Cientistas filmam enorme peixe engolindo um tubarão inteiro

Por , em 16.07.2019

Vários tubarões estavam reunidos sobre a carcaça de um peixe-espada devorando-o, quando, para surpresa geral dos cientistas que observavam a cena, caçador se tornou caça.

Um cherne-poveiro – uma espécie de águas profundas que pode passar dos dois metros de comprimento – surgiu por trás de um submarino operado remotamente e simplesmente engoliu um dos tubarões inteiro.

O vídeo foi compartilhado pela Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA (NOAA):

O banquete inesperado

É muito difícil para os cientistas conseguiram observar – e registrar – banquetes subaquáticos em profundidades tão grandes quanto esta. A filmagem foi realizada cerca de 450 metros abaixo da superfície do mar, na costa da Carolina do Sul, nos EUA. No vídeo acima, as pesquisadoras chegam a comentam quão animadas e surpreendidas estão.

O submarino “Deep Discoverer”, da NOAA, estava próximo dos restos do petroleiro SS Bloody Marsh. Ali, tubarões de duas espécies de cação – a maior chamada Centroscymnus owstonii e a menor Squalus clarkae – se alimentavam da carcaça de um peixe-espada de 2,5 metros.

Os cientistas não sabem como o animal morreu, só que foi parar no fundo do mar e atraiu os tubarões, que vivem na região, para o inesperado jantar.

Entra o cherne-poveiro

A alegria dos cações durou pouco, no entanto. O que quer que os tenha atraído também chamou a atenção de um peixe solitário das profundezas: o Polyprion americanus, ou cherne-poveiro.

Como o mundo é dos mais fortes, o cherne decidiu que um dos tubarões menores seria o seu banquete do dia. A câmera do submarino conseguiu flagrá-lo engolindo um dos espécimes inteiro, deixando os cientistas embasbacados.

“Este evento raro e surpreendente nos deixa com mais perguntas do que respostas, mas essa é a natureza da exploração científica”, disse o cientista marinho Peter J. Auster, da Universidade de Connecticut (EUA), ao Science Alert. [ScienceAlert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (37 votos, média: 4,78 de 5)

Deixe seu comentário!