Cerveja e Martini: será que eles são tão saudáveis quanto o vinho?

Por , em 8.01.2012

Muitos estudos associam o consumo moderado de álcool com o aumento da longevidade. Entre as bebidas estudadas, o vinho sempre aparece como mais benéfica e saudável do que outras bebidas alcoólicas.

Mas uma nova análise do “The Journal of Studies on Alcohol and Drugs” dá uma boa notícia para os apreciadores de outras bebidas: eles sugerem que cerveja e Martini podem ser tão eficazes quanto o vinho para prolongar a vida. O vinho pode aparecer como a melhor opção na maior parte das pesquisas porque as pessoas que optam por ele geralmente são mais saudáveis.

Pesquisadores acompanharam 802 pessoas com idades entre 55 e 65 anos por vinte anos. Os bebedores de vinho viveram por mais tempo do que os abstêmios. Entre as pessoas que bebiam vinho, os que ingeriam os melhores viveram mais do que os que bebiam vinhos mais baratos. Entretanto, quem bebia os vinhos mais populares também tinha probabilidade de ser mais velho, menos ativo fisicamente, fumar e ter baixa condição socioeconômica. Sem esses fatores, a diferença entre os dois grupos de bebedores moderados desapareceu.

Ou seja: não importa o tipo de álcool que a pessoa consome – se moderadamente. Os benefícios existem, mas só chegam juntamente com um estilo de vida saudável. Os pesquisadores lembram que o estudo não é um incentivo para começar a beber vinho como um caminho para uma saúde melhor. [NewYorkTimes]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

6 comentários

  • jerson martins:

    opa me da uma vontade de tomar um copo.

  • pitta groz:

    Martini não é um tipo de bebida. Martini é uma marca de vermute come é o Cinzano, etc. Ainda que não tenha sido eventualmente por mal, não se devem favorecer marcas.

  • Heberton:

    Essa é boa.

  • Roberto:

    Abaixo de zero, temperatura improvavel de acontecer na maior parte do Brasil, qualquer bebida alcóolica prolonga a vida e deve ser consumida sob risco de morrer de frio. Mas e acima dos 36°C (temperatura do corpo humano e muito comum em todo Brasil)como é que fica essa história? Qual seria o caráter da pesquisa publicada? Se voce já fez estas perguntas, por certo já sabe a resposta.

    • Carlos:

      Não delira, temperatura não tem nada a ver com os benefícios do vinho. Além disso, apesar da bebida parecer aquecer a pessoa, na realidade o aquecimento é apenas na epiderme.

  • dilton:

    padre bebe vinho em todas as missas que celebra,não tenho noticias de padre morrer novo.

Deixe seu comentário!