Hacker publica chave mestra do PlayStation 3

Por , em 6.01.2011

Praticamente não existe tecnologia que um hacker talentoso não tenha desvendado e exposto. E o povo certamente gosta e aproveita essas oportunidadas – no caso do PS3 para comprar jogos mais baratos.

A segurança do PlayStation 3, da Sony, foi quebrada por hackers, permitindo que qualquer pessoa execute qualquer software – incluindo jogos piratas – no videogame.

Recentemente, um grupo de hackers, chamado fail0verflow, apresentou um método que poderia forçar o sistema a revelar chaves secretas usadas para carregar qualquer software na máquina. Então, um hacker americano que ganhou notoriedade por desbloquear o iPhone, da Apple, usou um método semelhante para extrair a chave mestre do PS3 e publicá-la online.

A Sony não quis comentar a situação. Mas o grupo de hackers já opinou que todo o console está comprometido. Não há possível recuperação para isso.

O grupo, que já havia invadido o Nintendo Wii, e se afirma veementemente contra a pirataria de jogos, disse que hackeia apenas para poder instalar outros sistemas operacionais e softwares gratuitos na poderosa máquina.

A chave mestra é utilizada para “assinar” todos os jogos e softwares que são executados no sistema, para autenticar que são verdadeiros e aprovados pela Sony. No entanto, uma vez que a chave é conhecida, pode ser usada para assinar qualquer software, incluindo softwares e jogos não-oficiais. O número também funciona para o videogame portátil da Sony, o PlayStation Portable.

O PS3, uma vez considerado o mais seguro dos jogos de consoles, era o único que não tinha sido definitivamente “desvendado” e, por isso, recebeu muita atenção dos hackers nos últimos 12 meses.

Em janeiro de 2010, um hacker americano, George Hotz, já havia alegado ter “quebrado” o console, mas não publicou suas descobertas.

Após esse primeiro anúncio, a Sony lançou uma atualização desabilitando uma certa função que permitia aos jogadores instalar uma versão do Linux (sistema operacional gratuito) em suas máquinas. Muitos viram isto como um ataque preventivo contra a pirataria de jogos.

Porém, os hackers não desistiram. Essa atitude da Sony só despertou mais a curiosidade dos experts.
No final, a falha que permitiu que o sistema fosse desvendado foi um erro básico de criptografia que permitiu aos hackers calcularem a chave privada.

O grupo de hackers explicou que a Sony usa uma chave privada, normalmente armazenada em um cofre na sede da empresa, para marcar o firmware como válido e inalterado, e o PS3 só precisa de uma chave pública para verificar se a assinatura veio da Sony.

Eles ainda dizem que, se aplicada corretamente, levaria bilhões de anos para se obter a chave privada a partir da chave pública, ou para fazer uma assinatura sem conhecer a chave privada, mesmo com todo o poder computacional do mundo à disposição.

Mas a equipe descobriu que a Sony tinha feito um “erro grave” na forma como aplicou a sua segurança. A receita de assinatura exige que um número aleatório seja usado como parte do cálculo; ele não pode ser previsível de qualquer forma.
No entanto, ao invés de escolher aleatoriamente, a Sony utilizou um número constante para cada assinatura. Isso permitiu que a equipe usasse “álgebra simples” para descobrir a chave secreta da Sony, mesmo sem acesso a ela.

O grupo de hackers decidiu publicar o seu método, mas não as chaves. Depois que a equipe mostrou o que tinha feito, George Hotz, que já havia desvendado partes do console, resolveu renovar o seu trabalho sobre o sistema.

Usando uma técnica semelhante, ele foi capaz de extrair a chave mestra do sistema todo, que posteriormente publicou online. No entanto, ele não divulgou o método que usou para extrair a chave.

O hacker também se diz conta a pirataria. No entanto, ele disse que pode liberar um pedaço de software que permitirá que as pessoas facilmente acessem apenas suas próprias peças de software e jogos caseiros no console.

