Brasil está na lista de países de maior risco de impacto com asteroide

Por , em 3.07.2011

Recentemente, especialistas da Universidade de Southampton, no Reino Unido, elaboraram uma tabela classificativa dos países mais propensos a sofrer graves perdas de vidas ou danos catastróficos se um grande asteroide atingir a Terra.

O relatório surgiu em seguida de uma rocha espacial do tamanho de uma casa passar dentro de 12.000 quilômetros da Terra no início desta semana.

A ameaça da Terra ser atingida por um asteroide é cada vez mais aceita como o único grande desastre natural enfrentado pela humanidade. As consequências para as populações humanas e infraestrutura do mundo são enormes.

Um exemplo é a devastação causada por um asteroide que caiu em um local remoto perto do rio Tunguska, na Rússia, em 1908, que demonstrou o impacto que tal acontecimento poderia ter em um lugar povoado.

Os resultados destacam os países que enfrentam o maior risco desse perigo natural global e, portanto, indicam que as nações precisam estar envolvidas na diminuição dessa ameaça.

Também, cientistas acreditam que um asteroide foi o responsável pela extinção dos dinossauros há 65 milhões de anos: uma rocha de até 16 quilômetros de diâmetro atingiu a Terra a 40.000 quilômetros por hora com uma força de 100 megatons, o equivalente a uma bomba de Hiroshima sobre todo o planeta.

A Terra já evitou um evento como esse uma vez, em parte por causa do campo gravitacional de Júpiter, que limita a nossa exposição a rochas espaciais.

A nova lista dos especialistas é composta em grande parte de nações desenvolvidas, como China, Japão, Estados Unidos e Itália – por causa do tamanho de suas populações, isso significaria milhões de mortes.

Os EUA, China, Indonésia, Índia e Japão estão mais em perigo quanto a vidas. Canadá, EUA, China, Japão e Suécia são os em mais risco em termos de danos potenciais à infraestrutura.

Os países mais em risco são: China, Indonésia, Índia, Japão, EUA, Filipinas, Itália, Grã-Bretanha, Brasil e Nigéria.[Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

27 comentários

  • José Fernando Pires dos Santos:

    Há uma zona preferencial de impacto já que o objeto segue trajetória concordante com a lei das órbitas, latitude/longitude do país pesam

  • José Fernando Pires dos Santos:

    Há + fatores envolvidos: latitude/longitude e altitude média do país em relação aos oceanos, afinal há um plano preferencial de trajetória

  • Gabriel Mansoldo:

    Realmente é necessário dar uma revisada nas fontes. A bomba de Hiroshima tinha a potência de 17kt,

  • João Alberto:

    “Brasil está na lista de países de maior risco de impacto com asteroide”. Elementar, meu caro Watson. O Brasil possui o 5º maior território, logo será o 5º em probabilidade de sofrer um impacto.

    • Rodrigo Prudencio:

      Olha a merda cara, o tamanho do País n tem nada a ver com a probabilidade de cair um meteoro nele, todos os paises tem a mesma probabilidade, Veja a europa por exemplo, ela é divididade em vários países menores que São Paulo, logo, se um meteoro cair ali, ele vai afetar vários paises e não apenas um…

      Nosso mapa n é limite para o impacto de meteoro nenhum, ele pode cair em qualquer lugar, se cair um no Brasil dependendo de onde cair e qual o tamanho do meteoro pode Afetar a Argentina por exemplo, ou qualquer outro país que faça fronteira com o Brasil…

  • Edu:

    O que é isso no cometa? 4 asteróides? Uma ave-de-guerra Romulana?

  • igor:

    geeeeeeeeeeeeeeeeeente se prepara pois o futuro nos brasileiros estamos correndo riscos

  • crhis:

    100 MEGATONS????????

    só a bomba Tsar teve 50

    o meteoro que extinguiu os dinossauros foi infinitamente mais destrutivo

    sem ofensas mas vc deve rever suas fontes

    • paulo:

      vc rem razao crhis o impacto do asteroide teve uma potencia maior do q todo o arsenal nuclear do mundo ,oq superaria facilmente os 100 megatons!a energia do asteroide corresponderia em media 0,1%da enegia produzida por uma explosao de raios gama de uma estrela em colapso gravitacional(aprox.1,3gigatons!!revisao de fontes urgente!!

