Foto: a Nebulosa do Caranguejo vista pelo Hubble

Por , em 26.12.2011

Essa é a bagunça que fica no espaço quando uma estrela explode.

Na imagem acima, tirada pelo Telescópio Espacial Hubble, você vê a Nebulosa do Caranguejo, o resultado de uma supernova observada no ano 1054 d.C., que está repleta de filamentos misteriosos.

Os filamentos não são apenas extremamente complexos, mas parecem ter menos massa do que foi expulsa na supernova original, e uma velocidade maior do que o esperado de uma explosão livre.

A Nebulosa do Caranguejo abrange cerca de 10 anos-luz. No seu centro, encontra-se um pulsar, uma estrela de nêutrons mais massiva que o sol, mas com apenas o tamanho de uma pequena cidade. O pulsar do Caranguejo gira cerca de 30 vezes a cada segundo.[NASA]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

15 comentários

  • Kathiele:

    Muito bela esta nebulosa! Apesar de que o nome dado não caiu tão bem assim, se parece mais com uma estrela do mar gigante. Mas isso é detalhe…

  • Flor de Lis:

    No primeiro parágrafo da reportagem chamaram a esta imagem de bagunça. Ah! se todas as bagunças fossem lindas assim e nos deixassem extasiados como essa.

  • ALX:

    Bonito, mais confesso q não sei de onde tiraram esse nome… Caranguejo passou longe ai

    • Jonatas:

      Procure por “Nebulosa da Cabeça de Cavalo”, e verás uma imagem com nome bem mais apropriado – um nebulosa escura forma a sihlueta de um cavalo. Aliás, uma das belas fotos em astronomia.

    • MariannaGoret:

      Muito linda essa Nebulosa da Cabeça de Cavalo. Valeu a dica!

  • Synture Rawa Hahamovici:

    Com certeza, do micro ao macroKósmico, tudo – TUDO,mesmo – expressa o Poder Creador do Todo-Poderoso DEUS, e de Seus Prepostos Kosmosidéreos,de alcance multidimensional… Maravilhoso, tudo isto, entendido cientificamente e também em sentido iniciático esoterista profundo e elevado!!!

    • synture rawa hahamovici:

      Grata por sua aprovação. contate-me se quiser – e aguardo novos, inteligentes e edificantes comentários. profa. synture rawa hahamovici 92095277 ddd 062

  • Rafael:

    Essas explosões são obras dos espíritos superiores que não se cançam de criar e recriar. A pena que não é possivel ve-los com os intrumentos materiais e os olhos humanos.
    É preciso ter entendimento sobre a vida espiritual e sencibilidade visual (vidente) para que possa ver.

    • Tibulace:

      É Rafael, é realmente UMA PENA, que NENHUM dos instrumentos criados pela Ciência, sirva para ver os tais espíritos, seja qual for o grau desses ” seres”.Se alguém quiser fotografar, ver um espírito, tem que contratar um charlatão, digo, médium, que DIZ que pode vê-lo.As coisas, nesse campo, são EXTREMAMENTE diferentes da área científica:NADA pode ser PROVADO, nenhum experimento é passível de repetição, em suma:Tudo se passa, como se os tais espíritos, NÃO EXISTISSEM!

  • karlloz:

    Depois de uma supernova pode até fica uma bagunça, mais são as bagunças perfeitas. È pra encher os olhos.

  • Jasiel:

    Uma forma de representar o orgasmo em um gráfico: Essa imagem aí de cima. kkk

    • ARNALDO:

      Comentários como o seu sobre um assunto sério e fascinante me deixa muito magoado. Da próxima, pra falar bobagem, cale-se!

  • Jonatas:

    A Nebulosa de vento de pulsar remanescente de Supernova fica a apenas 6.500 anos luz daqui, foi vista em 1054 como uma “estrela tão brilhante que era visível durante o dia”. É a amostra do bestiário cósmico que nos rodeia, nada de tranquilo ou poético como o céu estrelado a luz do luar. O universo é intenso e explosivo, e o advento de supernovas aconteceram perto daqui, e vão acontecer denovo, pode ser amanhã ou daqui 1.000.000 anos. A apenas 9.000 anos luz temos um candidato a algo maior que uma supernova: A Eta-Carinae, uma estrela hypergigante azul, que só poderá se tornar hypernova.

    • Henrique Pereira:

      Betelgeuse também deve virar uma supernova dentro de algumas centenas de anos

    • Opppssss:

      A cada segundo caí por terra uma teoria dando lugar a uma nova, precisa ter muita fé pra acreditar que coisas imaginárias em cabeças humanas possam ser levadas como verdades. Essa imagem que parece uma grande explosão, pode ser exatamente o contrario. Massa sendo acumulada para formação de um novo planeta ou coisa semelhante.
      Alias vai bem contra a teoria do Big Bang, numa explosão estelar esses restos estariam se distanciando a grande velocidade espalhando a matéria para todo o universo.Isso denota que para se criar uma teoria basta escrever o que se tem na cabeça!!

Deixe seu comentário!