O grupo fail0verflow afirma que não concorda com a decisão de George Hotz de liberar a chave, dizendo que isso torna a pirataria mais fácil.

Quando pode, a Sony toma medidas contra os hackers. No ano passado, quando uma equipe lançou um dispositivo que permitia jogos caseiros e pirateados no PlayStation 3, a Sony atualizou seus consoles para bloquear o software e tomou medidas legais contra os distribuidores em vários países.

No entanto, o grupo de hackers acha que não será tão fácil para a Sony resolver o problema desta vez. A única maneira de corrigir isso é lançar um hardware novo.

Quanto ao trabalho que eles fizeram publicando o método, o grupo acha que estava em terreno legal e seguro. Nada foi roubado. George Hotz também defende suas ações, embora admita que tenha medo de ser processado. Ainda assim, é confiante de que ganharia a ação, já que apenas lançou um número obtido executando softwares no PS3 que comprou. [BBC]

Último vídeo do nosso canal: 4 dias infalíveis da ciência para dar o PRESENTE PER

40 comentários

  • JEFF:

    UM RECADO PROS GOVERNOS: QUER ACABAR COM A PIRATARIA??? REDUZA OS IMPOSTOS E/OU OS CONVERTA EM EDUCAÇÃO, SAÚDE E SEGURANÇA DIGNAS! ENQUANTO ISSO…PIRATARIA NELES!!!!!!!!

    USO QUASE TUDO PIRATA!!! DOWNLOAD NELES GALERA!!!

  • alex:

    P enso que agora não tem volta…
    I niciaram errado com preços só pra rico comprar.
    R ecentemente comprei o Xbox original em 10x,
    A té agora não mandei destravar, por princípios.
    T enho pesquisado e trocado jogos originais na internet,
    A ssim fico dentro da legalidade e do meu orçamento.
    R icos podem pagar um preço alto e pode usufruir e o pobre?
    I mpostos cobrados, represente 50% do preço dos bens.
    A PIRATÁRIA agora faz parte de nossa CULTURA POPULAR!

  • Matheus:

    Eu Acho que nós deveríamos nos preocupar mais com o NIÓBIO brasileiro, do que com pirateamento de jogos. Ainda bem que o brasileiro pirateia tudo pois afinal os paíse ricos já nos Roubam muito. E não precisamos dar mais dinheiro para eles.

  • carlos simba:

    oi pessoal tudo bem só queria dizer que tenho o windows 7 ultimate pirateado , o microsoft office 2010 pirateado , e tudo que eu quero pirateado , viva a pirataria………….

  • Zé da Relva:

    Isso aí. Vamos piratear tudo, quero quebrar o governo nó cego que cobra impostos e mais impostos do nosso povo, só pra encher a zorba de grana.Viva aos made in China, viva ao Paraguai, viva aos hakers.
    Que se danem esse povo com papinho moralista, com essa conversinha mole de reserva de mercado, de proteção da industria nacional.Temos que pensar é nos nossos bolsos e nos defender da mão grande do governo.
    Eu só não compraria um helicoptero da China, aí já é colocar o meu na reta, né?

  • Farofa:

    Para quem não sabe o “hacker americano que ganhou notoriedade por desbloquear o iPhone, da Apple,…” tem apenas 15 anos, já trabalhou na Google e na Yahoo! Americana

    • tugafox master 2796:

      como baixar jogo fomato play station 3 direto na play?? curti bues de saber que existe uma forma de jogar videojogos de graça!! ¦ ¦

  • Tony Amorim:

    Ops, foi mal, é Robin Hood

  • Tony Amorim:

    A verdadeira pirataria é a que fazem nos navios em alto mar, isso aqui que eles chamam “pirataria” não passa de uma democratização e redistribuição de recursos, em outras palavas, dar acesso aos mais pobres também, tanto a lazer quanto conhecimento.
    O que vem a ser uma coisa boa na verdade, não considero isso “antiético” embora não siga a “ética” das elites.
    Está mais pra uma “ética de Hobin Hood”.

