Cientista russo diz que há provas de vida em Vênus

Por , em 12.02.2012

Leonid Ksanfomaliti, um eminente cientista russo, afirma que há provas de vida em Vênus em fotografias granuladas tiradas por uma sonda soviética, décadas atrás.

Ksanfomaliti, que faz parte do Instituto de Pesquisa Espacial em Moscou, analisou as fotografias, tiradas na superfície do planeta pela sonda Venus-13 em 1982. Elas mostram o que seria um inseto gigante parecido com um escorpião.

Mas as visões do membro da Academia Russa de Ciências não foram tão bem aceitas. Especialistas afirmam que o que é descrito como um disco e um escorpião mudam de localização de uma foto para a outra.

O professor diz que as imagens revelam um corpo, um disco e uma “aba preta”, que “emergem, flutuam e desaparecem”. “E se nós nos esquecermos das teorias correntes sobre a não existência de vida em Vênus, os objetos morfológicos nos permitem dizer que existe”, comenta.

Até hoje, não houve nenhuma comprovação de vida no planeta, que tem uma temperatura de 464 graus e uma gravidade 0,9 vezes maior do que a da Terra.

Mas Jonathon Hill, que processa muitas imagens tiradas durante as missões da NASA, afirma que as versões em alta resolução tiradas da nave Venera 13 mostram que o objeto parecido com um caranguejo é na verdade um componente mecânico, e não um ser vivo.

O mesmo objeto aparece em uma foto tirada por uma sonda idêntica, a Venera 14, que pousou perto desse local. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votos, média: 3,67 de 5)

74 comentários

  • Diego Amorim Rodrigues:

    Se é uma engrenagem, qual é a engrenagem? Especifiquem.

  • David Msf:

    “e uma gravidade 0,9 vezes maior do que a da Terra”.
    Noções elementares de aritmética me dizem que uma gravidade 0,9 vezes maior é MENOR.

    • klipz0rd:

      0,9 não é 100,9 ou 100,09. É apenas 0,9…

    • Juliana Santos:

      Gravidade 0,9 vezes maior que a da Terra, significa ser: 9,8 + (0,9 x 9,8) = 18,62.

    • MASN:

      A matéria está errada. Em Vênus, há aceleração gravitacional de 8,87m/s², contra os nossos 9,80m/s²; dá 90% da terrestre, e não 90% maior.

  • Jobson Andrade Filho:

    Muita vodca

  • jose Senen de Alencar:

    Vida sempre existiu e existe em qualquer parte do Universo. Claro que diferente do tipo de vida que conhecemos, mas é sempre vida.

    • Lauro Laurindo:

      Isso é filosofia de buteco.

  • Di Amaral:

    Confundir escorpião com engrenagem é lamentável!

  • David Machado:

    fala sério… aquilo lá é só um pedaço da própria sonda!
    começo a achar que não existe vida inteligente no universo, nem mesmo aqui no planeta Terra.

  • Gustavo:

    Legal, mas se o tal objeto nao eh um inseto, o que seria? Falaram em disco metalico, o que torna a descoberta ainda mais interessante, pois evidencia nao so a existencia de vida extraterrena, mas sim de vida extraterrena inteligente.

  • Anonimo:

    Não fico muito feliz quando dizem que é possível que haja vida em outro planeta, ou que as condições desse planeta é bem difícil para existir uma bactéria.
    O que quero mesmo, é que encontrem(mos) um lugar como aqui, com florestas, rios, paisagens, e seres pensantes, que se comunicam e interagem-se.

  • rodolfo:

    até de monstros espaciais já teve quem cogitounos comentários? absurdo! Jaspion não permitirá essa ameaça.

  • Jonh jones:

    Se hovesse vida em venus os venusianos teriam ja nos dizimados!!!!!!!!!!!!!!

    • Rolando Sanches:

      Quando se fala em vida não se fala necessariamente de vida inteligente. Uma simples bactéria já é suficiente.

    • Matheus:

      disse tudo!

