anos-documentario-todo-brasileiro-merece-assistir.html&ei=OGMGUcb3M5CE9gSJhoCQCQ&usg=AFQjCNH7vpDwBQqTvsEW6H0R6XV-7NlOlw&bvm=bv.41524429,d.eWU

      Reverteu-se 35 anos de amadurecimento político. Hoje em dia, quem é presidente neste país, tem que “beijar a mão” de senadores e deputados representantes dessa corja elitista, que é muito esperta para sempre manter a maior parte da população na “rédea curta” do subdesenvolvimento.

      Por causa do baixo nível educacional e salarial é que elegemos “populistas” no governo e o PT, quando compreendeu isso, agiu de acordo, traindo o pais para serem os ‘fantoches’ da vez.

      Mas, infelizmente ou felizmente, a situação político-econômica mundial mudou desgraçadamente para esses traidores da pátria que são os componentes de nossa elite e, como ocorreu após 1929, hoje eles precisam correr atrás dos prejuizos cada vez maiores e, para não perderem lugar para outros integrantes do BRICS, precisam (relutantemente!) melhorar as condições intelectuais de nós, seus “escravos” de sempre.

      Essa é a herança de 500 anos de um país que ainda não se efetivou concretamente entre nós.

  • vielmond:

    Concordo com Antonio Carlos. Dilma não convence. Com a ressalva que simpatia (ou beleza) não é sinal de competência……só que compramos um carro pela carrosseria (ver mulher bonita),e não pela macânica.

  • Renato Bueno:

    A burrice do povo me convence!

    Mas a tal guerrilhera pode colocar 20L de silicone que eu ainda voto nulo!

  • antonio carlos:

    oba sou o primeiro a comentar!!
    aham…. entao la vai:

    É por isso qe a dilma fez uma reforma no focim, mas nao sei, nao convenceu…

Deixe seu comentário!