  • Tony Amorim:

    Eu seria contra a pirataria se pelo menos os jogos não fossem tão caros…

  • sales:

    agora já era, ja to correndo atrás pra desbloquia

    valeu hackers

  • sergio:

    Já tentaram bloquear músicas, programas, jogos, filmes, tudo,sem nenhum sucesso. O Bill Gay(tes) é o maior de todos em querer bloquear tudo, mas até agora não adiantou nada, seu windows em vez de barato, roda de graça nos computadores. Mas vai chegar uma hora que não vai adiantar mais baixar o preço prá que todo mundo possa comprar, porque depois de tanto tempo com valores absurdos a pirataria virou uma tradição, e tradição não se bloqueia. Acho que tomaram as medidas erradas e virou um caminho sem volta.

  • Victor:

    eu vi um anuncio no youtube q havian “desbloqueado” a PS3

    na verdade nao e pra usar jogos piratas, mais sim para “copiar” jogos originais na memoria da PS3 e jogar sem CD

    Legal nao?

  • Flavio Aires:

    e ja agora, quem me arranja o GTA4?

  • Flavio Aires:

    Em Mocambique, 1 jogo (disco), custa em media 2000mt, equivalente a 50 dolares. A consola custa 30 000,00Mt equivalente a 750 dolares. Nao e qualquer um que pode comprar.Entao, a gente joga pirata, baixado da Internet e por ai fora…Nao e etico, mas bem haja!

  • cpuvirtual:

    Quem deve apreciar esta chave é o exército norte americano que comprou milhares de ps3 para montar um supercoputador!

    Viva o mundo hacker!

    Paz e juízo para todos!

  • luciana:

    é isso ai, éissoai, nós os brasileiros, profissionais de qualquer área, qualquer setor, que fazemos esse país funcionar, temos o direito de ter algum prazer na vida.

  • éissoaí:

    Olha, enquanto não baixarem os impostos no Brasil compro tudo que é pirata. Não é só jogo não, é TUDO. Chega de trabalhar pra politicos safados.
    Por falar nisso, os camelôs que se inscreverem no “Simples”, a partir de agora podem trazer qualquer bugiganga do Paraguai, desde que paguem 25% pra Receita e está tudo legalizado.

  • Altair:

    Por um lado a ganância da sony,por outro o banditismo e conduta criminosa da pirataria.O melhor seria mesmo um preço justo para os jogos dentro da realidade brasileira ou seja ganhar menos em cada jogo mas lucrar na venda maciça de títulos e consoles é assim que funciona nos E.U.A…

  • Jorge:

    isso ai tem que dar na rabeta da sony mesmo! vou comprar um ps3 logo logo e vou desbloquear e vou jogar jogo pirata ate cansar! hahahahahahahahahah

  • elias henrique:

    DE FATO É UMA SITUAÇÃO DELICADA,MUITOS QUEREM JOGAR MAIS NEM TODOS TÊM CONDIÇÕES DE COMPRAR CDS ORIGINAIS. A PIRATARIA É ILEGAL, MAS NAO DEIXARÁ DE ACONTECER ENQUANTO NAO HOUVER MELHOR PADRAO DE VIDA DAS PESSOAS

  • tipa:

    Vincent Vega:

    Amigo me responda uma coisa:
    Seu windows é original? seu Office é original? todos os programas do seu computador são originais com nota fiscal e tudo? (d-ú-v-i-d-o) quantas MP3 vç tem no seu PC? quantos videos? Cara, se vç é totalmente contra a Pirataria, eu até concordo com vç. Mas se vç uma MP3 que seja, pronto!!! vç é um pirata que tá cuspindo no seu prato!!