    • Zeca:

      Ô saudade do botão negativo..

    • 3dx:

      e não necessariamente eles seriam mais inteligentes q nós nós poderíamos ser superior a eles.

  • yuri:

    Acho possível que a vida simples se desenvolva em certos lugares do universo, mas em Vênus as chances são remotas devido as altas temperaturas e sua atmosfera ser fina para sustentar vida, não nego que a união soviética e os estados unidos talvez tenham achado indícios de vida alienígena e as estudaram e negaram tudo, pois uma revelação dessa magnitude iria abalar os alicerces da sociedade e economia, portanto eles não tem nada a ganhar revelando algo assim. Talvez lugares como marte e Europa tenham seres vivos de forma simples que mostrem como a vida é comum no universo, já a forma de vida inteligente seja um pouco mais rara.

    • Karlus Oliveira:

      yuri,
      quando vc diz que as chances de ter vida em vênus são muito remotas devido as altas temperaturas e etc e tal, vc está comparando com as formas de vida como conhecemos. Porém o universo é muito vasto é podem existir formas de vida em lugares que nem imaginamos e em condições ambientais diversas. AINDA NÃO CONHECEMOS TODAS AS FORMAS DE VIDA QUE EXISTEM NA TERRA, QUANTO MAIS AS QUE PODEMOS ENCONTRAR NA VASTIDÃO DO ESPAÇO.

    • larissa:

      ok, gente e se ouver vida em outro planeta? aki na terra agente fala não e possivel que aja vida em venus,plutão mais e se existir? cada perpecia necessita de um lugar aki na terra pode ser bom pra gente, e podem não ser bom pra eles então acho que cada planeta foi criado para seus seres moesmo que seja um bacteria !!

    • saxstones:

      Se existir vida inteligente fora da terra com certeza eles terão um sistema de comunicação melhor que a sua. Leia seus texto antes comentar…

  • Evaldo:

    Relmente os cientistas e muitos dos nossos colegas debatedores, só acreditam em vida nos outros planetas se reunirem as condições da terra, ou seja se não for formado pelos mesmos elentos que compõe a vida na terra, esquecendo-se que a própria teoria da vida em nosso planeta diz que o microorganismo que deu inicio a tudo isso apartir da água, vei do espaço. Então se esse organismo se adaptou ao nosso planeta e fez evoluir toda essa quantidade de vida. Por que a vida em outro planeta como Vênus o em piores condições para nós humanos não poderia existir? Afinal não podemos supor existir vidas ou não só pelo nosso diminuto conhecimento, pois se nós só conseguimos desenvolver 6 porcento da nossa capacidade cerebral, como podemos cogitar em que condições os organismos vivos pedem se adaptar? Falta muito ainda para o homem em termos de conhecimento afirmar tal coisa!

    • Jonatas:

      Procurar vida orgânica pode parecer reducionismo, mas o que acontece é que o Carbono é um elemento de propriedades únicas. Ele é tão comum na Terra, em Vênus e Marte quanto sacos de carvão na churrascaria do fim de semana. O segredo do Carbono está na química, ele é o único elemento com quatro elétrons na última camada. É o único capaz de fazer ligações estáveis com ele mesmo, e formar cadeias complexas entre carbonos e/ou associando-se a outros elementos. Se em algum lugar desse Cosmos de infinitas possibilidades a química inorgânica tenha encontrado possibilidades tão ou mais complexas que a orgânica para formar compostos pré-bióticos, é mais provável do que improvável, mas não há ainda nada que nos indique isso, não há nenhum modelo de procura. Por mais diferente que seres vivos sejam entre si, eles sempre se baseiam em Carbono. A única vida que conhecemos como vida é orgânica, e mesmo assim, dado a pluralidade do C, H e O no Universo, vida deve ser algo comum, mas no sistema solar, apenas a Terra e talvez Titã apresentam os recursos para que a química orgânica prospere. Há possibilidade considerável de vida nas nuvens de Vênus, nos oceanos de Europa e Encéladus, nas fossas vulcânicas marcianas, mas tudo isso pertence ao campo que sempre se cita: Só indo lá pra ver.

