Homem se salva estrangulando puma até à morte

Por , em 7.02.2019

Um homem não identificado que estava correndo em uma montanha do estado americano do Colorado teve um encontro desagradável com um puma na última segunda-feira (4) – que terminou com o corredor ferido e o animal estrangulado até a morte.

O incidente ocorreu na trilha West Ridge Trail, da montanha Horsetooth Mountain, próxima da cidade de Fort Collins.

Trilha fechada

O órgão governamental “Parques e Vida Selvagem do Colorado” (CPW) confirmou que um puma macho (Puma concolor couguar, animal também conhecido como onça-parda e suçuarana no Brasil) pesando pelo menos 36 quilos atacou o homem e conseguiu feri-lo com mordidas no rosto e no pulso, até que o corredor conseguiu sufocá-lo com as próprias mãos.

A vítima sofreu “ferimentos sérios, mas não fatais”. As autoridades da vida selvagem levaram o cadáver do puma para uma necropsia. De acordo com o New York Times, outros animais já tinham mexido na carcaça no momento em que foi localizada, mas sua morte por sufocamento foi confirmada na terça-feira.

“O corredor fez tudo o que pôde para salvar sua vida”, disse Mark Leslie, gerente da região nordeste do CPW, em comunicado. “No caso de um ataque de puma, você precisa fazer qualquer coisa em seu poder para revidar, assim como este cavalheiro”.

As trilhas do Horsetooth Mountain Open Space foram fechadas na terça-feira devido à detecção de “mais atividade de puma na área”, segundo reportou a CNN. As autoridades vão reavaliar a situação na próxima sexta-feira (8).

População ameaçada

Embora os pumas tenham sido caçados quase até a extinção nos EUA, os pesquisadores acreditam que suas populações, bem como de outros predadores como lobos e coiotes, estejam começando a se recuperar, ainda que essa “recuperação” seja motivo de discórdia.

De acordo com a National Geographic, a variante oriental do puma diminuiu ao ponto de extirpação efetiva por pelo menos os últimos 100 anos, embora pumas ocidentais tenham sido avistados se mudando para o meio-oeste, e alguns machos tenham sido “encontrados mais perto da costa leste”.

O Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos EUA considera a pantera-da-flórida (Puma concolor coryi), único puma encontrado a leste do Mississipi, como uma subespécie em extinção desde 1967. Infelizmente, parece caminhar para a extirpação total, em grande parte devido a colisões com veículos.

Oficiais da vida selvagem do Colorado enfatizaram que pumas só causaram três mortes confirmadas no estado desde 1990, e menos de 12 em toda a América do Norte em mais de 100 anos.

Como se proteger

No entanto, o site da CPW informa que as interações entre animais e seres humanos vêm aumentando nos últimos anos, com fatores incluindo a invasão no território dos pumas, um aumento medido nas populações de veados e um “aumento presumido” nas populações de puma.

O site recomenda que as pessoas viajem em grupos dentro dos limites de habitação dos felinos, e nunca se aproximem de um puma, já que eles normalmente não querem nada além de serem deixados em paz.

Se por acaso algum deles se aproximar, o CPW aconselha as pessoas a falarem “calma e firmemente” enquanto se afastam lentamente, assim como evitar correr e tentar parecer maior (por exemplo, levantando os braços ou expandindo uma jaqueta) se possível.

Se o puma parecer se comportar de maneira agressiva, você pode tentar dissuadi-lo jogando objetos “sem se agachar ou virar as costas” e revidar com quaisquer armas, ferramentas ou outros objetos disponíveis no caso de um ataque. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (30 votos, média: 4,83 de 5)

Deixe seu comentário!