  • Michael Mello:

    Não vô mentir, já comprei jogo pirata sim e as vezes ainda compro, e não vô dizer que faço a coisa certa, a pirataria prejudica não só o pais como a empresa que crio o jogo. Acho que a pirataria só é forte no brasil devido ao alto custo de imposto por cima dos jogos, Nos EUA um jogo de ps3 custa em media 35 dolares enquanto aqui no brasil custa em torno de 120 reais, as vezes até mais, enquanto não for discutido a grande taxa de impostos por cima dos jogos no Basil, a pirataria vai continuar sendo vista como a melhor opção.

  • djiseldo:

    Se formos pensar em quem estar fazendo o certo ou errado, não escapara niguem aos nosso olhos, neste caso sou a favor da legalização da pirataria, meu ps3 é destravado e rodo tudo nele, graças a chave. Quem não a usaria se tivese tal segredo disponivel?

  • Vincent Vega:

    Se não tem dinheiro para os jogos não compra o video game poh! Tive um game cube, comprei na epoca sabendo do preço dos jogos e que não tinha “pirata”. Sai por ai reclamando do preço? NAO!!
    Sou totalmente contra a pirataria e contra hipocrisia!
    Falam dos politicos corruptos mas quem compra é igual ou pior!
    A carga tributaria do Brasil é uma das mais altas do mundo, mas tem seus motivos de ser. Não é comprando coisa ilegal que vai resolver alguma coisa.

  • Thiago Alcalde:

    Eu também sou contra o alto valor dos jogos, mas em contrapartida, os valores só são altos, porque não há legislação própria e distribuidor habilitado no Brasil, qualquer jogo novo sai em torno de 50 a 60 dólares, e outros saem até por 20 dólares, claro que convertendo dá 100 reais, mas poxa, todo o trabalho que é colocado no jogo os artistas da animação, os atores que dão vozes aos personagens, tornam um jogo algo muito maior que qualquer filme. Eu importo jogos por um site, e não me arrependi do valor pago ou dos jogos, pois sempre verifico a nota antes e sei que estou comprando algo de qualidade. Mas vejo esse desbloqueio como uma oportunidade para conhecer novos jógos, assim como eu primeiro peguei um batman pirata e logo em seguida o comprei.
    Ainda assim entendo que a facilidade de pirataria é algo infeliz para o próprio mercado, com jogos que requerem cada vez mais mais investimentos, na ordem dos milhões de dólares. Com pirataria, quem pagaria esse valor?
    O único erro do Brasil é sim o sub-salário, altas taxas e falta de distribuidores primários que não tenham 150% de lucro sobre o preço original.

  • luciana:

    Que coloquem preços justos no CDs, DVDs, livros, pois quem ganha é só a gravadora e a editora , os artistas e autores ganham uma merreca.

  • Fabius:

    Espero que a Lei do Jogo Justo ainda entre em vigor um dia!!!! É incabivel saber que os jogos aqui são tão caros pelo fato de ainda serem taxados como “jogos de azar” na mesma lista de Maquina de Caça Niqueis….

    É por isso que o jogo aqui é tao caro =(

  • Crasho:

    Todos que são a favor da pirataria (não só quanto a consoles destravados mas também emuladores, ROMs e ISOs) usam o preço alto dos mesmos para justificar seus atos…
    Eu digo isso porque também sou a favor, pois sou brasileiro e tenho que conviver com impostos absurdos MAS ja pararam pra pensar que a maioria dos exploits não vem do Brasil? Pois é, japoneses e americanos pagam preço bem mais justo que nós mas isso não parece ser motivo para que eles deem suporte as empresas que garatiram seu entreterimento por tantos anos.

  • Biakuia:

    Pobre no Brasil só tem duas opções ou compra um jogo original e passa necessidade ou compra o feijão e acaba sendo vitima da seção da tarde,não vou dizer que sou a favor da pirataria,mas também não posso dizer que sou totalmente contra afinal muitos de nós já compramos cds de pirateiros que necessitados alimentar suas familias e pagar suas contas,se não fossem os cds piratas jamais poderia jogar no meu saudoso psx,se for pra só termos jogos piratas que coloquem preços justos no jogos!