  • Ícaro:

    não aguento gente que desvirtua da ciência e fala de política, vão pros EUA trabalhar fritando big mac e ganhando um dólar por dia então
    e não é surpresa isso, nós somos o 5º maior país do mundo e temos um litoral imenso

    • Vitor:

      Sr. Ícaro,

      O texto é puramente informativo,com alguns erros mencionados.
      Não foi exposto o método utilizado.E sim, algumas relevâncias..
      O que me chamou a atenção não foi o tamanho dos países. Afinal, comparar a área do Japão com o tamanho do Brasil é ridículo, mas ambos estão na lista.
      Ja percebeu que quase todos os países ameaçados estão entre a linha do equador e um trópico acima ou abaixo?
      E o sentimento da sujeira política, que é mais que público remete exatamente á possibilidade do meteoro cair e termos políticos honestos!

  • CARLOS:

    ESTE ASTEROIDE O LULA COMPROU NO SEU GOVERNO AAAGORA QUE ESTA SENDO ENTREGUE, E O ALFREDO NASCIMENTO QUE VAI RECEBER ELE NO CONGRESSO COM SUA CORJA DE SAFADOS

  • Skywalker:

    “ma rocha de até 16 quilômetros de diâmetro atingiu a Terra a 40.000 quilômetros por hora com uma força de 100 megatons, o equivalente a uma bomba de Hiroshima sobre todo o planeta.”

    por favor, corrigir esta informação, a potência estimda do asteróide foi de cerca de 100 MILHÕES de megatons .

    100 megatons não é nada, a T-sar bomba russa detonada na sibéria em 1961 tinha 57 megatons e foi originalmente desenvolvida para ter cerca de 100, mas os danos ambientais seriam muito altos por causa da radiação e teve sua potencia reduzida para “apenas” 57 megatons(cerca de 57 milhões de toneladas de T.N.T). só para constar a bombinha de hiroshima é um pequeno brinquedo perto da t-sar com seus meros 20 kilotons(20 mil toneladas de T.N.T.).

    • Ícaro:

      exatamente, a bomba de hiroshima[Little Boy] tinha “só” 15 kilotons

  • AZTECA:

    Os comentários de Lucas,Vitor,Bruno,Franco e Paulo são
    ótimos e refletem a imensa insatisfação com as ¨nossas ex-
    celências¨.O ideal seria se a gente pudesse teleguiar o as
    teróide com o nosso poder mental. Que limpeza!

  • Lucas:

    Pra um pais que aguenta nossos politicos. Isso ai é brinquedinho

  • Franklin Ronald:

    Ótima matéria. Mas o fato de o brasil ser um dos grandes arriscados, se dá ao fato de possuir uma dimensão continental. Só fico chateado pq os comentários se desvirtuam da ciência e o pessoal começa com insinuações políticas.

  • Carlos:

    Temos que torcer para que o bendito Asteroide caia terça ou quarta-feira, de preferência à tarde no congresso em Brasília, pois se for em outro dia da semana, estaremos…A grande vantagem é que saberemos onde vai cair, mais não a localização exata, pois a Terra gira a 1.875Km/h, mais um detalhe importante, que seja no dia em que os canalhas estejam votando mais aumento de mordomias e aí sim, será a nossa festa!!!!!!

  • Lucyano Valdez:

    Um dia algo assim vai cair. Não há, no momento, defesa alguma.

  • Vitor:

    Se Deus existir e tiver uma boa mira…com toda certeza o alvo será o Congresso Nacional. E os pedaços menores Assembleias Legislaticas….ótimo!!! Golaçoooo!!

  • zeus:

    Caiu um pedaço do que disseram ser de um asteróide numa região do norte fluminense chamada Varre-Sai,foi um alvoroço,pois é um lugar muito tranquilo,sorte que caiu em uma área de pastagens e estava deserta não causou nenhum dano…

  • bruno:

    Se cair no congresso Federal em BRASILIA-DF não será algo ruim!!! SEEERA?

    • Franco:

      sem avisar seria bom, porem como tais fatos hoje em dia são percebidos com antecedência, nesse caso seria ruim, pois os políticos iriam sair as pressas, os pobres que moram nas redondezas nao teriam total suporte e tudo iria virar um belo buraco a ser tapado e reconstruído, dai imagina só o quanto nossos queridos eleitos iriam faturar para refazer um novo DF.

    • paulo:

      Teria que ser em um dia de votação de aumento aos parlamentares, dai sim estariam todos lá…

    • kiddo:

      É ISSO AÍ !!!

    • Samuel:

      Não sei se ia valer a pena destruir o congresso federal para eliminar políticos ignóbeis.
      Vale lembrar que ate Jucelino Kubitschek comprou milhões em terras onde seria construída brasília para lucrar com a desapropriação ou valorização das mesmas.

  • Daniel:

    hum coisa boa!

Deixe seu comentário!