Continente perdido é encontrado por cientistas

Por , em 26.02.2013

Segundo um novo estudo publicado no periódico Nature Geoscience, fragmentos de um antigo continente podem estar enterrados sob o piso do Oceano Índico.

Bilhões de anos atrás, os continentes da Terra estavam reunidos em um único supercontinente conhecido como Rodínia (foto acima). Os oito continentes que compunham Rodínia foram posteriormente reunidos em outro supercontinente chamado Panótia e, depois, Pangea.

Cerca de 750 milhões de anos atrás, no entanto, este supercontinente deixou de existir, formando os continentes que vemos atualmente, separados por grandes extensões de oceano.

Agora, os cientistas acreditam ter encontrado provas de que um fragmento desse supercontinente está enterrado sob o Oceano Índico.

A faixa de terra, que teria existido entre 2 bilhões e 85 milhões de anos atrás, foi batizada pelos cientistas de “Mauritia”, e eventualmente desapareceu sob o mar, conforme o mundo moderno começou a tomar forma.

A descoberta

Embora estejam separados por milhares de quilômetros de oceano, a Índia já foi localizada próxima a Madagascar.

Os pesquisadores acreditam ter encontrado evidências de que um microcontinente uma vez instalado entre os dois países encontra-se debaixo de Maurícia (ou Maurício), um país localizado no Oceano Índico.

A equipe chegou a esta conclusão após estudar grãos de areia das praias de Maurícia. Enquanto os grãos datavam de uma erupção vulcânica que ocorreu cerca de nove milhões de anos atrás, também continham minerais que eram muito mais velhos.

“Nós extraímos zircões da areia das praias, algo que normalmente só encontramos em uma crosta continental. Eles são muito antigos”, explicou Trond Torsvik, da Universidade de Oslo, na Noruega.

Os zircões datavam de 1,97 bilhões a 600 milhões de anos atrás, e a equipe concluiu que eram remanescentes da antiga terra que havia sido arrastada até a superfície da ilha durante uma erupção vulcânica.

Nesse pedaço de terra, milhões de anos de história se passaram, desde a época pré-cambriana, quando a terra era estéril e desprovida de vida, à época em que os dinossauros viviam na Terra.

Mas, cerca de 85 milhões de anos atrás, conforme a Índia começou a afastar-se de Madagascar para a sua localização atual, o microcontinente teria se rompido, desaparecendo sob as ondas.

No entanto, uma pequena parte dele pode ter sobrevivido, 10 quilômetros abaixo do oceano, sob o solo do Índico.

“Neste momento, as ilhas Seicheles são um pedaço de granito, ou crosta continental, sentado praticamente no meio do Oceano Índico”, explicou Torsvik. “Mas, no passado, estavam ao norte de Madagascar. O que estamos dizendo é que talvez fosse muito maior, e muitos desses fragmentos continentais podem estar espalhados pelo oceano”.

Para confirmar se existem mesmo fragmentos desse microcontinente debaixo do oceano, são necessárias mais pesquisas.
“Precisamos de dados sísmicos que poderiam formar uma imagem da estrutura, o que seria uma prova definitiva. Ou poderíamos perfurar o fundo do oceano, mas custaria muito dinheiro”, explica.

Veja o artigo completo (em inglês) aqui.[BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

8 comentários

  • Fabricio Barreto Kacinskas:

    Seria o continente perdido da Lemúria?

  • Edinei Júnior:

    Gostaria de saber se, uma vez comprovada essa teoria e encontrado o pequeno continente, haveriam implicações significativas capazes de nos dar pistas sobre a vida antiga… GOstaria de saber quais dados se poderia conseguir e como eles seriam utilizados..

  • luciano vieira da rocha silva:

    A vontade dos cientistas em fazer história, fama ou dinheiro é tão grande que atualmente estamos atolados de ciência PODE… Assim, qualquer indício é ciência pura. Gosto de ciência depois de muitas investigações. Isso não é ciência, é dogma. Opinião por opinião não é lógica.

  • Cícero:

    Catastrofismos não são tão raros na Terra. A divisão e afundamento de grandes porções de terra se encaixa bem com o Dilúvio Global…

  • Evandro Oliveira:

    Quantas incriveis e revolucionárias reliquias arqueológicas não devem estar soterradas nos fundos dos mares e nas areias dos desertos apenas para o homem moderno encontrar… e se surpreender com novas revelações do seu passado!

  • Tony Pasquel:

    Bacana!

  • Luis Aramis:

    Esperando alguém falar que é Atlântida.

  • Romildo Caldas:

    Os Cientistas encontraram indícios de fragmentos de um antigo continente no fundo do Oceano Índico. É necessário pois que se façam pesquisas no piso do referido Oceano. Esperamos que os Cientistas encontrem um modo de sondar o fundo do Oceano Índico, para constatar a veracidade das hipóteses e indícios. Claro que descobertas significativas já foram feitas.

Deixe seu comentário!