  • Jeremy:

    TAmbém não sou a favor da pirataria…
    Mas pagar 150 100 reais em um jogo?!?
    Nem todo mundo tem essa grana pra gostar com isso…

  • Breja:

    Certo, Agora aonde esta o tutorial para crackear o PS3 ?
    aonde eu baixo os codigos ou as chaves alguém tem algum link explicativo ?

  • Danilo:

    Se o preço do jogo fosse mais acessível não haveria a necessidade de pirataria!!

  • Andrezão:

    É por isso que só jogo os games de PC, onde os preços dos games não são um absurdo como os de consoles.

    Lançamentos com StarCraft 2 e PES2011 saiu por 50 reais. Jogos clássicos vc acha por 20 reais, isso sim e a realidade brasileira.

  • Guilherme Ferreira:

    É mais ou menos como penso…

    Como que eles querem massificar um game vendendo o mesmo a mais de cem reais?

    Paga 1/10 do valor de um console num simples jogo?? Ah vah…Se eu ivesse dinheiro sobrando eu até faria.
    Assim como nao sou favor do tráfico de drogas, mas nao tenho nada contra quem usa, não sou a favor da pirataria, mas enquanto for “obrigado” a usar eu usarei.

    Tanto as empresas de jogos quanto o governo já deviam ter regularizado isso, já que o Brasil absurdamente grande no mercado de games.
    Ajudaria até mesmo a novas empresas surgirem no ramo de criação de jogos.

    Burrice, Burocracia e Corrupção. Por isso que meu país demora pra evoluir.

  • Fênix:

    Bom também sou contra a pirataria, mas como muitos já usei jogos piratas, pois o preço é muito caro, mas acho que a única alternativa para esse caso é as empresas de jogos desenvolverem mais jogos on line gratuitos tipo os MMORPG e Need For Speedy World aonde os jogadores pagam para ter privilégios no jogo com as moedas do jogo, nesse caso o preço é caro, mas é justo já que você não pagou pelo jogo e ao mesmo tempo você vai conseguir finalizar o jogo da mesma maneira se não pagar, só vai demorar mais tempo, de qualquer maneira acho que essa é a melhor maneira de combater a pirataria.
    Agora abaixar os preços dos jogos baixar os impostos isso acaba sendo uma utopia, pois para países desenvolvidos esse preço é baixo e qualquer um pode comprar, não seria viável eles abaixarem mais o preço só porque uma pequena parcela dos consumidores deles não podem pagar pelos jogos.

  • FelipeLDM:

    Só uma correção: O hacker americano que ganhou notoriedade por desbloquear o iPhone, da Apple é a mesma pessoa citada depois (George Hotz).

    Meio antiga a notícia, isso já ocorreu há uma semana.

  • eduardo:

    Não sou hipócrita. Já usei jogos piratas sim. Mas assim como o Bruno Juncklaus comentou… eu tb cansei dessa prática…. aliás, estou mais consciente do quão perigoso isso é pra todos nós… pois, certamente algum dia as empresas de jogos podem vir a falir por causa da pirataria e então ficaremos sem os nossos keridos jogos…
    É akela velha máxima… não é porque vc tem a receita pra fazer a bomba atômica que vc tenha q fazê-la…

    A pirataria só existe aki no Brasil pq os jogos são vendidos a preços absurdos por conta dos pesados impostos…
    Com toda certeza, se baixassem os impostos sobre os games eu compraria os jogos originais…

  • Bruno Juncklaus:

    Vou comprar um original 🙂

    E não, não sou rico ¬_¬ só cansei de pirataria \o

  • João Matheus:

    Já estou jogando GT5, boa Hotz, de novo mostrando que você é o cara!

Deixe seu comentário!