    • Gilberto M.:

      Se não me engano, o Silício também poderia fazer essas ligações inerentes ao Carbono. Mas seria um tipo de vida muito diferente da que conhecemos.

    • What?:

      Quem disse que só usamos 6% do cérebro??? Esse ‘mito’ já foi desbancado há muito tempo!!!

  • Val:

    A única coisa que poderia sobreviver em vênus é o próprio Capêta.

  • Chuck Norris®:

    Quem pode afirmar que não existe vida em Vênus? Ninguém. A única forma de provar que existe vida em Vênus, ou não, seria indo até lá. E isto está muito longe de acontecer.

    • Silvio Pinto:

      Vai me desculpar, caro Chuck, Mas foi dito que a Russia enviou duas naves para lá. Assim sendo, outras mais aperfeiçoadas certamente também poderão ser lançadas.

    • Chuck Norris®:

      Sondas foram enviadas a Marte. Foi comprovado que lá existe vida, ou não? Não foi.
      Eu me refiro a missões tripuladas. Uma viagem tripulada a Marte, que seria relativamente muito mais simples, ainda está longe de acontecer. Imagine para Vênus!

    • Jonatas:

      Meu caro amigo, explorar a superfície de Vênus é uma das missões mais difíceis do Sistema Solar. A pressão, acidez e temperatura é tal que os equipamentos eletrônicos ficam inutilizados em instantes. Nenhum traje espacial atual poderia proteger um ser humano lá.

    • Micaela cristina s francisco:

      Cinserament talves ao longo do tempo possamos saber se ha ou ñ vida em outro planeta!
      Mass quando isso for acontecer…espero que ninguem se arrependa,pq ñ vamos saber se eles são amigaveis….
      Não sabemos…então deixa o tempo responder para que depois vc ñ se arrependa!
      Isso ñ é e uma aviso mas sim um comentario….
      Bom mas boa sorte para quem quer continuar a busca…
      Abraços:Micaela

    • Karlus Oliveira:

      Caro Jonatas,

      vc ja ouvio falar em AEROGEL DE DIAMANTE?.

    • Jonatas:

      Fale para os russos, não pra mim. Se fosse utilizável já teriam utilizado. No futuro, esta ou outra tecnologia será usual para explorar Vênus por mais tempo. Por enquanto, o Radar ainda é a melhor opção.

  • Silvio Pinto:

    Realmente as condições na superfície de Vênus são terríveis para a existência de vida. Mas, como acontece aqui na terra, a medida que se sobe na atmosfera, a temperatura e a pressão vão diminuindo a ponto de em grandes altitudes em Vênus as condições ambientes se tornem talvez adequadas para algum tipo de vida que se adapte à sua densa atmosfera. Não podemos afirmar, por enquanto, que não exista alguma forma de vida lá.

  • Roberto:

    Os mais loucos não deixariam por menos. Eles querem um ET de qualquer jeito, mesmo que seja do interior da Sol. Não querem saber se o pato é macho, tem que botar ovo e sair um ET. Bota digraçado, bota!

  • Ozzy Osbourne:

    os proprios cientistas ficaram incrédulos quando acharam vida no fundo do nosso oceano, pois não imaginavam ser possivel, acho que falta um pouco de imaginação para os nossos cientistas!!!

  • negative:

    ao contrário do que está dito na matéria a atmosfera de Vênus tem 92 (NOVENTA E DUAS) vezes mais pressão atmosférica na sua superfície que a Terra. Na matéria está “0,9” o que constitui 1/9, ou seja um décimo a menos da pressão terrestre, seria essa uma atmosfera menos densa e sob menos pressão que a da Terra, quando na real 92x é uma atmosfera com uma pressão muito maior que a da Terra.
    Fonte: http://nssdc.gsfc.nasa.gov/planetary/factsheet/planet_table_ratio.html
    *note que as medidas da Terra são 1, pois são a referência base.

