Gel movido à luz pode ser o futuro da robótica

Por , em 2.06.2013

Em uma época de necessidade de economizar energia para o futuro, uma equipe de bioengenheiros da Universidade da Califórnia (UC), nos Estados Unidos, deu um grande passo nesta semana. Eles criaram um material que, para se mover, não precisa de motores, sensores ou qualquer outra força motriz. Basta jogar luz sobre ele.

Para apresentar o material, os cientistas criaram uma mão (confira vídeo) feita de um material batizado de “hidrogel”. É um gel composto de feixes de grafeno (o material mais resistente já desenvolvido), que é uma placa de átomos de carbono compactados. O grafeno foi combinado a proteínas elásticas e moldado no formato de uma luva.

Os pesquisadores se aproveitaram de uma propriedade de cada material. O grafeno gera calor quando exposto a raios próximos do infravermelho. As proteínas, por sua vez, absorvem água quando resfriam e liberam água quando são aquecidas.

A “luva” foi desenhada de forma que um dos lados é mais poroso que outro, ou seja, absorve mais luz. Ao apontar uma lanterna para um dos “dedos”, o grafeno absorve a luz, aquece, e faz as proteínas liberarem água. Como o outro lado da luva não sofreu o mesmo estímulo, o dedo se dobra. E assim os cientistas conseguem gerar movimento.

O que torna a descoberta impressionante é a precisão. Os dedos responderam ao estímulo de forma quase automática e exatamente no espaço em que a luz foi lançada. O material, de acordo com os bioengenheiros, pode ser o futuro da robótica leve, ou seja, para instrumentos de pequeno porte, como próteses (daí a construção de uma mão), em várias áreas da tecnologia. [Gizmodo / Gizmag]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

  • nilson.chucarro:

    Olá a todos, infelizmente sou obrigado a comentar,
    sou um fã da robótica, e acredito que por meio dela muitas coisas que hoje são dificultosas e “impossíveis” aos humanos um dia pode tornar-se possíveis.
    Quando a mão ai, me desculpe, pode até ter uma parcela de verdade, digo uns meros 0,1% de verdade, todo material se sofrer ação de calor seu corpo vai dilatar ou retrair, é o que acontece na demonstração. No exemplo do vídeo, a luz é a fonte de calor, e o material em questão (desenho da mão) poderia ser de qualquer material, o que manda é a intensidade do calor emitido pelo feixe de luz.

    • LuizCasaroli:

      Claro, faz ai um protótipo desse tipo em casa, com os mesmos resultados obtidos. Depois posta pra galera e mostra como é fácil fazer 🙂

Deixe seu comentário!