Estudo mostra que faltam mentoras para jovens mulheres profissionais

Por , em 26.10.2011

Um levantamento online com 1.000 mulheres profissionais descobriu que uma em cada cinco mulheres nunca teve um mentor profissional, e mais da metade nunca tiveram um mentor do sexo feminino.

A pesquisa, feita pelo site de redes LinkedIn, constatou que ter um mentor é quase universalmente benéfico para mulheres profissionais, e elas dizem que nunca tiveram um porque nunca encontraram alguém adequado.

Alguns estudiosos acreditam que isso pode ser atribuído ao fato de que as mulheres são exigentes e preguiçosas. Na realidade, é mais fácil de se relacionar profissionalmente com alguém do mesmo sexo, e os dados mostram que quando existem mentoras, as mulheres estão interessadas em trabalhar com elas, se tiverem a oportunidade.

Quanto mais as mulheres entram para a força de trabalho, maior fica a oferta de mentores do sexo feminino. Apenas 34% das mulheres da geração Baby Boomer dizem ter sido orientadas por uma mulher.

Já a geração X relatou um aumento nas ocorrências de ser orientada por outra mulher, com quase metade recebendo ajuda de um veterano mais experiente do sexo feminino. E pouco mais de metade da safra atual de mulheres de 18 a 29 anos dizem que já trabalharam em estreita colaboração com um colega mais velha do sexo feminino.

E porque existem poucas mentoras? Das mulheres que nunca foram mentoras, 67% dizem que ninguém nunca pediu que fossem. Então, vamos lá, mulherada: vamos aproveitar o benefício de trocar experiência com quem já a tem, para mostrar a nossa força e inteligência para o mundo.[Jezebel]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Carina Prates:

    “atribuído ao fato de que as mulheres são exigentes e preguiçosas”

    Fontes?

  • luciana:

    Essa afirmação é relativa, depende da profissão ou da área escolhida para atuar.

  • Dai:

    É uma coisa natural, quando se começa em uma empresa provavelmente se terá um mentor ou mentora.

    Outra coisa, achei um tanto preconceituoso com as mulheres. Entende-se que as mulheres são “desfavorecidas” em comparação aos homens(em relação à aprender) necessitando de mentora mais do que os homens.

Deixe seu comentário!