Infância: 5 benefícios de brincar

Por , em 13.12.2011

Não subestime brincadeira de criança. Pode parecer um tempo “inútil”, mas quando as crianças estão brincando de casinha, lutando contra dragões imaginários ou organizando um jogo de amarelinha, elas estão desenvolvendo habilidades cruciais e preparando os seus cérebros para os desafios da vida adulta.

Segundo especialistas em desenvolvimento infantil, a única notícia ruim é que o tempo livre pra brincar tem diminuído para as crianças durante as últimas três décadas. Então confira cinco benefícios científicos das brincadeiras e estimule o seu filho a brincar:

1 – Comportamento melhor

Tirar as férias ou recreios de crianças em idade escolar como punição pode ser contraproducente. De acordo com um estudo de 2009, as crianças se comportam melhor em sala de aula quando têm a chance de desabafar no playground durante o dia.

Os pesquisadores compararam classificações de professores sobre o comportamento de crianças com 8 e 9 anos com e sem períodos de recesso. As crianças que tinham mais de 15 minutos por dia de recesso se comportavam melhor durante o tempo letivo. Infelizmente, 30% das mais de 10.000 crianças no estudo não tiveram recesso ou um inferior a 15 minutos por dia.

2 – Aprender a viver em sociedade

Brincar ensina as crianças a interagir. Uma pesquisa publicada em 2007 revelou que brincadeiras livres ou guiadas por adultos podem ajudar alunos pré-escolares a aprenderem a ter consciência dos sentimentos de outras pessoas. Brincar também ensina as crianças a regular suas próprias emoções, uma habilidade que lhes é muito útil ao longo da vida.

“Você pode ‘experimentar’ as coisas sem consequências”, disse Kathy Hirsch-Pasek, uma psicóloga de desenvolvimento infantil que pesquisa os benefícios de brincar. “Brincar também permite que você exiba várias personalidades, domine as regras sociais. Isso é muito bom”.

3 – Se exercitar

Subir em árvores, andar de bicicleta, brincar de pega-pega, todas essas atividades fazem as crianças se movimentarem muito mais do que o tempo de televisão ou computador. A Associação Americana do Coração recomenda que crianças com idade superior a dois anos envolvam-se em pelo menos uma hora por dia de atividade física moderada.

Há evidências de que crianças ativas se tornam adultos ativos, diminuindo assim o risco de doenças cardíacas e outras condições causadas por um estilo de vida sedentário. Um estudo publicado em 2005 acompanhou cidadãos finlandeses com mais de 21 anos e descobriu que os mais ativos dos 9 aos 18 anos se mantiveram altamente ativos mais tarde na vida.

4 – Aumentar desempenho escolar

Um estudo de 2009 descobriu que quanto mais atividade física a criança faz, mais propensa fica a ir bem em testes acadêmicos. Isso sugere que o tempo em sala de aula pode não ser a melhor maneira de melhorar os resultados dos testes e aprendizagem.

“As crianças aprendem a contar quando estão brincando de amarelinha, por exemplo”, diz Hirsch-Pasek. “Elas contam histórias no playground, enquanto se exercitam, e assim por diante”.

5 – Se divertir é necessário

Brincar é um estado natural da infância, tanto que mesmo animais não mamíferos brincam. Até tartarugas já foram observadas brincando.

Os benefícios de brincar são evidentes nas escolas. As crianças se sentem mais seguras e gostam mais de ir pra escola. Não são só os adultos que precisam de pausa: as crianças também precisam se sentir livres para “curtir” um pouco.[LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

20 comentários

  • Rita:

    eu tenho 12 anos e os meus colegas chamam me infantil, pois estou sempre a correr e a ´´brincar´´.Sou muito extrovertida e social e estou sempre A dizer aos meus colegas para aproveitarem a infancia pois ficamos ´´velhos´´ num instante…

    • MARCELO:

      parabens voce pode ser conserada careta mas está muito além que suas amigas em verdadeira satisfaçao e felicidade das coisas que vive.

    • Lúcia:

      Você é sábia, menina!

    • sérgio luiz maia moraes:

      Eu estou com 50 anos completados no último dia 25/12/2011. Me sinto a vontade para brincar sempre, pois jamais deixarei morrer a criança que existe dentro de mim. A unica coisa bela da nossa vida é o espírito de esporividade, simpatia, e divertimento que reside dentro de nós, sejamos autênticos e humildes nas nossas realizações e cultivemos sempre esta criança que jamais nos abandonará e que reside dentro de cada um de nós. A brincadeira purifica a alma o espirito e o ser. Sou com muito orgulho uma criança de 50 anos de idade. É verdade que muitos dos brinquedos são outros, mas a brincadeira é a mesma sempre….. abraços Sérgio Moraes.

