Luvas de boxe romanas de 2 mil anos são descobertas

Por , em 24.02.2018

Arqueólogos desenterraram luvas de boxe romanas durante uma escavação próxima à Muralha de Adriano, no norte da Inglaterra.

Especialistas em Vindolanda, um forte que guardava uma importante estrada romana – Stanegate, que ia do rio Tyne até a fronteira entre a Inglaterra e a Escócia -, acreditam que elas são provavelmente os únicos exemplos desse objeto sobreviventes do período romano.

Os acessórios foram feitos aproximadamente dois mil anos atrás.

A descoberta

As luvas foram descobertas ano passado, juntamente com escritos, espadas, sapatos e tamancos de banho.

Feitas de couro, as luvas foram projetadas para caber confortavelmente sobre os nós dos dedos e têm uma aparência protetora.

“Vi representações de luvas de boxe romanas retratadas em estátuas, pinturas e esculturas de bronze, mas ter o privilégio de encontrar dois exemplos reais de couro é excepcionalmente especial”, disse o Dr. Andrew Birley, diretor de escavações do Vindolanda Trust.

Função

Se elas possuem um aspecto perturbador, como espécies de socos ingleses antiquados, é porque podiam de fato ser ameaçadoras, embora essas em particular não fossem.

A maior das duas luvas é preenchida com um material natural, que teria atuado como amortecedor. A menor, em perfeito estado, é preenchida com couro duro e torcido.

Os pesquisadores acreditam que esses exemplos escavados eram usados para treino, pois não possuem inserções de metal utilizadas em combates antigos de boxe. [BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (20 votos, média: 4,80 de 5)

Deixe seu comentário!