McDonald’s explica o que acha da oferta de Burger King pela paz mundial

Por , em 27.08.2015

Com muito barulho e pompa, o Burger King fez ontem uma proposta ao McDonald’s através de um vídeo público divulgado nas redes sociais: que as duas cadeias de fast food criassem um hambúrguer híbrido, o “McWhopper”, usando os principais ingredientes dos mais famosos lanches de cada um, para celebrar o Dia da Paz em 21 de setembro.

A proposta dá a entender que há uma espécie de “guerra” entre as duas marcas: o Burger King sugeriu um “cessar-fogo” pela paz mundial, que aconteceria em um único restaurante especialmente projetado, localizado no meio do caminho entre a sede de ambas as corporações (a do Burguer King é em Chicago, e a do McDonald’s é em Miami) em Atlanta, nos EUA.

Os uniformes dos funcionários e as embalagens seriam metade de uma cadeia de fast food, metade da outra, e todos os rendimentos dos lanches vendidos iriam para a caridade Peace One Day.

O McDonald’s educadamente recusou a oferta. Confira a mensagem do CEO da empresa, Steve Easterbrook:

burguer king mcdonals e giraffas em oferta da paz mundial2

#McWhopperProposalUm dia de trégua. Nós queremos nos juntar com o McD’s neste Dia da Paz Peace One Day. Esta é nossa #McWhopperProposal – www.mcwhopper.com

Posted by Burger King Brasil on Quarta, 26 de agosto de 2015

Paz mundial ou marketing comercial?

A situação deixou as redes sociais em polvorosa. Há quem tenha condenado o comportamento do McDonald’s, que ficou taxado de vilão por negar a parceria. No entanto, será que o Burguer King tem mesmo a “paz mundial” em mente quando faz um vídeo como esses?

Parece que o ato de fazer a proposta de forma tão pública, como uma surpresa ao McDonald’s, tem a meta de marketing de deixar o Burguer King em uma posição vantajosa, justamente empurrando o papel de vilão a quem precisa responder de forma negativa.

O McDonald’s faz bem em lembrar que competição comercial não é o mesmo que a guerra, mas como a cadeia de fast food não deixou claro o que “algo maior” poderia ser, o público agora pode esperar que a marca realmente lance alguma campanha que seja mais “significativa” que a proposta do Burguer King, visto que eles escolheram a abordagem “mais santo do que tu” para responder ao convite.

Giraffas entra na jogada

Tendo em vista a polêmica entre duas das maiores redes de fast food do mundo, o Giraffas resolveu tirar proveito da situação. Diante da recusa do McDonal’s, topou a proposta do Burger King com um post no Facebook sugerindo opções de lanches conjuntos:

burguer king mcdonals e giraffas em oferta da paz mundial3

Como já diria o ditado, o Burguer King agora provou do seu próprio veneno e precisa responder publicamente ao Giraffas. Algo me diz que, se eles recusarem, vão sair bem mal na fita. [TheVerge, Abril]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Jose Lopes Neto:

    Quero ver a resposta do Burger King para a proposta Giraffas vai ser bem interessante.

    • Marcelo Ribeiro:

      Imagino que o Giraffas seja bicho pequeno demais para se importarem.

Deixe seu comentário!