  • Alienalta:

    Já lí varias teorias sobre o que, ou quem pudesse ter enviado material genético para a terra milhares de anos atrás e fico pensando.
    Porque nós, não enviamos materiais genéticos para outros mundos para estudarmos a possibilidade de vida em territórios diferentes do nosso mundo.
    Já pensou, “plantarmos” vida em outros planetas, como seria daqui a milhares de anos.
    Esta ai algo realmente curioso de saber.

  • Antonio Carlos V.Braga:

    Devem existir baratas e políticos.

  • Lucyano Valdez:

    Cadê o tal Escorpião Venusiano?? É aquela pecinha meio arrendondada ali mais à direita, indo para cima da foto? Pra mim, parece uma peça. Insetos venusianos teriam, se existissem, conformação diferente das que vemos na terra em alguns insetos de lugares quentes, ainda mais um lugar que tem uma temperatura a 465ºC…

    • CASTOR:

      um inseto de ferro … um inseto transformers

  • Jonatas:

    A gravidade de Vênus é menor, e não maior, que a da Terra. A aceleração é 8,87 m/s², contra quase 10 m/s² na Terra.

  • Jonatas:

    Simplesmente não pode haver insetos em um mundo desses, pelo menos não na superfície, não há compostos biológicos possíveis de se formar em cenário tão extremo. Há teorias sobre possíveis seres nas nuvens alta de Vênus, ricas em compostos primordiais da vida (ácidos nucleicos), e já valem projetos de balões-sondas para procurá-la. Portanto, não se refuta vida em Vênus, mas esse cientista está sendo sen.sa.cio.na.lis.ta. Os dados são tão in.co.e.ren.tes quanto sua tese.

    • Jonatas:

      O que é muito maior em Vênus é a pressão atmosférica, 93 vezes maior que a da Terra, e a temperatura local derrete chumbo. Vida em Vênus, pouco provável, mas não impossível. Vênus perdeu seus oceanos para um drástico aquecimento global a bilhões de anos, ou evento catastrófico que atrasou sua rotação. Em Vênus, um dia que equivale a 243 dias terrestres é maior que o seu ano de 225 dias terrestres. Logo esse caranguejo-escorpião passa um longo tempo diurno vivendo num mundo seco e quente de uma paisagem vulcânica e corrosiva. Nesse momento, em Vênus pode estar nevando flocos metálicos e ácidos sobre as montanhas, algo tão singular que só indo lá pra ver.

    • will:

      Falou o Jonatas

      o especialista me vida venuziana
      podemos mandar todos os cientistas embora da nasa e russia pois
      o jonatas conhece todas formas de vidas do universo …

      e disse q nao tem nada la,,,

    • Jonatas:

      Se duvidas de mim vá lá pra ver pessoalmente. Depois me conta o que mata mais rápido, a pressão, a temperatura ou a atmosfera venenosa.

    • MARIO MIRANDA:

      Jonatas, quando falamos em vida fora do planeta Terra, é importante considerar a possibilidade de vida orgânica com características diferentes das nossas. Nos como criaturas terrenas cujo os principais fatores para continuidade da vida é a água em estado líquido e oxigênio, não podemos descartar a hipótese da existência de vida orgânica em outro planeta da qual esta dependa do consumo de ferro, hidrogênio, hélio, luz, nitrogênio e etc. para sua sobrevivência. Então, embasado nesta teoria, é possível existir vida até mesmo na superfície do Sol.
      Talvez o Homem esteja cometendo um grande erro ao procurar vida, apenas da maneira como a conhecemos. Importante pensar a respeito.

    • Jonatas:

      De fato, mas atualmente é improvável, porque não há um modelo a ser procurado, a química inorgânica não consegue encontrar combinações como a que a orgânica consegue. Mesmo assim, independente de Carbono, Nitrogênio, Água, a vida na superfície não acontece por um simples motivo, temperatura. Os elementos não se combinam nessas condições, a química perde suas funcionalidades numa temperatura onde elementos vitais evaporam e o chumbo se derrete.
      Tenho certeza que a vida encontra um jeito em muitos lugares de Universo, isso é provável, mas não em todo o Universo, isso é improvável. E mesmo que a vida seja só orgânica, o Carbono está em toda a parte, e a vida cósmica ainda é muito mais provável do que improvável. Talvez a vida encontre-se baseada em outros elementos, ainda assim a orgânica seria a mais abundante.

