Caranguejos reunidos no fundo do oceano surpreendem cientistas

Por , em 18.04.2016

Uma equipe de pesquisa que estava estudando a biodiversidade marinha no Hannibal Bank Seamount, ao largo da costa do Panamá, tropeçou em uma verdadeira festa subaquática: milhares de caranguejos vermelhos estavam reunidos em massa em águas de baixo oxigênio, um pouco acima do fundo do mar. Rastejando ao redor em uma profundidade de 385 metros, os pesquisadores acreditam que eles estavam se escondendo de predadores no momento.

Como eles observam em seu estudo, publicado na revista PeerJ, os montes submarinos são “hotspots” ecológicos, lares de uma grande variedade de criaturas e organismos. Apenas 1% de todos esses montes submarinos – montes essencialmente subaquáticos – foram realmente estudados, o que significa que muitos podem esconder animais ou comportamentos que são atualmente desconhecidos para a ciência.

Este estudo, que detalha a natureza de agrupamento dos caranguejos, parece ser um excelente exemplo disso.

“À medida que nos movemos lentamente até o fundo do fundo do mar, de repente, vimos essas coisas”, conta Jesús Pineda, biólogo da Woods Hole Oceanographic Institution (WHOI) e cientista-chefe da expedição. “No começo, pensamos que eles eram rochas ou estruturas biogênicas. Uma vez que os vimos em movimento – como um enxame de insetos – não podíamos acreditar”.

Embora este tipo de comportamento tenha sido documentado antes – na Ilha Christmas, no Oceano Índico, por exemplo – este novo vídeo mostra que ele também pode acontecer fora dessa faixa de terra isolada perto da Austrália. [IFLS]

Hannibal Bank Seamount Expedition from Woods Hole Oceanographic Inst. on Vimeo.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!