Galáxia redemoinho, em infravermelho: veja foto

Por , em 26.01.2011

Como galáxias em espiral formam estrelas? Para descobrir, o telescópio Hubble fez essa imagem da galáxia espiral M51, em luz infravermelha, para destacar os traços densos de poeira espacial que formam as estrelas.

Para “isolar” a poeira, a luz emitida pelas estrelas da galáxia foi neutralizada, resultando nessa incrível imagem, com aglomerados de estrelas que estavam escondidos por outras estrelas.

Qualquer um com um bom par de binóculos pode ver essa galáxia, em direção da constelação Canes Venaciti – ela fica a 30 milhões de anos luz e possui um comprimento de 15 mil anos-luz.

Astrônomos acreditam que o formato em espiral da M51 é devido a sua interação gravitacional com uma galáxia menor próxima. [Nasa]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

7 comentários

  • Reinaldo:

    Fabio, seu binoculos deve estar com algum problema! A magnitude limite da visão humana é 6.0. Seu binoculo não deveria ter somente 4.5! Ele tem algo pouco acima de 10.50.

    A foto é simplesmente linda!

  • clarice:

    gentemmmmmmmmm é lindo demais né!

  • Bruno Juncklaus:

    Ele quis dizer binóculos sim Jessica…

    Tem binóculos por R$500,00 que dá pra ver Júpiter tranquilo, é certo que dá pra ver essa galáxia, nem que seja só um borrãozinho.

  • Jessica:

    Acho que o redator quis dizer “telescópio” e não binóculos.

  • Fábio Cerqueira:

    Tem que ser um boooooooom binóculo mesmo, magnitude dela é 9.6, com meu orion 10×50 o máximo que da pra ver são objetos com magnitude menor q 4.5 por ai.

  • Jr.:

    Parece o suco de beterraba que minha mãe me dava pra amenizar a anemia… =S

  • Afer Ventus:

    Correção: “Venatici” e não “Venaciti”

Deixe seu comentário!