A ciência descobriu qual é a cor mais antiga do mundo

Por , em 17.07.2018

Pesquisadores da Universidade Nacional da Austrália, em conjunto com cientistas dos EUA e Japão, descobriram qual a cor mais antiga do registro geológico.

A resposta parece ser que há 1,1 bilhão de anos os seres vivos usavam rosa.

O pigmento mais antigo encontrado na natureza

Os pigmentos são de um tom quente de rosa e foram extraídos de rochas nas profundezas do deserto do Saara, na Bacia de Taoudeni, na Mauritânia.

A cor foi descoberta em sedimentos de xistos marinhos que ocorreram naturalmente quando o Saara era um gigantesco corpo de água. De acordo com o Dr. Nur Gueneli, da Universidade Nacional da Austrália, os pigmentos retirados dos xistos eram mais de meio bilhão de anos mais antigos do que as descobertas anteriores de pigmentos.

O rosa foi criado por cianobactérias, seres dominantes nas águas antes de as algas se tornarem mais numerosas, mais de 650 milhões de anos atrás. “Os pigmentos são fósseis moleculares da clorofila que foram produzidos por antigos organismos fotossintéticos que habitavam um antigo oceano que há muito tempo desapareceu”, explica Gueneli.

Os fósseis variam de vermelho sangue a roxo escuro em sua forma concentrada, mas todos ficam cor de rosa quando diluídos.

Cianobactérias x algas

Os fósseis utilizados no estudo remontam a 1,1 bilhão de anos, onde há uma lacuna no conhecimento entre como os microrganismos se tornaram animais maiores.

“A análise precisa dos antigos pigmentos confirmou que minúsculas cianobactérias dominavam a base da cadeia alimentar nos oceanos um bilhão de anos atrás, o que ajuda a explicar por que animais não existiam na época”, explicou Gueneli.

O surgimento de grandes organismos provavelmente foi restringido por um suprimento limitado de partículas maiores de alimentos, como as algas.

Para manter as coisas em perspectiva, os primeiros seres humanos surgiram apenas cerca de 1,5 milhões de anos atrás. Os dinossauros apareceram há 235 milhões de anos e foram extintos há apenas 65 milhões de anos. Já essas cianobactérias tiveram um ótimo histórico usando rosa na face do planeta por 500 milhões de anos. [BigThink, ANU]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (21 votos, média: 4,81 de 5)

Deixe seu comentário!