Discussões familiares pioram com o tempo

Por , em 8.05.2009

De acordo com uma nova pesquisa, as brigas familiares ficam piores e mais freqüentes à medida que os filhos ficam mais velhos.

Psicólogos da Universidade de Michigan descobriram que as piores brigas entre pais e filhos são quando as ‘crianças’ já estão na meia idade. E a tensão é pior entre mães e filhas adultas do que entre pais e filhos rebeldes, como nas imagens clássicas do cinema.

E as brigas, normalmente, são sempre sobre o mesmo assunto: os pais tentando controlar a vida dos filhos, mesmo quando eles já são mais velhos. Quando são mais novos, os filhos agüentam as ordens de “não use essa roupa” ou “abaixe esse volume”. Mas, quando ficam mais velhos, a situação se torna insuportável.

E as mães têm mais problemas com as filhas porque, mesmo depois de adultas, as filhas continuam convivendo mais com a família, ou seja: dando motivos para que discussões aconteçam.

Um tópico comum em discussões é que os pais interferem na maneira com que os filhos educam as suas próprias crianças.

Os psicólogos também aconselham tanto os pais quanto os filhos: não adianta evitar a família por causa do conflito. O melhor é ser sincero e tentar resolver os problemas, enfrentando-os. [Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • pucca:

    olha aew o que eu acho:
    De acordo com uma nova pesquisa, as brigas familiares ficam piores e mais freqüentes à medida que os filhos ficam mais velhos.
    Psicólogos da Universidade de Michigan descobriram que as piores brigas entre pais e filhos são quando as ‘crianças’ já estão na meia idade. E a tensão é pior entre mães e filhas adultas do que entre pais e filhos rebeldes, como nas imagens clássicas do cinema.
    E as brigas, normalmente, são sempre sobre o mesmo assunto: os pais tentando controlar a vida dos filhos, mesmo quando eles já são mais velhos. Quando são mais novos, os filhos agüentam as ordens de “não use essa roupa” ou “abaixe esse volume”. Mas, quando ficam mais velhos, a situação se torna insuportável.
    E as mães têm mais problemas com as filhas porque, mesmo depois de adultas, as filhas continuam convivendo mais com a família, ou seja: dando motivos para que discussões aconteçam.
    Um tópico comum em discussões é que os pais interferem na maneira com que os filhos educam as suas próprias crianças.
    Os psicólogos também aconselham tanto os pais quanto os filhos: não adianta evitar a família por causa do conflito. O melhor é ser sincero e tentar resolver os problemas, enfrentando-os.
    entenderam? se nao entenderam é so entrar em contato com migo

Deixe seu comentário!