Nojentas bolas de meleca amarela aparecem em praia francesa

Quem frequentou as praias do norte da França nesta última semana se deparou com uma visão estranha. Centenas de pedaços de espuma amarela que parecem ter sido arrancada de um colchão gigante estão espalhadas por quilômetros de areia, de acordo com a Associação Sea-Mer, uma ONG que protege o litoral da poluição.

Autoridades francesas dizem que o material não parece ser perigoso e que amostras foram enviadas para análise no Center for Documentation, Research and Experimentation on Accidental Water Pollution, que deve anunciar os resultados em uma semana.

O presidente da Associação Sea-Mer, Jonathan Hénicart, diz que até que os resultados saiam, é melhor que ninguém encoste no material misterioso. “Ele parece ter vindo de um produto do petróleo. Poderia ser de um produto de poliuretano normalmente usado na construção. O cheiro é de parafina”. Hénicart acrescenta que o material é oleoso.

Uma hipótese é que o material pode ter vindo do óleo quente do exaustor de algum navio, que depois congelou quando se misturou à água gelada do mar.

O Canal da Mancha, onde a meleca foi vista, tem trânsito pesado de navios de carga. Como resultado, coisas estranhas acabam chegando às praias. No último mês de maio, uma substância parecida com cera apareceram nas praias de North Yorkshire, na Inglaterra. Esse material ceroso derreteu no sol e se misturou com a areia e outros poluentes, criando o maior problema para a equipe de limpeza das praias inglesas. [Live Science]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (8 votos, média: 4,75 de 5)
Curta no Facebook:

Deixe uma resposta