Encontrada estátua de Elvis de 1.800 anos

Não, Elvis não está vivo, mas pode ser que estivesse 1.800 anos atrás. Brincadeiras à parte, uma estátua romana com uma semelhança inconfundível ao Rei do Rock and Roll veio à tona no ano de 2008 graças a um leilão da casa Bonhams, e ganhou o apelido de “Elvis” pelo seu antigo dono, o colecionador australiano Graham Geddes.

O penteado é a principal característica que remete a Elvis Presley, com certeza. O queixo e o nariz também são estranhamente parecidos. O topete é memorável.

A escultura foi criada por volta de 1.800 anos antes de Elvis (1935 – 1977) nascer: é do segundo século depois de Cristo. O “Elvis romano” é na verdade um acrotério de mármore, que é um tipo de ornamento arquitetônico encontrado frequentemente em sarcófagos (túmulos de pedra ou câmaras funerárias), onde é usado para decoração.

O acrotério fazia parte da coleção de Geddes em Melbourne (Austrália), um dos mais famosos colecionadores de antiguidades do mundo. O Elvis romano foi leiloado em outubro de 2008. Estima-se que fosse vendido por 25.000 a 30.000 libras (cerca de 83 a 100 mil reais).

A especialista em antiguidades Georgiana Aitken disse que, apesar de ser comum ver coisas estranhas e malucas nos cantos dos sarcófagos, o Elvis ainda assim se destaca. “Não sei qual a finalidade do topete, já que não era um penteado da época, pelo que sei”, comenta.

Os fãs de Elvis tem agora mais material para especular sobre sua vida. De fato, a estátua nos faz pensar brevemente que o Rei do Rock and Roll é uma espécie imortal que entretém as massas há muito tempo. É bem mais provável, no entanto, que esse seja um exemplo de que, mesmo com toda a diversidade e sutileza dos traços humanos, algumas combinações têm uma habilidade inesperada de se repetir.[DailyMail, Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

7 respostas para “Encontrada estátua de Elvis de 1.800 anos”

Deixe uma resposta