  • iPedro Martins:

    Quem está dizendo que não tem como haver vida em vênus por causa da temperatura, provavelmente faltou as aulas de biologia e nunca ouviu falar em seleção natural onde os mais fortes se adaptam ao ambiente e sobrevivem, e temos que levar em conta que até dentro de um vulcão ativo tem vida, algumas bacterias conseguem sobrevier a altas temperaturas,… o universo é muito grande, não acreditar na adptação dos seres é uma ignorância, não conheçemos quase nada sobre nossa galáxia, temos muito ainda para descobrir, e muitas coisas ainda irão nos surpreender

    😀

    • Peregrin:

      OK, se vc afirma que algum ser vivo suporta a temperatura de 460º Ceusius, por favor cite um, pois eu desconheço. Mesmo os termófilos, seres vivos do planeta Terra que suportam as maiores temperaturas (as mesmas citadas pelos nossos colegas que sobrevivem perto de vulcões e fontes termais), suportam até no máximo 90º.

      Vc mencionou as aulas de biologia, pois as mesmas aulas de biologia nos ensina que os aminoáciodos apartir de 80º Ceusius decompõem drasticamente suas cadeias peptideas, coagulando de uma forma fatal para a vida. Claro, existe os vírus, criaturas super resistentes que se transformam em cristais.

      Pois bem, os cristais na Terra começam a se liquefazer entre 220º a 344º, portanto fatal até para um vírus cristalizado.

    • Peregrin:

      Ah, só lembrando que o nosso querido Louis Pasteur provou que a temperatura de 130-150º Ceusius é suficiente para esterilizar qualquer substância de qualquer forma de vida.

  • Roni Pensador:

    Vi esta notícia no site Voz da Rússia à algumas semanas. É um site bem respeitado. Vênus é não só quente mas a pressão atmosférica é altíssima, até sondas aguentaram poucos minutos lá. Isso indica que não é possível a vida. As missões venera, foram as melhores da antiga URSS, se elas tivessem revelado imagens de seres vivos, na época eles divulgariam com orgulho. Fotos de 30 anos atrás causarem polêmica é no mínimo duvidoso.

    • lucke:

      A vida se adapta em todos os lugares que menos imaginamos. Seja muito quente ou extremamente frio e em qualquer que seja a pressão. Acaso não viram como são aparentemente frágeis as criaturas que vivem nas profundidades dos oceanos?
      A vida sempre encontra um meio de se adaptar ao ambiente.

    • Jonatas:

      A vida se adaptou até ao Deserto do Atacama, que é o lugar mais seco da Terra, tão hostil que faz o Saara parecer um oásis. Entretanto, nada na Terra se compara a Vênus na superfície. O problema não é a pressão atmosférica ou os gases venenosos, mas a temperatura. A química orgânica ou mesmo inorgânica simplesmente não consegue acontecer sob essa condição, tudo que não for rochoso simplesmente evapora, e o metálico se derrete.

    • Karlus Oliveira:

      Caro Jonatas,

      vc já ouvio falar sobre extremófilos?

    • Jonatas:

      Claro que já. Vivem em lugares extremos, no meu próprio comentário já citei um local extremo: O deserto do Atacama, no Chile. Os extremófilos, podem ser vermes-tubos das fossas vulcânicas, bactérias do Atacama ou mini-crustáceos de profundas geleiras. Vivem em locais extremos, mas da Terra, a superfície de Vênus é muito mais extrema que qualquer ambiente extremo da Terra.

