Para evitar engordar basta seguir esta simples dica: estudo

Por , em 13.11.2018

Dois estudos gigantescos concluíram que uma pequena porção de nozes todos os dias podem ajudar na saúde geral e impedir o ganho gradual de peso da vida adulta. Os resultados serão divulgados oficialmente na Scientific Sessions 2018, uma conferência organizada pela Associação Americana do Coração em Chicago (EUA).

O primeiro estudo, da Universidade de Harvard, analisou os efeitos de longo prazo de nozes e amendoins no peso corporal. O segundo, da Universidade Estadual de San Diego, examinou os efeitos da castanha do Pará na saciedade, níveis de açúcar no sangue e resposta da insulina.

Nozes e amendoins


O estudo de Harvard incluiu três grupos enormes. O primeiro grupo contou com mais de 25 mil participantes, o segundo, com mais de 53 mil, e o terceiro, com mais de 47 mil. Todos os voluntários de todos os grupos preencheram questionários sobre suas dietas a cada quatro anos.

Quando as pessoas ficam adultas, elas naturalmente começam a ganhar cerca de 250g por ano. Isso pode não parecer muito, mas ao longo de vinte anos, por exemplo, a pessoa já terá cinco quilos a mais.

Com base nesses dados, os pesquisadores concluíram que substituir alimentos com menor valor nutritivo por uma porção de 30g de nozes e amendoins diminui os risco de ganho de peso durante os intervalos de quatro anos.

“As pessoas frequentemente veem as nozes como alimentos com muita gordura e calorias, então elas hesitam em considerá-las lanchinhos saudáveis, mas elas na verdade estão associadas com menos ganho de peso e bem-estar”, diz Xiaoran Liu, pesquisador principal do trabalho.

Uma maneira simples de se proteger das maiores causas de morte

Castanha do Pará


No segundo estudo, os pesquisadores examinaram os efeitos de consumir castanhas do Pará em um pequeno grupo de 22 pessoas saudáveis, sendo que apenas duas delas eram homens.

Os participantes consumiam 36 g de mini-pretzels ou 20 g de castanhas do Pará em adição à dieta normal. Depois de 48 horas, eles invertiam o lanchinho.

Apesar de as castanhas e os pretzels terem o mesmo número de calorias e a mesma quantidade de sódio, a castanha contribuiu para a sensação de saciedade e não interferiu nos níveis de açúcar no sangue.

Os participantes tinham a quantidade de açúcar nos sangue e níveis de insulina medidos 40 minutos depois de comer o lanche, e os pesquisadores observaram que comer pretzel causa aumentos significativos no açúcar sanguíneo.

Apesar de o estudo ser meramente de observação, os pesquisadores acreditam que o selênio das castanhas pode explicar essa reação do nível de açúcar e da resposta da insulina.

Mesmo assim, este estudo deve ser repetido em um grupo maior de pessoas, especialmente considerando que apenas dois participantes eram homens.

Neste meio tempo você pode substituir uma bolachinha ou chocolatinho do lanche por nozes e castanhas com a consciência limpa, sabendo que está ajudando seu corpo.

Só não se empolgue muito nas porções, lembre-se que as castanhas do Pará devem ser consumidas em moderação por conta do selênio presente. Estudos anteriores já mostraram que aumentar a quantidade de nozes consumidas por dia não aumenta seus benefícios. [Medical News Today]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (14 votos, média: 4,86 de 5)

Deixe seu comentário!