Este e-mail sobre um astronauta nigeriano perdido no espaço é hilário

Por , em 17.02.2016

A internet está cheia de golpes, alguns inteligentes, mas a maioria já bem manjada. Afinal de contas, estamos em um momento onde basicamente todos podem identificar uma fraude suspeita.

Talvez por isso um e-mail recentemente recebido pelo website Anorak pareça tão hilário e impossível de levar a sério. O pessoal do site compartilhou a “carta” para que também tivéssemos o prazer de rir dela.

O “golpe”

O e-mail é sobre Abacha Tunde, o primeiro astronauta da Nigéria, que sem querer foi deixado a bordo de uma estação espacial soviética secreta quando a União Soviética se dissolveu.

Confira um trecho da mensagem abaixo, em tradução literal do inglês:

“Querido senhor,

PEDIDO DE ASSISTÊNCIA – estritamente confidencial

Eu sou o Dr. Bakare Tunde, o primo do astronauta nigeriano e major da Força Aérea Abacha Tunde. Ele foi o primeiro africano no espaço quando fez um voo secreto para a estação espacial Salyut 6 em 1979. Ele esteve em um voo espacial soviético posterior, Soyuz T-16Z, em direção a estação espacial secreta soviética Salyut T8 em 1989. Ele ficou preso lá em 1990, quando a União Soviética foi dissolvida. Os outros membros da tripulação soviética voltaram à Terra na Soyuz T-16Z, mas seu lugar foi tomado por cargas. Houve voos ocasionais de abastecimento para mantê-lo vivo desde aquela época. Ele está de bom humor, mas quer voltar para casa.

Nos 14 anos desde que tem estado na estação, ele acumulou pagamento e juros no montante de quase 15 milhões de dólares americanos. Esta quantia está em um fundo fiduciário no Lagos National Savings and Trust Association. Se pudermos obter acesso a esse dinheiro, podemos colocar um pré-pagamento com as autoridades espaciais russas para um voo de regresso Soyuz para trazê-lo de volta à Terra. Me disseram que isso vai custar 3 milhões de dólares americanos. Para acessar esse fundo fiduciário, nós precisamos de sua ajuda”.

O e-mail continua explicando que 20% desses US$ 15 milhões podem ser seus, se você ajudar a pagar o voo espacial para resgatá-lo. Isso tudo porque a lei proíbe funcionários públicos de abrir e operar contas externas, então você será recompensado por quebrar essa barra para os nigerianos.

Jogo dos sete erros

Existem tantos erros nesse e-mail que dá até para desconfiar que ele é uma pegadinha de alguém que estava entediado, e não um golpe de verdade.

Para começar, a União Soviética se dissolveu em 1991. Depois, a fraude deve ser velha, porque passaram-se mais do que 14 anos desde então.

Infelizmente, nenhum nigeriano já foi ao espaço. Além disso, não seria possível permanecer por lá desde os anos 90 sem muitos voos de abastecimento (ao invés de apenas alguns).

Por fim, como alguém acreditaria que o tal astronauta abandonado no espaço continuava sendo pago por seus anos de serviço solitário? As pessoas sabem que ele está lá, mandam suplementos para que sobreviva, mas não podem trazê-lo de volta à Terra?

Palmas para a criatividade do ser que inventou isso, mas essa história só não é mais fraca por que existe um sucesso cinematográfico com tal roteiro, o recente blockbuster com Matt Damon no qual ele fica encalhado no espaço.

Vai ver que esse e-mail é apenas uma paródia ou até mesmo marketing viral para o filme. [IFLS]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!