  • Edilson Lima:

    Por isso que tem adultos patologicos, querendo birncar com coisas serias, na politica, empresas, na sociedade… Hoje é tempo de mudar o futuro existencia de nosso planeta terra. E lá no fim daquelel mar anossa estrela vai brilhar. O futruo presente sao as CIRANÇAS! “EDUQUEM AS CRIANÇAS E AMANHA NAO PRECISARÁS CASTIGA-LAS” Socrates – Filosofo grego.

    Os problemas de DDAs TDAHs em adultos e criaças em munto mais simples de serm tratadas e curadas! nada de remedios psiquiatricos. Isto é muita sacanagem com as nossa crianças, futuros adultos! Bola de mia bola de gude… Viva o Palho viva o circo….

  • Lúcia:

    Não acredito que pais que passam multi-tarefas para crianças fazem com que elas se tornem melhor. Deve-se haver mais tempo para que as crianças possam se divertir e não podemos nos esquecer que os animais de estimação devem fazer parte do dia a dia das crianças. Afinal, essa é a legítima melhor idade, não é?

  • Maria Cecilia Santos Carvalho:

    Fui uma criança feliz! Subia nas árvores, caia e tornava a subir, brincava de pegador, rodas, bent altas, finca, escorregava nos montes gramados, chegava em casa e ficava de castigo. Mas, foi muito bom esse tempo que só volta quando brinco com meus netinhos ao ar livre. Eles ficam muito tempo nas brincadeiras do computador,assistem a filmes, saem pouco para o clube, talvez por falta de hábito e por causa da violência urbana. Os tempos mudam, tudo vai se transformando…Bom que tudo fosse melhor e que as crianças pudessem saber o gostinho das brincadeiras do meu passado…

  • Paulo Galliza:

    Como você quer que seus filhos sejam no futuro? Brinquem com eles assim, hoje, agora.

  • ROSENIR MACIEL:

    É verddade eu posso falar com toda convicção pois tenho 7 filhos e sempre brinquei e levei a serio a hora deles brincarem e hj são adultos felizes e bem resolvidos e lembram da infancia como uma época maravilhosa, com bonecas parques niver de bonecas bola jogos e tudo que uma criança precisa pra ser criança.Façam isso brinquem com seus filhos e lembrem se vida de criança não é fácil.

  • RACHEL:

    ÉVERDADEMARCO. TENHO NOTADO ISSO COMO AVÓ DE PRIMEIRA VIAGEM E SOFRO AO VER QUE MEU FILHO E NORA ‘NÃO ENTENDEM’.rachel

  • karlloz:

    É verdade quando você ver um adulto muito chato ou pouco sociável, você já sabe que ele não teve infância.

  • Walter:

    Verdade tenho uma bisneta,completou a primeira primavera e me tornei criança não literalmente mas na observação das brincadeiras no despertar da curiosidade e a energia pura dela passada aos adultos a gente se transporta e brinca como criança ,Desperte teu lado infantil também…

  • Marcos – DF:

    Olá a todos !
    Muito boa a matéria e que sirva como guia para nossas escolas, casas, etc …
    Abraços

  • Marco antonio:

    COMO DIRIA O MESTRE PAULO FREIRE ,BRINCADEIRA PARA CRIANÇA É COISA SÉRIA, PENA QUE MUITOS PAIS, POR LIMITAÇÃO, NÃO ENTENDEM DESTA FORMA E TOLHEM AS CRIANÇAS DE BRINCAREM, MATANDO ASSIM SUA INFÂNCIA E CONSEQUENTEMENTE SEUS SONHOS.

  • Flor de Lis:

    Crianças vivendo como crianças… isso é o certo. Daí teremos adultos mais felizes e menos frustrados. Ótima matéria.

  • José Constantini de Oliveira:

    Esta materia é muito oportuna,deixem as crianças serem crianças,devem brincar,porem seus pais devem ficar atentos quando se trata de criança hiperativa.
    Em alguns casos tem-se que impor limites,para ñ se lamentar no futuro.

  • sandinho:

    É MARCELO, AS PESSOAS TÊM CONFUNDIDO, LIBERDADE POR LIBERTINAGEM, ISSO É UM ABSURDO. QUANTO Á MATÉRIA É MUITO BOA E OPORTUNA.

  • leandro:

    pena que gerações anteriores de pais não leram isso, pois eles tinha em media 7 a 10 filhos para servir de mão de obra, mas parte da nossa geração já esta quebrando essa corrente.

  • Alex:

    sempre imaginei isso, por isso quando eu tiver filhos, irei estimula-los ao maximo para brincarem e se divertirem sendo crianças…

  • MARCELO:

    é por isso e outras que a meninada tem que viver a infancia, adolesecencia, como criança que sao e nao querer ser adultos antes do tempo. muitas vezes certos pais merecem palmatorias no lugar de seus filhos, pela libertinagem a que permitem as crianças e jovens viverem. daí vemos o mundo em que vivemos.

Deixe seu comentário!