Homem quase morre atingido por um fragmento de satélite

Por , em 2.01.2012

Andrei Krivorukov ganhou um ótimo presente de Natal: a própria vida. Ele se salvou após uma bola de titânio de um satélite de comunicações russo atingir sua casa, passando a poucos centímetros dele.

O satélite era um Meridiano, usado para comunicação civil e militar. Ele foi destruído quando o foguete Soyuz-2 explodiu no ar, poucos minutos após ter sido lançado de uma estação de lançamento russa, a 800 quilômetros de Moscou. A catástrofe lançou vários pedaços do objeto pela Sibéria e região.

Um deles foi a bola de seis quilogramas que acertou o teto de Krivorukov, caindo no local onde ele estava poucos minutos antes. Esse foi o momento em que ele foi para seu jardim pegar lenha.

Ele também conseguiu outro presente: a prefeitura local afirmou que vai pagar os reparos necessários. Acho que ainda estar vivo já seria motivo de felicidade suficiente para o homem.

O acidente é estranho não só porque parece um milagre de natalino: o Soyuz tem um passado excelente. É um foguete com várias missões de sucesso, desde a década de 60, quando foi criado. Seu primeiro voo foi em 1966. Até hoje, ele só passou por uma falha (e outra parcial), por isso era meio difícil imaginar que um artefato desses poderia cair na sua casa. [GizModo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,50 de 5)

16 comentários

  • Henrique Pereira:

    Me lembrei de uma reportagem do tecmundo, que dizia que, a chance de um meteorito cair na sua cabeça é de 1 em 182.138.880.000.000 (cento e oitenta e dois trihões, cento e trinta e oito bilhões, oitocentos e oitenta milhões), só pra ter ideia ganhar a mega sena é cerca de 1 em 50.000.000.

    Um artefato desse cair na sua casa e quase te atingir deve um ter um valor semelhante.

  • Evaldo:

    Bem que esse lixo que está la no espaço, poderia cair em cima da casa desses políticos e juizes corruptos, quando eles estivessem dormindo e acertando todos eles. Seria um alívio para a nação brasileira. Tomara que caia!

  • ALX:

    Porque um trem desses num cai no meu quarto, eu ia ficar rico denunciando dizendo que estava dormindo na hora e correndo risco disso me matar rsrs…

  • Lare:

    Caramba, tem bala perdida, agora é meteoro perdido?

  • Reynaldo Andrade:

    Nasce de novo, mas será que a prefeitura lá é igual a daqui, fala que vai indenizar e acaba arrancando até sua cuéca, e vc vai morar nas ruas, foi o que aconteceu no caso daquele dinheiro que o governo federal deu ao município, para reconstrução , cade o dinheiro, alguém mais falou do assunto, isto é Brasil.

  • José Calasans:

    Vou deixar de comentar,não usei linguagem chula,não fugi do assunto,não ataquei ninguém e ficam o tempo todo me pedindo moderação nos comentários?

  • José Calasans:

    Já está na hora das autoridades e especialistas no assunto,desenvolverem métodos de prevenção contra esses acidentes,pois esse não é primeiro e com certeza não será o último.Há pouco tempo atrás,um satélite America e outro Alemão entraram na atmosfera e caíram no planeta,sorte que não foi em locais densamente habitado,pois ai sim,seria uma grande tragédia.

  • pedr@o:

    Porque este fragmento nao caiu no congresso na hora que todos estivessem la dentro figindo q tao trabalhando,ou fazendo coisas contra o povo………

  • Cesar:

    Primeiro vôo da Soyuz, 1966. Por que os americanos não teriam tecnologia para ir à Lua em 1969 (na missão de número 11 das Apollo, concorrentes das Soyuz)? Os soviéticos só não foram à Lua porque não tinham um lançador (os americanos tinham o monstruoso Saturn V).

  • EltonPaes:

    Agora essa po@# ficou séria!!
    O_o

  • asdf:

    entediante. comentários idem. oficialmente sem assunto.

  • ísis:

    Lixo espacial e projetos falhos são um perigo, entretanto essenciais para nosso desenvolvimento científico. Com as devidas precauções é possível evitar que ocorram mais acidentes como esse.

  • robertosarau:

    O lixo lá em cima em órbita não causavam problemas, até que começaram a chocar entre e si mudar a trajetória; e vai para onde? Nossa testa.

    • robertosarau:

      Correção: lixo lá em cima em órbita não causava problemas

  • Jasiel:

    Agora ele pode jogar boliche com a esfera de 6 quilos. kkk

    • Daniel:

      ou vender, uma esfera de titânio vale uma nota, uma vez que um parente meu trabalha com equipamentos cirúrgicos, e um parafuso pequeno vale em torno de R$1200,00 imagine uma esfera de 6 kilos. oO. Ou seja caiu em casa, quase me matou entaõ é meu! Com essa grana ele pagava a reforma de casa ainda sobraria dinheiro, não é segredo que equipamentos que vão para o espaço na maioria das vezes são feitos de materiais caros, especialmente aqueles que aguentaram uma reentrada.

Deixe seu comentário!