  • Marco:

    Vida desenvolvida a ponto de ser algo desse tamanho é pouco provável
    mas vida microscópica é bem possivel, ja que na terra mesmo há evidências de bactérias que vivem em extremos como em caldeiras vulcânicas ou em fossas submarinas nos oceanos acima de 10km de profundidade

  • Danilo M.:

    é impossível haver vida em Vênus já que a temperatura do planeta é suficiente pra derreter chumbo apesar é o planeta mais quente do Sistema Solar apesar de estar mais longe do Sol que Mercúrio,porque ele tem uma camada de gases que cobre sua superfécie isso permite que o calor emitido pelo Sol entre mas impede que ele saia.

  • Rolando Sanches:

    “é na verdade um componente mecânico, e não um ser vivo”. De onde veio o “componente mecânico”?

    • Romário Huebra:

      Eram das sondas da NASA.

    • Daniel:

      As veneras eram sondas soviéticas.

    • Cesar:

      Do mesmo lugar de onde veio a foto.

      Mas o desmentido da notícia já saiu também:
      http://www.msnbc.msn.com/id/46107931/ns/technology_and_science-science/t/life-venus-russian-scientists-claim-proven-false/

      Basicamente, o que ele viu e achou que era um ser vivo não era mais do que a tampa da lente da câmera fotográfica usada pela Venera, e borrões da imagem – as condições em que as fotos foram feitas eram extremas, alta temperatura e alta pressão, e uma atmosfera de ácido sulfúrico…

    • Jonatas:

      Deve ser muito difícil equipamentos funcionarem lá, fora o calor e a pressão, tem também a acidez da atmosfera e do ambiente. Geniais os russos que tornaram isso possível.

    • Cesar:

      E mesmo assim funcionou por pouco tempo.

    • CASTOR:

      sondas alienigenas …

  • Vander™:

    Sinceramente esse objeto não me pareçe nada, mas acredito que possa aver vida nesse planeta assim mesmo com essa temperatura e gravidade, muita gente acha que só porque o homem não conseguiria viver em um lugar como esse, que nada mais possa viver la, falo de monstros espaciais mesmo.

    • Zeca:

      Concordo com o seu ponto. Nessas afirmações nego julga as condições da Terra para haver vida em outros planetas. Só esquecem que nós evoluímos de acordo com as condições em que estamos. Parece que querem ver até onde vai a nossa preguiça de pensar..

    • Elton:

      Mesmo assim, parece que este tal de Leonid está no final de carreira, e esta inventando algo, querendo de qualquer forma provar a si mesmo e a todos que haja vida em outros lugares, mas nessa ele deve ter fumado uns bem loco antes de afirmar isso…lol

    • Cesar:

      Há uma boa probabilidade que existam bactérias flutuando na atmosfera tóxica de Vênus. Conforme você vai subindo, as condições vão ficando amenas. Há inclusive um projeto para colocar colônias flutuantes nas nuvens de Vênus, a uma altitude em que a temperatura é de meros 20ºC (não sei quanto à pressão), em um tipo de balão dirigível. Mas isto tudo ainda está só no campo da especulação…

    • Elton:

      Exatamente, provavelmente há vidas bacterianas em tais nuvens, como aqui há.

    • SENAM:

      E se houver vida DENTRO do planeta?!?! Afinal tudo o que temos hoje, já saiu ha anos na ficção cientifica e essa mesma da a TERRA como o único planeta com vida EXTERNA?!! E aí??!!

    • Elton:

      Aí seria no mínimo, muito estranho, algo orgânico sobreviver a pressões atmosféricas mais que o metal das espaçonaves. Ai sim, se houver, pode se afirmar que tudo é possível. Esperando por novas raças de seres^^.

    • Peregrin:

      Nada impossível para a vida, mesmo a que conhecemos aqui na Terra. Existem moluscos e certos tipos de peixe que suportam a pressão de 1000 atmosferas no fundo do oceano abissal, uma atmosfera somente duas vezes mais densa que a Terra é fichinha, mesmo para um Humano. O problema é a temperatura, 434º é um inferninho, desconheço vidas que suportam isso.

Deixe seu comentário!